Corinthians arranca empate do Palmeiras no Palestra

Palmeiras esteve à frente no placar três vezes, mas cedeu o empate (foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)Palmeiras esteve à frente no placar três vezes, mas cedeu o empate (foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

Os dois maiores rivais do Estado de São Paulo honraram as tradições do Derby na tarde deste domingo. No reformado Estádio Palestra Itália, em uma das melhores partidas do Campeonato Brasileiro, marcada por um primeiro tempo eletrizante, Palmeiras e Corinthians empataram por 3 a 3.

Na metade inicial do clássico, Lucas, Guilherme Arana, Robinho, Amaral (contra) e Dudu marcaram. Na etapa complementar, o centroavante Vagner Love, revelado no próprio Palmeiras, arrancou o empate no último clássico entre os arquirrivais na temporada 2015.

Com 35 pontos ganhos, o Palmeiras, sétimo colocado, tem três a menos que o São Paulo, último integrante do G-4. Na tentativa de se reaproximar do grupo dos classificados à Copa Libertadores, a equipe palestrina volta a campo para enfrentar o Internacional às 19h30 (de Brasília) de quarta-feira, em Porto Alegre.

O Corinthians está há nove clássicos sem vencer – foram cinco derrotas e quatro empates diante dos rivais paulistas. Nada que diminua o ímpeto do time alvinegro, líder do Brasileiro com 50 pontos, cinco a mais que o Atlético-MG. Na próxima rodada, a equipe alvinegra recebe o Grêmio, às 22 horas de quarta-feira.

O Derby – O primeiro gol da movimentada etapa inicial do Derby saiu aos 19 minutos. Em uma falha infantil da defesa, o Palmeiras correu sério risco. No contra ataque, porém, o time alviverde abriu o placar. Lucas recebeu de Dudu pela direita e bateu. A bola desviou em Guilherme Arana e encobriu o goleiro Cássio.

O Corinthians respondeu aos 24 minutos. Após disputa de bola do lado esquerdo, Malcom acionou Guilherme Arana. Responsável pelo desvio que matou o goleiro Cássio no gol do Palmeiras, o lateral invadiu a área e tocou na saída de Fernando Prass para se redimir.

Em ritmo forte, o Palmeiras retomou a vantagem no marcador dois minutos depois, novamente com uma jogada pelo lado direito do ataque. Inspirado, o lateral Lucas cruzou na medida para cabeçada certeira do meio-campista Robinho na primeira trave.

Robinho marcou o segundo gol do Palmeiras no Palestra Itália (foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)
Robinho marcou o segundo gol do Palmeiras no Palestra Itália (foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

 

Aos 37 minutos, pouco depois de Fernando Prass defender chute cara a cara de Renato Augusto, o Corinthians marcou o segundo. Em cobrança de falta pela esquerda, Marciel desviou de cabeça para nova intervenção do goleiro palmeirense. No rebote, pressionado por Vagner Love, Amaral marcou contra.

O último gol do primeiro tempo saiu quatro minutos antes do fim do tempo regulamentar. Zé Roberto cobrou escanteio da esquerda, Alecsandro desviou e Dudu completou de cabeça. Até o apito final, Renato Augusto e Gabriel Jesus tiveram boas chances, mas não conseguiram aproveitá-las.

No intervalo, Tite trocou Marciel por Cristian, mas o Palmeiras manteve o domínio das ações no começo do segundo tempo. Na tentativa de mudar o panorama, o técnico colocou Rildo no lugar de Malcom. Marcelo Oliveira respondeu com duas alterações ao mesmo tempo: Robinho e Alecsandro saíram para as entradas de João Paulo e Cristaldo.

Aos 33 minutos, já com o veterano Danilo no lugar do volante Ralf, o Corinthians chegou ao empate no Palestra Itália. Após cobrança de falta de Jadson pelo lado esquerdo do ataque, Vagner Love, ex-ídolo da torcida palmeirense, usou a cabeça para definir o placar.

O Derby, um dos melhores jogos do Campeonato Brasileiro, ainda teve uma grande oportunidade nos acréscimos. Aos 46 minutos do segundo tempo, o zagueiro Leandro Almeida cabeceou após cruzamento de Lucas pela esquerda para excelente defesa do goleiro Cássio.

Love marcou no Palmeiras e evitou a derrota do Corinthians (foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)
Love marcou no Palmeiras e evitou a derrota do Corinthians (foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

 

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 3 X 3 CORINTHIANS

Local: Palestra Itália, em São Paulo (SP)
Data: 6 de setembro de 2015, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Rogério Pablos Zanardo (SP)
Público: 35.707 pessoas
Renda: R$ 2.578.440,00
Cartões amarelos: Lucas, Gabriel Jesus, Robinho, Dudu, Leandro Almeida e João Paulo (Palmeiras); Fagner, Gil e Cristian (Corinthians)

Gols
Palmeiras: Lucas, aos 19 minutos do primeiro tempo, Robinho, aos 26 minutos do primeiro tempo, e Dudu, aos 41 minutos do primeiro tempo
Corinthians: Guilherme Arana, aos 24 minutos do primeiro tempo, Amaral (contra), aos 37 minutos do primeiro tempo, e Vagner Love, aos 33 minutos do segundo tempo

PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Leandro Almeida, Vitor Hugo e Zé Roberto; Amaral e Arouca; Robinho (João Paulo), Dudu (Allione) e Gabriel Jesus; Alecsandro (Cristaldo)
Técnico: Marcelo Oliveira

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Felipe, Gil e Guilherme Arana; Ralf (Danilo); Jadson, Marciel (Cristian), Renato Augusto e Malcom (Rildo); Vagner Love
Técnico: Tite

Fonte:      http://www.gazetaesportiva.net/

São Paulo – Brasil – 23:21

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: