Archive for the ‘Futebol Espanhol/La Liga’ Category

Definidos os confrontos da semifinal da UEFA Champions League

UEFA Champions League draw

Acabou o mistério e agora é preparar o coração para os próximos duelos, que já estão definidos no principal torneio de clubes europeus. Na manhã desta sexta-feira (21) a UEFA realizou o sorteio dos confrontos que apontaram os finalistas da Champions League 2016/17. 

Real Madrid x Atlético de Madrid farão o primeiro jogo, que acontecerá no dia 02 de maio, enquanto que Monaco x Juventus se enfrentam no dia seguinte. Já as partidas de volta estão marcadas para os dias 09 e 10 do mesmo mês, sendo que as equipes que abrem esta fase voltam a campo na quarta-feira seguinte, invertendo assim a ordem dos duelos da primeira rodada da semifinal.

Sorteio semifinal UCL

As quatro equipes lutam para garantir a vaga da decisão do torneio, que desta vez será realizada em Cardiff, capital do País de Gales, no dia 03 de junho (sábado), às 15h45 (hora de Brasília).

Matéria originalmente publicada por:  http://www.goal.com/br

São Paulo – Brasil – 22:23

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

Bayern de Munique apresenta queixa na UEFA

Bayern Munique apresenta queixa na UEFA

A intervenção da polícia espanhola ao intervalo do Real Madrid-Bayern Munique levou o clube alemão a apresentar uma queixa na UEFA..

“No intervalo do jogo entre o FC Bayern e o Real Madrid aconteceram fortes ataques da polícia espanhola contra os torcedores do FC Bayern”, declarou o clube alemão, que foi eliminado nas quartas de final da Liga dos Campeões.

Os alemães consideram que o procedimento da polícia foi “desajustado e desmedido” e que, por isso, entendeu apresentar a queixa à UEFA e pedir explicações junto das autoridades espanholas.

Os incidentes aconteceram no intervalo, quando o jogo estava empatado sem gols – o Bayern perdeu por 4-2 na prorrogação e foi eliminado -, e o canal alemão Sky referenciou durante a transmissão o “comportamento desproporcional” da polícia.

 

São Paulo – Brasil – 23:23

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil:  ‏@Batom_efutebol

Follow the Batom and Futebol on Twitter, home of German Football in Brazil:  ‏@Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Por Josy Galvão

Ancelotti critica arbitragem após queda do Bayern e pede ajuda de vídeo

Resultado de imagem para Ancelotti

O técnico Carlo Ancelotti não escondeu a insatisfação com a arbitragem da partida que decretou a eliminação do Bayern de Munique na Liga dos Campeões. O time alemão venceu o Real Madrid por 2 a 1 no tempo normal, nesta terça-feira, mas levou a virada e foi batido por 4 a 2 na prorrogação, despedindo-se da competição nas quartas de final.

Ancelotti, contudo, repudiou a atuação do trio de arbitragem. Na sua avaliação, houve falha em três momentos decisivos da partida: em dois gols de Cristiano Ronaldo e na expulsão de Vidal.

“Nós merecíamos mais. As decisões feitas pela arbitragem nos prejudicou muito. O segundo cartão amarelo para Vidal não deveria ter acontecido. E Ronaldo marcou dois gols em posição de impedimento”, atacou o treinador do Bayern. “Não estamos felizes com esta situação. Numa fase de quartas de final, você precisa ter um árbitro com mais qualidade, na minha opinião.”

O treinador pediu até o auxílio de vídeo para a arbitragem para evitar os erros verificados no jogo disputado no estádio Santiago Bernabéu, em Madri. “Está na hora de introduzir os vídeos para ajudar os árbitros”, declarou Ancelotti.

Entre os lances mais polêmicos da partida, Vidal foi expulso ao levar o segundo amarelo em uma dividida com Asensio. Na jogada, o meia chileno acertou primeiro a bola antes de se chocar com o adversário. Mesmo assim, o árbitro húngaro Viktor Kassai decidiu pela exclusão.

No caso dos dois dos três gols marcados por Cristiano Ronaldo, em um deles o atacante português estava claramente em posição irregular. Em outro, estava em posição duvidosa.

Questionado sobre os lances polêmicos, o técnico Zinedine Zidane tratou de valorizar a classificação do seu Real Madrid. “A tarefa do árbitro não foi fácil. Se foi contra a favor do nosso time, eu não entrarei nesta questão. Mais do que o segundo amarelo para Vidal ou os gols impedidos, o fato é que marcamos seis gols em dois jogos e isso significa que merecemos a classificação”, declarou o treinador.

 

Matéria originalmente publicada por:  http://istoe.com.br

São Paulo – Brasil – 23:03

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

 

Real vence Bayern na prorrogação e faz 7ª semifinal seguida na Liga dos Campeões

Resultado de imagem para Real vence o Bayern

Contando com uma ajuda da arbitragem na prorrogação, o Real Madrid derrotou o Bayern de Munique por 4 a 2, nesta terça-feira, e garantiu seu lugar na semifinal da Liga dos Campeões pela sétima vez consecutiva. No tempo normal, o time alemão devolveu o placar da derrota por 2 a 1, sofrida no jogo de ida. Mas, no tempo extra, a equipe espanhola marcou três gols, deslanchando após o gol irregular de Cristiano Ronaldo que empatou o duelo em 2 a 2, ainda no primeiro tempo da prorrogação.

No embalo da torcida, que lotou o estádio Santiago Bernabéu, o Real marcou mais dois gols com facilidade na etapa final do tempo extra, diante de um Bayern totalmente entregue em campo, e decretou a vitória e a classificação. Cristiano Ronaldo foi mais uma vez decisivo, com dois gols. Ao marcar o primeiro, em lance no qual estava impedido, o português chegou à marca de 100 gols na Liga dos Campeões.

A vitória levou o Real Madrid para sua sétima semifinal seguida na principal competição europeia. O atual campeão não fica de fora desta fase da Liga desde a temporada 2009/2010. O time espanhol conhecerá seu próximo adversário, na busca pela vaga em mais uma final, no sorteio que será realizado na sexta-feira.

O JOGO – Real e Bayern fizeram um acelerado primeiro tempo, de muita correria e boas chances de gol para ambos os lados. Precisando do resultado, o time alemão tomou a iniciativa primeiro e até esboçou pressão nos primeiros minutos. Aos 8, Thiago Alcantara e Robben, quase na mesma jogada, desperdiçaram ótima chance dentro da área. Quatro minutos depois, Vidal chutou forte de fora da área e assustou o goleiro Navas.

A resposta do time da casa veio com jogadores da defesa. Carvajal, aos 25, arriscou de fora e deu trabalho para Neuer. Na sequência, Sergio Ramos levo perigo e o zagueiro Boateng evitou o gol.

O ataque espanhol só começou a funcionar a partir dos 30 minutos. Foram três boas oportunidades até o fim da etapa. Na melhor delas, Cristiano Ronaldo arrancou pela direita, invadiu a área e bateu cruzado. Neuer fez a defesa com precisão.

No segundo tempo, o ritmo sofreu ligeira queda. Mesmo assim, o jogo seguia em alto nível e com equilíbrio. Aos 3, Cristiano Ronaldo já desperdiçava chance em cobrança de falta. Na sequência, Isco finalizava, com perigo, para fora.

Sem se abalar pelo ímpeto dos anfitriões e pela desvantagem no placar agregado, o Bayern seguia buscando o ataque. Assim, aos 5, Robben só não abriu o marcador porque Marcelo tirou quase em cima da linha. Um minuto depois, o mesmo atacante holandês era derrubado dentro da área pelo brasileiro Casemiro: pênalti. Na cobrança, Lewandowski finalizou no meio e abriu o placar, aos 7.

Mas a vantagem não era suficiente para classificar o Bayern. Por causa da derrota por 2 a 1 em casa, no jogo de ida, o time alemão precisava vencer por dois gols de diferença – o gol marcado fora dava a vantagem ao Real Madrid. Por essa razão, o técnico Carlo Ancelotti mudou a equipe, de forma a deixá-la mais ofensiva. Trocou Ribèry por Douglas Costa e colocou Thomas Müller no lugar de Xabi Alonso.

Se deixaram o Bayern mais ofensivo, as mudanças também abriram brechas na defesa. E o Real soube aproveitar a oportunidade aos 30, quando Casemiro se redimiu do pênalti cometido na etapa inicial. Em rápido contragolpe, ele lançou na área e Cristiano Ronaldo cabeceou para as redes, empatando o jogo.

A festa espanhola, contudo, durou apenas um minuto. Foi o tempo necessário para surgir mais um vilão do Real no jogo. Num ataque pouco pretensioso do Bayern, Sergio Ramos surgiu de forma atabalhoada dentro da área e empurrou contra o próprio gol, aos 31. Com o gol, as duas equipes repetiam o mesmo placar do jogo de ida, empurrando o confronto para a prorrogação.

Antes disso, o Bayern sofreu importante baixa. Vidal levou o segundo cartão amarelo, em lance no qual atingiu primeiramente a bola, em dividida com Asensio, e foi expulso de campo, aos 39.

Com um a menos em campo, o time alemão tentou não aliviar o ritmo no primeiro tempo da prorrogação. Mas o duelo seguia parelho. Até que a arbitragem contribuiu para desequilibrar a balança em favor do time da casa. Foi aos 14 minutos, quando Cristiano Ronaldo recebeu passe em posição claramente irregular, dentro da área, e bateu para as redes. Foi o 100º gol do atacante português na Liga dos Campeões.

O gol de empate, em 2 a 2, praticamente definiu o jogo. Daí em diante o Bayern se perdeu em campo e o Real só cresceu na partida. Na segunda etapa da prorrogação, o time alemão perdeu confiança e só assistiu ao rival jogar.

Assim, Cristiano Ronaldo anotou seu segundo gol, aos 3, após bela jogada e passe de Marcelo – o português estava em posição duvidosa no momento da finalização. E, três minutos depois, Asensio anotou o quarto gol do time espanhol e sacramentou a vaga do Real na semifinal.

 

Matéria originalmente publicada por:  http://istoe.com.br

São Paulo – Brasil – 22:50

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

Lewandowski treina e tem volta confirmada por Ancelotti: “Ele nos dá confiança”

Lewandowski no treino antes de partida contra o Real Madrid (Foto: ASSOCIATED PRESSAP)

Enquanto o Real Madrid sofreu a baixa de Gareth Bale, o Bayern de Munique terá um importante retorno para o jogo contra o time merengue nesta terça-feira, pela Liga dos Campeões. Recuperado de um problema no ombro direito que o tirou do duelo de ida e da partida do fim de semana pelo Campeonato Alemão, o atacante polonês Robert Lewandowski participou normalmente do último treino antes do duelo e teve presença confirmada pelo técnico Carlo Ancelotti.

Na atividade realizada nesta segunda no Santiago Bernabéu, Lewandowski deu piques, bateu bola com os companheiros e mostrou animação.

– O Lewandowski está bem, sem problema. (…) A presença de Lewandowski vai nos ajudar, mas não muda nossa estratégia de jogo. Ele é muito importante, faz muitos gols, e tê-lo nos dá confiança – disse Ancelotti.

Ainda segundo o comandante italiano, outros dois jogadores que eram dúvida também podem voltar: Boateng e Hummels, que formam a dupla de zaga tanto do Bayern quanto da seleção alemã. Ambos também se recuperam de problemas físicos.

– O treino de hoje é importante para o Jerome e o Matts. Eles treinaram individualmente ontem e têm que fazer o teste no campo hoje. Mas acho que ambos têm boas chances de jogar.

Boateng em ação pelo Bayern diante do Augsburg (Foto: Reuters)

Boateng em ação pelo Bayern diante do Augsburg (Foto: Reuters)

Nos 15 minutos em que a imprensa teve acesso à atividade, Boateng participou normalmente da roda de bobinho, mas Hummels fez um trabalho à parte com o preparador físico, o que indica que suas chances de estar em campo são menores que as do companheiro de defesa.

A partida marca a volta de Ancelotti ao Bernabéu. Ele comandou o Real Madrid entre 2013 e 2015 e teve como principal conquista o título da Champions na temporada 2013/14. Na época, seu auxiliar era Zidane, hoje técnico principal dos merengues. Instigado por um jornalista a palpitar sobre o substituto de Bale – o favorito é Isco -, Ancelotti brincou.

– Tenho carinho pelo Isco, mas é Zizou quem tem que pensar nisso, não eu. Se Zizou me chamar, posso dar um conselho… (risos).

Carlo Ancelotti e Zidane trabalharam juntos no Real Madrid (Foto: Getty Images)

Carlo Ancelotti e Zidane trabalharam juntos no Real Madrid (Foto: Getty Images)

O italiano disse ter vivido momentos inesquecíveis em Madri e sabe que a missão desta terça é bastante difícil. Por isso, pede que o Bayern atinja a perfeição em campo.

– Tivemos um ótimo começo em Munique. Depois cometemos erros. Para tentar algo aqui temos que fazer o jogo perfeito, com intensidade, coragem e personalidade para usar nossa qualidade.

Matéria originalmente publicada por:  http://globoesporte.globo.com

São Paulo – Brasil – 23:48

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

Marc Bartra volta a jogar em um mês

Borussia Dortmund conta com espanhol Marc Bartra dentro de um mês

O jogador espanhol do Borussia Dortmund Marc Bartra, ferido na terça-feira no ataque com explosivos ao ônibus do clube alemão, deve regressar à competição dentro de um mês, estimou hoje o seu treinador Thomas Tuchel.

“Ele queria jogar já”, adiantou Thomas Tuchel, no decorrer de uma conferência de imprensa sobre Marc Bartra, que foi operado com sucesso ao rádio do antebraço direito, na sequência do incidente a caminho do jogo com o Mônaco, em Dortmund, para a Liga dos Campeões.

O ônibus do Borussia Dortmund foi atacado na terça-feira com três explosivos, a caminho do estádio para enfrentar os franceses, que provocaram ferimentos com vidros no zagueiro espanhol e em um policial motorizado da escolta.

 

São Paulo – Brasil – 00:07

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil:  ‏@Batom_efutebol

Follow the Batom and Futebol on Twitter, home of German Football in Brazil:  ‏@Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Por Josy Galvão

Cristiano Ronaldo faz 2, atinge marca histórica e Real vence o Bayern de virada

Resultado de imagem para bayern vs real madrid

Com dois gols de Cristiano Ronaldo, o Real Madrid venceu o Bayern de Munique por 2 a 1, de virada, nesta quarta-feira, na Allianz Arena, e conquistou importante vantagem fora de casa no duelo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões da Europa.

Ao balançar as redes por duas vezes, o português fez história como primeiro jogador a atingir a marca de 100 gols em competições europeias de clubes, sendo que 98 destes gols foram feitos em jogos da Liga dos Campeões – os outros dois foram pela Supercopa Europeia.

O astro precisou de apenas 143 jogos oficiais para atingir esta marca centenária em competições europeias, sendo que ele também ultrapassou Lionel Messi, do Barcelona, que ostenta 98 gols em torneios de clubes organizados pela UEFA. Raúl, outro que fez história pelo Real, é o terceiro nesta lista de goleadores, com 76 pelo time merengue.

Por ter marcado dois gols fora de casa nesta quarta, o Real poderá até perder por 1 a 0 na partida de volta do mata-mata, na próxima terça-feira, no Santiago Bernabéu, que mesmo assim garantirá vaga nas semifinais. Já o Bayern precisará fazer ao menos dois gols no duelo de volta para poder avançar.

O JOGO – Atual campeão e algoz do Bayern na edição 2013/2014 da competição continental, no qual venceu o time alemão por 1 a 0 e 4 a 0 nos confrontos das semifinais, o Real Madrid agora viu o técnico Carlo Ancelotti como seu adversário. Naquela temporada de três anos atrás, o treinador dirigiu a equipe espanhola rumo ao título do importante torneio. Na época, Zinedine Zidane, hoje técnico do Real, era auxiliar do italiano no time merengue.

Agora à frente do Bayern, Ancelotti tentou fazer o time alemão sufocar o Real no início da partida, mas a equipe madrilenha segurou bem o ímpeto dos donos da casa nos primeiros minutos e chegou com perigo pela primeira vez ao gol adversário aos 15 minutos, em cobrança de falta de Cristiano Ronaldo.

E pouco depois, aos 17, o Real esteve ainda mais perto de marcar quando Kroos, outro ex-Bayern, cruzou para o francês Benzema cabecear e obrigar Neuer a praticar grande defesa. Após espalmar com a ponta dos dedos, o goleiro ainda viu a bola tocar no travessão e depois voltar para as suas mãos.

Entretanto, o Bayern seguia perigoso em suas investidas ofensivas e acabou abrindo o placar aos 24 minutos. Após escanteio batido pela direita, a bola passou por Müller, mas não por Vidal, que apareceu livre de marcação e cabeceou com força para vencer o goleiro Navas.

Após o gol, o Real passou a sofrer mais para segurar a pressão do Bayern e ainda viu Casemiro começar a sofrer por causa de problemas físicos e cair no gramado por mais de uma vez, precisando receber atendimento médico.

Com volante brasileiro “baleado” e a marcação no meio-campo mais enfraquecida, o Real quase levou o segundo gol aos 39 minutos. Robben fez boa jogada pela direita e cruzou para Vidal, mais uma vez de cabeça, finalizar com perigo à direita de Navas.

E o Bayern ficou ainda mais perto do segundo gol no finalzinho do primeiro tempo. Aos 44 minutos, Ribéry deu um corte seco em Sergio Ramos na entrada da grande área e bateu colocado visando o canto esquerdo de Navas. No caminho da bola, Carvajal fez o corte com o peito. Porém, pressionado pelo próprio Ribéry, que pedia um toque no braço do adversário, o árbitro marcou erroneamente o pênalti.

Aos 45, Vidal foi para a cobrança, mas isolou a bola por cima do gol de Navas e desperdiçou a ótima oportunidade de fazer o seu time ir para o intervalo com uma vantagem de dois gols.

REAL VOLTA COM TUDO – E o pênalti perdido parece ter tido um efeito psicológico altamente prejudicial para o Bayern, pois o Real voltou para o segundo tempo muito melhor e já empatou a partida logo no primeiro minuto. Carvajal recebeu passe pela direita e cruzou para Cristiano Ronaldo, que bateu de primeira, pelo alto, no canto direito de baixo de Neuer para marcar um golaço.

O gol significou o fim de um jejum de três jogos sem marcar do português nesta Liga dos Campeões. E também o começo de uma reação avassaladora do Real, que passou a mandar no jogo e por pouco já não virou o placar aos 10 minutos. Após bela tabela com Carvajal, Modric cruzou para Gareth Bale cabecear e obrigar Neuer a realizar mais uma grande defesa.

E a pressão do Real começou a ficar ainda maior depois que Javi Martínez, que havia levado um cartão amarelo no início do segundo tempo, foi expulso aos 15 após uma falta dura sobre Cristiano Ronaldo.

Com um a menos em campo, Ancelotti sacou o veterano Xabi Alonso do meio-campo e colocou Bernat para dar mais pegada ao setor defensivo. Pouco depois, o também já cansado Ribéry deu lugar ao atacante brasileiro Douglas Costa, já que o Bayern precisava buscar a vitória em casa.

Entretanto, quem chegou ao segundo gol foi o Real. O jovem Asensio, que havia substituído um aparentemente lesionado Bale na etapa final, cruzou da esquerda para Cristiano Ronaldo, que completou com a sola do pé para a bola entrar entre as pernas de Neuer, aos 31 minutos.

Foi um duro castigo para o goleiro alemão, que poucos minutos antes havia feito duas grandes defesas, primeiro em finalização de Benzema, aos 27, e depois em chute à queima-roupa de Cristiano Ronaldo, aos 29, no qual exibiu extremo reflexo ao impedir o gol com uma das mãos.

Mesmo após o gol, o Real manteve a carga ofensiva com o objetivo de liquidar o mata-mata já na partida de ida e esteve muito próximo de fazer o terceiro gol. Aos 35, depois de receber cruzamento da direita de Cristiano Ronaldo, Marcelo ajeitou com espaço e chutou com perigo à esquerda de Neuer.

O time de Madri ainda balançaria as redes por mais duas vezes, com Benzema e no finalzinho com Sergio Ramos, mas em ambas as oportunidades o francês e o espanhol estavam impedidos e os gols foram acertadamente impugnados.

 

 

Matéria originalmente publicada por:  http://istoe.com.br

São Paulo – Brasil – 23:57

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão