‘Xodó’ de Guardiola e ‘talismã’ de Ancelotti: o coringa que virou vice-artilheiro no Bayern

Kimmich soma oito gols na temporada - sete pelo Bayern e um pela Alemanha
Kimmich soma oito gols na temporada – sete pelo Bayern e um pela Alemanha
Apito final no Signal Iduna Park. Borussia Dortmund e Bayern de Munique acabam de empatar sem gols um clássico bastante intenso, quando Pep Guardiola entra em campo e dá uma bronca para todo o mundo ver. Literalmente.

A cena de 5 de março chamou atenção, mas não tanto quanto as apresentações do meio-campista. Contratado no meio de 2015 junto ao Stuttgart, ele era um desconhecido até chegar ao Bayern, pelo qual, a princípio, era um talento a ser lapidado.

No entanto, contratempos exigiram que ele brilhasse antes do esperado, e em outra posição. Com lesões de Boateng e Javi Martínez, Kimmich, de apenas 1,76m, foi improvisado na zaga, inclusive no jogo com o Dortmund.

Ao todo foram 36 partidas na última temporada, sendo a maioria na metade final. O desempenho foi digno de elogio de Guardiola, que se encantou com o atleta de 21 anos.

“Eu amo esse garoto. Ele quer aprender e tem muita paixão”, disse o técnico. “Quando eu falar sobre Joshua Kimmich, eu só posso dizer coisas boas.”

A temporada mudou, o técnico, também, e a defesa se fortaleceu. Boateng está em forma novamente, e Hummels foi contratado, o que faz com que a improvisação do jovem não seja mais necessária. Porém, nem por isso ele deixou de ser importante. Muito pelo contrário.

Jogando na sua posição de origem, Kimmich continuou atuando como frequência – é o décimo com mais minutos em campo entre os atletas de linha do clube bávaro em 2016-17 – e virou um elemento surpresa e começou a fazer mais gols do que nunca. Já são sete em 12 jogos pelo Bayern na temporada, que o deixam atrás apenas do centroavante Robert Lewandowski, com dez gols. Até então, ele havia somado apenas três gols na carreira profissional por clubes – todos pelo RB Leipzig.

Mesmo com Kimmich ‘voando’ no meio de campo do Bayern, que tornou-se ainda mais concorrido com a chegada de Renato Sanches, isso não significa que a vida de coringa acabou. Afinal, ele pode ser considerado o lateral-direito titular da seleção alemã, posto que ocupou nos três jogos das eliminatórias europeias da Copa do Mundo de 2018 até o momento – tendo anotado um gol e uma assistência – e também na Eurocopa. O setor, que estava vago desde aposentadoria de Lahm da seleção após o título do Mundial de 2014, não parece mais disponível.

Na zaga, na lateral ou no meio de campo; com Pep Guardiola ou Carlo Ancelotti; no Bayern de Munique ou na seleção alemã; Joshua Kimmich brilha onde e com quer que seja. 

Fonte:    http://espn.uol.com.br/

São Paulo – Brasil – 22:34

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: