#CampeonatoBrasileiro – Fred faz golaço, Fluminense bate Flamengo e dispara na liderança

Artilheiro isolado do Campeonato Brasileiro, Fred mais uma vez foi decisivo para o Fluminense. Marcando um golaço de voleio no Engenhão, o atacante garantiu a vitória tricolor no clássico Fla-Flu por 1 a 0 e mais três pontos para ampliar a vantagem do Fluminense na liderança. Agora, o time carioca tem seis pontos a mais do que o Atlético-MG, a maior diferença de pontos que um líder já conseguiu alcançar sobre o segundo colocado em todo o campeonato até agora.

O gol decisivo do Fluminense veio aos 18 minutos de jogo no lance mais bonito da partida. O cruzamento de Deco veio na medida, e Fred acertou um voleio belíssimo no fundo das redes, abrindo o placar no Engenhão. Depois disso, o herói da partida foi Diego Cavalieri. Com defesas inacreditáveis – incluindo um pênalti batido por Bottinelli aos 41 minutos do segundo tempo -, o goleiro ajudou a confirmar a vitória do Flu no clássico, que ainda teve um gol de Vagner Love anulado por impedimento.
A vitória por 1 a 0 fez com que a equipe tricolor chegasse aos 59 pontos na tabela, seis à frente do segundo colocado Atlético-MG, que só empatou com a Portuguesa no sábado. Já o Flamengo segue com 34 na 11ª colocação. Na próxima rodada, o Fluminense terá novo clássico pela frente, contra o Botafogo, no sábado, enquanto o Flamengo pega o Bahia já nesta quinta-feira.

O jogo – A partida no Engenhão começou movimentada, com os dois times tentando sair para o jogo. A princípio, o Flamengo teve melhor domínio do jogo e chegou a ameaçar o gol de Diego Cavalieri logo aos sete minutos, quando Ramon acertou belo chute que raspou na trave. Mas, apesar da posse de bola dos mandantes, foi o Fluminense quem chegou com mas chances de inaugurar o marcador e foi assim que, aos 18 minutos, após cruzamento na pinta de Deco, Fred completou de voleio para marcar um gol de placa no clássico.

A resposta rubro-negra veio logo em seguida, quando Ibson cabeceou na pequena área e a bola passou bem perto do gol do Fluminense. Aos 22 minutos, ele de novo teve boa chance, ficando cara a cara com Diego Cavalieri – o goleiro, no entanto, levou a melhor.
Assim, o Flamengo seguiu pressionando e mantendo a posse de bola, enquanto o Flu apostava nos contra-ataques. E foi em uma jogada dessas que, aos 42 minutos, Wellington Nem arrancou e foi avançando na área até chutar para fora, desperdiçando a chance de ampliar o placar.
No segundo tempo, o Fla precisava entrar concentrado para buscar o empate, mas logo aos dois minutos, tomou um belo susto. Thiago Neves foi cobrar falta de fora da área e acertou a trave do goleiro Felipe.
Depois desse lance, o Flamengo acordou de vez na partida e passou a pressionar o rival tricolor na busca por um gol, parando sempre na defesa do Flu. Aos 10 minutos, em nova cobrança de falta, Thiago Neves levou muito perigo ao gol rubro-negro, mas Felipe fez a defesa.  Aos 17, em um lance atrapalhado do meio-campo rubro-negro, Fred, Wellington Nem e Thiago Neves ficaram livres na entrada da área, mas também não souberam concluir, e Ramon ficou com a bola.
O camisa 10 do Flu ainda teve outra grande chance de deixar o seu na partida em nova cobrança de falta, desta vez pelo lado direito do campo, que também bateu na trave e não entrou. Daí em diante, o Flamengo passou a dominar a partida e pressionar muito em busca do empate – aos  32, Cléber Santana perdeu uma chance incrível da pequena área, chutando para fora; um minuto depois, foi a vez de Nixon, livre de marcação, cabecear para a bela defesa de Diego Cavalieri.
O Flamengo continuou pressionando muito, e o técnico Abel Braga começou a fechar o time, colocando Wagner e Diguinho no lugar de Thiago Neves e Fred, respectivamente. E pouco tempo depois de entrar, Diguinho quase virou o vilão do clássico para o Fluminense: ele derrubou Wellington na área, e o juiz marcou pênalti. Bottinelli pediu para cobrar, Love liberou, e o atacante acabou parando em Diego Cavalieri, que fez outra grande defesa na partida.
No minuto seguinte, o próprio Vagner Love conseguiu finalmente fazer o seu gol na partida, mas o juiz apitou irregularidade no posicionamento do jogador e anulou o tento. A pressão continuou nos cinco minutos de acréscimo do jogo, mas o Flu conseguiu se segurar e garantiu o resultado.
 
FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 0 x 1 FLUMINENSE
Local: estádio Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 30 de setembro de 2012, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ)
Assistentes: Rodrigo Pereira Jóia (Fifa-RJ) e Ediney Mascarenhas (RJ)
Cartões amarelos: Vagner Love e Amaral (Flamengo); Thiago Neves, Digão, Edinho, Fred e Jean (Fluminense)
Cartão vermelho: Ramon (Flamengo)
Gols: 
FLUMINENSE: Fred, aos 17 minutos do primeiro tempo
FLAMENGO: Felipe; Wellington Silva, Frauches, Marcos González e Ramon; Amaral (Renato Abreu), Ibson, Léo Moura (Botinelli) e Cleber Santana; Liedson (Nixon) e Vagner Love
Técnico: Dorival Júnior
FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Bruno, Gum, Digão e Carlinhos; Edinho, Jean, Deco e Thiago Neves (Wagner); Wellington Nem (Marcos Junior) e Fred (Diguinho)
Técnico: Abel Braga

Fonte: http://espn.estadao.com.br

São Paulo – Brasil – 21:20

Siga o Batom e Futebol no Twitter: @Batom_efutebol

JGalvão

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: