Archive for dezembro \30\UTC 2012

Os números do Batom e Futebol em 2012

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2012 deste blog.

Aqui está um resumo:

About 55,000 tourists visit Liechtenstein every year. This blog was viewed about 320.000 times in 2012. If it were Liechtenstein, it would take about 6 years for that many people to see it. Your blog had more visits than a small country in Europe!

Clique aqui para ver o relatório completo

São Paulo – Brasil – 22:10

Siga o Batom e Futebol no Twitter: @Batom_efutebol

JGalvão

Anúncios

Biografia conta trajetória do goleiro da seleção alemã, Robert Enke

Getty

A história de Robert Enke é uma das mais tristes do futebol nos últimos anos. Com poucas informações no começo, ela passou a se tornar mais clara com a publicação da biografia “Uma vida curta demais”, escrita pelo alemão Ronald Reng, que era amigo pessoal do goleiro.

O jogador do Hannover se jogou na linha de um trem e tirou a própria vida em 2009, quando tinha 32 anos, e comoveu não só a Alemanha. Atleta de certo destaque, Enke era frequentemente convocado pela seleção de seu país e teve passagens por clubes de destaque, entre eles o Barcelona, onde começou sua tristeza.

Apesar de o livro contar e até trazer a fala do presidente do Hannover, Martin Kind, dizendo que o motivo do suicídio não estava relacionado ao futebol, Reng conta que o goleiro passou por dias difíceis no time catalão.

Contratado pelo clube espanhol em 2002, ele acabou preterido pelo então jovem Victor Valdés, que era escalado pelo técnico Louis Van Gaal como titular. Além disso, ele não aguentava a pressão do preparador de goleiros da equipe, Frans Hoek. No livro, Valdés fala que o ex-companheiro “era frio, mas tinha a aura de uma pessoa boa”.

A história de Enke se complicou ainda mais quando o Barcelona foi eliminado pelo Novelda, que estava na terceira divisão nacional, na Copa do Rei. O goleiro, que jogou aquela partida, sofreu três gols e viu o companheiro de equipe Frank de Boer criticá-lo publicamente em entrevista após a partida.

Nesta situação, o alemão começou a tomar antidepressivos, e sua mulher lutava para fazer ele sair da cama. Além disso, o jogador escrevia em um diário que ele mesmo chamava de depre-agenda.

A vida do atleta ficou ainda mais turbulenta em 2006, quando sua filha Lara morreu com dois anos de idade. Seis meses antes de se matar, o alemão havia adotado com sua esposa Teresa uma menina, que se chama Leila. Porém, isso não impediu que em 10 de novembro de 2009, Robert Enke tirasse a própria vida.

Três anos depois da morte de Enke, é sabido que mais de uma dezena de jogadores das duas principais ligas alemãs de futebol procuraram ajuda por problemas psicológicos, segundo dados revelados  pela organização Mental Strength.

Após a morte do goleiro, a sua mulher, Teresa, criou a fundação Robert Enke, que desenvolve projetos educativos sobre depressão e doenças cardíacas infantis.

São Paulo – Brasil – 20:14

Siga o Batom e Futebol no Twitter: @Batom_efutebol

JGalvão

23 lições de etiqueta à mesa

Veja algumas dicas de organização e etiqueta à mesa que vão ajudá-la(o) a aproveitar as festas com charme e elegância.

Destaque da Matéria

Ter bons modos à mesa é importante em algumas ocasiões – Foto: Dreamstime

1. Vista-se de acordo

Em dúvida sobre o traje que deve vestir? Então pergunte à dona da casa. “Não é vergonha nenhuma e evita constrangimentos”, ensina a consultora de etiqueta Cláudia Matarazzo.

2. Não se atrase

Procure chegar ao evento entre 15 minutos e meia hora após o início.

3. Leve uma lembrancinha

Pode ser um buquê de flores ou uma caixa de bombons.

4. Mantenha a classe

Seja delicada(o), fale baixo e não gesticule com os talheres na mão. Já pensou se você acerta molho de tomate na camisa branca de alguém?

5. Fuja das discussões

Esqueça assuntos polêmicos, como religião e política.

6. Maneire na bebida

É desagradável passar dos limites, né?

7. Preste atenção na postura

Apoiar os cotovelos na mesa dá a impressão de desleixo.

8. Espere para comer

Por mais esfomeada(o) que você esteja, não comece antes do anfitrião, a menos que ele peça. Se houver muitas pessoas à mesa, aguarde até que metade delas tenha se servido.

9. Abra o guardanapo de pano no colo

Após a refeição, coloque-o sobre a mesa, do lado esquerdo do prato. Guardanapos de papel permanecem na mesa mesmo.

Destaque da Matéria

Não use o garfo na mão esquerda! – Foto: Getty Images

10. Acerte nos talheres

Use o garfo na mão direita, enquanto a faca descansa sobre a parte superior do prato (e com a lâmina voltada para dentro).

11. Não enfie a cara na comida

Ela deve ser levada à boca e não o contrário.

12. Dobre as folhas da salada

Em vez de cortá-las, basta fazer uma trouxinha com a ajuda dos talheres.

13. Jogue os caroços no cinzeiro

A regra serve para azeitonas servidas como aperitivo. Quando elas fizerem parte da comida, use o garfo e coloque o caroço no canto do prato.

14. Segure o frango com guardanapo

Se ele for servido à mesa, e não como aperitivo, retire as lascas de carne com o garfo.

15. Enrole o macarrão

“Para prevenir garfadas grandes demais, pegue os fios que estiverem na ponta do prato. E se sobrar algum fora da boca, corte-o com o dente, de forma natural, deixando-o cair de volta no prato”, explica o consultor de etiqueta Fábio Arruda.

16. Jamais faça barulho com a sopa

Assoprar a colher também pega mal. Comece a tomar pelas bordas, onde a comida esfria mais rápido.

17. Parta o pão com as mãos

E nada de mergulhá-lo na sopa ou no molho.

18. Não babe no garfinho do fondue

“Deposite o cubinho de carne ou o pão com queijo derretido no seu prato e use um garfo de sobremesa para levá-lo à boca”, diz Fabio.

19. Corte melão, mamão e melancia com faca

E separe a fruta da casca aos poucos.

20. Arrume os talheres no prato

Quando terminar de comer, coloque o garfo e a faca com os cabos voltados para a direita, ligeiramente inclinados para baixo.

21. Dispense o palitinho

Além de falta de educação, o hábito pode machucar a gengiva.

22. Nunca fume à mesa

Se não conseguir resistir ao vício por algumas horas, peça licença e acenda o cigarro lá fora.

23. Saiba a hora de se despedir

Os anfitriões dão pistas quando estão cansados. Fique atenta!

Destaque da Matéria

Copos e talheres precisam estar corretamente posicionados – Foto: Getty images

Dicas para organizar a mesa

Copos 
– Eles ficam alinhados do lado direito do prato, na ordem em que serão usados.
– O primeiro, médio, é para vinho branco.
– O segundo, um pouco maior, para vinho tinto.
– O terceiro, e maior de todos, para água.
– Em ocasiões formais haverá uma taça fina e alta, para champanhe.

Talheres 
– São colocados ao lado do prato e usados na ordem de fora para dentro. Os de sobremesa ficam acima do prato.

Fonte: http://mdemulher.abril.com.br

São Paulo – Brasil – 19:50

Siga o Batom e Futebol no Twitter: @Batom_efutebol

JGalvão

O ano em números

O ano em números

© AFP

Agora que o ano está chegando ao fim, veja uma análise de algumas das estatísticas mais interessantes que marcaram o mundo do futebol em 2012.

900 partidas com o Manchester United foi o marco atingido por Ryan Giggs em fevereiro, 7.666 dias depois da estreia pelo clube em março de 1991. O galês celebrou a ocasião em grande estilo, marcando o gol da vitória nos descontos — algo que nunca tinha feito pelo Manchester United — para definir o placar de 2 a 1 na visita ao Norwich.

310 jogos consecutivos pela Premier League inglesa foi a sequência recorde que chegou ao fim paraBrad Friedel em outubro. A série ininterrupta do jogador de 41 anos, a mais longa na história da liga, transcorrera ao longo de oito anos, começando na temporada 2003/04, com passagens por três clubes.

91 gols foi o número incrível com que Lionel Messi se despediu do ano no dia 22 de dezembro. No início do mês, o camisa 10 do Barcelona superara Gerd Müller, que em 1971 fizera 85 gols. Antes, em março, ainda aos 24 anos, o argentino tornara-se o maior goleador da história do clube, ultrapassando o recorde de 232 gols de César Rodríguez.

82 partidas de seleção sem levar nenhum gol é a contagem com que Iker Casillas terminou o ano, tendo quebrado em maio o recorde anterior de 72 jogos estabelecido por Edwin van der Sar. No mesmo mês, ele conquistou a sua 95º vitória pela Espanha, superando Lilian Thuram, que detinha o recorde anterior pela França.

39 anos de história da Copa das Nações da Oceania haviam resultado, até junho, em apenas dois vencedores: Austrália e Nova Zelândia. Essa dobradinha, que dividira oito títulos igualmente, foi finalmente quebrada quando o Taiti, contra todas as probabilidades, ganhou o prêmio mais cobiçado da Oceania. O selecionado de Eddy Etaeta mereceu o título, terminando o torneio com 20 gols marcados — 14 a mais do que a campeã anterior, a Nova Zelândia. Quinze desses gols foram anotados por integrantes da família Tehau: os irmãos Jonathan, Lorenzo e Alvin, e o primo Teaonui.

31 a 0 em um jogo pela Copa da Romênia em setembro foi o resultado que rendeu ao Buftea, da segunda divisão, o indesejável título de vítima da pior derrota da história do futebol do país. Para tornar as coisas ainda piores, o responsável pela goleada foi o Berceni, uma equipe da terceira divisão.

29 segundos de jogo tinham se passado quando Oribe Peralta abriu o placar na final do Torneio Olímpico de Futebol Masculino com o gol mais rápido já marcado na decisão de um torneio da FIFA. O atacante do Santos Laguna ainda marcou o segundo gol quando faltavam 15 minutos de jogo. Ele também se consagrou como o oitavo jogador a fazer dois gols em uma decisão de medalha de ouro.

23 vitórias e 15 empates foram os resultados que asseguraram à Juventus o primeiro título invicto italiano desde que a Série A passou a ter 20 times. A Juventus também estabeleceu um novo recorde de defesa menos vazada, com apenas 20 gols, quatro a menos do que o Modena em 1946/47, a própria Juve em 2005/06 e o Milan em 2010/11.

16 anos e 98 dias foi a idade com a qual, em agosto, Fabrice Olinga do Málaga foi o jogador mais novo na história do Campeonato Espanhol a balançar as redes. O jovem camaronês, revelado pela Fundação Samuel Eto’o, superou o recorde de 16 anos e 289 dias estabelecido por Iker Muniain em 2009.

16 gols foram marcados pelos EUA a caminho do ouro no Torneio Olímpico de Futebol Feminino, estabelecendo um novo recorde para o evento. A canadense Christine Sinclair também estabeleceu um novo marco: com seis gols em Londres 2012, ela foi a maior artilheira de uma edição do torneio.Christie Rampone, capitã dos EUA, conquistou o ouro pela terceira vez e se tornou a primeira pessoa a ganhar quatro medalhas olímpicas no futebol.

14 jogos, nenhuma derrota e um troféu foi o saldo total dos extraordinários esforços do Corinthians na edição deste ano da Copa Libertadores. O time paulista foi o primeiro em 34 anos a sobreviver com invencibilidade a todo o torneio. Ironicamente, o último campeão invicto havia sido o Boca Juniors, justamente o clube derrotado pelo Timão na final.

8 gols em oito partidas no Estádio de Wembley foi o impressionante recorde com que Didier Drogbadeixou o Chelsea depois de se tornar o primeiro jogador a balançar as redes em quatro finais da Copa da Inglaterra. Além disso, com o tento na vitória por 2 a 1 sobre o Liverpool, o marfinense também se consagrou com gols marcados pelo Chelsea em todas as seis decisões de copas nacionais que disputou. Os londrinos tiveram ainda outro amuleto da sorte em Ashley Cole, que ampliou o seu recorde e chegou a sete títulos da FA Cup.

5 conquistas europeias seguidas foi a sequência que chegou ao fim neste mês na final da Copa do Mundo de Clubes da FIFA. A vitória por 1 a 0 do Corinthians sobre o Chelsea acabou com o domínio do Velho Continente e deu ao Timão o seu segundo título, 12 anos após a primeira edição do torneio. Ela também garantiu que o troféu da Copa do Mundo de Clubes da FIFA viesse pela quarta vez para oBrasil, que é o país de maior êxito na história da competição — São Paulo e Internacional foram os outros vencedores.

4 gols foi o déficit aparentemente insuperável do qual a Suécia se recuperou em outubro para arrancar um empate em Berlim. Em 108 anos de história, a Alemanha nunca tinha deixado de vencer uma partida após abrir quatro gols de vantagem.

4 gols sem resposta contra a Itália em julho deram à Espanha a maior margem de vitória já registrada em uma final de Eurocopa. A seleção espanhola também foi a primeira a ganhar duas edições consecutivas da Euro, isso sem falar na conquista da Copa do Mundo da FIFA intercalada entre os dois troféus continentais. O meia Xavi mais uma vez influenciou muito o selecionado de Vicente del Bosque, preparando a jogada de três dos quatro gols contra os italianos — o maior número de assistências já registrado em uma final do torneio europeu de seleções.

Fonte: http://pt.fifa.com

São Paulo – Brasil – 19:39

Siga o Batom e Futebol no Twitter: @Batom_efutebol

JGalvão

#CampeonatoInglês – Guardiola quer assumir o United

Josep Guardiola Barcelona (Foto: Getty Images)Próximo desafio de Guardiola pode ser o Manchester United (Foto: Getty Images)

No clássico de Manchester pelo técnico Pep Guardiola, o United deve levar a melhor sobre o City. De acordo com o jornal inglês “Daily Star”, o treinador catalão já disse a amigos que pretende treinar os Diabos Vermelhos quando Alex Ferguson se aposentar, apesar de ter recebido uma proposta tentadora dos Citizens.

Segundo a publicação, o novo diretor esportivo do City, Txiki Begiristain, que trabalhou com Guardiola no Barcelona, se dispôs a pagar o preço que Pep quisesse para contratá-lo. Entretanto, o desejo do treinador é assumir o United.

Guardiola, inclusive, já teria se reunido três vezes com Alex Ferguson para discutir a sucessão em Old Trafford. O veterano treinador poderia se aposentar já no fim da atual temporada, mas, caso decida continuar, Pep não se incomodaria em esperar e estenderia seu período sabático por mais um tempo.

Caso realmente acerte com o United, Guardiola assinará um contrato de três anos e poderá trazer sua comissão técnica, que inclui dois assistentes e três treinadores para as divisões de base dos Diabos Vermelhos.

Fonte: http://globoesporte.globo.com

São Paulo – Brasil – 19:23

Siga o Batom e Futebol no Twitter: @Batom_efutebol

JGalvão

#CampeonatoInglês – Lampard decide, Chelsea vence de virada!

Com atuação inspirada de Frank Lampard, o Chelsea acabou com a série invicta do Everton em casa no Campeonato Inglês. Neste domingo, o atual campeão europeu visitou o adversário no Goodison Park, em Liverpool, e venceu por 2 a 1, de virada, pela 20ª rodada da Premier League. O vice-capitão do time londrino foi o grande destaque do jogo ao marcar dois gols e viver um dia como nos velhos tempos. Jelavic balançou a rede a favor dos mandantes.

A partida teve a volta do brasileiro Ramires que perdeu a rodada do Boxing Day por conta de uma lesão no joelho. Por outro lado, os Blues tiveram uma baixa ao longo do confronto. Petr Cech completava 400 jogos pelo Chelsea, mas não teve motivos para comemorar, já que sofreu uma lesão no tornozelo e precisou ser substituído por Turnbull no intervalo.

Com o resultado, o Chelsea segue sua recuperação, chega à quarta vitória seguida na Premier League e fica na terceira posição, com 38 pontos, quatro atrás do vice-líder Manchester City. Já o Everton volta a perder após sete jogos de invencibilidade no Nacional, estaciona nos 33 pontos e é o sexto colocado.

A vitória dos Blues acaba com a sequência invicta do Everton em casa. O time de David Moyes não perdia em seu estádio havia 13 jogos. O último revés ocorrera diante do Arsenal, em março. Além disso, o resultado melhora um pouco o retrospecto recente da equipe londrina diante dos Toffees.

O atual campeão europeu só tinha vencido um dos últimos oito jogos contra o Everton, que, em casa, não perdia para o adversário havia quatro jogos, sendo três vitórias.

Já Rafa Benítez segue sendo um “vilão” para a torcida dos Toffees. Isto porque ele não perde do Everton há oito jogos, sendo que os sete primeiros foram como técnico do Liverpool. No comando do Chelsea, o espanhol completou 11 jogos, sendo sete vitórias, dois empates e duas derrotas.

Os mandantes trataram logo de mostrar que são fortes em casa e precisaram de menos de dois minutos para abrirem o placar. Jagielka cruzou na área, Anichebe cabeceou na trave direita da meta de Cech, e, no rebote, Pienaar completou para o fundo da rede.

Em vantagem, o Everton se mandou para o ataque e criou boas chances de ampliar a vantagem. Jelavic chegou a acertar a trave em cobrança de falta. Sem aproveitar as oportunidades, o time de Liverpool viu o adversário crescer na partida e passar a levar perigo ao adversário.

Neste cenário, os londrinos conseguiram o empate aos 41 minutos. Ramires fez bom levantamento com a perna esquerda, e Lampard cabeceou firme, sem chances para Howard, que só olhou a bola entrar.

Na volta do intervalo, o duelo ganhou em emoção, com as duas equipes alternando boas chances de ficar à frente no marcador. Torres cansou de perder gols pelo Chelsea, e Jelavic voltou a acertar a trave após concluir de cabeça.

Com o jogo em aberto, Lampard voltou a dar um gosto de sua velha boa forma à torcida dos londrinos. Especulado para sair do Chelsea, o meia se tornou o destaque da partida ao definir a vitória dos visitantes aos 26 minutos. Mata finalizou de dentro da área, e Howard espalmou. No rebote, o camisa 8 só desviou para o alvo.Na parte final do jogo, o Everton se arriscou em busca de, ao menos, empatar o confronto e levou perigo à meta adversária, assim como o Chelsea, que se aproveitava dos espaços deixados pela equipe da casa. Apesar de a partida ficar em ritmo acelerado, o placar não foi mais alterado até o apito final.

