Conheça o técnico da Alemanha, que não perdeu o emprego nem quando foi rebaixado

Christian Streich está há cinco anos no Freiburg
Christian Streich está há cinco anos no Freiburg

Christian Streich não é um técnico comum.

“É claro que sou diferente dos outros. Mas todos são diferentes também. Há mais de sete bilhões de pessoas que são diferentes uma das outras”, comentou o treinador do Freiburg em uma entrevista ao site da UEFA em setembro de 2013.

Aquele momento representava o auge dele, que levara o Freiburg à quinta posição do Campeonato Alemão em 2012-13 – garantindo vaga na Liga Europa – e, com isso, ficou com prêmio de melhor técnico da competição, segundo a avaliação dos jogadores.

Os anos que viriam porém, foram bem diferentes. Logo na temporada seguinte, a equipe do sul da Alemanha teve dificuldade em conciliar a Bundesliga e o torneio continental, ficando na 14ª colocação e sendo eliminado na fase de grupos, respectivamente.

Em 2014-15, vice-lanterna e rebaixamento. Motivo para demissão? Nem pensar. O técnico diferente talvez esteja em um clube diferente. Streich ficou e segue até hoje. Há mais de cinco anos à frente do time – está desde o fim de dezembro de 2011 -, ele é o técnico com maior longevidade entre os 18 nomes da atual edição da Bundesliga. O segundo colocado no ranking é Peter Stöger, há três anos e oito meses comandando o Colônia.

Streich e Freiburg voltariam à elite já no ano seguinte com o título da segunda divisão. Já na atual campanha, ele volta a fazer um bom trabalho e vê seu time figurar na nona colocação.
Porém, nem só por isso o técnico chama atenção no futebol germânico.

Streich, que disse na entrevista à UEFA que ia de bicicleta aos treinos do Freiburg, já que morava perto, também ganha destaque quando vai aos microfones. O carismático técnico também é alguém de prestígio com as palavras. E se engana quem pensa que ele é eloquente apenas para falar de futebol.

Em 2015, um discurso de oito minutos sobre a questão dos refugiados.

“Como uma questão dos principais países que têm fontes financeiras para tal, e não apenas os países europeus, deveram providenciar mais ajuda humanitária onde é preciso. Isso permitiria muitas pessoas a ficarem com suas famílias e em lugares onde eles têm laços emocionais e familiares. Eu acho que erros decisivos foram cometidos nos últimos meses, porque a questão tem sido afastada e fundos foram reduzidos por países como nós, outros membros da União Europeia, mas também países como Catar e Arábia Saudita”, declarou.

“Agora é uma questão de receber bem essas pessoas, para inseri-los. Medo (na população) tem de ser reduzido. Muitas vezes as coisas envolvem o medo, é sobre o medo dos outros e o medo do desconhecido.”

O engajamento do Streich pode encontrar na qualificação como professor de história e alemão. Além disso, o filho de um açougueiro também já foi representante de vendas.

Apesar de ser apto de exercer outras profissões, Streich sempre esteve ligado ao futebol, após ter encerrado a carreira em 1994. No ano seguinte, ele começou sua experiência na comissão técnica e no Freiburg – tendo se juntado ao elenco sub-19. Desde então, subiu ao time profissional e confirmou-se como uma das grandes figuras do futebol alemão.

 

Fonte: http://espn.uol.com.br/

São Paulo – Brasil – 01:11

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil:  ‏@Batom_efutebol

Follow the Batom and Futebol on Twitter, home of German Football in Brazil:  ‏@Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: