Archive for the ‘Futebol Espanhol/La Liga’ Category

Bayern Munique tenta desviar Rabiot do caminho do Barcelona

A novela em torno da saída de Rabiot do PSG ganha um novo capítulo. O meia foi dado como certo no Barcelona para o início da próxima temporada, depois de o clube espanhol ter negociado com a mãe do jogador, mas o destino de Rabiot pode ser outro.

Segundo informações dadas pela rádio ‘Montecarlo’, o Bayern  iniciou negociações com o clube parisiense para assegurar o francês ainda neste mês de janeiro. Esta é uma opção vista com agrado por parte dos dirigentes do PSG, tendo em conta que o meia termina contrato em junho e, desta maneira, poderiam ganhar algo com a sua venda, ainda que por valores inferiores comparando ao seu atual valor de mercado.

O Barcelona ofereceu um contrato de 5 anos a Rabiot, com um salário e prêmio de assinatura de 10 milhões de euros, e esperam ser o suficiente para o convencer a optar pelo clube da Catalunha.

São Paulo – Brasil – 07:40

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Por Josy Galvão

 

 

Anúncios

De olho na Espanha, Lewandowski disse não para França e Inglaterra

«Lewandowski não quis França nem Inglaterra, só o sol de Espanha»

Cezary Kucharski, ex-empresário de Robert Lewadowski, concedeu uma entrevista à revista Piłka Nożna, na qual admite que no último verão o atacante polonês teve várias opções para deixar o Bayern de Munique, mas só uma lhe interessava realmente.

“Ele tinha várias opções, só que uma mudança para França não se adaptava ao que queria a esposa dele e também não quiseram ir para Inglaterra. Para o Robert só interessava o sol da Espanha, o Real Madrid.»

Nesse sentido, o agente de jogadores explica que não forçou a transferência para os merengues de forma a não prejudicar uma possível renovação com o Bayern, situação que se veio a acontecer.

“Podíamos ter lutado pela transferência, mas havia o risco de as nossas ações não serem suficientes para que ele fosse para o Real Madrid, nem assinar um contrato mais vantajoso como o Bayern”, finalisou.

São Paulo – Brasil – 07:00

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Por Josy Galvão

Dembélé, Aubameyang, Pulisic… Borussia lucrou € 334 mi com vendas de oito atletas desde 2013

A venda de Christian Pulisic para o Chelsea por € 64 milhões (R$ 284 milhões na cotação atual) despertou uma curiosidade logo comprovada: o Borussia Dortmund tem sido um dos mestres do mercado de transferências ao negociar os seus destaques com enorme margem de lucro.

O caso do meia-atacante americano, que sequer era considerado titular e permanecerá emprestado até o fim da temporada, é apenas um dos oito exemplos de excelentes transações que aconteceram desde 2013/14, totalizando um lucro de incríveis € 334,5 milhões (R$ 1,4 bilhão atualmente, embora muitos negócios tenham acontecido com cotações diferentes) em relação ao que foi pago por estes atletas.

Christian Pulisic é a segunda maior venda da história do Borussia Dortmund — Foto: REUTERS/Leon Kuegeler

Christian Pulisic é a segunda maior venda da história do Borussia Dortmund — Foto: REUTERS/Leon Kuegeler

Conseguir vender tão bem (e saber repor) é chave para o clube permanecer competitivo. Os Aurinegros foram campeões de inverno (primeiro turno) do Campeonato Alemão com seis pontos de vantagem para o papa-títulos Bayern de Munique e ameaçam seriamente acabar com a hegemonia que já dura seis anos.

Entre os destaques estão nomes como o inglês Sancho, contratado por € 7,8 milhões diretamente da base do Manchester City na temporada passada, e o espanhol Paco Alcácer, que inicialmente veio por empréstimo do Barcelona, mas agradou tanto que já foi adquirido em definitivo por € 23 milhões – ele é um dos artilheiros da Bundesliga, com 12 gols.

Tratam-se de soluções consideradas baratas no cenário atual. Mas não duvidem se ambos, de tão valorizados, tomarem o mesmo caminho em poucas janelas.

Confira a lista das principais transações abaixo, em ordem cronológica. 

Kagawa

O meia japonês chegou ao Dortmund em julho de 2010 diretamente do Cerezo Osaka numa transação sem custos. Foi bicampeão alemão sendo um dos protagonistas e acabou negociado com o Manchester United em 2012. O curioso é que os alemães o recontrataram dois anos depois pela metade do preço, mas Kagawa já não goza do mesmo prestígio de outrora nas últimas temporadas.

