Archive for fevereiro \29\UTC 2012

Espanha goleia Venezuela

Em dia de estreia de uniforme e do retorno de um antigo conhecido, a Espanha goleou a Venezuela por 5 a 0, nesta quarta-feira, em Málaga. O duelo amistoso foi dominado pelos campeões do mundo, que tiveram como destaque o atacante Roberto Soldado, do Valencia.

De volta à equipe depois de cinco anos longe das convocações, Soldado retornou na vaga de Fernando Torres. E o veterano justificou a presença na equipe: ele marcou três gols e ainda perdeu um pênalti no jogo desta quarta-feira.

Espanha ou Uruguai: companheiros cumprimentam o artilheiro Soldado

Espanha ou Uruguai: companheiros cumprimentam o artilheiro Soldado
Crédito da imagem: Reuters

A partida marcou a estreia de um novo uniforme da seleção espanhola, em tom azul celeste. A cor, semelhante à da camisa do Uruguai, passará a ser usada pela equipe campeã mundial de 2010 como segundo uniforme.

Recorde – O duelo também foi especial para Iker Casillas. O goleiro do Real Madrid chegou à 72ª partida sem levar gols na seleção nacional, igualando-se ao holandês Edwin van der Sar.

O jogo – Formada basicamente por atletas de Real Madrid e Barcelona e trajando o novo uniforme que será utilizado na Euro, a seleção espanhola foi superior durante todo o amistoso e sufocou a Venezuela em seu campo defensivo. Logo aos cinco minutos de jogo, os donos da casa deram seu cartão de visita e acertaram a trave em uma forte cabeçada de Sergio Ramos.

Em seguida, aos 11 minutos, Llorente aproveitou a cobrança de outro escanteio para cabecear firme e levar um enorme perigo ao assustado goleiro Hernández. Mesmo com as boas chances criadas, o time não conseguia concluir com qualidade e a bola insistia em não estufar as redes venezuelanas.

O panorama do amigável se manteve deste modo até que Iniesta tratou de chamar a responsabilidade para si e inaugurar o marcador aos 36 minutos da primeira etapa. Após receber bom passe de Fábregas, o armador do Barça se infiltrou na defesa sul-americana e bateu de primeira, rente ao poste esquerdo e sem chances para que o goleiro praticasse a defesa.

A dianteira no placar empolgou os jogadores da Espanha, que passaram a arriscar mais e tiveram a competência de anotar o segundo ainda no primeiro tempo. Destaque do Manchester City no Campeonato Inglês, David Silva dominou na entrada da área e chutou cruzado, acertando o canto direito de Hernández e marcando um verdadeiro golaço em Málaga.

Durante o intervalo, o técnico Vicente del Bosque resolveu mexer na equipe e colocou em campo o atacante Soldado, no lugar de Llorente. A escolha do treinador surtiu efeito e foi fundamental para que o time marcasse mais três vezes na partida.

Aos quatro minutos da segunda etapa, o setor ofensivo espanhol trocou passes dentro da área e lançou Cazorla na linha de fundo. O jogador achou Soldado no primeiro pau e viu seu companheiro de ataque concluir sem dificuldades para aumentar a vantagem.

Três minutos depois, Soldado recebeu outro passe rasteiro da direita e se esticou todo para bater Hernández novamente. O atacante ainda teve a chance anotar mais um no amistoso, quando foi derrubado dentro da área e causou a expulsão de Amorebieta. Entretanto, a cobrança da penalidade acabou nas pernas do goleiro venezuelano.

Sem se abater com o pênalti desperdiçado, o jogador continuou infernizando os defensores sul-americanos e marcou a sua fantástica apresentação com mais um gol. Dessa vez, Soldado aproveitou o grande passe de Jordi Alba e mostrou oportunismo para se colocar bem dentro da área e vencer o arqueiro pela terceira vez no jogo, colocando números finais ao eletrizante duelo desta quarta-feira.

Fonte: espn.com.br

Siga o Batom e Futebol no Twitter: @Batom_efutebol

JGalvão

Anúncios

Holanda vence a Inglaterra em Wembley

Em um amistoso com cara de decisão e fortes emoções, a Holanda venceu a Inglaterra por 3 a 2 em Wembley graças a um gol de Robben nos acréscimos. A partida marcou a estreia de Stuart Pierce, técnico da seleção olímpica, à frente da equipe principal, e do desconhecido meia Scott Parker como novo capitão. Depois de estar perdendo por 2 a 0, o English Team conseguiu reagir nos últimos dez minutos, mas os deuses do futebol estavam do lado holandês.

robben van bommel holanda x inglaterra (Foto: Reuters)Na estreia da nova camisa, Robben é decisivo e recebe um carinho do volante Van Bommel (Foto: Reuters)

O novo dono do pedaço

O posto de capitão da seleção de futebol tem um valor quase sagrado na Inglaterra. Tanto que o zagueiro John Terry perdeu a faixa em duas oportunidades por ter se envolvido em casos polêmicos de adultério e racismo. Com a ausência de figurões como Beckham, Ferdinand e Lampard, a escolha natural seria o meia Gerrard, do Liverpool. Todavia, Pierce surpreendeu e escolheu Parker.

Antes da transferência para o Tottenham, Parker era ignorado. Entre 2003 e 2010 foram apenas três convocações – contra a Holanda, o meia chegou à sua 11ª partida com a Inglaterra. No West Ham, mesmo na Segundona, o jogador destacou-se e logo chamou a atenção dos gigantes ingleses. Os Spurs levaram a melhor, e o técnico Harry Redknapp, que deve assumir a seleção, classificou a aquisição como sua melhor contratação no clube.

parker van persie inglaterra x holanda (Foto: Reuters)Capitão Scott Parker divide a bola com o atacante holandês Van Persie (Foto: Reuters)

‘Capita’ dá o seu recado

No primeiro tempo, Parker mostrou porque está tão valorizado, acertando 97% dos passes. Porém, o time inglês esteve pouco inspirado e nada fez para incomodar os holandeses, que tiveram a primeira grande oportunidade aos 15 minutos. Robben levou a melhor sobre o lateral-direito Richards, chutou, mas o goleiro Hart fez ótima defesa. Dez minutos depois, o jovem Adam Johnson botou os holandeses para dançar e arriscou o chute. A bola bateu na defesa e saiu da rota do gol, indo parar na linha de fundo. E foi só.

Luz na passarela que lá vem Robben

Robben quando quer é insuperável e mostrou isso aos 12 minutos do segundo tempo. De Jong roubou a bola na entrada da própria área e a deixou com o jogador do Bayern de Munique, que cruzou o campo soberano, ganhando da marcação na velocidade. O gol adversário foi ficando cada vez mais próximo até que, da meia-lua, o holandês chutou e abriu o placar.

Huntella, Inglaterra x Holanda (Foto: Getty Images)Huntellar sofreu forte pancada de Smalling quando fez o segundo gol holandês (Foto: Getty Images)

Gol e drama holandês

Dois minutos depois da abertura do placar, Huntelaar ampliou, mas não foi capaz de comemorar. O atacante do Schalke 04 recebeu cruzamento de Kuyt, mas ao cabecear recebeu uma cabeçada do zagueiro Smalling. O jogador sentiu a pancada, caiu sentindo tontura e chegou a comer grama. Com o nariz sangrando, deixou o gramado com a ajuda de médicos. Smalling também sentiu a pancada, e foi retirado do jogo na maca.

Inglaterra reage, mas Robben volta a desequilibrar

Os ingleses não faziam por merecer, mas a reação aconteceu no fim da partida. Aos 40 minutos, o zagueiro Cahill, do Chelsea, recebeu em posição de impedimento, livrou-se da marcação com a categoria de um atacante e diminuiu. Aos 45, após ótima troca de passes, Young recebeu a bola na área sem marcação e tocou na saída do goleiro.

A festa em Wembley estava garantida, mas… do outro lado estava Robben. Nos acréscimos, a defesa inglesa tentou afastar o perigo. Por ironia do destino, a bola parou nos pés do melhor jogador holandês. Resultado: o meia chutou colocado, a bola fez curva e foi parar no fundo do gol de Hart.

Fonte: globo.com

Siga o Batom e Futebol no Twitter: @Batom_efutebol

JGalvão

A lei, a ciência e o bom-senso estão do lado do ‘Houaiss’

Acreditar, como faz um procurador federal, que o dicionário dissemina preconceito ao registrar diferentes usos das palavras é tão absurdo quanto achar que, ao explicar o nazismo, livros de história referendam seu horror

Nathalia Goulart
Dicionário Houaiss é alvo de ação judicial em Minas Gerais

Dicionário Houaiss é alvo de ação judicial em Minas Gerais (Divulgação/Editora Objetiva)

De tempos em tempos, alguma autoridade de plantão é vencida pela tentação de tutelar a sociedade. Ela, então, tira do colete uma medida politicamente correta, que, embora nula, não raro descamba para a tentativa de censura. Foi assim em 2010, quando parecer do Conselho Nacional de Educação, órgão do Ministério da Educação, tentou banir das escolas públicas a leitura do livro Caçadas de Pedrinho, de Monteiro Lobato. Segundo os sábios do MEC, trechos como o seguinte expressariam racismo: “Tia Nastácia, esquecida dos seus numerosos reumatismos, trepou, que nem uma macaca de carvão.” Nesta segunda-feira, foi a vez do procurador federal Cléber Eustáquio Neves cair em tentação, pedindo à Justiça Federal em Uberlândia (MG) que sejam retirados de circulação as cópias do dicionário Houaiss, um dos mais conceituados do mercado. A razão: no verbete cigano, o livro informa que a palavra pode ganhar também o significado – pejorativo, como bem destaca o próprio dicionário – de “trapaceiro, velhaco, burlador”. Para o MPF, ao conter tal explicação, o dicionário ajuda a disseminar o preconceito contra os ciganos e a intolerância étnica, que afrontam a Constituição. É um raciocínio tão absurdo quanto achar que, ao explicar o que foi o nazismo, os livros de história referendam seu horror.

O pedido do procurador é, em todos os sentidos, descabido, concordam juristas, dicionaristas e o bom-senso. É, por exemplo, a opinião de Ophir Cavalcanti, presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB): “A alegação me soa exagerada. Não vejo amparo legal nessa questão”, diz. “Abolir determinadas significações do dicionário é uma tentativa de cercear a liberdade intelectual, é privar a sociedade de conhecer a própria língua.” O Instituto Antonio Houaiss, responsável pela edição do dicionário (publicado pela editora Objetiva), ainda guarda em segredo quais medidas irá adotar. Espera-se que reaja, que busque a Justiça.

A perplexidade dos dicionaristas – os especialistas que constróem essas obras monumentais – é semelhante. “Os dicionários registram as acepções das palavras, pareçam elas positivas ou negativas, pois esses são os valores que os falantes da língua atribuem a elas. E esses significados precisam estar documentados nos dicionários: esta é a função deles”, diz a dicionarista Maria Helena de Moura Neves, da Universidade Estadual Paulista (Unesp).

É exatamente essa função que o Houaiss cumpre ao registrar o uso pejorativo que pode ser dado ao termo cigano. De acordo com o livro, data de 1899 o uso da palavra para qualificar “aquele que trapaceia, velhaco, burlador”. Ainda hoje, pode-se encontrar o mesmo emprego. Então, a dicionarista, lança uma pergunta retórica cuja resposta é demolidora para o pleito do MPF: “Se nos empenhássemos em registrar apenas as acepções positivas, teríamos um dicionário cor de rosa. Isso tornaria a sociedade menos preconceituosa ou injusta?” É quase desnecessário responder: não.

O procurador Cléber Eustáquio Neves poder perder sua batalha contra o Houaiss – a vitória da lei, da ciência e do bom-senso é o que se espera da Justiça, que ainda não tem data para julgar o caso. Mas o procurador já fez vítimas. Instada pelo MPF, a editora Melhoramentos já suprimiu das páginas de seu dicionário a acepção pejorativa do verbete cigano. “Fomos informados por meio da Justiça de que havia pessoas ofendidas com alguns dos nossos verbetes”, diz Breno Lermer, superintendente da Melhoramentos. “Avaliamos que algumas definições pejorativas relativas a cigano eram antigas e já não correspondiam à realidade. Acabaram suprimidas.”

A decisão abre precedente. Se surgirem mais reclamações, é possível que mais acepções sejam retiradas do dicionário? Sim, confirma Lermer. “Se entendermos que eles já não encontram correspondência com a realidade, serão retirados.” Estão, portanto, em risco as definições que informam, por exemplo, que o adjetivo judeu, em sua acepção insultuosa, designa a “pessoa usurária, avarenta”, ou que baiano, em situação idêntica, é o “tolo, fanfarrão”. São todos usos ofensivos, preconceitusos, não há dúvida. Mas tirá-los das páginas dos dicionários seria um desserviço: melhor deixá-los ali, prestando o precioso serviço de ensinar àqueles que recorrem ao livro que o mundo não é, como lembra Maria Helena de Moura Neves, cor de rosa.

As alterações almejadas pelo procurador são, já está claro, equívocos terríveis. “Hoje, a tendência é advogar em prol do politicamente correto. É uma patrulha sem fundamento linguístico”, sentencia o dicionarista Francisco Borba, da Unesp. “Dicionários não são instrumentos ideológicos ou políticos. São obras objetivas, que registram a língua. Preconceito comete aquele que faz uso de acepções pejorativas em seu cotidiano, não o dicionário.”

Fonte: veja.com.br

Siga o Batom e Futebol no Twitter: @Batom_efutebol

JGalvão

Villas-Boas é favorito para assumir o Inter de Milão

André Villas-Boas, técnico do Chelsea, assite a partida entre Manchester City e Porto (Foto: AFP)André Villas-Boas, técnico do Chelsea, vive uma
situação curiosa na carreira (Foto: AFP)

Se no Chelsea André Villas-Boas não tem grande confiança de torcedores e até de parte do grupo, no Inter de Milão o nome do português ganha cada vez mais força. Após os seguidos fracassos do técnico Claudio Ranieri, o presidente dos nerazzurri, Massimo Moratti, já estuda uma possível troca no comando técnico para a próxima temporada. E o nome do português estaria no topo da lista.

De acordo com informações do jornal “Gazzetta dello Sport”, o treinador que fez história no Porto na última temporada é visto como a pessoa certa para tirar o time da péssima fase que vive nesta temporada – já são oito jogos consecutivos sem vitórias, um modesto sétimo lugar no Italiano e a grande chance de ser eliminado pelo Olympique na Champions League após ter perdido a partida de ida das oitavas de final por 1 a 0.

As especulações sobre a dança das cadeiras no comando de clubes europeus não param. Por exemplo, caso Villas-Boas deixe mesmo o Chelsea, o favorito a assumir seu lugar é o também português José Mourinho, hoje no Real Madrid, que já fez história nos Blues. A vaga no time da Espanha, por sua vez, seria disputada por Arsene Wenger e Joachim Löw.

Fonte: globo.com

Siga o Batom e Futebol no Twitter: @Batom_efutebol

JGalvão

Segundo o jornal “Bild”, o Arsenal deve assinar com Lukas Podolski

Uma das maiores promessas que acabaram não estourando no futebol mundial nos últimos anos, o meia-atacante Lukas Podolski, do Colônia, pode ganhar uma nova chance em sua carreira. Após três temporadas no modesto time alemão, o jogador estaria próximo de acertar sua transferência para a Inglaterra. Segundo o jornal “Bild”, o Arsenal deve assinar com Podolski em breve.

A publicação revelou que Arséne Wenger já conversou com o atleta, que acertou as bases de seu contrato com o clube e demonstrou empolgação com a possibilidade de defender os Gunners. No entanto, ainda resta um detalhe fundamental para a contratação: um acordo entre os clubes. Ainda não há proposta oficial dos londrinos ao Colônia pelo jogador.

Revelado justamente pelo Colônia, Podolski fez sucesso no Bayern de Munique e também em sua seleção nacional. Porém, sofreu com lesões, viu seu rendimento cair e acabou optando por voltar ao clube que o projetou para dar uma volta por cima. Ídolo, fez uma boa temporada 2010-11, com 13 gols e sete assistências, e vem lutando para provar que pode jogar em alto nível outra vez.

Fonte: globo.com

Siga o Batom e Futebol no Twitter: @Batom_efutebol

JGalvão

Segundo o jornal “AS”, José Mourinho comprou uma casa em Londres

Imagem: as.com

Não são exatamente uma novidade as especulações que colocam José Mourinho fora do Real Madrid ao fim da atual temporada. Com o futuro incerto na capital espanhola, o técnico português já estaria se mexendo para voltar à Londres. Inclusive ao comprar uma casa. É o que diz o jornal “AS”, que seguiu o treinador em sua última visita à Inglaterra, na última segunda-feira.

De acordo com a publicação, Mourinho pegou um avião com a esposa Matilde e passou o dia em Londres buscando uma residência. Voltou no fim da tarde a Madri com a convicção de que havia encontrado a moradia necessária para acomodar seus filhos e cachorros – ele já possui um apartamento na cidade desde que deixou o Chelsea, em 2007.

Ainda segundo a reportagem, Mourinho decidiu deixar o clube por diversos fatores: a imprensa espanhola, que não entende e valoriza o trabalho do português no Real, alguns jogadores que não seguem suas instruções – seja dentro ou fora de campo – e a atração para voltar à Premier League, onde seria tratado como uma estrela de Hollywood.

Dentre as opções, os clubes londrinos aparecem como favoritos. O Chelsea, pelo fato do milionário russo Roman Abramovich já conhecer-lo, estaria à frente de Arsenal e Tottenham. Os dois últimos clubes dependeriam das saídas de Arsène Wenger e Harry Redknapp – este último pode assumir a seleção inglesa. No caso dos Blues, a demissão de André Villas-Boas é dada como certa pela imprensa inglesa.

Fonte: globo.com

Siga o Batom e Futebol no Twitter: @Batom_efutebol

JGalvão

#FutebolFeminino – A nova “casa” de Marta em destaque

A nova "casa" de Marta em destaque

© Getty Images

Os grandes momentos do futebol feminino, os torneios eliminatórios da Europa e da América do Sul, o susto que levou os Estados Unidos  e na nova equipe de Marta.

Seleções nacionais
Alemãs ganham fácil e norte-irlandesas surpreendem
A Alemanha continua se recuperando da decepcionante campanha que realizou na Copa do Mundo Feminina da FIFA do ano passado. No início deste mês, anotou um convincente 5 a 0 fora de casa sobre a Turquia, em seu último compromisso pelas eliminatórias para a Euro Feminina 2013. Melanie Behringer fez dois e Linda Bresonik e as promissoras Dzenifer Marozsan e Celia Okoyino da Mbabi completaram o placar. Com o resultado, as alemãs se mantiveram na ponta do Grupo B, ao ampliarem a vantagem no saldo de gols sobre as espanholas. Ambas as seleções têm 13 pontos.

No Grupo C, a Irlanda do Norte vem se firmando como uma das surpresas da competição. Após uma sensacional vitória no início da campanha por 3 a 1 sobre a Noruega, ex-campeã mundial, o selecionado empatou em 2 a 2 fora de casa com a Bélgica em seu último jogo, mantendo vivas as esperanças de classificação para a Suécia 2013.

Outra sede e novos classificados para o Mundial Sub-20
No mês de fevereiro, o número de participantes conhecidos da Copa do Mundo Feminina Sub-20 da FIFA subiu para dez. Brasil e Argentina se uniram a China, Coreia do Norte, Coreia do Sul, Alemanha, Itália, Noruega e Suíça, que já estão classificados. O Brasil passou fácil pelas eliminatórias da CONMEBOL, conquistando o pentacampeonato continental com uma rodada de antecedência, além de finalizar o torneio com uma vitória por 2 a 0 sobre a arquirrival Argentina na última partida. O décimo país a ser confirmado foi o Japão, novo anfitrião do evento que acontecerá entre agosto e setembro. A mudança aconteceu após a FIFA decidir que uma série de problemas logísticos e técnicos impediria o Uzbequistão de realizar o torneio, como era originalmente planejado.

Estados Unidos levam susto da Nova Zelândia
Faltaram poucos minutos para que as neozelandesas conquistassem uma das maiores zebras da história do futebol feminino e, de quebra, acabassem com a invencibilidade de mais de sete anos das americanas em casa. Os Estados Unidos, que comemoravam a 250ª partida de Christie Rampone com a camisa da seleção, perdiam por 1 a 0 até os 43 do segundo tempo, gol de Hannah Wilkinson. Foi então que Alex Morgan apareceu para igualar o marcador e, dando ainda mais emoção ao encontro, acertou um chute que virou o placar para as donas da casa já nos descontos. Agora, as comandadas da técnica Pia Sundhage com certeza esperam evitar esse tipo de nervosismo em sua estreia na Copa Algarve diante da Dinamarca, nesta quarta-feira.

A última despedida de Prinz
Depois de meses de especulações, a Federação Alemã de Futebol confirmou que Birgit Prinz, a maior artilheira da história da seleção do país, será homenageada com uma partida oficial de despedida. A atleta, três vezes Jogadora do Ano da FIFA, entrará em campo em um amistoso entre o selecionado da Alemanha e o FFC Frankfurt, clube que ela defendeu por mais de 13 anos. O local do encontro é ainda mais significativo: Prinz preferiu o Estádio de Bornheimer Hang – sede do FSV Frankfurt, extinto clube feminino em cujas categorias de base ela foi revelada – à reluzente Arena Commerzbank, sede da final do Mundial Feminino no ano passado. “Esta não só é uma chance de eu me despedir, mas também de agradecer pelos bons momentos que vivi na seleção e nos clubes que defendi”, explicou a craque.

Clubes
Marta de mudança
O colapso da liga profissional dos Estados Unidos deixou muitas das principais jogadoras do futebol feminino em busca de um novo emprego. Para aquela que, sem dúvida, é a maior estrela de todas, esta situação representou a oportunidade de uma espécie de volta às origens. No início do mês,Marta anunciou que assinou contrato com o Tyresö e, portanto, regressará à Suécia, sua “segunda terra”, onde defendeu o Umea por quatro anos. A brasileira de apenas 26 anos, eleita cinco vezes Jogadora do Ano da FIFA, respondeu em sueco fluente às perguntas feitas na coletiva de imprensa que deu logo após decidir se unir ao competitivo clube de Estocolmo. Entre suas companheiras de elenco, estão craques como a espanhola Verónica Boquete e as suecas Caroline Seger, Lisa Dahlkvist e Linda Sembrant. Marta não perdeu tempo em deixar sua marca: balançou a rede na goleada de 7 a 0 sobre o Skovbakken dinamarquês, amistoso que teve outros três gols da atacante Verónica.

Turbine Potsdam sente a pressão
Em um mês com pouca movimentação nos campeonatos femininos, a Alemanha foi responsável pela maior parte das novidades. Lá, o Turbine Potsdam viu sua condição de favorito ao título ser seriamente ameaçada. Dois empates consecutivos em 1 a 1 – o segundo dos quais com o lanterna Bayer Leverkusen, em casa – permitiram ao Duisburgo, ao Frankfurt e ao Wolfsburgo reduzirem a vantagem do líder e comprometerem sua tentativa de levar o tetracampeonato nacional. O atual dono da taça na Alemanha parece mesmo passar por momentos difíceis, já que Viola Odebrecht, Bianca Schmidt e Babett Peter, três de suas jogadoras que são titulares da seleção alemã, anunciaram o desejo de deixar a equipe no fim da temporada.

Desenvolvimento
A região da América do Norte, América Central e Caribe foi o centro das atenções dos trabalhos de desenvolvimento da modalidade que a FIFA realizou no último mês. A entidade enviou missões de consultoria a Santa Lúcia e à Costa Rica e, nesta última, lançou um projeto de formação em longo prazo em conjunto com a federação local e o Comitê Organizador Local. Já o Timor Leste recebeu um curso de formação de técnicos, enquanto o Canadá realizou uma conferência onde todos os países membros da CONCACAF analisaram o êxito da Copa do Mundo Feminina da FIFA Alemanha 2011.

O número
– É o total de clubes que Marta defendeu nas últimas cinco temporadas: Umea, Los Angeles Sol, Gold Pride, Santos (por empréstimo), Western New York Flash e Tyresö, sua mais recente casa.

O que elas disseram
“Quero me tornar a melhor jogadora do mundo no melhor time do mundo.”
Mesmo sem ainda ter defendido sua seleção, a atacante japonesa Ami Otaki estabeleceu um ambicioso objetivo ao ser contratada pelo Lyon, atual campeão europeu.

Fonte: fifa.com

Siga o Batom e Futebol no Twitter: @Batom_efutebol

JGalvão