Archive for the ‘Diversos’ Category

‘Futebol é o esporte mais belo do mundo’, diz Papa

Resultado de imagem para ‘Futebol é o esporte mais belo do mundo’, diz Papa

O papa Francisco, torcedor do San Lorenzo de Almagro, afirmou nesta sexta-feira (24) que o futebol é o “esporte mais belo do mundo”.   

A declaração foi dada no Vaticano, durante o evento “O futebol que amamos”, organizado pelo jornal La Gazzetta dello Sport, pela Federação Italiana de Futebol (Figc), pela Lega Serie A e pelo Ministério da Educação da Itália.   

“Muitos definem o futebol como esporte mais belo do mundo. Eu penso do mesmo jeito, mas é uma opinião pessoal”, disse o líder da Igreja Católica. Em seguida, no entanto, Jorge Bergoglio alertou que alguns fenômenos “mancham” a beleza e a natureza do futebol, como os interesses financeiros.   

“Por favor, protejam o amadorismo. Que a beleza do futebol não termine no ‘Dou para que dês’ dos negócios financeiros. Não se esqueçam de onde vocês começaram, aquele campo na periferia, aquele pequeno clube… Desejo que vocês sintam sempre gratidão pela sua história, feita de sacrifícios, vitórias e derrotas”, acrescentou.   

A audiência contou com a presença de cerca de 6 mil pessoas, entre técnicos, dirigentes, jovens e pais de aspirantes a jogadores, além de estrelas do mundo do futebol, como o atacante camaronês Samuel Eto’o, o técnico da Itália, Roberto Mancini, e o vice-presidente da Inter de Milão, Javier Zanetti.

 

 

Matéria originalmente publicada por:    https://istoe.com.br

São Paulo – Brasil – 16:08

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

“Eu te amo” versus “Ich liebe dich”

Há quase duas décadas na Alemanha, o colunista Ricardo Domeneck ainda pasma com as diferenças entre brasileiros e alemães em relação ao amor. “Para eles, parecemos saídos de uma telenovela.”

Symbolbild Universität Seminar Bibliothek Flirt (Yü Lan/Fotolia)

Sim, dizem que “ich liebe dich” quer dizer “eu te amo” em alemão. Será mesmo que “eu te amo” quer dizer “ich liebe dich” em português? Não quero relativizar sentimentos que certamente ocorrem por toda a espécie, independente de cultura. Os poemas de amor de todos os tempos e lugares estão aí para confirmar. Ora, é patente que ele (em português, é masculino o sentimento, o amor) ou ela (em alemão torna-se feminino, “die Liebe“) pode ser observado até mesmo em outras espécies. Algumas espécies são monogâmicas. Outras são poligâmicas. E nós, Homo sapiens? “Nós quem, cara pálida?” – alguém poderia responder.

Há quase duas décadas na Alemanha, ainda pasmo por vezes com as diferenças entre brasileiros e alemães em relação ao amor. A essa coisa que chamam de amor. Como podem por vezes ser diferentes as reações a situações tão parecidas. Minha impressão ainda é que, para eles, parecemos saídos de uma telenovela, e nem mesmo das brasileiras, mas das mexicanas. Exagerados! Dramáticos! Gosto de brincar que é tudo culpa de Dolores Duran, Chico Buarque e Angela Rô Rô. Essas nossas lições de fossa.

Eu não deveria ter ouvido tantas vezes os versos daquela canção: “E que me sobe às faces e me faz corar / E que me salta aos olhos a me atraiçoar / E que me aperta o peito e me faz confessar / O que não tem mais jeito de dissimular / E que nem é direito ninguém recusar / E que me faz mendigo, me faz suplicar.”

Não é à toa. Olhem isso. Exageradíssimos. Não consigo pensar em algo equivalente entre os alemães. Sempre brinco com outra coisa: para nós do sul, virar os olhos é expressão de êxtase. Para os do norte, é expressão de tédio.

Pensem bem: na década de 1970, quando Chico Buarque estava compondo “O que será (À flor da pele)”, por aqui reinavam supremos Kraftwerk, Can e Tangerine Dream. Enquanto Chico Buarque e Milton Nascimento soltavam seus falsetes, por aqui cantavam “Wir laden unsere Batterie / Jetzt sind wir voller Energie / Wir sind die Roboter” [“Nós carregamos nossas baterias / Agora estamos cheios de energia / Nós somos os robôs”]. Carambola, vamos nos entender como? Está certo, está certo, estou fazendo exatamente o que eles reclamam que eu faço: exagerando.

Mas deixem-me contar uma história: certa vez, levei um pé na bunda de um alemão. Sofri como um condenado, como um camelo, estava mais perdido do que cachorro que caiu de foguete espacial. Sabe a Laika? Pois é, a Laika.

Estava na casa de um amigo, que olhou para mim, lá sofrendo, e disse: “Como deve ser difícil ser assim.” Eu falei: “Assim como?” E ele respondeu: “Sofrendo como um condenado por causa do fim de um namoro.” Fazia duas semanas! “Criatura, faz duas semanas!”, eu disse. “Ainda vou sofrer por seis meses pelo menos.” E ele respondeu o de sempre: “Como você é exagerado.”

 

 

Matéria originalmente publicada por:     http://www.dw.com/pt-br

São Paulo – Brasil – 20:25

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

No trânsito com Beethoven, casais gays e mascotes

Cidades da Alemanha competem para ver quem tem o semáforo mais original. Além do famoso Ampelmann berlinense, figuras como personagens das TVs locais e mulheres em prol da igualdade estampam sinais de trânsito.

Ampel-Kasperl

Travessia livre com o Kasperl

A cidade bávara de Augsburg teve a ideia de substituir as anônimas figurinhas dos sinais de trânsito por personagens de um orgulho local: o teatro de marionetes Augsburger Puppenkiste, cultuado pelas crianças – e não só – de toda a Alemanha. Na foto, o risonho e falador Karperl. Detalhe importante: ele só aparece no sinal verde; para o vermelho, permanece o bonequinho convencional.

Mainzelmännchen-Ampel (picture alliance/dpa/A. Arnold)

Da telinha para o trânsito

Parece o Cartman do “South Park”, mas não é. A municipalidade de Mainz optou por coordenar o trânsito com os Mainzelmännchen, seis personagens de desenho animado que desde 1963 pontuam os intervalos comerciais da emissora ZDF, sediada nessa cidade no sudoeste da Alemanha. Na foto, Det, cujos companheiros se chamam Anton, Berti, Conni, Edi e Fritzchen.

Pferdle und Äffle-Ampel (picture-alliance/dpa/Fanclub Pferdle und Äffle/Klaus Winter)

Bichinhos suábios a caminho

Já em Stuttgart, o fã clube dos mascotes da emissora de TV regional SWR ainda está lutando para que suas personagens favoritas sejam adotadas nos semáforos da capital de Baden-Württemberg. Trata-se de Pferdle e Äffle (“cavalinho” e “macaquinho”, no dialeto suábio), que se tornaram uma dupla em 1963. No fim de 2017, seus aficionados já haviam conseguido reunir 12 mil assinaturas.

Bonn - Beethoven Ampel (Imago/Steinach)

Sob o signo beethoveniano

Na corrida por um lugar na luz, a cidade de Ludwig van Beethoven, Bonn, não ficou para trás: o retrato do compositor já decora um sinal de trânsito na praça Bertha von Suttner Platz, não muito longe da casa de nascença do grande músico. O modelo foi o célebre retrato pintado por Karl Stieler em 1819, que também só brilha no sinal verde. Em 2020 completam-se os 250 anos de nascimento de Beethoven.

Ampelmänner mit Herz (picture-alliance/dpa/J. Stratenschulte)

Luz verde para os casais gays

Em tempos de aceitação e tolerância, nem só os grandes astros têm a honra de coordenar o trânsito. Em 2015, na época da Parada do Orgulho Gay, Viena deu lugar à imagem de um casal homossexual em seus cruzamentos. Em breve, Frankfurt pretende seguir o exemplo, espalhando duplas gays e lésbicas pelo centro da cidade.

Ampelfrau (Getty Images/S. Postles)

Mulheres no comando

Em março de 2017, em Melbourne, Austrália, dez “homenzinhos do semáforo” cederam lugar a companheiras femininas – ainda que só por 12 meses. Mesmo ridicularizado por alguns, o projeto iniciado por uma organização de interesse público visa incentivar a igualdade de direitos entre os sexos. Também na Alemanha veem-se de vez em quando “mulheres do semáforo”, em Colônia e Leipzig, por exemplo

Ampelmann

O primeiro já é “cult”

Mas o “Ampelmännchen” mais famoso da Alemanha é certamente o de Berlim, que hoje dispõe até de lojas próprias, adornando uma enorme gama de artigos, de camisetas e chaveiros a toalhas, ventiladores e… sinais de trânsito para decoração de interiores. Ele foi lançado em 1969 na antiga Alemanha Oriental, criado por Karl Peglau, que não era sequer designer, mas sim psicólogo do trânsito.

Sinal de trânsito

E os burros também?

Outra cidade que quer igualmente fazer uma diferença através de seus semáforos é Wesel, no Baixo Reno, adotando a imagem de um jumento. A dificuldade é que as diretrizes alemãs para sinais luminosos preveem a representação de um transeunte, e não de um quadrúpede. A municipalidade responsável, em Düsseldorf, está estudando a proposta dos originais vizinhos.

 

 

Matéria originalmente publicada por:   http://www.dw.com/pt-br

São Paulo – Brasil – 23:41

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

O lado social da Bundesliga: O futebol além das quatro linhas

As equipes da Bundesliga tem um trabalho social ativo junto a população onde estão as suas bases. A maioria delas tem fundações próprias que prestam trabalhos assistenciais diariamente, mas no Natal estas ações se intensificam. Confira algumas delas.

VfL Wolfsburg:

Com a finalidade de levar um pouco de alegria às crianças de famílias carentes e que se encontram em hospitais, o Wolfsburg elegeu o desejo de 250 crianças. Estes desejos foram pendurados em seis árvores de Natal em torno das instalações da Volkswagen Arena e na prefeitura – além disso, havia outra árvore no mundo dos brinquedos Schütte em Gifhorn. Nos últimos dias, muitos doadores fizeram com que os desejos das crianças se tornassem realidade.

Com abundância de presentes em suas bagagens, os Lobos e Lobas visitaram crianças doentes nas clínicas de Gifhorn e Wolfsburg na preparação para o Natal. No dia 06 de dezembro, dia em que se comemora São Nicolau. Assim, Felix Ohis Uduokhai, Yunus Malli, Katharina Baunach e Isabel Kerschowski visitarm os jovens pacientes, que não podem estar em casa durante a época do Advento, foi uma grande alegria.

Borussia Dortmund

Desde 12 de dezembro, acontece uma tribuna sul para os pequenos pacientes no hospital de Dortmund. Desde então, um projetor especial passou a exibir imagens da Muralha Amarela na sala de ressonância magnética em todas as paredes. Os pequenos pacientes podem escolher entre uma variedade de vídeos para se distrair, incluindo agora o filme “jogo em casa” do BVB. A Fundação BVB em parceria com o Sparda-Bank West e André Schürrle, Shinji Kagawa, Marco Reus, Sven Bender (hoje no Bayer Leverkusen) e Sokratis Papastathopoulos, estes cinco profissionais se uniram e com a contribuição de 30 mil euros, tornaram possível o elaborado projeto de vídeo.

retrato

retrato

retrato

Além disso, o time do treinador Peter Stöger – com muitos presentes Amarelos e Negros sob os braços – surpreendeu os pequenos pacientes, muitos seriamente doentes, diretamente nos seus quartos no hospital infantil. As crianças brilharam naquele dia, ganhando abraços e autógrafos. “Isto é e continua sendo uma questão de coração para todos nós aqui”, disse o capitão do time Marcel Schmelzer, que participou deste importante evento pela décima vez.

retrato

retrato

retrato

retrato

retrato

retrato

retrato

retrato

retrato

retrato

FC Schalke 04:

Já é parte da tradição que o jogadores do FC Schalke 04 fazem um trabalho de ajuda em nome da Fundação Schalke! No período pré-Natal a equipe visitou várias instituições. Iniciando no dia de São Nicolau. Como nos anos anteriores, a equipe visitou a enfermaria de câncer infantil do Hospital Universitário de Essen, bem como a clínica infantil e adolescente de Gelsenkirchen.

A equipe em torno do capitão, Ralf Fährmann, não tiveram um longo caminho a percorrer quando visitaram o Bairro da Clínica Infantil e Juvenil em Gelsenkirchen-Buer. Levando presentes e doces em pequenas caixas para cada criança e um cheque de 1.904 euros, Daniel Caligiuri, Max Meyer, Matija Nastasic, Yevhen Konoplyanka, Amine Harit, Pablo Insua e Michael Langer, proporcionaram às 80 crianças e jovens e do hospital algumas horas agradáveis.

A enfermaria de câncer infantil do Hospital Universitário de Essen foi visitada por Guido Burgstaller, Bastian Oczipka, Thilo Kehrer, Benjamin Stambouli, Fabian Reese, Alex Nübel e Breel Embolo. Depois de um torneio de bola de cama “All against Schalke 04” – os jovens pacientes ganharam um enorme prêmio – os Azuis Reais passaram em visita nos quartos de crianças e adolescentes, que não podiam deixar suas camas. Na atmosfera pré-natal, eles ajudaram as aproximadamente 100 crianças a esquecer a rotina clínica diária durante uma tarde.

Borussia Mönchengladbach

Todos os profissionais do Borussia Mönchengladbach e a equipe de treinamento levaram cerca de uma hora para visitar nove albergues infantis e juvenis em Mönchengladbach e áreas vizinhas. O equipe assinou autógrafos, estava pronto para fotos e palestras curtas. Um encontro com a tradição na preparação para o Natal: pela décima primeira vez, o Borussia convidou albergues infantis e juvenis para o café Advento.

“Se você olhar para os olhos felizes das crianças, você pode ver quão grande é a sua alegria, e que nós proporcionamos com essa ação”, disse o capitão Lars Stindl, representante de todo o Borussia. Mais de 780 meninos e meninas e quase 300 pais e cuidadores aceitaram o convite. 

Hertha Berlin

Com um calendário de advento especial, o Hertha Berlin apoia pessoas em situações difíceis. No período de 1 a 24 de dezembro, os cidadãos de Berlin estão cumprindo os desejos de seus corações junto com seus fãs e parceiros.

A Charité Berlin foi o destino da equipe de Natal do Hertha. Em um caso com três filhos (5, 10 e 15 anos), ambos os pais estão gravemente doentes. Durante a permanência hospitalar dos pais, um incêndio causado por um defeito técnico destruiu grande parte da casa da família.

Depois que a casa foi restabelecida na medida do possível com doações, a Charité pediu para dar às crianças uma injeção de coragem com uma pequena distração. O Hertha, no entanto, convidou toda a família para o jogo em casa contra o Eintracht Frankfurt. As crianças, juntamente com seu avô e Kai Holzhüter, gerente da Charité Berlin, desfrutaram de algumas horas de lazer no estádio. Após a partida, houve outra grande surpresa: o capitão do Hertha, Vedad Ibisevic, entregou para as crianças alguns presentes e roupas quentes de inverno em nome dos Azuis e Brancos. O Hertha Berlin deseja a família o melhor, aos pais uma recuperação bem sucedida que todos juntos tenham um final feliz e um feliz Natal!

Colônia:

É uma consulta de tradição. Os profissionais do 1. FC Köln visitaram a clínica infantil em Amsterdamer Straße novamente este ano. “Esta visita é fixa para nós e é claro, que estamos felizes por estar aqui de novo este ano”, disse Peter Stöger. O treinador e a equipe do 1. FC Köln foram recebidos pelo Prof. Dr. Michael Weiß e Prof. Dr. Horst Kierdorf, diretor clínico das clínicas da cidade de Colônia. “Estamos sempre orgulhosos quando estiveram aqui e a alegria sempre dura muito”, disse Chefarzt Weiß.

