Arquivo da categoria ‘Casa e Decoração’

Composições criativas para decorar a parede

Enfeitar a parede com uma composição criativa de gravuras, espelhos, pratos e relíquias de família é tendência na decoração

Misturar quadrinhos, gravuras, espelhos, pratos ou relíquias de família  é um jeito bacana de renovar a casa e deixar os ambientes com a sua cara. Não se usa mais tudo combinadinho, o legal é fazer um mix: molduras de cores, tamanhos e materiais diferentes. Se achou confuso, saiba que não é. Confira algumas sugestões:

Encaixe perfeito

Foto: Leonardo Costa

Este ambiente inspirado na Turquia levou os arquitetos Ricardo Melo e Rodrigo Passos (RJ) a decorar a parede com peças e molduras diferentes. “Com elas a decoração ganha um ar rebuscado, bem ao estilo oriental”, explica Ricardo. O que integra essa diversidade, composta por espelhos, pratinhos estampados e até um terço, é a harmonia de cores e formas. Antes de sair pela casa pendurando tudo, planeje a obra: defina o formato das molduras, tire as medidas e veja como vai encaixá-las.

Mosaico vintage

Foto: Leonardo Costa

Que tal montar um painel charmoso sem gastar muito dinheiro? Basta reunir pratos de louça de jogos antigos (de sua mãe, tia, avó…) e fixá-los na parede – da copa ou da sala de jantar. O ideal é criar primeiro o desenho no chão para visua-lizar a melhor combinação e só depois pendurar as peças. “Invista em pratos de tamanhos variados: além de darem um efeito lindo, facilitam o encaixe”, explica o arquiteto Marcelo Possidônio (RJ).

Visual despojado

Foto: Christian parente, mostra BlacK (Sp)

Simplesmente encostar o quadro na parede em vez de pendurá-lo é uma opção sempre despojada. Aqui, o arquiteto João Armentano (SP) contou com o apoio de uma cômoda – mas você também pode usar um aparador, uma prateleira ou mesmo o chão como base. Nesse caso, dê preferência a telas médias e grandes, ok?

Cada um no seu quadrado

Foto: Leonardo Costa

Você tem uma moldura clássica e está pensando em se desfazer dela? A designer de interiores Márcia Queiroz (RJ) ensina a aproveitá-la nesta sugestão: “Use-a para emoldurar quadrinhos simples, sem caixilho nem vidro, fixando-a diretamente na parede”. Assim, aquele “velho” enfeite ganha um visual novo.

Fonte: http://mdemulher.abril.com.br

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  ‏@Batom_efutebol

São Paulo – Brasil – 23:12

JGalvão

O quarto dos sonhos para garotas adolescentes

O quarto tem papel de parede romântico, penteadeira que também vira canto de estudo, bicama para receber as amigas e armários para guardar tudo!

Não é que o tempo voa? Num piscar de olhos, a menina não quer mais saber das bonecas. Imaginando uma cliente entre 10 e 12 anos, na chamada pré-adolescência, a arquiteta gaúcha Cristiane Dilly, que vive em São Paulo, planejou um quarto encantador. O espaço contempla as descobertas da idade – as garotas adoram assistir TV, ler histórias fantásticas e curtir o próprio som em total privacidade –, sem abrir mão das referências mais queridas da infância. A seleção de tons tem papel fundamental: o cor-de-rosa, tão frequente no universo pueril, dá lugar à paleta candy colors (cores de algodão-doce, marshmallow e amêndoas confeitadas), composta de azul, rosa, verde e amarelo suaves. “É uma tendência também no mundo da moda”, aponta Cristiane. Móveis brancos com cantos arredondados lembram peças antigas e reforçam o romantismo. Mas nada se compara ao efeito do dossel sobre a cama – afinal, meninas que crescem continuam gostando de ser princesas.

A inspiradora estampa de gaiolas, borboletas e arabescos (ref. 1706), lançamento da Bobinex, integra a linha de papéis de parede infantário, assinada pela designer vanessa guimarães. Nas outras paredes, o revestimento liso azul-claro (ref. 1760), do mesmo fabricante, segue a cor de fundo, em versão ainda mais clara. O enxoval da cama compartilha a paleta, porém não se prende aos desenhos. sobre a colcha de matelassê verde, cabem almofadas lisas, listradas e florais. Para a cama de solteiro com jeitinho de sofá, ideal para se sentar com as amigas, que tal uma mesinha lateral no papel de criado-mudo? E colorida, já que os móveis maiores são brancos. A luminária pendente de vime pintado é apenas um dos quatro pontos de luz no quarto. o projeto inclui um plafon de embutir no centro do ambiente e uma dupla de dicroicas direcionadas para a cama, embutidas no forro. três circuitos independentes possibilitam acender os setores separadamente. Quarto projetado pela arquiteta Cristiane Dilly.

O espaço livre entre o armário e a porta de entrada tem o tamanho certo para receber a tv fininha de 24 polegadas. Como garotas acumulam miudezas! O carrinho com rodízios vira estante para os livros e a caixa de bilhetes e fotos (de papelão listrado, por R$ 24,90 na Leroy Merlin). Lanterna marroquina cor-de-rosa da Decoy (R$ 72).

A planta de 8,10 m2, comum aos apartamentos pequenos, pede móveis compactos, que liberem área para a circulação. Se tiverem mais de um uso, como a bicama, melhor ainda! O lugar da TV (1) é estratégico: o aparelho está posicionado diante da cabeceira, para que a menina assista a seus filmes recostada – sozinha ou na companhia de amigas.

Com quatro portas, duas gavetas e um gavetão, o armário Tâmis, fabricado pela Moval, comporta todo o guarda-roupa da moradora, dispensando uma cômoda para peças miúdas.

A cama de solteiro, na medida padrão, acompanha a moradora até a idade adulta. Repare como o encosto e as laterais, desprovidos de excessos, realçam o romantismo dos acessórios – receita eficiente de equilíbrio. Sim, meninas costumam lotar os armários. Nem pense em contar com um cantinho do guardaroupa para acomodar toalhas, lençóis e cobertores! Daí a bicama: além de leito extra para a amiga, o modelo dispõe de dois gavetões utilíssimos (61,6 x 36,8 x 10,6 cm*, cada). Pendurada na porta, a sapateira de parede Invisible (Tok & Stok, R$ 73) tem 0,52 x 1,10 m e dispõe de 12 bolsos plásticos. Há, ainda, dois nichos maiores, adequados para botas ou meias. *Agradecimentos: sapatos Zaxy e grendene.

Paleta de cores candy colors é muito feminina. 
Confeccionado em voal branco, o dossel mede 8 x 2,90 m e, quando fechado, cobre inteiramente a cama, mantendo os insetos afastados. O tecido se apoia em um suporte de ferro laqueado, decorado com um cristal. Segundo o fabricante do conjunto, o Arte no Pano Atelier, para que o caimento seja perfeito, a peça deve ser alinhada com o batente da porta, que geralmente fica a 2,10 m do chão. Diante da forte presença do mosquiteiro, uma cortina chamativa seria um excesso. A persiana básica branca dosa a luz natural e permite que o dossel reine absoluto. Uma colorida peça curinga atrai o olhar para a área sob a janela: o banco listrado Eco cube (41 x 41 x 40 cm), de papelão ondulado de alta resistência. O produto (Meu Puff Ecológico, R$ 79,90) pode ser desmontado e personalizado com adesivos, aguenta 200 kg e atua como pufe, mesinha ou criado-mudo. O piso laminado (Durafloor, da Duratex) traz o calor do amadeirado para o ambiente. As réguas no padrão Carvalho Lion, da linha Studio, reforçam a harmonia de tons claros – um piso escuro comprometeria a delicadeza da decoração.

Bicama com gaveta facilita a organização.

Tão importante quanto o canto de estudos é a penteadeira. Mas quem disse que sobra lugar para mais um móvel? A escrivaninha eleita para este projeto concilia os dois propósitos em uma só peça. Traz diversas gavetinhas, ideais para armazenar lápis, canetas e outras miudezas. Sob o tampo, oculta-se um prático compartimento, de 23 x 35 cm, com 11,5 cm de altura, que entra em ação na hora de cuidar do visual – de um segundo para o outro, o móvel se transforma em um toucador de causar inveja!

O compartimento embutido, para guardar maquiagem e acessórios de cabelo, tem tampa com dobradiças e espelho.

Na pré-adolescência, multiplicam-se as exigências escolares, o que torna imprescindível ter um espaço organizado, confortável e sossegado para estudar e fazer a lição de casa. O notebook, compacto, contribui para o melhor aproveitamento da área. A cúpula direcionável da luminária de mesa Magna (Tok & Stok, R$ 228) posiciona o foco conforme a atividade. O recomendado, segundo a arquiteta, é usar lâmpada incandescente amarela de 60 w, que não cansa a visão. O estilo retrô romântico da bancada, realçado pelos pés torneados, combina com a cadeira branca do tipo medalhão. Essa última tem assento de tecido estofado e encosto de palhinha tingida. As borboletas de plástico com detalhes cromados parecem ter voado do papel de parede estampado para o liso – o kit de adornos Monarch wall (Tok & Stok, R$ 89,90) soma 24 peças de três tamanhos, fixadas com adesivo (já incluso). Nessa faixa etária, escolher um tema para a decoração requer parcimônia, sob o risco de tornar-se muito infantil. Repleto de borboletas e flores, um jardim primaveril pode trazer à cena até uma menina sentada no balanço – imagem do pêndulo do relógio Kids rosa (Etna, R$ 129,90). Sob a escrivaninha, a lixeira Bol cexto (Tok & Stok, R$ 84,90) respinga no ambiente uma gota discreta e charmosa de cor-de-rosa. Quarto projetado pela arquiteta Cristiane Dilly.

Quanto custou? 10 x R$ 446

12-quarto-dos-sonhos-para-garotas

Acessórios e revestimentos

13-quarto-dos-sonhos-para-garotas

Valores pesquisados em Janeiro de 2013.

Fonte: http://casa.abril.com.br

São Paulo – Brasil – 00:27

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

JGalvão

Decoração: a moda pede cozinha integrada

Integrar ambientes é uma tendência que veio para ficar e que exige decoração charmosa, pois tudo está sempre à mostra. Aproveite nossas sugestões para deixar sua cozinha americana linda!

Toque artesanal

Peças que remetem ao fazer popular, como a garrafa de cerâmica decorada com flores e a cúpula que imita uma renda delicada, conferem personalidade ao ambiente e reforçam o clima de aconchego. Para criar um espaço harmonioso e contemporâneo, não tenha medo de combinar objetos de estilos diferentes. Um exemplo? A banqueta com base de aço cromado, de tom neutro, fica perfeita com esses itens

Veja a seguir algumas ideias de produtos e substituições!

Garrafas alegres

Peças de cerâmica dão um toque retrô à sua cozinha. Uma alternativa é usar a garrafa pintada (à direita), da Tok&Stok, R$ 99,90*

Bancos estilosos

O balcão que divide os ambientes pede a companhia de bancos altos e estilosos como este (à direita) com base de aço cromado, da Tok&Stok, R$ 299*

Jarras de metal

A jarra de metal vira um lindo vaso de flores. Veja que linda esta jarra (à direita) da Rosamundo, R$ 115*

Pendentes clássicos

De tamanho avantajado, a cúpula sobre a mesa de jantar torna-se foco de atração. Você pode optar por este pendente de ferro e aço inoxidável (à direita), da Etna, R$ 249,90*

Xícaras

Peças coloridas trazem alegria ao ambiente. A xícara de chá de porcelana (à direita), Rosamundoé uma ótima opção. R$ 22*

Caminho de mesa

Clássico e elegante, o caminho de mesa é uma peça que não pode faltar. Este (à direita), de algodão, é da Etna, R$79,99*

Show de cores

Mesclar objetos multicoloridos é um quesito obrigatório em qualquer decoração moderna e despojada. Repare como as louças, os quadros e os itens decorativos saltam aos olhos quando distribuídos num espaço de cores neutras como este. Deixar belos eletrodosméticos à mostra também é um recurso legal que acrescenta charme à cozinha americana .

Conjuntos de porcelana

A decoração da sua cozinha vai ficar ainda mais fofa com este conjunto de porcelana Allure (à direita): prato raso, R$ 19,99*; prato de sobremesa, R$ 14,99* e xícara de chá, R$ 16,99*. As três pelças são da  Etna .

Vasos de vidro

Espalhe vasos coloridos pelo ambiente. Uma opção elegante é usar este vaso de vidro (à direita), da Etna, R$ 74,99*

Relógios

O relógio de acrílico, como este (à direita) da Tok&Stok, R$ 59,50*, é ideal para deixar na cozinha. Já no lado da sala de jantar, prefira por colocar um quadro na parede.

Moringas

As moringas de porcelana estão super na moda. esta fofura (à direita) é da Divina Frescura, R$ 80*

Glamour retrô

Apostar em peças inspiradas no passado, como a bailarina (nome do suporte para doces), traz um tempero atualíssimo ao ambiente integrado. Use objetos antigos, herdados da família, e também garimpe outras preciosidades em lojas e feiras de antiguidade. O ambiente só vai merecer elogios!

Porta-ovos fofos

Até mesmo o porta-ovos pode ser usado para decorar. Veja que fofo este de metal (à direita), daTok&Stok, R$ 42*

Bailarinas de porcelana

Além de pratica, a bailarina de porcelana e metal é linda. Esta (à direita) é da Rosamundo, R$ 48*

*Preços pesquisados em  2012

Foto: Alan Teixeira

Fonte: http://mdemulher.abril.com.br

São Paulo – Brasil – 23:09

Siga o Batom e Futebol no Twitter: @Batom_efutebol

JGalvão

Bar portátil: bandejas diferentes dão charme ao décor

Os seus convidados terão acesso fácil às bebidas - Foto: Christian Parente

Apoio perfeito

A mesa da sala de jantar é sempre uma boa opção para acolher o bar itinerante. Os seus convidados terão acesso fácil às bebidas, ou seja, você não precisa se preocupar em servi-los o tempo todo. Para criar uma composição harmoniosa, a arquiteta Fernanda Marques (SP), que assina este ambiente, escolheu uma bandeja sofisticada e dispôs sobre ela garrafas de formatos e alturas diferentes, taças e copos caprichados (selecione os seus de acordo com as bebidas que vai oferecer, ok?) e acessórios de bar. Mais funcional, impossível!

“Monte o bar de acordo com o seu estilo”, aconselha o arquiteto João Armentano - Foto: Christian Parente

Arranjo divertido

Outra sugestão é colocar a bandeja de bebidas numa mesa lateral. “Monte o bar de acordo com o seu estilo”, aconselha o arquiteto João Armentano (SP). “Escolha objetos de que você gosta e vá mesclando as informações. Vale acrescentar um vasinho de plantas, uma miniatura, uma vela especial, uma caneca engraçada…”, diz.

Por que não acomodar os drinques na estante? - Foto: Christian Parente

Ideia original

Por que não acomodar os drinques na estante da sala, em meio a livros, porta-retratos e vasinhos? As garrafas correm menos risco de quebrar e ainda deixam o ambiente descontraído. A arquiteta Ana Maria Vieira Santos (SP) foi ainda mais longe: incluiu na composição uma máquina de café e xícaras delicadas. Se quiser, some outros objetos que são ao mesmo tempo úteis e decorativos: meleira, petisqueira…

Se você tem menos espaço disponível, coloque todas as garrafas, copos e acessórios dentro da bandeja
Foto: Christian Parente

Serviço de primeira

Um carrinho de chá antigo também pode se transformar num bar especialíssimo. Assim, as bebidas vão de lá para cá, o que traz comodidade aos convidados. Apesar de toda a superfície do carrinho compor o bar, o arquiteto Guilherme Torres (SP) utilizou a bandeja para delimitar a área dos copos. Se você tem menos espaço disponível, coloque todas as garrafas, copos e acessórios dentro da bandeja.

Fonte: http://mdemulher.abril.com.br

São Paulo – Brasil – 22:55

Siga o Batom e Futebol no Twitter: @Batom_efutebol

JGalvão

23 lições de etiqueta à mesa

Veja algumas dicas de organização e etiqueta à mesa que vão ajudá-la(o) a aproveitar as festas com charme e elegância.

Destaque da Matéria

Ter bons modos à mesa é importante em algumas ocasiões - Foto: Dreamstime

1. Vista-se de acordo

Em dúvida sobre o traje que deve vestir? Então pergunte à dona da casa. “Não é vergonha nenhuma e evita constrangimentos”, ensina a consultora de etiqueta Cláudia Matarazzo.

2. Não se atrase

Procure chegar ao evento entre 15 minutos e meia hora após o início.

3. Leve uma lembrancinha

Pode ser um buquê de flores ou uma caixa de bombons.

4. Mantenha a classe

Seja delicada(o), fale baixo e não gesticule com os talheres na mão. Já pensou se você acerta molho de tomate na camisa branca de alguém?

5. Fuja das discussões

Esqueça assuntos polêmicos, como religião e política.

6. Maneire na bebida

É desagradável passar dos limites, né?

7. Preste atenção na postura

Apoiar os cotovelos na mesa dá a impressão de desleixo.

8. Espere para comer

Por mais esfomeada(o) que você esteja, não comece antes do anfitrião, a menos que ele peça. Se houver muitas pessoas à mesa, aguarde até que metade delas tenha se servido.

9. Abra o guardanapo de pano no colo

Após a refeição, coloque-o sobre a mesa, do lado esquerdo do prato. Guardanapos de papel permanecem na mesa mesmo.

Destaque da Matéria

Não use o garfo na mão esquerda! - Foto: Getty Images

10. Acerte nos talheres

Use o garfo na mão direita, enquanto a faca descansa sobre a parte superior do prato (e com a lâmina voltada para dentro).

11. Não enfie a cara na comida

Ela deve ser levada à boca e não o contrário.

12. Dobre as folhas da salada

Em vez de cortá-las, basta fazer uma trouxinha com a ajuda dos talheres.

13. Jogue os caroços no cinzeiro

A regra serve para azeitonas servidas como aperitivo. Quando elas fizerem parte da comida, use o garfo e coloque o caroço no canto do prato.

14. Segure o frango com guardanapo

Se ele for servido à mesa, e não como aperitivo, retire as lascas de carne com o garfo.

15. Enrole o macarrão

“Para prevenir garfadas grandes demais, pegue os fios que estiverem na ponta do prato. E se sobrar algum fora da boca, corte-o com o dente, de forma natural, deixando-o cair de volta no prato”, explica o consultor de etiqueta Fábio Arruda.

16. Jamais faça barulho com a sopa

Assoprar a colher também pega mal. Comece a tomar pelas bordas, onde a comida esfria mais rápido.

17. Parta o pão com as mãos

E nada de mergulhá-lo na sopa ou no molho.

18. Não babe no garfinho do fondue

“Deposite o cubinho de carne ou o pão com queijo derretido no seu prato e use um garfo de sobremesa para levá-lo à boca”, diz Fabio.

19. Corte melão, mamão e melancia com faca

E separe a fruta da casca aos poucos.

20. Arrume os talheres no prato

Quando terminar de comer, coloque o garfo e a faca com os cabos voltados para a direita, ligeiramente inclinados para baixo.

21. Dispense o palitinho

Além de falta de educação, o hábito pode machucar a gengiva.

22. Nunca fume à mesa

Se não conseguir resistir ao vício por algumas horas, peça licença e acenda o cigarro lá fora.

23. Saiba a hora de se despedir

Os anfitriões dão pistas quando estão cansados. Fique atenta!

Destaque da Matéria

Copos e talheres precisam estar corretamente posicionados - Foto: Getty images

Dicas para organizar a mesa

Copos 
- Eles ficam alinhados do lado direito do prato, na ordem em que serão usados.
- O primeiro, médio, é para vinho branco.
- O segundo, um pouco maior, para vinho tinto.
- O terceiro, e maior de todos, para água.
- Em ocasiões formais haverá uma taça fina e alta, para champanhe.

Talheres 
- São colocados ao lado do prato e usados na ordem de fora para dentro. Os de sobremesa ficam acima do prato.

Fonte: http://mdemulher.abril.com.br

São Paulo – Brasil – 19:50

Siga o Batom e Futebol no Twitter: @Batom_efutebol

JGalvão

Seis banheiros coloridos

Quando se trata de eleger as tonalidades do banheiro, o gosto pessoal e o bom senso devem predominar em relação ao que está na moda, pois elas influenciam nos estados de humor. Estudar seus efeitos em nossa personalidade é um exercício a ser praticado antes de escolher a paleta para um projeto de interiores. Se verde e azul acalmam, vermelho e laranja são estimulantes. “Muitas vezes, uma pequena amostra não revela o tom exato. No caso de pastilhas, vale pedir uma placa ao fornecedor”, aconselha a arquiteta Andrea Chicharo, do Rio de Janeiro. Os ousados se valem de misturas vibrantes para causar impacto. “Combinar cores opostas como roxo e amarelo dá um efeito divertido. Azuis da mesma família trazem harmonia”, diz a arquiteta Silvia Brawerman, de São Paulo.

“A casa toda partiu do zero. Na suíte da criança, quis montar um ambiente atemporal, claro e limpo”, aponta a arquiteta carioca Andrea Chicharo. Alegre e prático, o espaço de 5 m² foi elaborado para um menino de 7 anos. Boas soluções: para dar esse toque diferente, ela optou por colocar no boxe uma mescla de pastilhas de vidro (3 x 3 cm) em tons de vermelho delimitando a área molhada. O branco do marmoglass se estende a bancada e piso. Suspenso 20 cm do chão, o armário exibe portas de acrilato e moldura de alumínio, garantindo uma aparência moderna.

Para a área de 6,50 m², a moradora escolheu pastilhas de vidro na cor roxa. “Optamos pela mescla com o branco, e a forma como foram aplicadas valorizou a volumetria, sobretudo a da banheira”, diz Murilo Gabarra, autor do projeto com Patrícia Samora, de São Paulo.

Boa solução: como o apartamento apresenta planta livre, as janelas do banheiro se estendem pela parede e faltou espaço para o espelho. Ele, então, foi fixado no quadro formado com barras de aço inox, preso à laje superior e à bancada de mármore piguês.

A miscelânea de cores no piso e em detalhes das paredes chama a atenção para o banheiro desta casa em Salvador. “Os clientes são jovens e queriam um ambiente atual, despojado e com materiais de qualidade”, conta o arquiteto paulista José Luiz Favaro.Boas soluções: “Fizemos alguns testes até chegar ao equilíbrio do verde, laranja e branco das pastilhas de vidro”, explica. Como a incidência de luz no espaço de 5,30 m² é generosa, assim como o pé-direito, foi possível ousar nas tonalidades sem tornar a atmosfera cansativa. As paredes de pastilhas brancas (2 x 2 cm) dentro do boxe e a bancada de mármore piguês favorecem a luminosidade.

O verde da paisagem emoldura o banheiro de 7,20 m² da fazenda no vale do Paraíba, interior de São Paulo, que passou por uma reforma orquestrada pelo escritório Vázquez + Junqueira. Boas soluções: a fim de imprimir personalidade e charme ao ambiente, o azul e o branco entraram em cena na estampa dos ladrilhos hidráulicos (20 x 20 cm) do piso. “Para obtermos uma boa quantidade de luz sem perder a privacidade, fizemos a parte inferior da caixilharia, junto à banheira, com vidros canelados e a superior com vidros transparentes”, explica o arquiteto Luiz Junqueira. A bancada da pia é de cimento queimado.

Reformado com toques modernos, o ambiente traz linhas retas na bancada, que embute duas cubas esculpidas em marmoglass. A rocha industrializada que mistura pó de mármore e vidro também está no piso. O projeto é da arquiteta fluminense Paloma Yamagata.Boa solução: em 8,60 m², o verde se faz presente nas pastilhas de vidro (2 x 2 cm). “Elegante, ele não pesa no banheiro ao se misturar com o branco”, ressalta Paloma.

Faixas de cores vibrantes sobressaem no banheiro de base clara. O espaço de 6 m² compartilhado pelo casal de moradores nesta casa em São Caetano do Sul, SP, é assinado pela arquiteta Silvia Pires. Boas soluções: as faixas de vidro foram aplicadas entre o espelho. Dentro do boxe, a cor aparece de maneira discreta com listelos justapostos nas placas de porcelanato. A bancada é de mármore ariston.

Fotos: Divulgação

Fonte: http://casa.abril.com.br

São Paulo – Brasil – 21:30

Siga o Batom e Futebol no Twitter: @Batom_efutebol

JGalvão

Motivo floral traz alegria para a casa

Aproveite o clima e deixe a primavera entrar na decoração da casa!

Celebre a primavera decorando com a casa com objetos de estampas florais - Foto: Divulgação

Aposte na versatilidade das estampas florais para dar alegria à decoração do lar. Para não exagerar, escolha apenas uma padronagem floral e suave com móveis de cores neutras. Objetos modernos diferenciam os ambientes, veja nossas sugestões:

Foto: Divulgação

1. Bowl de cerâmica, Pepper, R$ 41*

2. Açucareiro, Pepper, R$ 31*

Foto: Divulgação

3.  Prato de cerâmica, Calu Fontes, R$ 600*

4. Cadernos revestidos de algodão, Portfólio, R$ 40*, cada um

Foto: Divulgação

5. Luminária de ferro e algodão, Ishela, R$ 290*

6. Papel de parede, Bobinex, R$ 130*, o rolo de 10 m

Foto: Divulgação

7. Jogo americano de algodão, Loeb, R$ 50*, tel

8. Centro de mesa de cerâmica, Hips Retrô, R$ 298*

* Preços pesquisados em outubro de 2012

Fonte: http://mdemulher.abril.com.br

São Paulo – Brasil – 22:53

Siga o Batom e Futebol no Twitter: @Batom_efutebol

JGalvão

Como usar cores fortes na decoração – IV

Pinceladas de cor

Neste living da Casa Cor RS, o piso e paredes são neutros. As cores fortes aparecem em pinceladas, nas cortinas e móveis. Assim, as cores sóbrias neutralizam o amarelo e o rosa, deixando o ambiente harmonioso. O projeto da arquiteta Livia Bortoncello foi inspirado nos trabalhos da designer inglesa Tricia Gulid.

Foto: Divulgação

Vermelho para abrir o apetite

Na hora de escolher os materiais e cores desse ambiente, a arquiteta Mari Ani Oglouyan quis trazer aconchego para a cozinha. Os detalhes de madeira fazem isso bem, mas para ela o segredo é a parede carmim. Além de aquecer o espaço, os tons de vermelho têm tudo a ver com cozinha: eles abrem o apetite.

Foto: Divulgação

Dar vida ao ambiente neutro

As pastilhas e azulejos dessa cozinha planejada por Helena Bernardo e Felipe Araújo são todos brancos e os móveis pretos e brancos. Para trazer um pouco de vida ao ambiente, os profissionais pintaram uma parede com listras em tons de rosa e marrom. Sem contrastar com outros elementos, ela ficou leve  e delicada.

Foto: Divulgação

Um tom predominante

O piso do living é de cimento queimado, as paredes são de madeira, há bancos de plástico e de tronco, e ainda almofadas em várias texturas. E apesar de todo esse mix, o vermelho do grande tapete e da poltrona de design arrojado é a cor predominante no ambiente criado pelo arquiteto Fábio Galeazzo. Como todas as texturas têm tons neutros, o espaço ficou em harmonia.

Foto: Divulgação

Tapete combinando com acessórios

O tapete de fios de lã e seda é de um azul turquesa vibrante. Para que o ambiente não ficasse carregado na cor, a arquiteta Maira Ritter optou por mantê-lo como única peça de tom forte. Mas não abandonou a cor, as almofadas, quadros e outros objetos da decoração tem tons discretos de azul e verde, que conversam com o tapete, mas não chamam muita atenção.

Foto: Divulgação

Listras são clássicas

O quadro de luz da cozinha ficou oculto sob um painel com relevos suaves em listras horizontais em vermelho, preto e bege, que destaca o local de refeições do ambiente. A arquiteta Roberta Devisate, que fez o projeto, acredita que listras estão sempre em voga e podem ser usadas em paredes, painéis e tecidos sem erro. Elas denotam movimento e fluidez ao ambiente e estão sempre em voga.

Foto: Divulgação

Cor quente na parede

Como este ambiente é amplo, o uso de amarelo (cor Pólen da Lukscolor)  na parede não traz problemas. Mas fique atento: cores quentes tendem a dar uma sensação de diminuição do espaço. O ambiente é dos arquitetos Nelia Chinelli Fay e Neto Porpino.

Foto: Divulgação

Fonte: http://mdemulher.abril.com.br

São Paulo – Brasil – 22:09

Siga o Batom e Futebol no Twitter: @Batom_efutebol

JGalvão

Como usar cores fortes na decoração – III

Uma parede basta

Para criar um ambiente eclético, misto de moderno com rústico, o arquiteto Luiz Henrique Pinto Dias colocou ao fundo da sala uma parede laranja combinada com os tons de marrom, terra e branco dos móveis. Como a cor da parede é muito viva, todo o restante ficou bem sóbrio, para dar equilíbrio ao espaço.

Foto: Divulgação

Cores fortes e suaves

A parede com listras em rosa claro permitiram que o mobiliários dessa sala recebesse uma peça de cor mais vibrantes. Por isso, a designer de interiores Ana Maria Mouawad  Queiroga escolheu o sofá rosa e vermelho, que apesar de colorido, não foge do tom da sala. O resultado é um ambiente inusitado que não deixa de ser clean.

Foto: Divulgação

As cores da moda

Uma ideia para usar cores na decoração é se inspirar em ícones da moda. Foi o que a arquiteta Daniele Cardoso fez nesse café. Inspirada no estilista Givenchy, ela trouxe para o espaço o glamour dos seus vestidos, vestindo as paredes com o pretinho básico, um rosa bem feminino e o branco clássico.

Foto: Divulgação

Cores antagônicas

Neste sobrado, vive um casal jovem que buscava um ambiente contemporâneo e moderno. Para isso, a designer de interiores Ana Maria Mouawad  Queiroga, fez uma parede despojada em azul turquesa pontuada por elementos vermelhos, que dão contraste e deixam o espaço mais dinâmico.

Foto: Divulgação

Pastilhas verdes

O uso do branco nesse ambiente do escritório Teles e Marques foi uma opção para deixar a pequena cozinha mais ampla. No entanto, sem cor, ela ficaria muito fria e impessoal. As pastilhas verdes sobre a pia e a parede dão vida e um toque jovem ao espaço.

Foto: Divulgação

Cor nos detalhes

O rapaz que dorme nesse quarto é praticante de windsurf. Para criar uma atmosfera de esporte ligada ao mar, a arquiteta Cintia de Queiroz optou por usar a cor azul nos detalhes. Assim não havia risco de criar um ambiente cansativo.  O trabalho no forro de gesso dá movimento ao quarto, aumentando a atmosfera masculina e esportiva.

Foto: Divulgaçã0

Rosa com sobriedade

Esta sala da arquiteta Gislene Soeiro mostra que  rosa pode compor um ambiente sóbrio. Esta cor personaliza a sala mas ao lado das diferentes texturas em tons de cinza, não tira a seriedade do espaço. Uma dica: quando usar cores da moda, opte por algo que possa ser mudado facilmente, como uma parede. Não compre um móvel caro se acha que pode enjoar daquela cor um dia.

Foto: Divulgação

Cores complementares

A mulher que ocupa este quarto deu um desafio aos arquitetos Helena Bernardo e Felipe Aaraújo: ela queria uma parede amarela para combinar com seus quadros. A dupla optou então por manter o restante do espaço em tons neutros de branco e preto. Somente a colcha foi feita em lilás, pois é cor complementar do amarelo e esse tipo de combinação funciona.

Foto: Divulgação

Quebrando o branco

Esta sala de uma cobertura é praticamente toda branca, ficando ampla e leve. Para dar um pouco de aconchego, a designer de interiores Roberta Devisat e deu algumas pinceladas de cor. As poltronas berinjela e o quadro colorido trazem dinamismo à decoração jovem. No entanto, a profissional diz que quando a cor predominante for o branco, qualquer outra cor pode ficar bem.

Foto: Divulgação

Azul sem monotonia

O azul é uma cor que pode aparecer em grandes superfícies sem erro, dando ainda sensação de amplitude ao ambiente. No entanto, ele sozinho pode ficar monótono. Por isso, nesse ambiente de Nelia Chinelli Fay , pintado com a cor Therapy da Lukscolor, a parede recebeu um painel redondo de madeira e um móvel encostado a ela, que quebram a cor e dão vida ao ambiente.

Foto: Divulgação

Fonte:  http://mdemulher.abril.com.br

São Paulo – Brasil – 00:19

Siga o Batom e Futebol no Twitter: @Batom_efutebol

JGalvão

Brad Pitt cria design de linha exclusiva de móveis

Divulgação
Divulgação -  Reuters 

O ator Brad Pitt voltou seus talentos para a criação de móveis para uma empresa de design de luxo, com uma coleção inspirada tanto no art nouveau como no art déco, de acordo com a Architectural Digest.

Pitt, que colaborou na coleção com o designer de móveis norte-americano Frank Pollaro, falou sobre suas inspirações para a coleção na edição de dezembro da revista. “Eu me interesso pelo design de móveis como arquitetura completa em uma escala menor”, disse Pitt. “Sou obsessivamente voltado para a qualidade, a um grau insano.”

Pitt afirmou que essa obsessão o levou a Pollaro, que segundo ele personifica o “mesmo espírito louco dos artesãos de outrora, com sua atenção obsessiva ao detalhe”. A coleção de 12 peças, que será apresentada pela casa de móveis Pollaro em Nova York, entre 13 e 15 de novembro, incluirá mesas, cadeiras, uma cama e uma banheira de mármore.

Fonte: http://emais.estadao.com.br

São Paulo – Brasil – 22:38

Siga o Batom e Futebol no Twitter: @Batom_efutebol

JGalvão

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.302 outros seguidores