Fonte: http://espn.estadao.com.br

São Paulo – Brasil – 18:30

Siga o Batom e Futebol no Twitter: @Batom_efutebol

JGalvão

Já escolheu o vinho para brindar 2013?

Vinho branco

Ideais para refrescar os dias de verão, os vinhos brancos harmonizam também com frutos do mar,carpaccios e sopas.

1. Casillero Del Diablo Sauvignon Blanc 2010, na Wine. R$21*
Amadurecido em tanques de aço inoxidável, é frutado com aromas de pêssego, groselhas e frutos tropicais. Sua cor é amarela suave, seu sabor é pleno na boca e tem uma acidez natural equilibrada.

2. Goat Door Chardonnay 2009, na Importadora Ravin. R$55*
Perfumado com notas de pera cozida e maçã vermelha, sua fermentação é a frio com leveduras em tanques de aço inox e repousado por 4 meses. A fermentação é feita em barricas de carvalho francês de primeiro, segundo e terceiro uso.

3. Paula Sauvignon Blanc 2011, na Wine. R$36*
Tem notas de menta e arruda. A origem é argentina e o gustativo é fresco e concentrado com final persistente. Pode ser guardado por 2 anos.

Doces, massas suaves e o clássico salpicão ficam ainda mais gostosos quando acompanhados de um delicioso vinho branco. Confira nossas sugestões abaixo:

1. Prova Regia Arinto 2010, no Wine. R$40*
Com notas cítricas, é vivo, refrescante e persistente na boca. Seu olfativo tem toques de maracujá, casca de limão-siciliano e abacaxi. O teor alcóolico é de 13%.

2. Nacional Branco Colheita Tardia AURORA, no Pão de Açúcar. R$22,36*
Resultado do super amadurecimento das uvas obtidas em verões com grandes estiages da Serra Gaúcha, é um vinho fino e suave . No final, o sabor remete a amêndoas e seus aromas predominantes são flores do campo e frutas secas.

3. Vinho Lambrusco Cella Branco, no Rei dos Whiskys. R$19,80*
Importado da Itália, da Região da Emilia Romana, é um vinho frisante fino e leve.

É tempo de festa e de brindes. Nada como um bom vinho branco para celebrar. As nossas sugestões abaixo servem também para acompanhar carnes brancas, massas e queijos.

1. Salton Virtude Top de Linha, na Vinheteria. R$45*
Este vinho é elaborado com uvas 100% Chardonnay. Fermentado em barrica de carvalho por 6 meses até seu engarrafamento, tem sabor equilibrado com acidez firme e aromas que lembram abacaxi e baunilha.

2. Matetic Corralillo Sauvignon Blanc 2010, na Grand Cru. R$47*
Vinho biodinâmico de cor amarela palha com reflexos esverdeados. Ao nariz demonstra notas de frutas tropicais e notas cítricas, bem como toques de minerais e herbáceos. Na boca, tem uma acidez fresca e suculenta e um final longo e elegante.

3. Vinho Branco Salton Classic Chardonnay, na Vinheteria. R$12,60*
Vinho branco seco e brilhante, com tonalidade amarelo claro e reflexos dourados. Os aromas de maçã, manteiga, melão e mel garantem uma elegante sensação na boca e de muita estrutura.

Para quem gosta de vinho branco, selecionamos três ótimas sugestões para harmonizar com aves, saladas e frutos do mar. A dica do sommelier Bruno Tadeucci, da Vinícolas Concha y Toro e Trivento, é saborear o Trivento Golden Reserve Chardonnay com truta ou salmão.

1. Château Petit Védrines, na World Win. R$80*
Fresco e bastante aromático, destacam-se os aromas de frutas tropicais compotadas, como abacaxi, acompanhados de agradáveis toques de baunilha e mel.

2. Trivento Golden Reserve Chardonnay, na vinícolas Concha y Toro e Trivento. R$85*
Branco de aroma frutado com notas de abacaxi e melão maduro. Sabor rico, de corpo médio e paladar macio.

3. Zuccardi Serie A Chardonnay – Viognier 2009, na importadora Ravin. R$55*
Composto por duas uvas (Chardonnay e Viognier), este vinho tem um excelente custo-benefício. Aroma fresco destacando amora, cereja e violeta. Estruturado, picante e com muita fruta negra. Final aveludado e persistente.

Não esqueça que os vinhos brancos pedem um resfriamento. O ideal é servir com temperatura de 8ºC a 10º. Os vinhos abaixo são perfeitos para ser servidos na companhia de aperitivos.

1. Catalpa chardonnay 2010 – Argentina, na World Wine. R$55*
Cor dourada com reflexos esverdeados. Delicado aromas de maçã, abacaxi, mel e baunilha. Na boca tem bom corpo, elegante e bem balanceado.

2. Palo Alto Sauvignon Blanc 2009, na importadora Ravin. R$38*
Segundo o enólogo Amaro Dornelles, este vinho chileno se encaixa perfeitamente com as celebrações de final de ano. Ele é fresco, balanceado e com boa acidez.

3. Mionetto Vivo, na World Wine. R$44*
Amarelo palha com perlage fino e delicado. Aromas de frutas brancas, como maçã, pêra e pêssego, com sutis notas florais e de mel, adornadas por toques amendoados e brioches. Na boca é equilibrado, com ótima acidez e sabores que remetem às sensações aromáticas, assim como damasco.

Prosecco

Sirva os proseccos e brinde bons momentos com sua família e amigos. Deguste-os com saladas e massas.

1. Prosecco Italiano Sperone Brut, da Banca do Ramon. R$44,90*
Elaborado a partir de uvas de viníferas europeias, é um prosecco italiano fino branco seco brut. De cor palha e brilhante, tem aroma floral e cítrico e boa acidez.

2. Espumante Prosecco La Gioiosa Borgo Valle Brut, no Empório Mercantil. R$34,50*
100% Prosecco, tem aparência brilhante com cor citrino. O gosto é seco e é bem estruturado. Contém 750 ml.

3. Ruggeri Prosecco Giustino Extra Dry 2010, no Wine. R$125*
Italiano, é um vinho fácil de harmonizar e na boca é leve e sensual. Seu aspecto olfativo é de maçãs, lima e flores e é ideal para ser servido a 8ºC.

Ótimos com peixes e receitas leves, os proseccos sempre agradam a todos!

1. Prosecco Corte Viola Extra Dry, na Imigrantes Bebidas. R$26,99
Extra seco, tem sabor equilibrado e com personalidade. Possui um alto nível aromático, já que é fermentado em barricas e produzido na Itália.

2. Espumante Prosecco Nuà – DOC – 2006, no Empório Villa Real. R$87,50
Produzido na Província del Triveneto, na Itália. Seu sabor é agradável e frutado.

3. Casa Perini Espumante Brut Prosecco, na Imigrantes Bebidas. R$30,99
É um espumante leve e natural feito com uvas Prosecco. No gosto, garante refrescância e acidez equilibrada. Sua graduação alcoólica é de 11,6% e possui 750 ml.

Bons como aperitivo, bem como com cocktails, os proseccos são muito bem-vindos com entradas,peixes e aves

1. Extra Dry DOC Janus Black, na importadora Ravin. R$57*
A opção é leve e possui paladar de notas florais e aromas de frutas brancas maduras. Como a ocasião é de temperatura quente, ele marca também por ser um espumante refrescante.

2. Bottega Gold Prosecco Brut, na Grand Cru. R$138*
De fragrância rara e elegante e com sua linda garrafa dourada, Bottega Gold é realmente um presente de prestígio. Cor amarelo palha claro, com um perlage fino e muito persistente. Aroma frutados, florais, aromas de maçã e de ouro de frutas. Perfumado, doce, bem equilibrado de frutas.

3. Prosecco Espumante Moinet Extra Dry, na Grand Cru. R$29,99*
Espumante prosecco italiano, elaborado a partir de uvas viníferas da variedade Prosecco. De uma região onde sai os melhores espumantes, o Prosecco Moinet trás um equilíbrio em acidez e complexidade, com toques cítricos, maciez e exuberância.

Espumante

Os espumantes são perfeitos para as comemorações! Leves e saborosos, acompanham muito bem sobremesas e antepastos.

1. Espumante Norton Cosecha Especial Rosé, na Kylix Vinhos. R$47*
Mirtilos e morangos fazem parte do aroma deste espumante que tem paladar persistente, jovem e fresco.

2. Espumante Osterreich Gold Brut, na Costi Bebidas. R$197,80*
Com flocos comestíveis de ouro 23 quilates, é um espumante produzido na Áustria com uvas selecionadas. O teor alcoólico é de 9,5%.

3. Vinho Almadén Sunny Days Frisante White, na Imigrantes Bebidas. R$11,99*
Suave e ligeiramente frisante, é feito com uvas da variedade Gewurztraminer, Chenin Blanc, French Columbar e Chardonnay. É jovem, refrescante, com acidez equilibrada e aromas intenso de abacaxi, maracujá e melão.

Canapés e entradinhas ficam incríveis com espumantes, assim como doces variados e tortas salgadas.

1. Novecento Capriccio Dulce Natural 2011, na Grand Cru. R$29
Com visual amarelo palha e reflexos esverdeados, tem aroma floral e é naturalmente doce, graças à técnica Charmat, que retém a doçura natural da uva.

1. Espumante Espanhol Freixenet Cordon Negro, na Banca do Ramon. R$54,99
Com aroma predominantemente frutal, é fino e intenso. Na boca, é leve e límpido, graças à sua borbulha persistente, porém fina.

3. Espumante Federico de Alvear Brut, no Wine. R$29
Fresco e intenso no sabor, tem um aspecto verde claro e seu teor olfativo é de frutas brancas com um leve toque citrino.

Os espumantes são bebidas leves e ideais para acompanhar aperitivos, queijos, amêndoas salgadas e saladas.

1. Espumante Brut Nature, na vinícola argentina Nieto Senetiner. R$35*
O sommelier Mauricio Marcondes, da vinícola argentina Nieto Senetiner sugeriu este rótulo exclusivo como um presente de Natal especial. Ele é marcante, intenso e apresenta um charmoso tom “asalmonado”, resultado do processo de vinificação em que há muito pouco contato com as cascas da Pinot Noir, uva tinta que é a única variedade empregada na fabricação.

2. Trivento Brut, na Vinícolas Concha y Toro e Trivento. R$38*
Este espumante é composto de 80% Chenin Blanc (Rivadavia) e 20% Chardonnay (Tupungato), apresentando elegância e frescor, delicados sabores com um paladar único.

3. Santa Julia Brut (Bodega Santa Julia), na importadora Ravin. R$43*
Uma deliciosa opção de espumante, leve e delicada. Ele se harmoniza facilmente com o cardápio de fim de ano. O sabor é único.

Vinho tinto

Democrático, o vinho tinto forma uma bela dupla com massa, receitas especiais de arroz e outros acompanhamentos.

1. Terrapura Cabernet Sauvignon 2010, na Grand Cru. R$26
Notas florais e frutos vermelhos como amora e cereja fazem parte do aroma deste vinho. No paladar, é saboroso, macio e agradável no final.

2. Dante Robino Cabernet Sauvignon 2008, na Grand Cru. R$27
Para o olfato, oferece um equilibrio entre pimenta, frutos negros e especiarias. Seu sabor é estruturado e intenso com notas de morangos e framboesas e no final apresenta notas de café.

3. Vinho Periquita Tinto, no Extra. R$29,30
De cor rubi com reflexos atijolados, o aroma contém frutas vermelhas, figos e especiarias. Na boca, é frutado, equilibrado e suave.

Para acompanhar as carnes assadas a melhor opção é um bom tinto. Confira as nossas sugestões mais encorpados

1. Salton Desejo Merlot, na Vinheteria. R$52*
Coloração roxa violácea (quase negra), aromas complexos de baunilha, tabaco e pimenta seca. Sabor prolongado e intenso. Este vinho é considerado pelo críticos como o melhor Merlot brasileiro.

2. Le Difese 2009, na importadora Ravin. R$168*
O mais novo da família Sassicaia, este vinho é encorpado com acidez marcante. Ótima opção também como presente!

3. Altos Las Hormigas Malbec2010 (Altos Las Hormigas), na Mistral. R$45,46*
Com muita fruta, potência e personalidade, mostra que a casta Malbec pode originar vinhos ricos e concentrados, mas nada enjoativos.

Os vinhos tintos são adorados por mesclarem poder, frutas e finesse. Eles vão perfeitamente bem com carnes vermelhas e queijos.

1. Casillero Reserva Privada, na Vinícolas Concha y Toro e Trivento. R$78,80*
Corte de 65% Cabernet Sauvignon e 35% Syrah, é um vinho persistente, com estrutura e firmeza, de cor vermelha rubi intensa e brilhante.

2. Viñas del Gain 2007 (Artadi), na Mistral. Preço sob consulta
Artadi é um verdadeiro fenômeno, conquistando sempre alguns dos maiores prêmios para vinhos espanhóis na atualidade. Excelente relação qualidade/preço, com um bouquet amplo e complexo, e uma ótima presença de boca.

3. Gotín del Risc 2008 | 91 RP, na Grand Cru. R$49*
Produzido com uvas Mencía de vinhedos biodinâmicos cultivados a mais de 45 anos, Gotin del Risc, ou simplesmente, G del R, é um vinho do coloração púrpura intensa, demonstra um perfume complexo de carvalho, espericarias asiáticas, flor de cerejeira, incenso e framboesa negra. Paladar em camadas, com excelente volume, esse vinho beneficiará com um ou dois anos em garrafa, mas pode ser bebido agora.

Os vinhos abaixo são indicados para jantares mais tradicionais. Eles harmonizam com carnes e patês.

1. Salton Volpi Cabernet Sauvignon, na Vinheteria. Preço sob consulta
Este vinho é uma excelente apresentação para jantares e eventos em geral. Coloração vermelho rubi, com aromas de chocolate e carvalho, bom corpo e persistência de sabor.

2. Alamos Cabernet Sauvignon 2009 (Alamos – Catena Zapata), na Mistral. R$31,94*
A linha Alamos, de Catena Zapata, oferece algumas das maiores barganhas do mundo do vinho. Este marcante Cabernet Sauvignon é produzido a partir de videiras plantadas em altitudes elevadas, que confere ao vinho elegância e profundidade.

3. Malbec D.O.C. 2009, da vinícola argentina Nieto Senetiner. R$42*
Com aromas delicados, como baunilha, morangos em caldo e ameixa. Na boca, este vinho é encorpado, com final madeirado e persistente

O vinho tinto deve ser tomado na temperatura entre 15 a 20°C. Veja qual desses vinhos é ideal para a sua ceia.

1. Casillero del Diablo Pinot Noir, na Vinícolas Concha y Toro. R$34,50*
Um Pinot Noir de corpo médio, com boa estrutura na boca e um longo e persistente final, envelhecido em barris de carvalho francês durante 8 meses. Muito versátil, acompanha frango, carne, pratos vegetarianos e peixes como salmão ou atum

2. Brancaia Ilatraia Maremma IGT 2006 | 93 RP, da Grand Cru. R$250*
Rubi Intenso. Notas de cereja, alcaçuz, chocolate e minerais. Complexo, com taninos redondos e finos.

3. Antonin Rodet Pinot Noir 2008, na World Wine. R$69*
No nariz é intenso, com aromas de frutas negras, como cerejas negras, e sutis notas de alcaçuz e chocolate. Na boca é bem estruturado e com bom corpo, confirmando as sensações aromáticas de frutas com notas de especiarias.

As taças para os vinhos tintos devem ser mais arredondadas e ter uma abertura relativamente grande. Esses vinhos abaixo combinam com leitão à puruca e outras carnes.

1. Vinho Tinto Salton Classic Merlot, na Vinheteria. R$12,60*
Coloração roxa rubi, aromas de frutas silvestres, excelente equilibrio e permanência de sabor.

2. Vega Sauco Tó 2004, na importadora Ravin. R$95*
Muito elegante, com leve toque mineral, aromas de cereja, pimenta e cravo e um final rico e longo

3. Gattinara 2005 (Antoniolo), na Mistral. R$168,83*
Este vinho mostra boa parte da classe e complexidade dos Barolo e Barbaresco, por ter um preço muito atrativo para a grande qualidade dos vinhos. Antoniolo é simplesmente o melhor produtor de Gattinara, elaborando verdadeiras maravilhas com a uva Nebbiolo. O sabor é marcante e sofisticado.

Confira as nossas sugestões para harmonizar com carnes, peixes e queijos suaves.

1. Caballo Loco Nº12, na importadora Ravin. R$ 235*
É um vinho único e incomparável. “Este vinho tem potencial de guarda mínimo de 10 anos e grande complexidade aromática. Ideal para presentear pessoas especiais”, indica o enólogo Amaro Dornelles.

2. Chateau Lagarde 2007 – França, na World Wine. R$ 83,00
Encorpado e com boa estrutura, confirma as sensações olfativas de frutas, com taninos maduros e finos. Seu final de boca é intenso e elegante

3. Salton Volpi Pinot Noir, na Vinheteria. R$36*
Coloração rubi claro, aromas de frutos negros e especiarias. Sabor agradável e harmônico.

Sua ceia  vai ficar ainda mais especial com estes tipos de vinhos:

1. Uxmal Alto CabernetSauvignon / Merlot 2009 (Bodegas Uxmal), na Mistral. R$ 26,87*
É um vinho intenso e rico, com bastante personalidade e um delicioso e elegante toque de carvalho. Na boca é concentrado e macio, de bom corpo, em um estilo fácil de agradar e que combina muito bem com a comida.

2. Edizione cinque Autocthoni – Itália, na Wordl Wine. R$ 160*
Vermelho-grená intenso e brilhante. Na boca, é possível sentir notas de framboesas, ameixas, groselhas maduras com toque de tabaco e tostado em seu final.

3. Bordeaux Réserve Spéciale rouge 2009Mistral. R$ 62,36*
Encorpado e cheio de fruta, com boa complexidade e elegância.

* Preços pesquisados em novembro de 2011, sujeitos a alterações.

Foto: Divulgação
Beba com moderação, e se beber não dirija!

Fonte: http://mdemulher.abril.com.br

São Paulo – Brasil – 18:08

Siga o Batom e Futebol no Twitter: @Batom_efutebol

JGalvão