Dortmund é a única equipe das cinco principais ligas europeias que ainda não sofreu gols nesta temporada

Resultado de imagem para Borussia Dortmund

Depois dos torcedores do Borussia Dortmund terem ‘construído’ a célebre Muralha Amarela nas arquibancadas do Signal Iduna Park – que tanto espetáculo dá nos jogos em casa – esta temporda o clube germânico viu chegar um treinador que, em pouco mais de três meses, conseguiu também erguer uma verdadeira muralha… dentro de campo. Bem cotado pela presença na final da última edição da Liga Europa, com o Ajax, e pela famosa capacidade de imprimir nas suas equipes um futebol atrativo e dominador, Peter Bosz assumiu o lugar de Thomas Tüchel e montou um grupo sólido que tem se destacado pela coesão defensiva. Ao final de cinco rodadas, o Borussia ainda não sofreu qualquer gol na Bundesliga, estabelecendo um recorde histórico no campeonato que só surpreende… “quem não conhece” o técnico holandês. 

Bosz ergue muralha

“Este bom rendimento defensivo começa sobretudo no ataque, na reação à perda da bola e na tentativa de recuperá-la o mais rápido possível, não permitindo posse nem transições aos adversários. Sempre foi um treinador que gosta que as suas equipes tenham a bola, controlem o tempo de jogo e não deixem o adversário ter posse, sobretudo no seu meio-campo defensivo”, explica Orlando Sá, atacante português, em declarações a Record, recordando a temporada 2015/16, época em que foi treinado por Peter Bosz nos israelitas do Maccabi Telavive: “Treinávamos constantemente a posse de bola e a reação à perda. Eram sempre sessões de trabalho com muita intensidade, até porque era ele que estabelecia o tempo e os toques que poderíamos dar.” 

Certo é que esta filosofia implementada por Bosz não só tem dado frutos no campeonato, como colocam o Borussia Dortmund nesta altura da temporada, como a única equipe das cinco principais ligas europeias que ainda não sofreu gols.

Mudança de paradigma
Além do sucesso esportivo, Orlando Sá acredita que Peter Bosz vai marcar uma era em Dortmund: “Não mais terá um futebol de transição ou contra-ataque, dependente das individualidades. Será, sim, uma equipe dominadora, sólida defensivamente e com futebol de ataque.” 

Orlanso Sá: “É um treinador muito metódico”
“É um treinador muito calmo e metódico, raramente se exalta e sabe como explicar a um jogador a melhor forma de tirar proveito das suas potencialidades. Mesmo nos momentos não muito bons é fiel às suas ideias e à sua forma de ver o futebol. Gosta que as suas equipes tenham a bola e controlem o tempo de jogo. No Maccabi Telavive treinávamos constantemente a posse de bola e a reação à perda. Eram sempre sessões de trabalho com muita intensidade. Ele precisava de um projeto de maior dimensão.”

#WeAreGermany

São Paulo – Brasil – 01:21

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil:  ‏@Batom_efutebol

Follow the Batom and Futebol on Twitter, home of German Football in Brazil:  ‏@Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Por Josy Galvão

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: