Archive for maio \31\UTC 2011

Especial Torsten Frings

O Batom e Futebol decidiu fazer um especial de fotos da última partida do capitão Torsten Frings com a camisa do Werder Bremen. Frings e o seu futebol farão muita falta à equipe de Bremen e a todos os seus torcedores! Capitão, nós esperamos que esta separação seja por pouco tempo e que você volte em breve!

Imagens: © nordphoto

JGalvão

Anúncios

Rafinha chega a Munique para exames e deve reforçar o Bayern

 . Foto: Divulgação

Rafinha fez exames no Bayern de Munique, nesta terça-feira, e aproveitou para visitar a cidade – Foto: Divulgação

 

O brasileiro Rafinha está muito perto de ser anunciado como reforço do Bayern de Munique. Nesta terça-feira, o lateral, que pertence ao Genoa, da Itália, realizou uma série de exames que serão completados amanhã. Caso seja aprovado, o jogador deverá assinar contrato com a equipe alemã na tarde desta quarta-feira.

O jogador, que teve passagem de cinco anos pelo Schalke 04, aproveitou e realizou uma visita pela cidade de Munique, visitando pontos turísticos e admirando a oportunidade de estar retornando ao Campeonato Alemão.

Ele chega ao novo clube para disputar posição com o ídolo da torcida Philip Lahm, que também pode atuar na lateral esquerda. Ele ainda reencontrará seu ex-companheiro Manuel Neuer, goleiro da seleção alemã, que acertou com os bávaros há cerca de 15 dias.

Fonte: http://esportes.terra.com.br

JGalvão

Klose confirma saída do Bayern de Munique

Miroslav Klose, de 32 anos, tem apenas um gol a menos do que Ronaldo Fenômeno na luta pelo posto de maior artilheiro de todas as Copas do Mundo. E, ao que tudo indica, ainda sonha com a presença no Mundial de 2014, no Brasil, para superar esta marca. Por isso, quer jogar em um clube onde tenha oportunidades de jogar, o que não estava acontecendo no Bayern de Munique. Sendo assim, ele decidiu: é hora de mudar de ares.

O jogador não irá renovar seu contrato com o clube alemão e já tem propostas em mãos para a próxima temporada. A principal delas, de acordo com o jornal italiano “Corriere dello Sport”, vem do Lazio. Klose admite a sondagem e elogia o time do brasileiro Hernanes.

– Estou estudando ofertas e, entre elas, existe essa do Lazio. Sei que o time muitos jogadores de qualidade, como Zarate, Hernanes e Ledesma. Se eu for para lá, com certeza não vou decepcionar os torcedores e espero marcar muitos gols – garantiu.

Com uma lesão na costela, o jogador não deve disputar as próximas partidas da Alemanha pelas eliminatórias da Euro 2012, mas ainda sonha com mais sucesso na seleção alemã.

– Não estava mais nos planos para o ano que vem e preciso jogar regularmente se quiser ter um papel de protagonista na seleção – completou.

Fonte: http://globoesporte.globo.com/

JGalvão

Delícias alemãs de dar água na boca!

Um dos pontos altos da culinária alemã são os doces. Os alemães possuem mais de 500 bolos e tortas, entre receitas tradicionais e modernas. O Batom e Futebol gostaria de convidá-lo(a) a deliciar-se com o ensaio que apresentaremos a seguir.

Torta bonese de manteiga

A indústria confeiteira tem uma longa tradição na Alemanha; bolos e tortas são suas maiores atrações. Mais de 70% dos ingressos no setor vêm da venda de produtos artesanais. Cada cidade ou região tem sua especialidade, contando ainda com as criações de cada confeitaria este “ Bonnenkuchen” é uma especialidade de Bonn, uma torta de creme de manteiga e marzipã.

Sabores exclusivos para ricos

Um documento datado de 1618 em Munique é um dos primeiros registros sobre confeitarias alemãs do qual se tem notícia. Naquela época, os doces eram um privilégio reservado a realeza e a famílias abastadas. Com a produção em massa de açúcar, no início do século 20, a indústria se desenvolveu e, nos anos 1950, com o uso de cores e formas diferentes, nasceu a confeitaria moderna.

Favoritos de sempre

Todos os dias as confeitarias produzem uma variedade de tortas. Mas clássicos como o “Apfelkuchen” (bolo de maçã) ou “Käsekuchen” (bolo de queijo) são figurinhas certas no cardápio. Há pessoas que não estão dispostas a ficar sem eles. “Alguns clientes vêm e pedem determinado bolo e se não tivermos, eles simplesmente vão embora, pois não querem experimentar algo novo”, diz o confeiteiro Chrysanth Von Sturn.

Bolo Floresta Negra

A “Schwarzwälder Kirschtorte”, conhecida no Brasil como bolo Floresta Negra, talvez seja a criação mais famosa fora da Alemanha. Este mix de bolo de chocolate, chantilly, cerejas e um toque de brandy é um clássico atemporal. Tem suas origens na região da Floresta Negra, sudoeste do país. De acordo com o Museu da Confeitaria, em Kitzingen, o bolo figurou já em 1949 em 13º  lugar entre tortas alemãs mais conhecidas no mundo.

Baunilha espanhola

Quando se trabalha numa confeitaria, é difícil escolher seu bolo favorito. Julia (dir.) e Doreen seguram um de seus favoritos: a torta de baunilha espanhola, que, obviamente, não é uma especialidade germânica. Entre os favoritos de Julia está também a “Herrentorte” (torta dos cavalheiros), feita com camadas de biscoitos, marzipã, creme de vinho e geléia.

 “Herrentorte” fresquinha

Wim Hunk nasceu numa família de confeiteiros e, depois de 20 anos como chef numa confeitaria, resolveu, em 2006, abrir o seu próprio negócio. De acordo com Hunk as pessoas que vivem no bairro “são abastadas, portanto querem consumir produtos de qualidade”. A torta favorita do confeiteiro é a popular “Herrentorte”.

Nos Bastidores

Todo confeiteiro é madrugador e acorda entre 3 e 4 horas da manhã durante os fins de semana, que são os dias mais movimentados, e lá pelas 6 horas durante a semana. Nesta foto os chefes Markus e William preparam tortas de creme. A dupla chega a produzir 15 bolos por dia!

Hora de café com bolo

Um papo à tarde, acompanhado por café e bolo fresquinho, faz parte da rotina de muitos alemães. Udo Jürgens, conhecido cantor, compôs uma música nos anos 1970 em homenagem a esse momento “Aber bitte mit Sahne” (Mas, por favor, com creme). O domingo é o dia mais concorrido nas confeitarias e cafés por toda a Alemanha, e o inverno é a melhor temporada.

Delícia de chocolate

A “Prinzregenttorte” é uma das tortas de chocolate mais famosas na Alemanha, feita com seis camadas de bolo e creme de chocolate, com cobertura também de chocolate. A torta, típica do sul do país, é uma homenagem ao príncipe regente Leopoldo da Baviera.

Tradição de família

Chrysanth Von  Sturn cresceu rodeado por bolos e adora inventar novas receitas. Sua última criação se chama “Himbeer Traum Sacher” (bolo de framboesa dos sonhos) – massa de chocolate recheada com creme misturado com framboesa frescas. Nesta foto, o confeiteiro mostra seu bolo predileto, a famoso “Apfelkuchen” (bolo de maçã).

Mantendo a tradição

Atualmente é possível comprar bolos em supermercados ou em cadeias de confeitarias espalhadas pela Alemanha. “O público quer um bolo barato, não se preocupa tanto com o sabor”, avalia Von Sturn. Mas qualidade tem preço. “Eu não dou desconto, não posso. Meus bolos são os mesmos que há 100 anos.”

Torta de queijo e framboesa

O “Käsekuchen” alemão é bem diferente da versão norte-americana conhecida como “cheesecake”, pois é feito com quark, um queijo macio e parecido com iogurte. A lenda diz que o bolo de queijo é originário de Roma (200 a.C.). Recuperou sua popularidade na Alemanha no século 17, quando o cozinheiro do príncipe eleitor de Heidelberg reinventou a receita. Fora das fronteiras alemãs, o quark pode ser encontrado em lojas especializadas ou comprado pela internet.

Bolo árvore

A lenda do “Baumkuchen” (bolo árvore) reza que ele chegou à Alemanha pelas mãos de um vendedor ambulante húngaro. Quando cortado em pedaços, é possível ver camadas finas, parecidas com troncos. Para fazer esse bolo, a massa deve ser colocada em um espeto de madeira com pontas de metal, rodando-o então em chama aberta. Assim que uma camada estiver assada, outra é colocada por cima e assim por diante. Os bolos podem chegar a ter 10-20 camadas, todas cobertas com muito chocolate.

Marzipã

Este doce delicioso e tradicional é utilizado para decorar ou rechear bolos. Sua composição é muito específica e até regulamentada por lei: duas partes de pasta de amêndoas e uma parte de açúcar. Água de rosas é a única essência permitida. Mas quando o marzipã é usado para decoração, pode ser povilhado com açúcar de diversos sabores.

Tortas de frutas

Apreciadas especialmente no verão, estas tortas podem ser cobertas com morangos, framboesas, cerejas, peras ou maçãs. Acrescenta-se geralmente uma camada de gelatina, para deixar as frutas brilhantes. Se quiser, pode combiná-la com uma camada de chantily e não se preocupe em contar calorias!

Ficou com água na boca?

Fonte: http://www.dw-world.de

JGalvão

Pesquisa: homens preferem final da Liga dos Campeões a sair com top model

Uma pesquisa internacional conduzida por uma empresa contratada pela marca de cervejas que patrocina a Liga dos Campeões mostra que 52% dos homens entrevistados em 15 países preferem assistir à decisão do torneio em vez de sair para um encontro romântico com uma top model como a brasileira Adriana Lima.

O levantamento feito com 5.638 homens com idade acima dos 21 anos mostra que não são apenas as top models que os torcedores estariam dispostos a descartar para ver o seu time na decisão da competição. No total, 62% trocam a festa de aniversário do melhor amigo para assistir ao jogo final e pouco menos da metade deixaria de ser padrinho de casamento se a partida fosse no mesmo dia.

Mais da metade confirmou também que trocaria uma noite fora de casa com a mulher ou namorada para ficar na frente da TV durante a disputa pela taça da Liga dos Campeões. No Brasil e na Espanha, 22% dos homens não marcariam o seu casamento no mesmo dia da decisão.

A pesquisa mostra o que já está na previsão dos especialistas: a decisão entre Barcelona e Manchester United neste sábado deverá ser o jogo envolvendo dois clubes mais assistida pelo mundo.

A expectativa da Uefa é que dobre o número de telespectadores que acompanharam a decisão do ano passado. O jogo entre Inter de Milão e Bayern de Munique teve 145 milhões de pessoas na frente das telinhas.

Confira abaixo outros números da pesquisa:

55% preferem assistir à final a ter o primeiro encontro com os pais da namorada 46% trocam o aniversário da mãe pela partida 44% preferem acompanhar o jogo a comemorar o aniversário de casamento 43% deixam de celebrar a formatura na faculdade ou uma importante consulta médica pela decisão da Liga dos Campeões.

Fonte: http://www.jb.com.br

JGalvão

Yoreli Rincón, de olho em Marta

Yoreli Rincón, de olho em Marta
Getty Images

Quem acredita que é possível transformar os sonhos em realidade diz que, quando sonhamos com algo, devemos fazê-lo mirando alto. A colombiana Yoreli Rincón está seguindo à risca esta recomendação. Aos 17 anos, a meio-campista sabe bem qual é o seu principal objetivo para a Copa do Mundo Feminina da FIFA Alemanha 2011, que começa em junho: desbancar a brasileira Marta como a melhor jogadora do planeta.

“Ela é quase dez anos mais velha do que eu, mas recebeu o prêmio pela primeira vez com 20”, argumentou Rincón. “Agora mesmo eu tenho 17, ainda dá tempo. Essa é a minha meta, e tenho de conseguir isso antes dela.”

A colombiana não hesita nem um segundo em admitir ao FIFA.com quais são as suas ambições e, pelo que deu para ver na sua curta carreira futebolística, é preciso levá-la bastante a sério. A meio-campista comandou a sua seleção até a quarta colocação na Copa do Mundo Sub-20 Feminina da FIFA Alemanha 2010. Além disso, ficou entre as melhores jogadoras do torneio, e o gol que marcou contra a Suécia foi escolhido pelos usuários do FIFA.com como o mais bonito da competição.

“Essa garota realmente joga um bom futebol e tem características excepcionais”, disse o técnico daColômbia, Ricardo Pozo, sobre a sua talentosa camisa 10, que já se firmou como uma das principais opções ofensivas do seu país. As colombianas surpreenderam ao conquistarem o segundo lugar na última Copa América, disputada no ano passado no Equador, posição que valeu tanto a vaga na Alemanha 2011 quanto no Torneio Olímpico de Futebol Feminino de 2012.

Mesmo com a derrota na decisão do torneio continental, Rincón ressaltou a sua atuação. “Fiz um bom torneio”, afirmou. “Marquei gols e me senti muito bem, apesar da minha idade. Se as coisas estão indo bem para mim agora, por que não posso sonhar em ser a melhor do mundo, quando ainda tenho tanto tempo de carreira pela frente?”

“Marta é uma jogadora muito rápida e inteligente”, analisou Rincón. “Nisso, somos parecidas: sabemos quando mudar o ritmo de jogo e quando segurá-lo. Mas eu presto mais atenção em como ela é fora dos gramados, em como ela se concentra. Leio muito sobre ela. É a melhor do mundo, mas eu também quero ser um dia. Então, preciso saber o que ela faz, para poder fazer o mesmo.”

Dos vídeos aos gramados
A história de Yoreli Rincón é parecida com a de outras garotas apaixonadas pelo futebol na América do Sul. Quando era apenas uma menina em Bucaramanga, a sua cidade natal, o irmão mais velho lhe mostrava vídeos com os melhores lances de Luís Figo, David Beckham e Zinedine Zidane. “Acho que ele me contagiou com o seu sonho frustrado de ser jogador”, comentou em meio a risadas.

Como consequência daquilo, Yoreli logo aprendeu a repetir “de olhos fechados” todas as jogadas dos ídolos. Ela jogou bola na rua até os oito anos, quando entrou para a equipe masculina de base de um clube. “Eu era a melhor mesmo entre os meninos”, contou. “Fiquei com eles durante cinco anos. Depois, passei a treinar com as mulheres e isso me facilitou muito as coisas. Só aí me dei conta de que tinha potencial. Fui subindo de categoria até chegar à seleção colombiana.”

Veloz, inteligente e com uma ótima finalização, ela parece pronta para dominar o cenário do futebol feminino. Fiel ao seu estilo, não põe limites aos objetivos da seleção colombiana. “Nós nos preparamos para ganhar a medalha de ouro, estamos sonhando com isso”, admitiu. “Pedimos a ajuda de Deus e acreditamos que ele nos ajudará nesta campanha. Tomara que a decisão do título seja contra o Brasil e a Marta. Uma vitória nos ajudaria a consolidar o futebol feminino na Colômbia e, no lado pessoal, me daria um empurrãozinho para conseguir o prêmio de melhor jogadora do mundo.”

Fonte: http://pt.fifa.com

JGalvão

Shevchenko anuncia aposentoria após a Euro 2012

O atacante ucrâniano Andriy Shevchenko, ex-jogador do Milan e do Chelsea, hoje no Dynamo de Kiev, anunciou em entrevista à AFP que vai pendurar as chuteiras após a UEFA Euro 2012, que será disputada no seu país e na Polônia.

“Tomei a decisão de me aposentar depois da Eurocopa de 2012”, declarou o atancante de 34 anos, que ainda ressaltou que está decisão era “definitiva”. “Estamos preparados para jogar da melhor forma possível para este campeonato europeu que acontecerá na nossa casa. Acho que podemos desafiar os favoritos para o título se a sorte estiver ao nosso lado”, acrescentou.

O jogador, que voltou em 2009 ao Dynamo Kiev, time que o revelou no final dos ano 90, também declarou que está feliz por encerrar sua carreira no seu país. “Muitas pessoas são apaixonadas por futebol na Ucrânia e o apoio deles não tem preço. Além disso, os melhores clubes do nosso país, o Dynamo de Kiez e o Shakhtar Donetsk, tiveram ótimos resultados em competições européias nos últimos anos”

Oleg Blokhine, técnico da seleção ucraniana e vencedor da Bola de Ouro em 1975, afirmou que Shevchenko terá um papel fundamental na próxima Eurocopa. “Andriy é um jogador muito precioso para a nossa equipe. Ele é um verdadeiro líder, capaz de unir os demais jogadores em volta dele”, elogiou.

Fonte: http://pt.fifa.com

JGalvão