Ex-goleiro da seleção alemã e do Werder Bremen estreia na luta livre

Tim Weise

Tim Wiese, 34 anos, não teve qualquer reação ao saber que teria de incorporar o papel de vilão. Ele passou 15 anos fazendo isso, só que em outro esporte.

O ex-goleiro, integrante da seleção alemã na Copa de 2010, estreou na última quinta-feira na WWE, sigla que determina a World Wrestling Entertainment, a maior companhia de luta-livre do planeta. No Brasil, também conhecido como telecatch.

– Eu estava sempre perto dos torcedores adversários e era o mais xingado. O objetivo do futebol é o gol. Meu papel sempre foi evitá-lo. Ser vilão para mim não representa nenhuma novidade – explica o agora lutador, em declarações enviadas ao L! pela assessoria de imprensa da empresa.

Como um dos melhores goleiros alemães de sua geração, com seis partidas pela seleção e passagens por Kaiserslautern, Werder Bremen e Hoffenheim largou tudo para participar de uma marmelada e chamou atenção. A WWE chama seus espetáculos de “esporte de entretenimento”. Os resultados são combinados. Com 269 partidas pela liga nacional, Wiese recusou transferência para o Real Madrid com a explicação de que não queria ser reserva de Iker Casillas.

Ele afirma ter perdido a motivação no futebol. Não tinha mais paciência para a pressão de estar dentro de campo. A gota que transbordou o copo foi em 2013. O Hoffenheim o afastou por ter causado confusão em uma boate. Quando isso aconteceu, ele já havia se tornado vilão para a própria torcida. Declarou à imprensa desejar se transferir para um clube que disputa a Liga dos Campeões da Europa. Era vaiado em todas as partidas.

– Comecei a jogar futebol pelo prazer. Eu gostava daquilo. Depois se tornou um fardo na minha vida. Só críticas, reclamações, análises da imprensa… Cansei de ser criticado a cada gol que tomava. Não precisava mais daquilo.

Largou tudo em 2014. Para manter a forma, começou a praticar levantamento de peso. Ao se aposentar, tinha 90 quilos. Meses depois, graças a regime especial, bateu nos 130 quilos. Hoje, está com 120. Entrou em programação para queimar gordura e ganhar músculos. Come mais de um quilo de carne por dia. Em um evento da WWE na Alemanha, fez uma participação especial e agradou aos executivos da companhia.

– Eu assistia luta livre, mas nunca prestei muita atenção até que perguntaram se eu não queria tentar.

A WWE é uma empresa norte-americana avaliada em mais de US$ 1 bilhão (R$ 3,2 bilhões). Seus principais lutadores têm status de pop stars em vários países, inclusive nos Estados Unidos. John Cena, o principal nome da marca, tem contrato de US$ 3 milhões por ano (R$ 9,6 milhões), sem contar porcentagem pela venda de merchandising. Os programas de TV estão nas emissoras da cabo há mais de 20 anos, sempre entre os mais assistidos. A WWE Network, canal online, tem 1,5 milhão de assinantes que pagam US$ 9,99 por mês (R$ 32).

Os números mostram que a escolha de Wiese pode ser lucrativa. Tão importante quanto saber lutar é ter personalidade, se mostrar confortável com o microfone na mão. Ser engraçado, ter empatia com o público. Ser amado ou odiado.

– Isso está no meu sangue. As pessoas costumam ficar com raiva de mim. Estou acostumado a dividir opiniões. Acho que por isso era tão detestado. Não mudei nada e gosto de ser vilão – se diverte o ex-goleiro.

Se era odiado em campo, por que não faturar com isso dentro do ringue?

Fonte:  http://www.lance.com.br/

São Paulo – Brasil – 00:15

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: