Archive for março \30\America/Sao_Paulo 2013

Viajando pelo mundo: Berna – Suíça

Como prometemos, hoje vamos visitar a cidade de Berna, capital da Suíça. Venha conosco, temos certeza de que você vai gostar!

Berna: capital suíça e patrimônio mundial

O seu centro histórico fez com que Berna fosse incluída na lista do patrimônio cultural da humanidade da UNESCO e atrai até hoje milhares de turistas.

“A história de Berna está intimamente ligada ao seu rio, o Aare”, descreve para swissinfo Soledad Michel, guia oficial da cidade para o espanhol.

Para turistas que cruzam a Europa central, o centro histórico de Berna é uma das paradas obrigatórias. Apesar de ser possível percorrê-lo, sem muito esforço, no espaço de poucas horas, vale a pena dedicar um pouco mais de tempo para desfrutar da sua oferta cultural e de entretenimento.

Caminhar antes do anoitecer por algumas das suas pontes, ver o reflexo dos raios de sol nas águas do rio Aare e pedir uma bebida em alguns dos terraços das concorridas ruas da cidade nas tardes de sol podem ser uma boa desculpa para hospedar-se na capital suíça.

Visita a partir do Jardim das Rosas

O Jardim de Rosas (1902) oferece uma vista panorâmica do centro histórico, dos campos verdes nas suas cercanias e, à distância, da silhueta imponente das montanhas dos Alpes suíços.

A partir desse ponto os turistas começam a percorrer mesmo roteiro em que a cidade foi avançando nos seus primeiros séculos de desenvolvimento.

Um dos primeiros passos podem ser dados no fosso dos ursos. “Esses fossos foram construídos na metade do século XIX como representação do escudo de Berna, o animal heráldico, o emblema da cidade”, nos introduz Dolores Michel, guia oficial em espanhol e outros idiomas na Secretaria de Turismo de Berna.

Lá, com uma anedota, ela inicia nosso encontro explicando o começo do centro histórico: “Existe uma lenda, na qual a presença de um urso no escudo de Berna deve-se ao fato do duque fundador ter declarado, em 1191, que a cidade receberia o nome do primeiro animal caçado”.

“Bär em alemão significa Urso”, de que deriva então a palavra ‘Berna’. Os que não crêem em lendas pensam que o nome tem origem celta”, detalha nossa guia, que há 21 anos percorre com turistas as ruas da cidade.

A energia hidráulica do Aare

A história de Berna começa nas margens do rio Aare, onde o fundador da cidade, Bertoldo V de Zäringen, erigiu uma fortaleza. Após sua morte ela foi destruída pela população da cidade entre os anos 1268 e 1270.

A igreja de Nydegg foi construída exatamente sobre as ruínas da fortificação entre 1341 e 1346. “Edificar uma igreja era uma forma de dizer que acima de nós não existe nenhum imperador, apenas Deus”, comenta com respeito a guia Michel, que com suas descrições nos transporta com a imaginação à Berna medieval.

Depois da ponte de Nydegg, chegamos ao bairro “Matte”, a parte mais baixa da cidade desenhada seguindo os contornos do rio Aare.

“Antigamente lá viviam os artesãos. Havia, por exemplo, curtidores de couro, pessoas dedicadas à cerâmica e também havia muitos moinhos de farinha e serrarias. Essas eram atividades que exigiam a presença de água. Mas hoje em dia ainda vivem muitos artistas no Matte”.

Na metade do século XVI viviam no bairro 600 pessoas, cerca de 10% da população na cidade. Hoje já são 1.400. Uma central elétrica em funcionamento desde 1891 abastece a demanda de eletricidade de 1.700 lares.

“A história de Berna está intimamente ligada ao seu rio, o Aare”, sublinha Michel, que vive há mais de quarenta anos na Suíça. Ela lembra que nos finais de agosto de 2005, o bairro viveu uma inundação recorde que obrigou a evacuação temporária dos seus habitantes. O volume do Aare havia quadruplicado devido às fortes chuvas que haviam caído nos Alpes. As águas levaram consigo neve derretida e uma grande quantidade de pedras e árvores.

As arcadas de Berna

Ao chegarmos no outro lado da ponte, encontramos a “Gerechtigkeitsgasse”, ou “rua da Justiça” em alemão, decorada com dezenas de bandeiras dos cantões suíços.

Lá se destacam suas famosas e muito conservadas arcadas. “São quase seis quilômetros. Por isso, nós dizemos que elas compõem o circuito comercial mais largo da Europa”, lembra nossa guia, mostrando ao mesmo tempo as diversas lojas, especializadas em antigüidades, roupas exclusivas e também galerias e cafés.

Na rua “Junkergasse” dobramos à esquerda para chegar na catedral, a mais importante obra do gótico tardio no país.

O pórtico, no exterior da igreja, e dentro, o conjunto de cadeiras do coro (a primeira renascentista, 1525) a o vitral do Juízo Final, situada na capela central (1460) são os elementos destacados pelos guias turísticos e também motivo de explicação por parte da nossa anfitriã.

A torre da catedral

“A parte do coro é a mais antiga. Quando chegou a Reforma em 1528, a construção ainda não havia sido concluída”. Apesar disso, “conscientes da importância da catedral, os protestantes decidiram continuar com as obras”, lembra Dolores Michel durante sua descrição sobre outros detalhes interessantes da catedral.

Conhecer a maior construção religiosa da Suíça (iniciada em 1421) requer tempo, o que geralmente falta aos turistas. Calcula-se que 70 mil deles subam anualmente na sua torre, também a mais alta do país (com 254 degraus e terminada em 1893).

De regresso à via central do centro histórico, fazemos uma parada na casa do Albert Eistein na rua “Kramgasse” 49.

600 anos da Torre do Relógio

Como em toda visita guiada, o tempo urge. Temos que chegar em quatro minutos antes do relógio completar a hora na frente da Torre do Relógio, uma das maiores atracões turísticas de Berna.

Essa torre, que havia servido várias vezes de prisão, se converteu no campanário depois do devastador incêndio de 1405.

Debaixo do grande relógio se encontra o relógio astronômico com a hora solar. Ao lado deles estão as figuras mecânicas (1527 – 1530) que encantam jovens e velhos.

“A três minutos antes de completar a hora, o galo canta pela primeira vez. E ele o fará por três vezes como na frase dita por Jesus Cristo para São Pedro: ‘Antes que o galo cante, você me negará por três vezes’. Depois o bobo da corte toca os sinos e os ossos, nos pés de Cronos, também giram. O galo canta de novo e no passar da hora Cronos gira o relógio de areia que ele carrega na sua mão, conta as batidas do sino movendo a sua boca e o cetro que ele carrega na outra mão.

Com o terceiro canto do galo termina o espetáculo. “O maior mérito é que o mecanismo original foi conservado até os dias de hoje. O relógio funcionava da mesma maneira no século XVI”.

Soleda Michel ainda nos mostra o Palácio Federal, sede do governo suíço e dos Parlamento federal, e também algumas das onze coloridas fontes históricas que decoram as ruas de Berna.

Agora, a tarde ensolarada convida à desfrutar uma especialidade suíça – um Rösti, por exemplo – em algum das mesas na Praça dos Ursos (Bärenplatz), “chamada assim em lembrança ao primeiro fosso dos ursos, localizado exatamente nesse ponto, quando a cidade ainda estava cercada por um muro”.

Uma visita guiada interessante, mas que permanece apenas uma pequena introdução ao centro histórico de Berna. Um casal de turistas originários de Valência, na Espanha, conta que essa é a sua segunda visita à capital suíça. “Na primeira vez nós fizemos uma viagem de duas semanas pela Europa e visitamos Berna por algumas horas. Desta vez nós viemos para ver a cidade nos seus detalhes”. Quem disse que dá para conhecer Berna em apenas algumas horas?

Key facts

Dados importantes sobre o turismo em Berna:
600.518 pernoites em 2005.
55% dos turistas vêm de fora da Suíça.
Origem dos visitantes (baseado no numero de pernoites):
1. Alemanha
2. Estados Unidos
3. França
4. Reino Unido
5. Itália
6. Japão
7. Espanha
8. Áustria
9. Países Baixos
10. Rússia
11. China
Berna dispõe de 2.300 camas.
Taxa de ocupação: 50,6%
Duração media da permanência do turista em Berna:
1,8 dias.
Fonte: Secretaria de Turismo de Berna

Terminamos aqui a nossa visita a Berna. E aí, gostou? A nossa próxima parada será na cidade de Aachen, na Alemanha e você é nosso convidado!

Fonte: http://www.swissinfo.ch

Fotos: http://cidadesemfotos.blogspot.com.br

São Paulo – Brasil –  22:51

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  ‏@Batom_efutebol

JGalvão

Barcelona fica no empate com o Celta

lionel messi barcelona borja oubina celta de vigo (Foto: Agência Reuters)(Foto: Agência Reuters)

Faltava o Celta de Vigo. Não falta mais. Deveria ser mais um dia de festa para o Barcelona.

Lionel Messi marcou contra o único time que faltava nesta temporada da Liga espanhola igualando Cristiano Ronaldo, balançou as redes pela 19º rodada consecutiva e chegou à marca de 43 gols no campeonato, a sete de romper o seu recorde pessoal de 50.

O craque argentino só não contava com a cabeçada de Oubiña para igualar o confronto em 2 a 2 nos minutos finais e segurar o empate.

Ficou um gosto de derrota para o Barcelona contra o Celta, fora de casa. No jogo que também selava a volta do francês Eric Abidal à lista de relacionados, após descobrir um tumor no fígado, e precedia o retorno do técnico Tito Vilanova ao banco de reservas, o time comandado por Messi não jogou bem, esbarrou na marcação adversária e vacilou no final da partida.

Com o resultado, o Barça chegou aos 75 pontos, com 14 de vantagem sobre o segundo colocado Real Madrid. O Celta, por sua vez, segue na zona de rebaixamento com 24 pontos e pode se complicar ainda mais em caso de vitória do Zaragoza no fim de semana.

O próximo compromisso da equipe catalã será nesta terça-feira, às 15h45 (de Brasília), contra o Paris Saint-Germain, no duelo de ida das quartas de final da Uefa Champions League, no Parc des Princes (com transmissão, ao vivo, dos canais ESPN).

O jogo – Com Lionel Messi sumido no gramado, o Barcelona esbarrou na forte marcação do Celta e encontrou dificuldades para fazer a sua superioridade técnica. O time forçava nos lançamentos em profundidade, mas não conseguia finalizar a gol.

O ataque não funcionava e a defesa ainda fazia das suas atrás. Depois de trapalhada de Piqué que forçou Pinto a realizar excelente defesa, os donos da casa acabaram inaugurando o placar aos 38 minutos do primeiro tempo, em rápido contra-ataque conduzido por Augusto Fernández que foi parar nos pés de Orellana.

Dentro da área, o jogador chileno teve a tranquilidade para driblar Bartra e passar para Insa fazer 1 a 0.

Sem conseguir levar perigo até então, o Barcelona chegou ao empate ainda na etapa inicial, aos 43 minutos. Em mais uma bola enfiada, Tello recebeu de Messi e bateu colocado, no canto, não dando chances para Varas.

O gol contagiou o time catalão antes do intervalo. Ao retornar dos vestiários, a equipe voltou com outra atitude, ameaçando mais a retaguarda do Celta.

O melhor futebol do Barça seria premiado em mais uma jogada tramada por Messi e Tello, que se encerrou com o argentino virando o marcador aos 28 minutos, depois de aparecer dentro da área para finalizar em 2 a 1.

O Celta já se dava por batido nessa altura, mas a zaga formada por Piqué e Bartra voltou a cochilar e, a cinco minutos do apito final, Oubiña recebeu livre no segundo pau e venceu Pinto, igualando o jogo em 2 a 2 e dando uma dose de justiça ao placar.

Fonte: http://espn.estadao.com.br

São Paulo – Brasil –  22:35

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  ‏@Batom_efutebol

JGalvão

Guardanapo dobrado em formato de coelho para a mesa de Páscoa

O coelho, símbolo da Páscoa, pode aparecer em vários cantinhos na mesa do almoço especial. Aprenda a dobrar o guardanapo no formato do bichinho

Mesa decorada para Páscoa

Crie uma mesa linda com coelhos, ovos e chocolates. Todos vão adorar
Foto: Sheila Oliveira

Quer trazer graça para sua mesa de Páscoa? Uma sugestão é apostar em elementos que remetam à festa religiosa na decoração de forma sutil. Olhe só esta ideia: dobrar os guardanapos de pano no formato de coelhinho, um dos símbolos da comemoração. Tenha certeza de que seu capricho na prepação não vai passar despercebido. Aprenda a dobrar o guardanapo e veja como é superfácil de fazer. Confira:

Primeiro passo

1. Dobre o guardanapo quadrado em três partes como mostra a ilustração.

2. Faça um vinco no meio para criar um centro de referência. Dobre os cantos superiores para baixo unindo as laterais de cima com a linha central.

Segundo passo

3. Dobre os cantos inferiores para cima, juntando as pontas com o meio.

4. Traga as margens da esquerda e da direita ao mesmo tempo em direção à linha central.

Terceiro passo

5. Vire o guardanapo de cabeça para baixo e, depois, vire de novo para o outro lado. Coloque a ponta inferior para cima como mostra a ilustração.

6. Para o guardanapo ficar apoiado no prato, abra levemente as laterais esquerda e direita e encaixe uma ponta dentro do bolso da outra. Gire as “orelhas do coelho” para fora e, por último, alargue um pouquinho a base.

Fonte: http://mdemulher.abril.com.br

São Paulo – Brasil –  22:27

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  ‏@Batom_efutebol

JGalvão

Frases da semana

As frases da semana

© AFP

As eliminatórias para a Copa do Mundo da FIFA e os amistosos realizados pelo Brasil são os destaques da semana. Confira o resumo das melhores frases.

“Gostei que, no final, não ficámos desesperados e tivemos uma boa reação. Acredito que estamos no caminho certo”, Luiz Felipe Scolari, selecionador brasileiro, após o empate no amistoso com a Rússia.

“O legal é que, dessa vez, o Felipão vai valorizar as posições que a gente atua nos clubes. Ele sabe que não sou um volante defensivo, mas, sim, alguém que sai de trás com a bola, armando o jogo, aparecendo na frente”, Hernanes, meia brasileiro, em entrevista ao FIFA.com.

“Nem sempre é fácil punir alguém ou aplicar uma sanção por racismo, mas acho que, por termos tanta gente inteligente apoiando a causa nesse momento, encontraremos uma maneira. Felizmente as coisas começarão a partir de hoje”, Kevin-Prince Boateng, meia ganês, após o encontro com o presidente da FIFA Joseph S. Blatter.

Fico feliz por ter atingido essa meta e por ser, ainda hoje, o melhor marcador da seleção. Mas estes recordes são para se bater, como eu bati o do Eusébio, outro jogador vai bater o meu. É a lei da vida e acredito que o Cristiano Ronaldo vai conseguir”, Pedro Pauleta, melhor marcador de sempre da seleção portuguesa, ao FIFA.com

“É nos momentos difíceis que esta equipa mostra o seu carácter. Era muito importante ganhar e eu nunca deixei de ter fé”, Bruno Alves, zagueiro português, após a vitória sobre o Azerbaijão, nas eliminatórias da Copa do Mundo da FIFA.

“Viemos para vencer aqui no México, mas ficamos satisfeitos com o resultado. Nossa estratégia era simples: queríamos fechar os espaços no meio de campo e impedi-los de colocar a bola no chão. Quando eles começaram a tentar o jogo aéreo, soubemos que estávamos indo bem”, Jurgen Klinsmann, selecionador dos Estados Unidos, após o empate com o México para as eliminatórias da CONCACAF.

“Com tantas oportunidades, devíamos ter resolvido o jogo mais cedo. É verdade que não fizemos uma grande exibição, mas fizemos o suficiente para ganhar”, Paulo Bento, selecionador português, após o empate com Israel.

“É óbvio que sabemos que somos uma equipe forte e com grandes metas. E quando disputamos um torneio como a Copa do Mundo da FIFA o nosso objetivo é vencê-lo”, Mario Götze, internacional alemão, ao FIFA.com.

“As circunstâncias que estão acontecendo não são normais em uma equipe. São inúmeras lesões e ainda perco um jogador antes de entrar no jogo, além de ter que fazer estreias e improvisações”,Gilson Kleina, técnico do Palmeiras, após a derrota por 6 a 2 com o Mirassol.

“O Mundial não sai das nossas cabeças. Estou muito orgulhosa com o que alcançamos em 2012, mas ainda há muito pela frente. Logo depois de ter colocado a medalha de ouro no peito, tudo volta para o começo. Com certeza, 2013 é o ano da preparação para a Copa do Mundo”, Alex Morgan, jogadora da seleção feminina norte-americana, em entrevista ao FIFA.com.

Nas redes sociais
“Sinto-me melhor a cada dia que passa. Hoje já trabalho no gramado. Vamos lá, Kun”, Sergio Aguero, internacional argentino do Manchester City, revela que o seu regresso está para breve no Twitter.

De fora de campo
“Respeito e admiro Lionel Messi por suas qualidades humanas e esportivas. Os bolivianos vão ao estádio para apoiar nossa seleção nacional, mas muitos deles vão comprar o ingresso para ver Messi. Estou convencido disso”, Evo Morales, presidente da Bolívia, antes do duelo entre a seleção de seu país  e a Argentina pelas eliminatórias.

Fonte: http://pt.fifa.com

São Paulo – Brasil –  22:20

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  ‏@Batom_efutebol

JGalvão

Cavani sai do banco e garante a vitória do Napoli

Cavani gol Napoli Torino (Foto: AFP)Cavani festeja um de seus gols: atacante foi decisivo no triunfo do Napoli (Foto: AFP)

Cavani teve um dia relativamente atípico no Napoli. Acostumado a ser o herói da equipe, ele experimentou a sensação de ser vilão antes de salvar o time na vitória sobre o Torino por 5 a 3, neste sábado, fora de casa. No banco de reservas, o atacante entrou no segundo tempo, cometeu um pênalti, mas, no fim, com dois gols, garantiu o triunfo dos azzurri. Outro destaque foi o volante Dzemaili, que balançou as redes dos anfitriões três vezes.

O resultado levou o Napoli a 59 pontos, contra 68 do Juventus, mantendo a diferença para o líder da Serie A. De quebra, os azzurri permaneceram na frente do Milan, que venceu o Chievo e tem 57. Já o Torino continua no meio da tabela, com 35 pontos, na 14ª colocação.

‘Aperitivo’ no primeiro tempo

Apesar do fim de partida frenético, com cinco gols nos últimos 20 minutos de partida, o primeiro tempo também teve bastante emoção. O Napoli abriu o placar com Dzemaili, aos 10, com uma bomba de fora da área. O Torino empatou com Barreto, aos 30, e Hamsik ainda desperdiçou uma cobrança de pênalti, aos 40 – Gillet fez boa defesa.

Na etapa final, porém, o ritmo aumentou. Hamsik se redimiu do erro no primeiro tempo, fez boa jogada pela esquerda e rolou para Dzemaili colocar novamente o Napoli na frente, logo aos dois minutos.

Aos 20, Cavani entrou em campo no lugar de Insigne. O uruguaio estava sendo poupado pelo técnico Walter Mazzarri, já que voltava após defender seu país nas eliminatórias. Com a entrada do artilheiro no gramado, começou o show de gols. Mas, a princípio, a festa foi do Torino.

Blerim Dzemaili gol Napoli Torino (Foto: EFE)Dzemaili, à direita, comemora: volante marcou três vezes na partida (Foto: EFE)

Cavani erra, mas se recupera

Dez minutos depois de entrar em campo, Cavani tentou cortar a bola na área, após cobrança de escanteio, mas usou a mão. Pênalti para o Torino, que o brasileiro Jonathas converteu para deixar tudo igual. O lance desestabilizou o Napoli, e os anfitriões tiraram vantagem do fato. Aos 33, Meggiorini aproveitou uma falha de Britos na entrada da área, roubou a bola, driblou De Sanctis e tocou para o fundo das redes.

Mas, além de Cavani, o Napoli também tinha outro candidato a herói: Dzemaili. Inspirado, o volante marcou seu terceiro gol aos 35, em um belo chute da entrada da área. A partir daí, foi a vez de o artilheiro uruguaio brilhar.

Para se redimir da falha no gol de empate do Torino, Cavani marcou um belo gol de falta aos 39, para colocar o Napoli novamente na frente. Para fechar, aos 45, o artilheiro aproveitou um belo cruzamento de Armero da esquerda e cabeceou para o fundo das redes, sacramentando o triunfo napolitano e sua própria volta por cima na partida.

Fonte: http://globoesporte.globo.com

São Paulo – Brasil –  22:10

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  ‏@Batom_efutebol

JGalvão

Pai de Mats Hummels afirma não ter recebido nenhum contato do Barcelona

O suposto interesse do Barcelona por Mats Hummels, zagueiro do Borussia Dortmund, foi desmentido pelo pai do jogador. Hermann Hummels, que atua também como agente do filho, afirmou que não recebeu nenhuma proposta da equipe catalã, entretanto lembrou que  jogar em uma das maiores equipes da Europa é o sonho de qualquer jogador, inclusive do defensor alemão.

– Não tive contato com o Barcelona, apenas ouvi os rumores. Todo o jogador de futebol ambicioso tem como meta um dia jogar no Barcelona, Real Madrid ou no Manchester United, porém, isso não que dizer que sua saída seja iminente – explicou Hermann ao jornal alemão “Die Welt”.

Aos 24 anos, o defensor do Borussia Dortmund tem contrato com o clube da Alemanha até 2017. A sua multa rescisória é de R$92,5 milhões para as propostas recebidas até o dia 1º de abril.

Na última quarta-feira, o jornal “Sport Bild” afirmou que o zagueiro estava na mira do Barça para reforçar a equipe na próxima temporada. Segundo o diário, o diretor de futebol do time Culé Raúl Sanllehí seria o responsável pela negociação. O cartola seria o mesmo que articula a ida de Neymar para o clube.

Fonte: http://globoesporte.globo.com

São Paulo – Brasil –  22:26

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  ‏@Batom_efutebol

JGalvão

Arjen Robben aguarda com ansiedade a chegada de Guardiola

O meia Arjen Robben, do Bayern de Munique, mostrou-se indiferente nesta quinta-feira ao interesse da Inter Milão e do Galatasaray na sua contratação e admitiu que está contando as horas para trabalhar com Joseph Guardiola, recentemente anunciado como o novo comandante do clube bávaro para a próxima temporada.

“Não é um segredo que estou bastante motivado para iniciar a temporada 2013/14 com Guardiola”, disse o meia holandês, que não tem boa relação com Jupp Heynckes, atual treinador do Bayern.

Fonte: http://www.terra.com.br

São Paulo – Brasil –  21:45

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  ‏@Batom_efutebol

JGalvão

Camaro aparece renovado em NY

Chevrolet resgata versão Z28, com motor LS7 V8 7.0 litros e 507 cv

Chevrolet resgata versão Z28, com motor LS7 V8 7.0 litros e 507 cv – Divulgação

Poderia ter sido durante o Salão de Detroit, a maior mostra automotiva dos Estados Unidos, realizada anualmente em janeiro, mas a General Motors escolheu a sofisticação do Salão de Nova York para mostrar o renovado Chevrolet Camaro, versão 2014. Além do desenho atualizado, que manteve os contornos de apelo futurista do projeto original, a GM ressuscitou o Z28, a versão mais poderosa do Camaro de primeira geração, lançada em 1967, e que retorna agora conferindo aspecto mais musculoso ao cupê.

Chevrolet resgata versão Z28, com motor LS7 V8 7.0 litros e 507 cv

Sob o capô está um motor LS7 V8 7.0 litros herdado do Corvette Z06 e capaz de entregar 507 cv e 64,9 kgfm de torque. Ele está associado exclusivamente a um câmbio manual Tremec, de seis marchas – não há opção com transmissão automática neste caso. A suspensão conta com molas mais rígidas e amortecedores ajustáveis, e os freios, fornecidos pela italiana Brembo, são equipados com discos feitos de compostos de cerâmica e carbono.

As mudanças no visual do Camaro se restringem a um “botox” aplicado nas partes dianteira e traseira da carroceria. Na frente, a grade diminuiu de tamanho, os faróis perderam as lentes arredondadas, e também passam a agregar luzes de pisca. Mas a clássica fenda frontal inspirada no Camaro original e que abriga todos esses componentes continua a mesma. A entrada de ar do para-choque dianteiro aumentou e as caixas redondas dos faróis auxiliares ficaram quadradas.

Chevrolet resgata versão Z28, com motor LS7 V8 7.0 litros e 507 cv

Atrás, a mudança mais significativa coube às lanternas. No lugar das quatro lentes – duas de cada lado – do Camaro anterior, há duas grandes máscaras retangulares, com a luz de ré ao centro. No Z28, os para-lamas e spoilers são mais salientes e um aerofólio adorna a tampa do porta-malas. Também chamam a atenção as quatro saídas de escapamento e as rodas de liga leve, aro 19, calçadas com pneus Pirelli PZero Trofeo R.

Chevrolet resgata versão Z28, com motor LS7 V8 7.0 litros e 507 cv

Chevrolet resgata versão Z28, com motor LS7 V8 7.0 litros e 507 cv – Divulgação

Mas apesar da aparência agressiva, o Z28 se destaca pelo peso: são 136 quilos a menos que o Camaro ZL1, versão anterior do cupê equipada com o mesmo motor V8 6.2, do Corvette ZR1. O regime se deu graças à utilização de materiais mais leves em diversos componentes como rodas, bateria e vidros. Faróis com lâmpadas de xenônio e ar-condicionado são itens opcionais no Z28, mas os bancos esportivos da marca Recaro e o volante de base achatada vêm de série. A expectativa é de que ele esteja nas lojas dos EUA até setembro.

Fonte: http://veja.abril.com.br

São Paulo – Brasil –  21:33

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  ‏@Batom_efutebol

JGalvão

Um ano após descobrir tumor no fígado, Abidal é relacionado para jogo do Barcelona

O francês Eric Abidal deve fazer neste sábado sua primeira partida mais de um ano depois de se afastar dos gramados devido a um tumor no fígado. O Barcelona anunciou pelo Twitter a presença do defensor na lista de relacionados para o confronto com o Celta, pelo Campeonato Espanhol.

Abidal disputou seu último jogo pelo Barça em 26 de fevereiro de 2012, contra o Atlético de Madrid, também pela liga espanhola. Após três dias ele defendeu a seleção francesa em amistoso contra a Alemanha. Poucos dias depois o jogador foi diagnosticado com o tumor e em 10 de abril ele recebeu um transplante.

Em 20 de março deste ano, Abidal deu mais um passo para seu retorno aos gramados disputando um amistoso com o time B do Barcelona contra o Istres, da segunda divisão francesa.

Seu companheiro de time, Mascherano comemorou. “É uma imensa alegria. Abi volta a estar entre os convocados. Felicitações, gênio, você merece.”

Com as diversas baixas no time, o técnico interino Jordi Roura – Tito Vilanova, treinador principal, está afastado há dois meses para se tratar de tumor na glândula parótida -, relacionou Abidal. O Barça não conta com o goleiro Víctor Valdés, suspenso e com os defensores Puyol, Jordi Alba e Adriano, o meio campista Xavi e o atacante Pedro, todos por lesão.

Veja a lista dos relacionados:
Goleiros: Pinto e Oier
Defensores: Montoya, Piqué, Daniel Alves, Mascherano, Bartra e Abidal
Meias: Song, Busquets, Fábregas, Iniesta, Thiago e Jonathan dos Santos
Atacantes: Villa, Alexis Sanchez, Messi, Tello e Deulofeu

Fonte: http://espn.estadao.com.br

São Paulo – Brasil –  21:19

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  ‏@Batom_efutebol

JGalvão

Jogador que assumiu sua homossexualidade nega retorno aos gramados

Robbie Rodgers explicou que não quer ser julgado no futebol apenas por ser gay Foto: Getty ImagesRobbie Rodgers explicou que não quer ser julgado no futebol apenas por ser gay – Foto: Getty Images

Em fevereiro deste ano, o americano Robbie Rogers, que tinha acabado de sair do Leeds, da Inglaterra, assumiu sua homossexualidade, e que por isso abandonava o futebol. Cerca de um mês depois, o meio-campo garante que um retorno é impossível, pois ele se tornaria o centro das atenções por motivos extra-campo.

“Imagine treinar todos os dias debaixo dos holofotes, seria um pouco de circo, seria um pouco louco”, disse o jogador, que defendeu a seleção americana 18 vezes, ao Guardian. Outra apreensão de Rogers era sobre como seria o comportamento dos outros jogadores, tanto do clube quanto da seleção.

“Eu tinha medo de como meus companheiros iriam reagir. Eles iriam mudar? Mesmo que eu continuasse a mesma pessoa, não sei como seria o comportamento na minha presença, como quando eles fossem trocar de roupa”, afirmou Rogers, explicando que as reações também seriam diferentes na imprensa e na torcida.

Fonte: http://www.terra.com.br

São Paulo – Brasil –  21:06

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  ‏@Batom_efutebol

JGalvão