A delegação do FC visitou a enfermaria do Hospital infantil em grupos. A Fundação 1. FC Köln ofereceu presentes para os jovens pacientes – incluindo cachecóis do clube, bonés e camisas de fãs. As crianças ficaram emocionadas, coletando cartões autógrafos e tirando fotos com os jogadores do FC. A visita foi uma distração bem-vinda na vida cotidiana do hospital.

FC Augsburg

O FC Augsburg está envolvido em um duplo trabalho social. Como no ano passado, a FCA organizou junto com o Augsburg Tafel uma campanha de árvore de Natal. O objetivo é dar às crianças socialmente desfavorecidas um feriado feliz e atender seus desejos. Todos os fãs da FCA que desejam dar um pouco de prazer a criança podem participar.

A FCA e Augsburg Tafel conhecem os desejos do Natal.

Além disso, o Augsburg está novamente envolvido na campanha “empresa com coração”. Em seis datas distintas um profissional da FCA e um funcionário da FCA são convidados para a barraca alpina Dieter Held do Mercado de Natal de Augsburg, o Christkindlesmarkt  para servir e vender vinho quente e uma outra bebida não alcoólica. De cada bebida vendida durante o período de presença dos representantes da FCA, Almhütten-Wirt Dieter Held e a FCA doam 50 centavos. Assim, para cada bebida vendida, um euro é doado para a Fundação Kartei der Not, que por sua vez, auxilia as pessoas necessitadas que estão em perigo.

O TSG 1899 Hoffenheim apoia a tradicional campanha de Natal da DFL Foundation. Em 2017, vai investir um total de 45 mil euros para os sem-abrigo, escolas, crianças e adolescentes cronicamente doentes. Nos últimos nove anos, a Fundação do Futebol Profissional Alemão promoveu projetos sociais junto aos clubes da Bundesliga e da 2ª Bundesliga durante a temporada do Advento. Este ano, a DFL Foundation está envolvida em uma ampla campanha de Natal e  conta com a colaboração de três clubes, o TSG, SV Darmstadt 98 e SV Sandhausen .

O TSG e a Fundação DFL apresentaram a sua cooperação em 13 de dezembro no jogo em casa contra o VfB Stuttgart. Em Sinsheim e nos arredores, apóia os projetos escolares que fazem com que as crianças se movam, promovam seus comportamentos sociais e os aproximem de um estilo de vida saudável. As escolas favorecidas, os grupos de lazer e os clubes de fãs são aconselhados e apoiados ativamente por funcionários pedagogicamente experientes da escola de futebol TSG.

Em Darmstadt, o compromisso foi apresentado no dia 3 de dezembro na primeira meia hora do jogo  contra a SSV Jahn Regensburg. Em cooperação com o Darmstädter Sozialdezernat e o Diakonisches Werk Darmstadt-Dieburg, a Fundação DFL e o SV Darmstadt 98 apoiam vários pontos de contato para pessoas sem um local de residência. Os desabrigados recebem da equipe e  do clube  sacos de dormir e um total de 200 “pacotes de inverno” consistindo de luvas, mochilas, toalhas e cupons para lojas de calçados.

O  compromisso com crianças cronicamente doentes foi apresentado pelos parceiros de cooperação DFL Stiftung e SV Sandhausen como parte do jogo contra Holstein Kiel em 17 de dezembro. A terceira campanha de Natal é dedicada a crianças e adolescentes cronicamente doentes. Para melhorar sua qualidade de vida, a Fundação DFL, juntamente com o SV Sandhausen , apoia a iniciativa “COURAGE” do Hospital Universitário de Heidelberg. O financiamento se concentra em jovens pacientes de diálise, bem como crianças e adolescentes entre as idades de nove e 18 anos com transplantes renais ou hepáticos. Como parte de um lazer de férias oferecem  uma variedade de esportes e ofertas de exercícios, eles devem ganhar  novas forças em um ambiente agradável sob cuidados médicos e profissionais.

Como podemos ver na Alemanha o futebol vai muito além das quatro linhas.

Tradução livre de artigos da Bundesliga, DFL e das equipes citadas.

São Paulo – Brasil – 02:50

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Por Josy Galvão

 

Cor-de-rosa a peso de ouro

Estudo da Agência Federal Antidiscriminação da Alemanha mostra que as mulheres pagam mais por produtos e serviços praticamente idênticos aos oferecidos aos homens. E isso embora ganhem, em média, 21% menos.

Imagem de barbeador feminino na cor rosa e branco

Barbeador: basta mudar para azul que fica 13% mais barato na Alemanha

De lâminas de barbear e cortes de cabelo a brinquedos infantis, as mulheres pagam regularmente mais na Alemanha por produtos e, sobretudo, por serviços praticamente iguais, mas comercializados de forma diversa, segundo uma pesquisa divulgada pela agência federal antidiscriminação ADS.

No maior estudo sobre o assim chamado gender-pricing (atribuição de preço conforme o gênero, em tradução livre) já realizado no país, o órgão identificou os cabeleireiros e as lavanderias a seco como os piores vilões da desigualdade. Dos 381 serviços pesquisados, 59% tinham preços diferentes para homens e mulheres, embora fossem praticamente idênticos. Já entre os produtos, a diferença foi bem menor: dos 1.682 itens pesquisados, apenas 3,7% apresentaram diferença de preço para homens e mulheres.

Segundo Christine Lüders, diretora da agência antidiscriminação, “se uma pessoa tem que pagar mais só devido a seu sexo, então isso transgride o preceito contra a discriminação”. Na Alemanha, as mulheres recebem, em média, salários 21% inferiores aos dos homens, e são assim duplamente prejudicadas.

Cor-de-rosa é o novo ouro

O citado preceito antidiscriminação não chegou ainda à realidade do mercado alemão. Entre os exemplos do assim chamado “imposto rosado”, estava um pacote cor-de-rosa com quatro lâminas descartáveis, vendido no mercado popular Aldi por 4,49 euros, enquanto a versão azul “para homens” custava 3,89 euros.

No website da loja de brinquedos Toys ‘R’ Us, um balão saltador da Disney estampado com as princesas do filme de animação Frozen custava 8,99 euros, contra 7,98 euros para a versão com as personagens de Carros, tendo meninos como público-alvo.

Lavagem a seco e corte de cabelo inflacionados

O estudo mostrou que, em serviços envolvendo mais ou menos o mesmo tempo e trabalho, 89% dos cabeleireiros inflacionam seus preços para a clientela feminina (em média 12,50 euros a mais para um corte de cabelos curtos), assim como 32% das lavanderias (1,80 euro a mais para uma blusa feminina do que para uma camisa de homem).

Lüders recomendou aos cabeleireiros “estabelecer o preço baseado em cada tipo de serviço prestado e não simplesmente cobrar mais caro de acordo com o sexo”. A diretora da agência antidiscriminação citou como exemplo positivo a Áustria, onde os cabeleireiros já adotaram tabelas de preços com neutralidade de gênero. A ADS disse esperar ter conscientizado os consumidores sobre as discrepâncias existentes, pedindo que monitorem mais de perto a discriminação de gêneros através da marcação de preços.

 

Matéria originalmente publicada por:   http://www.dw.com

São Paulo – Brasil – 23:50

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

Ferrari pilotada por Schumacher é leiloada por US$7,5 milhões

Resultado de imagem para Ferrari pilotada por Schumacher é leiloada por US$7,5 milhões

Uma Ferrari pilotada pelo alemão Michael Schumacher no circuito de Mônaco foi leiloada pela casa Sotheby’s, em Nova York, nos Estados Unidos, por US$ 7,5 milhões (cerca de R$ 24,6 milhões).   

A Ferrari foi guiada pelo heptacampeão de Fórmula 1 em 2001, em corrida vencida por ele e no ano em que o alemão faturou seu quarto título na categoria.   

O valor arrecadado pelo carro do alemão, que foi um dos mais disputados no leilão, superou as expectativas iniciais que eram arrecadar um valor entre US$ 4 milhões e US$ 5 milhões. O nome do comprador não foi revelado.   

“Isto não é uma obra de arte, mas todos nós crescemos entre automóveis, sonhamos com automóveis e penso que não faz mal fazer uma pequena concessão neste leilão”, explicou o responsável da Sotheby’s, Grégoire Billault.   

Em dezembro de 2013, Schumacher sofreu um grave acidente de esqui nos Alpes franceses, batendo a cabeça em uma pedra. O ex-piloto ficou em coma e precisou passar por diversas cirurgias. Atualmente, pouco se sabe sobre seu estado de saúde.   

 

 

Matéria originalmente publicada por:     https://istoe.com.br/

São Paulo – Brasil – 23:19

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

Festival de forró traz sanfoneiro Flávio José à Alemanha

Em sua quinta edição, o Forró de Colônia é um dos maiores eventos do gênero na Europa.

Resultado de imagem para Flávio José na Alemanha

O Forró de Colônia é um exemplo da expansão desse gênero musical na Europa: de 2016 para 2017, o número de festivais de forró no continente triplicou, passando de 15 para 50.

Eventos como esse atraem cada vez mais participantes interessados em aprender a dança e os ritmos de origem nordestina, tornando-se um ponto de encontro cultural entre brasileiros e estrangeiros.

Em sua quinta edição, o Forró de Colônia contou com a presença do compositor e sanfoneiro Flávio José:

“Esse movimento que se vê aqui na Europa, ele já existe no Brasil ali no sudeste. Tem movimentos dessa natureza em São Paulo, em Minas, em Itaúnas, que é muito tradicional. Enfim, se sabe que no Nordeste em si não há tanto porque lá existe uma visibilidade muito grande para o que é modismo. Além de um pouco de discriminação para a nossa música. Uma vez eu disse que quem iria salvar a música nordestina iria ser o sudeste e a Europa. Aí estranharam, perguntaram por quê. Eu respondi que a internet estava aí para  comprovar o que eu estava dizendo e, chegando aqui, eu não tenho a menor dúvida disso.”

Confira o vídeo!

 

Matéria originalmente publicada por:      http://www.dw.com/pt-br

São Paulo – Brasil – 18:37

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

David Beckham ensina filha a jogar futebol

David Beckham e Harper

Na última quinta-feira (28), David Beckham derreteu o coração de seus seguidores com com vídeos em que ensina a filha caçula, Harper, a jogar futebol. A menina já tem seis anos e é a única menina do clã Beckham. Os outros filhos de David e Victoria são Brooklyn, de 18 anos, Romeo, de 15, e Cruz, de 12. 

Segundo David, essa foi a primeira aula da pequena, mas ela não fez feio nos chutes. E que tal esse uniforme com meias longas e tudo? Lindinha demais! 

 

 

Matéria originalmente publicada por:     https://mdemulher.abril.com.br

São Paulo – Brasil – 01:05

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

Cão é reprovado em treinamento da polícia por ser fofo demais

O cãozinho Gavel foi reprovado para trabalhar na polícia por ser muito amável (Foto: Reprodução / Instagram)O cãozinho Gavel foi reprovado para trabalhar na polícia por ser muito amável (Foto: Reprodução / Instagram)

Quando Gavel era apenas um filhotinho ele passou por um treinamento de seis semanas para integrar o time de cães que ajudam os policiais de Queensland, na Austrália. Na época, as autoridades usaram as redes sociais anunciando o pet como o novo integrante do grupo. Inclusive, elogiaram seu pedigree.

Porém, tudo mudou após o final do treinamento. O cãozinho, de tão fofo e dócil, foi reprovado em fevereiro pelos policiais para trabalhar na casa do governador. Tudo o que ele queria era fazer amizades.

O cãozinho Gavel foi reprovado para trabalhar na polícia por ser muito amável (Foto: Reprodução / Instagram)O cãozinho Gavel foi reprovado para trabalhar na polícia por ser muito amável (Foto: Reprodução / Instagram)

Mas Gavel não ficou desempregado. Após conquistar a todos com seu jeito dócil, ele foi nomeado o vice-cão da casa do governador de Queensland. Lá, ele recepciona os convidados usando um uniforme com seu nome.

 

 

Matéria originalmente publicada por:    http://revistamarieclaire.globo.com

São Paulo – Brasil – 00:42

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

Os preços dos melhores rodízios japoneses de São Paulo

Djapa

Rodízio do Djapa (R$89,00): um dos mais caprichados, com 35 itens (Fernando Moraes)

Os rodízios japoneses da cidade, com diversos sushis, sashimis, pratos quentes típicos e algumas invencionices abrasileiradas, têm clientes fiéis dispostos a comer bem e em grandes quantidades.

Selecionamos os melhores estabelecimentos da cidade especializados nessa modalidade, organizados de acordo com o valor do rodízio para o almoço no final de semana. Confira a lista – clique no nome do estabelecimento para saber seu endereço:

R$ 62,00 – Kozaka: salmão, atum e tilápia cobrem os bolinhos de arroz na linha unidos para sempre. Há ainda uramaki califórnia de manga e temakis. As opções à la carte são quase sempre desprezadas pela clientela que prefere o rodízio (R$ 53,50 no almoço de segunda a sexta, R$ 62,00 no jantar de segunda a quinta e almoço de sábado e R$ 65,00 no jantar de sexta e sábado).

R$ 74,00 – Hakken: vem primeiro à mesa o fraco ceviche, em seguida, aparecem o bom cogumelo shimeji na manteiga mais frituras sequinhas como wonton de abóbora e lula dorée, além de camarão e frango empanados. Os pratos quentes incluem o saboroso salmão mitsuke (cozido no shoyu com gengibre e açúcar). Custa R$ 69,00 às terças e quartas e R$ 74,00 no restante da semana.

Rodízio do Manihi Sushi

Manihi Sushi: o melhor rodízio da cidade é também o mais caro, custa R$ 119,90 (Elvis Fernandes/Divulgação/Veja SP)

R$ 81,00 – Dhaigo: a casa tem a vantagem de fazer os clássicos niguiris de peixes como tainha e robalo, oferecidos por unidade pelas atendentes. No Itaim, de segunda a sexta no almoço, o rodízio custa R$ 68,00, no jantar todos os dias e no almoço no sábado, R$ 81,00. Mais em conta, na unidade de Santana, sai a R$ 59,90 no almoço de terça a sexta e R$ 79,00 nos demais horários.

R$ 82,90 – SassáSushi: servido no jantar e nos fins de semana, o rodízio (R$ 82,90) segue o estilo vapt-vupt. Alguns itens são razoáveis, como o carpaccio de salmão ao molho de maracujá, o guioza e os cogumelos na manteiga. Mas, é tudo feito na pressa e sem capricho, em especial os sushis e o espaguete molenga com camarãozinho, que foi bem melhor no passado. 

R$ 89,00 – Djapa: em segundo lugar na eleição da modalidade por VEJA COMER&BEBER 2016/2017, neste rodízio a mesa é invadida por entradas como vinagrete de lula, um dos 35 itens da comilança. Comece pelas ostras, que continuam a melhor pedida, seguidas de perto pelo tempurá de berinjela sequinho. Além de sashimi de dourado e polvo, há temakis gigantões e sushi à brasileira. Custa R$ 89,00. Durante a semana, de segunda a quinta, a casa oferece no almoço uma versão executiva do rodízio, por R$ 59,00.

Aoyama

Aoyama: rodízio variado por R$ 89,90 (Jair Magri/Veja SP)

R$ 89,90 – Aoyama:  O terceiro melhor rodízio no ranking de VEJA COMER&BEBER 2016/2017, alguns dos pratos não têm nada de japoneses, caso do tartare de salmão, aliás peixe que aparece o tempo todo. Outra pedida que dá certo é o dyos de salmão com abacaxi e raspas de limão. Sai a R$ 89,90. No almoço durante a semana, há uma versão reduzida a R$ 62,90, que não acompanha frutos do mar e sushis especiais.

R$ 119,90 – Manihi Sushi: na sequência premium do melhor rodízio japonês da cidade, eleito por VEJA COMER&BEBER 2016/2017, entram o sashimi de barriga de salmão com batata-doce palha, o camarão empanado envolto em salmão, sushis de camarão, polvo e ovas de massagô, além de vagem de soja verde cozida. Sai a R$ 119,90 o rodízio completo, mas há sugestão sem os itens especiais por R$ 98,90. O almoço executivo de terça a sexta, com menos opções, sai a R$ 67,90. 

Matéria originalmente publicada por:  http://vejasp.abril.com.br

São Paulo – Brasil – 23:32

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão