Além do atual treinador do Manchester City, a ausência de outros treinadores consagrados como Miguel Muñoz, Trapattoni, Bill Shankly, Bela Guttman, Ernst Happel, Luis Aragonés, Capello, Ancelotti, Heynckes e Hitzfeld também foram sentidas.