Archive for the ‘Casa e Decoração’ Category

Quarto de criança – Personagens em ação

Toda criança tem uma fase em que só quer saber de uma brincadeira: pode ser um gosto pela boneca Barbie, por algum filme infantil ou mesmo pelo mundo fantástico de um pirata. Se a decoração do canto dos pequenos incorporar os elementos que eles mais gostam, a diversão é garantida! Veja cinco quartos temáticos que são universos à parte.

  (Foto: Victor Affaro)(Foto: Victor Affaro)

Bonecas expostas 
Quando se fala em um quarto da Barbie, a primeira coisa que vem à cabeça é um espaço cor-de-rosa com móveis provençais. Mas não para Marina, de 13 anos. Ela queria manter sua coleção de bonecas, mas sem parecer infantil – afinal, já é quase uma adolescente. A solução das arquitetas Andrea Murao e Simone Marques foi emoldurá-las em caixas com vidro e pendurá-las nas paredes. A decoração tem cores e padrões variados: patchwork de tecidos na cabeceira, amarelo nas paredes, azul-turquesa nos móveis e lilás no teto. Os tons são modernos e, ao mesmo tempo, femininos.

  (Foto: Edu Castello)(Foto: Edu Castello)

Cabana do pirata 
Transformar um quarto de bebê em dormitório de menino. Esse foi o mote seguido pela arquiteta Vivian Wipfli, do escritório Quatro Vezes Wipfli e da Corporação de Ofícios, ao repensar o espaço de seu sobrinho José, de 6 anos. Com 14 m², o ambiente ganhou uma cabana de madeira, suspensa a 70 cm do chão, com portas, janelas e até um alçapão. Lá, ele pode imaginar que é um pirata: há um cesto para guardar espadas, baú do tesouro de brinquedo e mastro com bandeira. Sobre a cama, um tubarão bem macio acompanha as noites do pequeno.

  (Foto: Celia Weiss e divulgação)(Foto: Celia Weiss e divulgação)

Mundo dos brinquedos 
Em Toy Story, da Pixar, brinquedos ganham vida. No quarto projetado pela arquiteta Fernanda Moreira Lima, as brincadeiras dos irmãos Mattia, de 6 anos, e Paolo, de 4, têm lugar ao lado dos bonecos Woody e Jessie, protagonistas do terceiro filme da série. As camas dos meninos ficam em um nível superior, acessado por uma escada revestida de aço inox.
 

  (Foto: Lufe Gomes)(Foto: Lufe Gomes)

Canto dos bruxinhos 
Cartazes com as fotos das crianças e os dizeres “Have you seen this wizard?” não escondem o gosto dos irmãos Theo, de 9 anos, e Cayo, de 6, pelos filmes de Harry Potter, da Warner Bros. Para combinar, a decoração tem base azul e vermelha, assinada pelos arquitetos Toninho Noronha e Renato Andrade. As camas foram encostadas na parede, formando um L para facilitar a circulação e deixar o espaço central livre para brincadeiras.

 (Foto: Edu Castello)(Foto: Edu Castello)

Bichos divertidos 
Os personagens Scrat, um esquilo, e Sid, uma preguiça, saíram direto do filme A Era do Gelo, da 20th Century Fox, para o quarto de Heitor, de 5 anos. O ambiente tem poucos móveis para facilitar a circulação e as brincadeiras do pequeno. Não há cortina, nem tapete, porque ele é alérgico. Projeto do arquiteto Leo Romano.

Fonte: http://revistacasaejardim.globo.com/

São Paulo – Brasil – 22:31

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Seis projetos de lavabos cheios de boas ideias

Se você gosta de receber bem os amigos e familiares, precisa dar atenção ao ambiente. Um espaço acolhedor e bonito expressa carinho pelos visitantes da casa.

Atrás da chamativa porta de correr revestida de cobre (N. Didini), revela-se o ambiente tranquilo, quase todo tingido de azul (ref. Diesel*, da Suvinil). Aqui, a arquiteta Gabriela Müller tirou proveito do contraste entre vibração e leveza – essa última reforçada pela pia de Silestone branco em formato de coluna, desenhada pela profissional. A torneira e a válvula de descarga (Deca), de linhas discretas, também não pesam no décor. O piso é de cumaru de demolição (Indusparquet).

Neste projeto, a arquiteta Zize Zink usou diversos recursos para trazer requinte, a começar pelo limestone bege kepia (Mont Blanc), escolhido para compor bancada, piso e rodapé alto. O restante da parede ganhou papel com estampa de conchinhas (Orlean), sobre a qual se destaca o trio de fotos (Galeria Lume). Acima da cuba, outro elemento para assegurar o glamour: o antigo espelho veneziano, garimpado na Itália e aplicado na placa espelhada. Metais da Deca.

Um visual uniforme e sem excessos – essa foi a proposta seguida pelo designer de interiores Francisco Cálio na reforma do lavabo. Daí o predomínio do concreto e das formas retas. A bancada é uma caixa feita do material, que abriga contêineres de acrílico, empregados para guardar revistas e toalhas. Louças e metais da Deca. “A iluminação, indireta e lateral, produzida com as arandelas (Via Manzoni), evita o surgimento de sombras no rosto de quem se mira no espelho”, diz.

Com farta iluminação natural e paredes revestidas de seixos pretos (Villa della Pietra), este lavabo serve de apoio à área gourmet de uma casa. A ideia das arquitetas Fernanda Negrelli e Andrea Teixeira foi criar um espaço de tonalidades neutras, porém repleto de relevos atraentes. “Além das pedras, a madeira cumpre o papel de agradar o tato: a porta exibe, no lado de dentro, carvalho escovado e, na parte externa, madeira de demolição”, conta Fernanda. Na bancada, o mármore travertino nero completa o clima rústico chique.

A bancada de madeira de demolição, as paredes brancas e a decoração com poucos elementos deram o tom despretensioso ao lavabo da casa do galerista Fábio Gerevine, próxima de Florianópolis. Isso não quer dizer que falte graça ao espaço – ela é garantida com acessórios garimpados mundo afora, como os vidros de perfume e o espelho veneziano (Mercato Art), que reflete a tela de Lula Cardoso Ayres, artista plástico recifense. A forma ovalada da cuba (Deca) ajuda a trazer suavidade.

Revestimento inusitado, o vidro argentato bronze valoriza a parede da bancada no ambiente projetado pelo arquiteto Maurício Queiroz. Ele optou por materiais alinhados à personalidade sóbria do morador, por isso adotou também a cuba de Corian branco esculpido e a porta de pau-ferro (Marcenaria Lisboa). Dois pendentes direcionam sua luz difusa para o tampo, o que minimiza o ofuscamento.

Fonte: http://casa.abril.com.br/

São Paulo – Brasil – 16:14

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Festa infantil Japonesa

Divulgação/Caraminholando

Para comemorar o aniversário da sua filha, inspire-se nesta festa decorada com itens da cultura oriental, repleta de charme e detalhes.

Origamis, sushis, hashis, lanternas e gueixas são alguns dos símbolos do universo japonês. Se você é apaixonada pela cultura oriental, confira a festa infantil decorada pela equipe Caraminholando. Os origamis são de Adriana Suzuki e o bolo, doces e biscoitos decorados de Nika Linden. Seja bem-vinda a um aniversário cheio de delicadeza!

Mesa japonesa

 

Você mesma pode reproduzir essa decoração no aniversário da sua filha! Para isso, enfeite a mesa principal com toalhas, origamis, lanternas japonesas coloridas, bonequinhas de gueixas e uma árvore criativa, feita com galhos secos e flores de papel crepom em tons de rosa. Alguém duvida que os convidados vão adorar?

Diversão para as crianças

Na área externa da festa foi montado um cantinho exclusivo para a criançada. Para reproduzir esta ideia, você vai precisar de um painel com minilanternas japonesas, uma mesa mais baixa, almofadas coloridas, enfeites de gueixas e docinhos. Os pequenos ficarão encantados!

 

Sushis

Na verdade, esses sushis são pães de mel decorados com pasta americana. Dá para acreditar? Na hora de organizar os doces na mesa principal, utilize pequenas tábuas de madeira como essa — simples detalhes que fazem a diferença!

Delicadezas

Os popcakes foram decorados com galhos de árvores e os lacinhos de poá deram um charme extra à apresentação dos docinhos. As xícaras foram enfeitadas com uma fita também com estampa de poás e fofas bonecas japonesas. Dentro delas, você pode servir um doce que as meninas adoram: o bicho de pé!

 

Docinhos

As louças do dia a dia podem ser utilizadas na decoração da mesa principal, basta colar adesivos com símbolos japoneses nas xícaras e bandejas. Toppers com o tema da festa — posicionados sobre os docinhos e forminhas de origami — garantem originalidade à decoração.

 

 

Detalhes

Com papel de scrapbook, você pode fazer pequenos rolinhos em formato de temaki e rechear com pipoca. Outro detalhe essencial da festa é o bolo de aniversário — quanto mais criativo e temático, melhor! Aqui, o bolo foi decorado com a tradicional árvore japonesa: as cerejeiras. Nas cumbuquinhas, o missoshiro deu lugar para deliciosas porções de brigadeiro de colher. Pequenas gueixas completam a decoração da mesa.

Criatividade

Outra ideia para inovar na composição da mesa é posicionar as bandejas de doces sobre dobraduras que imitam o movimento dos leques japoneses. E não se esqueça: os toppers de gueixas não podem faltar nos docinhos! Já os biscoitos — decorados com símbolos japoneses com votos de coisas boas para o aniversariante e para os convidados — foram posicionados sobre pequenos pedaços de bambu.

 

Caraminholando – Atelier de Festas: http://www.caraminholando.com.br/

Adriana Suzuki – Origamis Especiais: http://adrianasuzuki.blogspot.com.br/

Nika Liden – Cakes and Sweets: http://www.nikalinden.com.br/

Fonte: http://bebe.abril.com.br/

São Paulo – Brasil – 23:18

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

13 organizadores para guardar Cds, DVDs, blu-rays e vinis

Há alternativas para quem curte organizar e catalogar, porém não quer chamar o marceneiro para um serviço sob medida. Em qual desses produtos cabe a sua coleção?

Guarde seus preciosos discos de vinil em um compartimento especial. A caixa customizada The Beatles é de MDF e exibe interior de veludo. Dispõe de espaço para 25 LPs (15 x 33 x 33 cm*). Bumerangue Presentes. Largura x profundidade x altura.

 

Estreita e alongada, a estante Nativa, com quatro nichos, pode ser usada de pé (à esq., na foto) ou deitada (à dir., na foto), cumprindo a função de rack (rodízios acompanham). De pínus no padrão cerezo, mede 0,28 x 0,38 x 1,90 m. Meu Móvel de Madeira.

 

Você decide entre fixar o cubo (ref. BCB 03-06, grafite, da BRV) sozinho ou montar uma composição com mais peças. De MDP laminado, o produto tem fundo vazado e dimensões de 33 x 35 x 36 cm. PontoFrio.com. Largura x profundidade x altura.

 

O expositor Exact (20 x 14 x 83 cm) comporta as caixinhas de até 76 CDs ou 52 DVDs. De parede, para pendurar na vertical, é fabricado em chapa de aço e coberto de pintura epóxi-pó. Tok & Stok. Largura x profundidade x altura.

 

Feita de arame de aço revestido de vinil, a Torre para DVDs, da Metaltru, exibe formato bem tradicional e tem capacidade para abrigar 40 embalagens. No tamanho 22,5 x 29 x 93 cm. Aramado.com. Largura x profundidade x altura.

 

Impossível não ficar curioso ao ver a pilha suspensa! O efeito divertido se deve ao Suporte para DVD Harry Houdini – a capa de baixo vai presa em uma mão-francesa parafusada na parede. Para 20 unidades. O Segredo do Vitório.

 

 

 

O Jack Daniels é a cara dos amantes de um drinque com boa música. A caixa de MDF, de 15,5 x 15 x 32 cm, traz estampado o rótulo do famoso uísque norte-americano. Para 15 CDs. Vivart Ateliê. Largura x profundidade x altura.

 

Medindo 71 x 20 x 22 cm, esta prateleira (ref. BPL 12-06) da BRV comporta as embalagens de filmes e de músicas tanto na vertical quanto na horizontal. O modelo é de MDP recoberto de laminado branco. Loja Casa. Largura x profundidade x altura.

 

Unidos, cinco nichos de 13 x 13 x 15 cm compõem o Porta-CD X, que totaliza vagas para 60 discos. Feito de acrílico, está disponível em preto, branco e transparente. Tudo em Acrílico. Largura x profundidade x altura.

Parafusos fixam o Cubo decorativo, da Metaltru, na alvenaria. De MDP revestido de lâmina de celulose FF envernizada, tem medida de 22 x 15,5 x 67 cm. Aramado.com. Largura x profundidade x altura.

 

Organize um índice numérico com os títulos de até 100 CDs e DVDs e aperte o botão correspondente para encontrá-los dentro da Discgear (33,5 x 16 x 17 cm): a caixa se abre com o disco destacado. Kalunga. Largura x profundidade x altura.

 

Lembra caixotes empilhados o design da Aquarela (Multivisão). A estante, medindo 0,53 x 0,30 x 1,46 m, comporta até discos de vinil. É formada por seis módulos de MDF ligados por barras de aço carbono. Leroy Merlin. Largura x profundidade x altura.

 

 

Fonte: http://casa.abril.com.br/

São Paulo – Brasil – 23:16

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

15 cantos de estudo para seus filhos

Na hora de estudar em casa, seu filho merece um lugar adequado – e cheio de estilo. Confira 15 projetos de cantos de estudo assinados por profissionais do CasaPRO

Para aproveitar o espaço sob a janela, Débora Dalanezi e Marcello Sesso fixaram a bancada de estudos na parede. Um nicho superior ajuda a organizar livros.

A escrivaninha antiga foi pintada de cinza escuro para se adequar com a paleta de cores do quarto projetado para um jovem solteiro. Projeto de Juliana Shwartzbaum.

Esta mesa para estudos também funciona como cômoda e tem um porta jóias com visor no tampo. Projeto de Giuliano Luchetti.

A bancada de estudos foi instalada para aproveitar melhor a iluminação natural. Nas laterais, gavetas e nichos aproveitam a profundidade do móvel. Projeto de Adriana Victorelli.

No quarto projetado para duas irmãs, a bancada de estudos aproveita o espaço abaixo da cama superior do beliche. Projeto de Débora Dalanezi e Marcello Sesso.

O espaço entre as camas das duas irmãs serve de bancada de estudos, penteadeira e criado-mudo. Projeto de Patricia Kolanian Pasquini.

O papel de parede estampado foi colocado na meia parede e dá o tom vermelho utilizado nos móveis do resto do quarto. Projeto de Simone Collet.

O móvel que serve de bancada de estudos é a continuação da cabeceira da cama. O projeto de Patricia Pasquini foi feito para um menino de 9 anos.

Vermelho e branco marcam os nichos, marcenaria e a cadeira deste canto de estudos. Um gaveteiro com rodízio aproveita o nicho na parede inferior. Projeto de Patricia Pasquini.

Nichos, armário suspenso e um móvel que se prolonga e funciona como cômoda marcam este quarto projetado por Patricia Pasquini.

Cavaletes e um tampo de vidro compõem esta escrivaninha que ganha seu toque de charme com um pufe estampado. Projeto de Débora Dalanezi e Marcello Sesso.

A bancada de estudos aproveita o espaço entre e a parede e o beliche. O canto do quarto ganhou um painel de recados nas duas paredes. Projeto de Débora Dalanezi e Marcello Sesso.

Nichos aproveitam a parede acima da escrivainha. Para dar mais charme ao canto, um painel de fotos com a palavra “amor” guarda fotos. Projeto de Letícia Araujo.

O beliche tem escada cromada e bancada de estudo é de laca branca – objetos e brinquedos coloridos dão vida ao quarto. Projeto de Helaine Pinterich e Ester Kloss;

Em estilo clássico, esta escrivaninha ganha charme com a cadeira toda trabalhada. Projeto de Carolina Danielian.

Fonte: http://casa.abril.com.br/

São Paulo – Brasil – 23:40

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Quartos de bebê projetados – III

Um quarto de bebê nunca é igual ao outro: para tirar a prova é só conferir os ambientes de encher os olhos projetados pelos profissionais de CasaPRO

A arquiteta Cecilia Mueller contou com a ajuda das sócias Daniela Laudares e Rita Buoro no projeto deste quarto, de 2,5 x 3,3 m x 2,85. Bonequinhas, que copiam o desenho do enxoval, dão graça às paredes, que ainda estampa o nome do bebê: Ligia.

Para o quarto da filha, o pais escolheram a cor lilás e o tema “ursos”. Os nichos, que servem de casinha para os bichos de pelúcia, já estavam no quarto quando a arquiteta Raquel Gaiolla foi chamada para ajudar. Para complementar, ela pegou o molde dos ursinhos, que estampavam o enxoval comprado pelos futuros papais, e os acrescentou nas paredes, com lacinhos de menina.

Para o filho, a mãe queria o estilo provençal no quarto, por ser delicado e combinar com bebês. O espaço de 7,5 m² projetado pela arquiteta Daniella Lima ganhou, então, tons azuis e bichos de pelúcia, como os ursinhos nos quadros acima do berço.

Com 9 m², o quarto da pequena Lívia deveria ser bem romântico, mas prático, e que pudesse ser aproveitado com o passar dos anos. O berço já foi pensado para dar lugar à futura cama, pela arquiteta Rita Fricke.

Para a chegada de sua segunda filha, Helena, a palavra de ordem do projeto da designer de interiores Cristiane Matos era reaproveitamento. A maioria dos móveis a profissional já tinha em casa, como o berço, cômoda e sofá-cama. O tema escolhido para dar graça ao quarto, de 8 m², foi pássaros – eles estampam o móbile, as almofadas e a roupa de cama.

A mamãe queria fugir do tradicional rosa para o quarto da pequena Lorena, por isso a arquiteta Daniella Lima optou pelo vermelho para compor o ambiente de 11, 6 m². O tema que norteia a decoração do quarto pode ser encontrado nos nichos: corujas.

Para a Valentina, a primeira princesa da família, os pais não queriam um quarto com o tradicional rosa e, sim, com um tom diferente: o rosa antigo. Por isso, a arquiteta Ana Elise Andrade Pereira utilizou essa cor nos tecidos e na parede, além de acrescentar um quadro com o tema princesa no quarto de 18,8 m².

O segundo filho do casal estava prestes a chegar e precisava de um cantinho. O desafio de acomodar o berço, o sofá, a cadeira de amamentação, a cômoda/trocador e mesinha de apoio em um ambiente de 8,4 m² ficou para a decoradora Claudia Mattos. O tema do quarto, que tem direito até a quadrinhos com coroas, é “primeiras descobertas”.

O quarto da pequena Julia, projetado pelo decorador Fernando de Camargo, recebeu tulipas, bonecas de pano e borboletas. O ambiente, de 15 m², é todo em rosa e bem feminino, sendo o quarto de mais sucesso projetado pelo decorador.

A cliente da designer de interiores Letícia Laurino Almeida ainda estava em sua barriga quando a profissional começou este projeto. Ela queria que o quarto da sua própria filha, Betina, fugisse das cores tradicionais, por isso optou pelo verde. O espaço, de 10,5 m², ganhou o tema “borboletas”.

Para o primeiro filhinho, o casal pediu um quarto que pudesse ser aproveitado futuramente. Por isso, na hora de escolher as cores para o ambiente de 10,3 m², a arquiteta Roberta Ribeiro optou por tons neutros, que podem ser visto nos papéis de parede.

Para a pequena Yasmin, o pai queria um quarto de princesa. A arquiteta Carla Dadazio entrou em ação para transformar o desejo em realidade: adicionou ao ambiente de 15,1 m², móveis no estilo provençal e colocou até um dossel com voal no berço.

A futura mamãe procurou a designer de interiores Kassandra Leal com dois pedidos: um quarto com cores suaves e com bom espaço para circulação. O tema escolhido para preencher o espaço de 7,8 m² foi “ursinhos”.

A mãe já colecionava bichinhos de pelúcia e, como o quarto da filha era o local ideal para expor a coleção, o tema boneca de pano caiu como uma luva no ambiente de 8 m². A arquiteta Hellen Bacchin projetou prateleiras e nichos para auxiliar na organização e na decoração do quarto.

Para que o quarto pudesse ser utilizado com o passar dos anos, as profissionais Clarice Andrade, Danielly Medeiros e Lucrécia Martino descartaram a ideia de criar um ambiente temático. Como a mãe do bebê é mais moderna, elas optaram por brincar com listras e estampas no espaço de 12 m².

Fonte: http://casa.abril.com.br/

São Paulo – Brasil – 21:01

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Quartos de bebê projetados – II

Um quarto de bebê nunca é igual ao outro: para tirar a prova é só conferir os ambientes de encher os olhos projetados pelos profissionais de CasaPRO

Para a 1ª Mostra de Decoração e Interiores de Cornélio Procópio, a arquiteta Ana Claudia Villas Bôas idealizou este quarto de bebê para uma menina. A paleta de cores utiliza salmão, branco e bege e a iluminação atrás da cama de solteiro foi feita com mangueiras de iluminação embutidas em um nicho de MDF.

Para o quarto do primeiro filho, o pai, fã de esportes, queria este tema. Já a mãe, queria algo diferente e charmoso, que fugisse do tradicional azul e branco. A tarefa de conciliar os desejos no ambiente de 10 m² ficou por conta da arquiteta Karin Pisacane. Na hora de colorir o ambiente, ela optou por um papel de parede xadrez. Ursinhos jogadores no quadro e nas almofadas reforçam o tema esportivo.

O jardim das borboletas decorado por Ana Paula Rodrigues ganhou elementos cereja misturados com rosa bebê. No ambiente, de 3 m x 3,5 m, o grande destaque são as borboletinhas que parecem voar nas paredes.

Projetado para um apartamento em exposição, este quarto assinado pelo arquiteto Anibal Passos pude ser usado tanto por um menino quanto por uma menina. As cores usadas foram branco e verde, que preenchem o espaço de 9 m². O destaque do ambiente fica por conta do desenho em alto relevo, feito com estêncil, que remete às cantigas de roda.

Para o quarto do pequeno Pedro, os pais escolheram utilizar alguns objetos trazidos em sua última viagem a Londres. Inspirado no metrô londrino, o quarto de 7,8 m², projetado pela arquiteta Michelle Dias Nucci, estampa as cores da bandeira inglesa, além de trazer adesivos pontilhados que lembram a linha do trem.

O pai do pequeno Eduardo é apaixonado por bonecos de ação, por isso, no quarto de seu filho não podia faltar um espacinho para eles ficarem expostos. As figuras acabaram guiando a decoração do resto do quarto, de 10 m², e ganhando nichos iluminados exclusivos.

O tema deste quarto é diferente: o futuro. A mãe, já planejando o crescimento do menino, pediu à arquiteta Raquel Klieger um ambiente neutro, que pudesse abrigar o filho ao longo dos anos. A sacada da profissional foi colocar um trocador que poderá se transformar em mesa de estudos.

Para o quarto da filha, os pais queriam praticidade e facilidade de locomoção no ambiente, além de uma decoração clean, com carinha de quarto de bebê. O tema escolhido pelas arquitetas Jane Lima e Giovanna Brigatti foi natureza. As plaquinhas de MDF em formato de flores na parede rosa dão um toque feminino ao quarto de 13,1 m².

Para este quarto de bebê, a arquiteta Adriana Lima optou pelo estilo provençal. O tom rosa antigo e móveis com pátina branca preenchem o ambiente de 11,7 m², que tem direito até a um céu estrelado sobre o lustre.

O que não poderia faltar neste quarto, decorado por Ana Paula Rodrigues em parceria com o atelier Pontinhos Mágicos, eram borboletas na parede. Isso porque o tema deste quarto de menina é “boneca no jardim das borboletas”. O ambiente, de 2,5 m x 3 m, ganhou tons de lilás, rosa e amarelo.

Para a Mostra de Quartos da Arte Assinada 2012, a arquiteta Sabrina Balbi Soares projetou este quarto de 9 m². Com tons neutros, que brincam com o bege e cinza, o quarto pode abrigar tanto um menino quanto uma menina. O elemento divertido do ambiente fica por conta do papel de parede, com estampa de docinhos.

A mamãe de primeira viagem era exigente, detalhista e criteriosa, e quem teve que colocar suas ideias em prática foi seu marido, o arquiteto Sérgio Fonseca. O pedido era um quarto, de 8 m², atemporal e lúdico. O floral presente na parede combina com a decoração do berço.

Com o Leão como maestro, o quarto do pequeno Théo tem o tema “orquestra dos bichos”. A responsável por colocá-lo em ação foi a arquiteta Viviane Daher Costa. O destaque do ambiente é o painel de MDF pintado com os bichinhos tocando.

A Isabela era nova na família, mas o irmãozinho já estava neste quarto há 14 anos. Coube a arquiteta Daniella Lima fazer um ambiente que agradasse os dois. Do lado da Isabela, prevalece o rosa; do lado do Caio, o azul.

Os pais já tinham três filhos de casamentos anteriores e a pequena Leticia seria a primeira do casal. Com o apartamento já ocupado, a arquiteta Patricia Tavares teve a missão de transformar o escritório, de 5,85 m², no quarto do futuro bebê. O tema escolhido foi “brincadeiras de meninas” e o ambiente ganhou flores e borboletas para acolher a criança.

Aproveitando alguns móveis do filho mais velho, a mãe queria um quarto prático e de fácil manutenção para o novo bebê. Para a pequena Cecilia, o tema do quarto, de 13 m², foi “bailarinas”, em rosa e lilás. O grande destaque é o papel de parede atrás do berço, com fadinhas estampadas. O ambiente foi projetado pela arquiteta Anamaria Vieira.

Fonte: http://casa.abril.com.br/

São Paulo – Brasil – 23:33

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.260 outros seguidores