  • Contratado a custo zero

  • Vendido por € 16 milhões

  • Recontratado por € 8 milhões

 — Foto: Getty Images

 Foto: Getty Images

 

Götze

Produto da base, o menino prodígio alemão saiu como traidor ao aceitar uma transação para o Bayern, que pagou o valor de sua cláusula em 2013. A exemplo de Kagawa, também voltou depois por um valor consideravelmente menor e também custa a repetir o nível de atuações.

  • Veio da base

  • Vendido por € 37 milhões

  • Recontratado por € 22 milhões

 — Foto: Reprodução/Twitter

Foto: Reprodução/Twitter

 

Hummels

O zagueiro revelado pelo Bayern assinou com o Dortmund em 2009, aos 20 anos. Evoluiu, conquistou títulos pelo clube, tornou-se titular da seleção alemã, foi campeão mundial e então voltou para a Baviera em 2016 por um valor oito vezes maior. Atualmente não vive a melhor fase da carreira.

  • Contratado por € 4,2 milhões

  • Vendido por € 35 milhões

 — Foto: AP

Foto: AP

 

Gündogan

Mais um belo exemplo da prospecção do Borussia. O meio-campista chegou ao clube aos 20 anos vindo do Nuremberg, também foi campeão – fez até gol na final de Champions perdida para o Bayern – e acabou negociado por cinco vezes mais do que quando foi comprado. Hoje é considerado um reserva participativo no Manchester City de Pep Guardiola.

  • Contratado por € 5,5 milhões

  • Vendido por € 27 milhões

 — Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Mkhitaryan

O armênio foi a maior contratação do clube na época (nunca é fácil negociar com o Shakhtar), mas logo tornou-se peça importante nos times de Jürgen Klopp e Thomas Tuchel. Em três anos foi vendido ao Manchester United, mas não decolou e acabou envolvido na troca por Alexis Sánchez com o Arsenal.

  • Contratado por € 27,5 milhões

  • Vendido por € 42 milhões

 — Foto: Getty Images

 Foto: Getty Images

Aubameyang

O gabonês chegou na mesma janela de Mkhitaryan, em 2013/14, e foi o melhor jogador e artilheiro do Campeonato Alemão, além de ter vencido a Copa da Alemanha antes de se transferir para o Arsenal também por um valor cinco vezes maior. É atualmente o artilheiro da Premier League, com 14 gols em 21 rodadas.

  • Contratado por € 13 milhões

  • Vendido por € 63,7 milhões

 — Foto: Michael Dalder/Reuters

 Foto: Michael Dalder/Reuters

Dembélé

Aqui, o maior exemplo de valorização possível. O meia-atacante francês já era considerado uma grande promessa quando foi pescado ao Rennes, mas uma temporada de 10 gols e 21 assistências aos 19 anos chamou a atenção do Barcelona, que não se importou de desembolsar rios de dinheiro em agosto de 2017 – e ainda não chegou perto de ter o retorno esportivo.

  • Contratado por € 15 milhões

  • Vendido por € 115 milhões

 — Foto: AFP

 Foto: AFP

 

Pulisic

Apesar de americano, o meia-atacante chegou muito jovem à Alemanha e, ainda adolescente, foi conquistando espaço no elenco principal. O curioso é que sua transferência (a segunda maior da história do Borussia) aconteceu num período em que figurava pouco no time titular – o Chelsea, na verdade, aposta no futuro, pois se trata de um jogador de apenas 20 anos. Ele seguirá emprestado até o fim da temporada.

  • Veio da base

  • Vendido por € 64 milhões

 — Foto: AFP

Foto: AFP

 

 

Matéria originalmente publicada por: Fonte:  https://globoesporte.globo.com

São Paulo – Brasil – 07:00

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

Alcácer esquece o Barcelona em 400 minutos e, cheio de confiança, finca sua vaga no Dortmund

Alcácer esquece o Barcelona em 400 minutos e, cheio de confiança, finca sua vaga no Dortmund

Duas temporadas inteiras diluídas em 400 minutos. É como se Paco Alcácer acordasse cedo num belo dia, assustado por um pesadelo, e por volta da hora do almoço já tivesse esquecido o motivo da longa noite mal dormida. Não estamos sequer na metade da temporada, e não se fala mais no atacante de atuações cambaleantes que praticamente não entrava em campo no Barcelona. O tratamento é outro: Alcácer agora é o artilheiro do líder Borussia Dortmund.

Os números falam por si só. O espanhol tem nove gols marcados na temporada – na equipe, só fica atrás de Marco Reus (que tem 11); e no Campeonato Alemão, está na cola de Jovic, do Eintracht Frankfurt (que tem nove). Com mais seis, ele igualaria os 15 que anotou nos dois anos com a camisa do Barcelona.

Não à toa, o Borussia Dortmund exerceu nesta última sexta-feira o direito de compra que existia no acordo de empréstimo junto ao Barcelona e contratou o jogador em definitivo, o vínculo válido até junho de 2023. Para isso, vai pagar €21 milhões, o equivalente a R$ 80 milhões.

Paco Alcácer comemora um dos gols marcados pelo Dortmund — Foto: REUTERS/Leon Kuegele

Paco Alcácer comemora um dos gols marcados pelo Dortmund — Foto: REUTERS/Leon Kuegele

É verdade que Alcácer é só mais um caso de reviravolta no futebol, mas o que impressiona é a velocidade com que isso aconteceu. Os nove gols saíram em oito partidas – com o indispensável detalhe de que, em quatro delas, ele começou no banco. Daí vem os tais 400 minutos: é o tempo exato que o atacante esteve em campo.

– Foi uma surpresa para todo mundo – reconhece Sebastian Webling, jornalista alemão setorista do clube para o site “Funke Sport”.

– Ele mostrou que se adaptou bem, como jogador e como pessoa. Mas tem outras razões que explicam isso (a contratação em definitivo). O Dortmund poderia esperar até o verão para tomar uma decisão, mas o Alcácer queria ficar e disse isso a eles. É por isso que decidiram contratá-lo agora, para fazê-lo se sentir bem e mostrá-lo que é importante para o elenco. E para ser honesto: 21 milhões de euros não é nada a pagar por um bom atacante hoje em dia – completou.

 

Os gols de Paco Alcácer pelo Borussia Dortmund

  • 3 x 1 Eintracht Frankfurt (Bundesliga) – ⚽
  • 4 x 2 Bayer Leverkusen (Bundesliga) – ⚽⚽
  • 3 x 0 Monaco (Champions) – ⚽
  • 4 x 3 Augsburg (Bundesliga) – ⚽⚽⚽
  • 4 x 0 Stuttgart (Bundesliga) – ⚽
  • 3 x 2 Bayern de Munique (Bundesliga) – ⚽

O que acontece com Paco Alcácer parece ser o típico caso do jogador que, de uma hora para outra, se encheu de confiança.  Ele marcou logo na sua estreia oficial, contra o Eintracht Frankfurt. Duas semanas depois, saiu do banco para marcar duas vezes e selar a vitória sobre o Leverkusen. Diante do Augsburg, as coisas tomaram um outro patamar…

O espanhol entrou no lugar de Philipp aos 14 minutos do segundo tempo, com o placar apontando 1 a 0 para o adversário. Aos 17, ele empatou a partida. O Augsburg tomou a frente novamente, mas Alcácer (aos 35) e Götze (aos 39) viraram o jogo. Valente, os visitantes igualaram com um gol de Gregoritsch de cabeça aos 42. Foi então que o espanhol cobrou uma falta do meio da rua para fazer o quarto gol do Dortmund… aos 51 minutos.

No vídeo abaixo (a partir de 4m29s), é possível ver que Guerreiro, canhoto, é quem estava na bola. No entanto, Alcácer saiu da área e pediu para assumir a cobrança, mesmo a posição não sendo a ideal para destros.

Um mero detalhe: Paco Alcácer jamais havia marcado um gol de falta na carreira.

– Estou muito feliz em Dortmund, no Borussia e nesse time maravilhoso. O Borussia Dortmund foi a decisão exatamente correta para mim. Vou fazer tudo que eu puder para agradecer essa confiança – disse ele, ao assinar o novo contrato.

Matéria originalmente publicada por:     https://globoesporte.globo.com

São Paulo – Brasil –  20:19

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

 

 

Barcelona e Bayern mostram interesse por artilheiro da Bundesliga

Resultado de imagem para jovic frankfurt Getty Images

 

Artilheiro do Campeonato Alemão e um dos jogadores de maior destaque nesta temporada, Luka Jovic já despertou o interesse de grandes clubes do futebol internacional. De acordo com a mídia alemã, tanto o Barcelona como o Bayern de Munique buscam a contratação do jovem atacante de apenas 20 anos, que está emprestado pelo Benfica ao Eintracht Frankfurt.

De acordo com a imprensa sérvia, o clube catalão já teria enviado uma pessoa de confiança para acompanhar o jovem que se encontra na seleção, se preparando para o duelo diante de Montenegro, jogo válido pela Liga das Nações.

Para o Barça, a chegada de Jovic pode ser fundamental para que o clube tenha mais opções no setor ofensivo, que muitas vezes fica dependente de atuações impecáveis de Messi. Já para o Bayern, o atacante sérvio pode ser um substituto de Lewandowski, que constantemente reforça seu desejo de procurar novos desafios e jogar em outro gigante do futebol internacional.

O ano de 2018 vem sendo o mais marcante da sua curta carreira, já que foi fundamental para o crescimento do time alemão. O jovem sérvio foi autor do gol que garantiu o Frankfurt na final da Copa da Alemanha na temporada passada (quando venceu o Bayern de Munique na grande decisão), além de ter marcado cinco gols no triunfo por 7 a 1 diante do Düsseldorf.

 

Matéria originalmente publicada por:     http://www.espn.com.br

São Paulo – Brasil –  23:43

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

Fiasco no Barcelona, atacante Paco Alcácer é comprado em definitivo pelo Borussia Dortmund

Resultado de imagem para Paco Alcacer

O Borussia Dortmund vai exercer a opção de compra pelo atacante Paco Alcácer, que estava emprestado pelo Barcelona e teve um início avassalador pelo clube alemão. A notícia foi confirmada pelo dirigente executivo do clube catalão, Òscar Grau, que comunicou o acerto durante a Assembleia de Sócios do Barcelona.

Segundo o jornal espanhol Mundo Deportivo, o Borussia comunicará aos sócios em uma assembleia que irá pagar os 23 milhões de euros (aproximadamente 98 milhões de reais) pelo atacante, com mais 5 milhões de euros em incentivos.

Alcácer não teve uma boa passagem pelo Barcelona. O atacante jogou 51 jogos, nas temporadas 2016-2017 e 2017-2018, mas foi titular apenas 11 vezes. Em dois anos, marcou 15 gols pelo clube catalão: dez pelo Campeonato Espanhol, quatro pela Copa do Rei e um pela UEFA Champions League.

No entanto, o atacante vive um ótimo momento no Borussia. Desde que chegou na Alemanha, Alcácer jogou oito partidas com a camisa Aurinegra e já marcou nove gols, com direito a um hat-trick numa vitória contra o Augsburg e o gol da virada do Dortmund na vitória por 3 a 2 contra o Bayern de Munique, ambas pela Bundesliga.

 

Matéria originalmente publicada por:     http://www.espn.com.br

São Paulo – Brasil –  23:33

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

Jornal aponta motivos que podem levar James Rodríguez a sair do Bayern de Munique

James pode deixar o Bayern em 2019 — Foto: Reuters

James pode deixar o Bayern em 2019 — Foto: Reuters

 

O empréstimo de James Rodríguez ao Bayern de Munique termina em meados de 2019, e, depois disso, a permanência do jogador no clube bávaro ainda é incerta. De acordo com o jornal espanhol “As”, existem alguns fatores internos na equipe que podem fazer com que o colombiano retorne ao Real Madrid na próxima temporada. O principal deles seria a má relação entre James e o técnico do Bayern, Niko Kovac.

O “As” afirma que James está insatisfeito por não ser titular fixo no time de Kovac. Nesta temporada, ele entrou em campo apenas 11 vezes pelo Bayern e acumula 641 minutos de jogo. Em média, é bem menos do que teve na temporada passada, sob o comando de Jupp Heynckes.

Um dos pontos altos da tensão entre James e Kovac foi uma discussão entre os dois, após o empate do Bayern com o Ajax, por 1 a 1, na Liga dos Campeões da Europa. O jogador colombiano, inclusive, teria dito “Isto não é Frankfurt”, em referência ao Eintracht Frankfurt, ex-equipe do treinador.

James no banco do Bayern, contra o Borussia Dortmund — Foto: Reuters

James no banco do Bayern, contra o Borussia Dortmund — Foto: Reuters

 

A má relação com Kovac teria não só causado mal-estar com a diretoria do Bayern, como também deixado James infeliz em Munique. Por isso, o “As” ainda diz que o empresário do colombiano, Jorge Mendes, já conversou com dirigentes do clube bávaro com a intenção de tentar a liberação do jogador depois do período de empréstimo.

Outro motivo que pode tirar James do Bayern é o desejo que a diretoria bávara tem de renovar o elenco na próxima temporada. Como a equipe tem desempenho frustrante na atual edição do Campeonato Alemão – está sete pontos atrás do líder Borussia Dortmund -, os cartolas já pensam em futuras contratações para a janela de verão. Jogadores experientes, como Robben e Ribéry podem sair, e James, que fará 28 anos em 2019, não se encaixaria tanto em um time de perfil jovem.

Por último, o “As” cita o carinho que James tem pelo Real Madrid, o que facilitaria o retorno do jogador à Espanha.

Enquanto convive com os rumores sobre o futuro, James se recupera de uma ruptura parcial dos ligamentos do joelho, sofrida durante um treino do Bayern. Nesta sexta, o colombiano postou uma foto usando muletas e escreveu: “Voltarei muitíssimo melhor e mais forte”.

Desde que chegou ao Bayern, em 2017, James já fez 50 partidas e marcou 11 gols.

Matéria originalmente publicada por:     https://globoesporte.globo.com

São Paulo – Brasil –  00:30

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão