Archive for maio \31\UTC 2015

Klopp diz que deixar o Dortmund é o ‘momento mais difícil’ de sua carreira

Jurgen Klopp Coletiva Borussia Dortmund 18/12/2014
Jürgen Klopp fez seu último jogo pelo Dortmund nesse sábado
A despedida de Jürgen Klopp do Borussia Dortmund não foi como ele queria, já que nesse sábado, no estádio Olímpico, em Berlim, a equipe perdeu o título da Copa da Alemanha com a derrota por 3 a 1 para o Wolfsburg. Depois da partida, o treinador disse que deixar o clube é o ‘momento mais difícil de sua carreira’.

“Este é aqui e agora meu momento mais difícil. A dor de dizer adeus é construída aos poucos e realmente machuca. Tentei demonstrar meu agradecimento a cada jogador, porque para mim foi um extraordinário prazer e uma honra enorme trabalhar com todos eles e é difícil partir”, disse Klopp, cercado por cerca de 2 mil pessoas em sua festa de despedida na Alemanha neste domingo.

Jürgen Klopp anunciou em abril que deixaria o comando do Borussia Dortmund. O treinador dirigia a equipe desde maio de 2008 e pediu à direção a rescisão de seu contrato, que iria até o 30 de junho de 2018. Com ele, o clube acabou com um jejum de nove anos sem a taça da maior disputa nacional, que conseguira pela última vez em 2001/2002.

Ao todo, foram seis conquistas: duas de Campeonato Alemão (2010/2011 e 2011/2012), uma de Copa da Alemanha (2011/2012), duas de Supercopa da Alemanha (2013 e 2014) e uma de T-Home Supercup (2008).

Em 2012/2013, Klopp conduziu o time até à decisão da UEFA Champions League, com direito a atropelo no Real Madrid na semifinal (4 a 1 na ida e derrota por 2 a 0 na volta), mas caiu na disputa pela taça para o Bayern de Munique (2 a 1).

O treinador também falou sobre a derrota em seu último jogo no clube alemão. Ele teve seu nome gritado pelos torcedores depois do apito final e disse que foi um ‘pequeno conforto’. “A decepção pela derrota é enorme, mas foi uma bela final. Foi uma coisa boa de ouvir, um pequeno conforto. Quando acontece algo assim, você precisa de um momento só seu. É vida que segue”, comentou.

Ainda sem ter seu futuro definido, o treinador tem sido especulado em clubes ingleses, mas também já foi citado como possível substituto de Roberto di Matteo no Schalke para a próxima temporada. Além disso, o presidente do Eintracht Frankfurt, Heibert Bruchhagen, já expressou publicamente a vontade de contar com Jürgen Klopp.

 

Fonte: http://espn.uol.com.br/

São Paulo – Brasil – 21:09

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

“Malanda nos inspirou a vencer o Borussia Dortmund”, diz De Bruyne

De Bruyne homenageou o compatriota

O Wolfsburg venceu o Borussia Dortmund na final da Copa da Alemanha neste sábado, por 3 a 1, conquistando seu primeiro título da competição, e o meia Kevin De Bruyne disse que muito do sucesso se deve ao compatriota e ex-companheiro de time, Junior Malanda, que faleceu em janeiro, vítima de um acidente de carro.

“Eu acho que Junior Malanda nos ajudou muito na metade final da temporada. Ele sempre esteve na minha mente e me deu força para jogos como esse. Ele me inspirou”, disse, emocionado.

E não foi só De Bruyne. O Wolfsburg entrou em campo com uma camisa comemorativa, com um coração verde com o número de Malanda, o 19.

Fonte: http://www.goal.com/br

São Paulo – Brasil – 20:57

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Bolos de rolo e de noiva se unem e fazem sucesso em casamentos

Receita une o formato do bolo de noiva tradicional à massa do bolo de rolo. Camadas finas do doce de goiaba ficam à mostra, surpreendem e agradam.

Bolo de noiva de rolo é sucesso entre pernambucanos e ainda surge como opção para quem não gosta de bolo de frutas que é típico dos casamento locais (Foto: Dorinha Bolo de Rolo / Acervo pessoal)Bolo de noiva de rolo começa a fazer sucesso nos casamentos pernambucanos e surge como opção para quem não gosta de bolo de frutas que é típico do estado (Foto: Dorinha Bolo de Rolo / Acervo pessoal)

Bolo de noiva parece mesmo ser coisa de pernambucano. As boleiras locais mantêm uma receita que não é encontrada em mais nenhum estado do Brasil. É um bolo de massa escura, com vinho e frutas cristalizados, que nasceu após uma adaptação do quitute trazido pelos colonizadores ingleses. Agora, mais uma novidade criada nas cozinhas locais ganha espaço nas festas de casamento. É o bolo de noiva de bolo de rolo, que reúne dois dos quitutes mais típicos do estado.

O doce une o formato do tradicional bolo de noiva à massa do bolo de rolo, que é patrimônio cultural de Pernambuco e representa o estado mundo afora quando se fala em bolos. O resultado é de encher os olhos. Os andares que costumam levar glacê na receita original são deixados à mostra. O que se vê são as finíssimas camadas de massa intercaladas com doce de goiaba que caracterizam o bolo de rolo. A cobertura de açúcar fica só no topo ou na base dos andares, com a decoração escolhida pela noiva.

Decoração pode ser feita com glacê, renda e flores (Foto: Dorinha Bolo de Rolo / Acervo pessoal)Decoração pode ser feita com glacê, renda e flores
(Foto: Dorinha Bolo de Rolo / Acervo pessoal)

Segundo as boleiras, a criação tem feito sucesso. Na cozinha de Dorinha, por exemplo, as encomendas já superam as do bolo de noiva tradicional, de ameixa. “Nos meu 25 anos de cerimonialista não percebia que sobrava tanto bolo de rolo. Achava que era por conta da fartura das festas de casamento. Mas, agora, vejo que o bolo de rolo não sobra. Quando tem os dois, todo mundo prefere o bolo de rolo. Acaba rapidinho. E muita gente já está pedindo só bolo de noiva”, conta.

Dorinha diz que as noivas adoram a ideia de mudar a aparência e o sabor do bolo tradicional. Os convidados também. Quando veem as camadas do bolo de rolo no maior doce do casamento, ficam surpresos e logo querem provar. “Muitas noivas têm pedido um bolo de noiva de frutas só para manter a tradição. Por isso, também fazemos bolos com um andar de bolo de rolo e outro de noiva. E o primeiro acaba antes. Sempre dizemos para garantirem logo seu pedaço”, brinca.

O sucesso é tanto que o bolo de rolo também já está presente nos outros doces das festas de casamento. Dorinha, por exemplo, prepara mini bolos que substituem os bem-casados. Em alusão aos doces tradicionais e as camadas ‘apertadas’ do bolo de rolo, a criação ganhou o nome de “juntinhos”. Ela ainda prepara doces de bolo de rolo cobertos por uma fina camada de chocolate e de biscoitos crocantes, feitos com finas fatias do bolo.

Bolo de rolo também já está nos outros doces do casamento (Foto: Dorinha Bolo de Rolo / Acervo pessoal)Bolo de rolo também virou docinho e bem-casado
(Foto: Dorinha Bolo de Rolo / Acervo pessoal)

O bolo de rolo de noiva também foi uma das atrações da Expo Fashion Noivas, uma feira que reuniu 150 expositores do setor de casamentos entre esta sexta-feira (29) e domingo (31) no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda. O evento apresentou as novidades de serviços presentes na festa do casamento e tinha os doces como destaque. Uma mesa reuniu as tendências em bolo de noiva no centro da feira e contou com um exemplar preparado por Dorinha. Ela foi a responsável pelo bolo da festa de casamento realizada no último dia da feira.

História
A professora e pesquisadora de pâtisserie Cristianne Barros acredita que o sucesso é fruto do amor dos pernambucanos pelo bolo de camadas finas e doce de goiaba. “Todo mundo gosta de bolo de rolo. Por outro lado, muita gente não gosta do bolo de noiva pernambucano por causa das frutas e do gosto forte”, diz. Cris aprova a união das duas receitas, que são típicas da culinária pernambucana. Só pede que a novidade não acabe com o tradicional bolo de noiva.

“O bolo de rolo é patrimônio cultural de Pernambuco. Surgiu de uma adaptação do português colchão de noiva. As senhoras portuguesas tiveram dificuldade em encontrar os produtos utilizados na receita original aqui em Pernambuco. Por isso, fizeram adaptações com produtos nativos. O recheio de amêndoas foi substituído pelo doce de goiaba, surgindo assim o bolo de camadas finíssimas, com recheio de goiabada. Mas o bolo de noiva também é uma receita tipicamente pernambucana. Surgiu de uma adaptação de um bolo de origem britânica, com a colonização dos ingleses. Era uma receita de bolo branco com frutas cristalizadas e vinho que foi adaptada nas cozinhas senhoriais dos grandes engenhos de açúcar. As frutas britânicas foram substituídas pelas frutas locais. A cereja foi trocada pela ameixa e passas foram acrescidas às frutas cristalizadas. O vinho do Porto, que era caro, também foi trocado pelo vinho moscatel”, conta Cris. “É tudo uma delícia e é tudo tradição. É preciso que haja espaço para os dois”, torce.

Dorinha diz que é a criadora da receita e não diz fórmula a ninguém (Foto: Dorinha Bolo de Rolo / Acervo pessoal)Dorinha diz que é a criadora da receita e não revela
técnica (Foto: Dorinha Bolo de Rolo/Acervo pessoal)

Adaptação
Especializada na produção de bolos de rolo para casamento no Recife, Dorinha diz que é a criadora da receita que tem feito sucesso entre as noivas pernambucanas. Ela conta que trabalha como cerimonialista há 25 anos e, em 2012, levou o bolo de goiaba para as festas de casamento. “Preparei a cerimônia de uma baiana que mora aqui, mas ia receber a família e queria mostrar algo típico para os convidados. Por isso, pediu bolos de rolo como lembrancinha. Procurei a cidade toda e não achei. Como sabia a receita, preparei mini bolos de rolo, que chamei de juntinhos, já que iam substituir os bem-casados”, lembra.

Ela disse que a novidade agradou a todos e, cinco dias depois, ela foi chamada para levar o quitute a uma degustação promovida por um blog. Depois disso, a criação nunca mais saiu da lista de doces das cerimônias. “Também passei a fazer um bolo de rolo redondo, decorado com uma técnica que eu mesma inventei. Eu dava de presente para quem encomendava mais de 200 juntinhos. Até que um dia uma noiva viu o bolo e disse ‘já escolhi o bolo do meu casamento!’. Ela me pediu um com 15 quilos e três andares. Quase não durmo nesse dia, porque nunca tinha feito nada assim. Mas aceitei o desafio e foi o maior sucesso. Na semana seguinte ao casamento, meu celular não parava de tocar com pedidos”, conta.

Com tantas encomendas, Dorinha deixou de ser cerimonialista para se dedicar exclusivamente ao bolo de rolo de noiva. Hoje, recebe de 12 a 18 pedidos por mês. Cada quilo custa de R$ 65 a R$ 80. A boleira prepara tudo com ajuda da família, na casa que mantém em Afogados, na Zona Oeste do Recife. Ela não conta a receita a ninguém, mas a novidade vem ganhando espaço e já pode ser encontrada em outras casas de doce da cidade.

Bolo de rolo de noiva já substitui a receita tradicional em alguns casamentos (Foto: Dorinha Bolo de Rolo / Acervo pessoal)Bolo de rolo já substitui receita tradicional em algumas festas (Foto: Dorinha Bolo de Rolo / Acervo pessoal)

Fonte: http://g1.globo.com/

São Paulo – Brasil – 20:53

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

O Dortmund aposta em um estilo mais retrô para o seu uniforme em 2015/16

dort

A camisa do Borussia Dortmund não agradou a todos os fãs do clube nesta temporada. Faz parte do jogo. Mas, para 2015/16, os Aurinegros prometem um novo uniforme para ser um sucesso. A prévia exibida pelo site Footyheadlines, ao menos, promete isso. Desta vez, a Puma apostou em um estilo um pouco mais “retrô”, com detalhes em preto nas mangas e nos ombros, além de listras bem finas pelo corpo. Confira:

dort

 

Fonte: http://trivela.uol.com.br/

São Paulo – Brasil – 20:16

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Gundogan admite negociação com Barcelona e Bayern de Munique

Gundogan na mira de gigantes

O meio-campista Ilkay Gundogan confirmou que deve deixar o Borussia Dortmund ao final da temporada. Sem renovar seu contrato, o jogador já abriu negociação com outros clubes e deu a entender que o Barcelona e Bayern de Munique estão na lista.

“Estamos mantendo um conversa sim, mas sem nenhuma decisão. Eu não posso dizer mais do que isso sobre o assunto”, respondeu quando questionado sobre os dois clubes.

Porém, vale lembrar que os atuais campeões espanhóis não podem contratar reforços até o início de 2016. Dessa forma, o Bayern ganha força. De acordo com a imprensa alemã, o clube de Pep Guardiola estaria disposto a pagar 25 milhões de euros (cerca de R$ 87 milhões) para contar Gundogan até 2018.

Gundogan soma 120 jogos com a camisa do Dortmund, desde que chegou em 2011 vindo do Nurnberg. Com contrato até o meio do ano que vem, o atleta de 24 anos não chegou a um acordo com a direção.

Fonte: http://www.goal.com/br

São Paulo – Brasil – 20:08

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Wolfsburg frustra Dortmund e fatura Copa da Alemanha

2015 Getty Images

Em sua apresentação, ainda em 2008, Jürgen Klopp prometeu levar o Borussia Dortmund “de volta ao seu lugar” com “um futebol ofensivo e agressivo”. Não dá para dizer que ele não entregou isso: mesmo em sua despedida, ainda que não com a mesma intensidade de antes, o time teve lapsos desse estilo, saiu na frente logo no início, mas acabou perdendo por 3 a 1 para o Wolfsburg na final da Copa da Alemanha, neste sábado, no estádio Olímpico, em Berlim.

Foram anos esquecíveis para o torcedor do Dortmund.

Imagem

O adeus não ficou restrito a Klopp, mas também a Kehl, que se aposenta dos gramados, e Gündogan, que não renovou o seu contrato.

Em uma temporada em que os Aurinegros não conseguiram sequer a classificação direta para a Liga Europa, o título da Copa da Alemanha poderia ser uma despedida à altura de tudo que Klopp faturou ao longo de seu reinado.

E dava toda a pinta de que seria assim.

Logo aos cinco minutos, Kagawa cruzou da direita, o brasileiro Naldo falhou e Aubameyang, sozinho, chutou cruzando para abrir o placar. O gabonês chegou ao seu 25º gol em 2015/16. Ele participou ao todo de 36 nos últimos doze meses.

O Dortmund não poderia ter assegurado melhor substituto para o polonês Lewandowski.

O Wolfsburg tratou de mostrar, no entanto, que também vinha para a briga.

O time, que se sagrou vice-campeão da Bundesliga, quase arrancou o empate em seguida, em combinação de Dost para Perisic que Langerak salvou em excelente defesa.

A pressão era grande e Subotic e companhia não conseguiram segurar. Em forte chute de Naldo em cobrança de falta, Langerak espalmou para o meio da área e o volante Luiz Gustavo, convocado para a Copa América, completou para deixar igual aos 21 minutos.

A virada do Wolfsburg veio pouco depois.

Um dos destaques da temporada no futebol alemão, o belga Kevin De Bruyne arriscou de fora da área com o pé direito, a bola passou entre as pernas de Hummels e Langerak aceitou aos 32 minutos. Mais um na conta impressionante do ex-meio-campista do Chelsea: foram 16 gols e 27 assistências da sensação de 23 anos.

Ele está próximo de renovar o seu contrato até 2020.

Ainda deu tempo do matador holandês Bas Dost aproveitar cruzamento da direita e cabecear para o fundo das redes para ampliar aos 37.

Aubameyang teve a chance de fazer outro em jogada de Kagawa, mas mandou para fora e ficou nisso antes da ida para o intervalo.

Na volta dos vestiários, aos três minutos, em lance de De Bruyne, Caligiuri teve a chance de transformar o resultado em goleada, saiu na cara do gol e desperdiçou oportunidade incrível ao tentar bater no canto. A resposta do Dortmund foi imediata: Kagawa se esticou para esticar para completar cruzamento e viu a bola bater na trave.

Imagem

Sebastian Kehl em sua última partida oficial como jogador

Langerak voltou a fazer milagre aos 20, em nova chance de Caligiuri, e praticamente não foi mais exigido até o apito final para a festa do Wolfsburg, que fatura o seu primeiro título da história na competição – finalista em 1995, perdeu de 3 a 0 para o Borussia Mönchengladbach na ocasião.

Com o resultado, o Dortmund terá de passar pela fase de qualificação para chegar à fase de grupos da Liga Europa na próxima temporada.

Luiz Gustavo comemora título do Wolfsburg (Foto: Ina Fassbender/Reuters)

FICHA TÉCNICA:
BORUSSIA DORTMUND 1 x 3 WOLFSBURG

Local: Estádio Olímpico de Berlim, em Berlim (ALE)
Data: 30 de maio de 2015, sábado
Horário: 15h00 (de Brasília)
Árbitro: Felix Brych (ALE)
Assistentes: Mark Borsch (ALE) e Stefan Lupp (ALE)
Cartões amarelos: Schmelzer e Mkhitaryan (Borussia Dortmund), De Bruyne e Vieirinha (Wolfsburg)
GOLS
BORUSSIA DORTMUND: Aubameyang, aos 5 minutos do primeiro tempo
WOLFSBURG: Luiz Gustavo, aos 22, De Bruyne, aos 33, e Bas Dost, aos 38 do primeiro tempo

BORUSSIA DORTMUND: Langerak; Durm (Blaszczykowski), Subotic, Hummels e Schmelzer; Gundogan, Kehl (Piszczek) e Mkhitaryan; Kagawa, Reus (Immobile) e Aubameyang
Técnico: Jurgen Klopp

WOLSFBURG: Diego Benaglio; Naldo, Timm Klose, Ricardo Rodriguez e Vieirinha; Arnold (Schurrle), Luiz Gustavo, Caligiuri (Trasch), De Bruyne e Perisic (Guilavogui); Bas Dost
Técnico: Dieter Hecking

Fonte: http://espn.uol.com.br/

São Paulo – Brasil – 21:23

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Gundogan a caminho do Bayern Munique

Gundogan muito próximo de se tornar companheiro de equipa de Philipp Lahm

O Bayern Munique está muito perto de assegurar mais um jogador do Borussia Dortmund. Depois de Mario Götze e Robert Lewandowski saírem do Signal Iduna Park para Munique, o meia Ilkay Gundogan pode ser o próximo.

A notícia é publicada pelo jornal alemão Bild, que acrescenta que o internacional germânico, de 24 anos, não aceitou a proposta de renovação do Dortmund e assinará pelo conjunto de Pep Guardiola até 2018 a troco de 25 milhões de euros.

Gundogan soma 121 jogos com a camisa do Dortmund, desde que chegou em 2011 proveniente do Nurnberg.

Fonte: http://www.abola.pt/

São Paulo – Brasil – 20:58

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão