Archive for the ‘Futebol Feminino’ Category

Com Buffon e Neymar,finalistas da Bola de Ouro são revelados

Resultado de imagem para bola de ouro

A revista francesa “France Football” divulgou nesta segunda-feira (9) os 30 jogadores que vão disputar o prêmio “Bola de Ouro”, oferecido ao melhor atleta do ano. Entre os principais craques estão Buffon, Cristiano Ronaldo, Messi e Neymar.   

Criado em 1956, a premiação inicialmente só escolhia o melhor jogador europeu. No entanto, a partir de 1995 passou a premiar jogadores de outras nacionalidades como o argentino Lionel Messi, que venceu cinco vezes, o português Cristiano Ronaldo, com quatro, e o francês Michel Platini, ganhando em três oportunidades.   

Omar Sivori (1961), Gianni Rivera (1969), Paolo Rossi (1982), Roberto Baggio (1993) e Fabio Cannavaro (2006 ) foram os cinco jogadores italianos que já venceram a premiação. Enquanto Ronaldo (1997 e 2002), Rivaldo (1999), Ronaldinho Gaúcho (2005) e Kaká (2007), são os principais brasileiros.   

Entre 2010 e 2015, a premiação era entregue vinculada à Fifa, mas em 2016 a parceria acabou, motivando a entidade que rege o futebol a criar o prêmio “The Best”.   

Confira os 30 indicados: Aubameyang (Borussia Dortmund/GAB) Benzema (Real Madrid/FRA) Bonucci (Milan/ITA) Buffon (Juventus/ITA) Cavani (PSG/URU) Cristiano Ronaldo (Real Madrid/POR) De Bruyne (Manchester City/BEL) De Gea (Manchester United/ESP) Dybala (Juventus/ARG) Dzeko (Roma/BOS) Falcao (Monaco/COL) Griezmann (Atlético de Madri/FRA) Hazard (Chelsea/BEL) Hummels (Bayern de Munique/ALE) Isco (Real Madrid/ESP) Kane (Tottenham/ING) Kanté (Chelsea/FRA) Kroos (Real Madrid/ALE) Lewandowski (Bayern de Munique/POL) Mané (Liverpool/SEN) Marcelo (Real Madrid/BRA) Mbappé (PSG/FRA) Mertens (Napoli/BEL) Messi (Barcelona/ARG) Modric (Real Madrid/CRO) Neymar (PSG/BRA) Oblak (Atlético Madrid/ESL) Philippe Coutinho (Liverpool/BRA) Sergio Ramos (Real Madrid/ESP) Suárez (Barcelona/URU).

 

Matéria originalmente publicada por:   https://istoe.com.br

São Paulo – Brasil – 23:39

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

Anúncios

David Beckham ensina filha a jogar futebol

David Beckham e Harper

Na última quinta-feira (28), David Beckham derreteu o coração de seus seguidores com com vídeos em que ensina a filha caçula, Harper, a jogar futebol. A menina já tem seis anos e é a única menina do clã Beckham. Os outros filhos de David e Victoria são Brooklyn, de 18 anos, Romeo, de 15, e Cruz, de 12. 

Segundo David, essa foi a primeira aula da pequena, mas ela não fez feio nos chutes. E que tal esse uniforme com meias longas e tudo? Lindinha demais! 

Someone’s ready for her first football lesson ❤️ ⚽️

A post shared by David Beckham (@davidbeckham) on

❤️❤️❤️❤️❤️❤️⚽️❤️❤️❤️❤️❤️❤️ Oh My

A post shared by David Beckham (@davidbeckham) on

 

 

Matéria originalmente publicada por:     https://mdemulher.abril.com.br

São Paulo – Brasil – 01:05

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

Demissão da técnica Emily Lima, provoca crise na seleção feminina de futebol

Crédito: Lucas Figueiredo / CBF

A demissão da técnica Emily Lima do comando da seleção brasileira feminina de futebol abriu uma crise na equipe nacional. Três jogadoras anunciaram que não vestirão mais a camisa da equipe e outras prometem seguir o exemplo. Além de prestar solidariedade à treinadora, as atletas apontam falta de amparo e de planejamento da diretoria da CBF e até mesmo apadrinhamento em antigas convocações.

A treinadora caiu após duas derrotas em amistosos realizados na Austrália. Ao todo, Emily Lima comandou o Brasil em 13 jogos, conquistando sete vitórias, um empate e cinco derrotas. Em 10 meses de trabalho à frente da equipe, teve um aproveitamento de 56,4%.

Emily Lima foi a primeira mulher a assumir a seleção feminina. Ela foi anunciada no fim do ano passado após a demissão do técnico Osvaldo Alvarez, o Vadão, que retornou ao cargo agora. A queda da treinadora começou a ganhar força nos bastidores quando a seleção ainda estava em solo australiano, o que fez o elenco escrever uma carta ao presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, pedindo a permanência de Emily. O apelo não convenceu o cartola.

A demissão rendeu muitas críticas de torcedores nas redes sociais e agora algumas atletas também decidiram protestar, anunciando publicamente que não jogarão mais pelo Brasil.

A atacante Cristiane, uma das principais jogadoras do time, foi a primeira. “É a decisão mais difícil que tomei na minha vida profissional até hoje”, declarou a atleta em vídeo publicado no Instagram. “Mas eu não vejo outra alternativa, por todos os acontecimentos e por coisas que já não tenho forças para aguentar”.

O exemplo de Cristiane foi seguido na última quinta-feira por outras duas jogadoras. A meio-campista Fran foi direta. Ela afirmou que não vestirá mais a camisa da seleção pelo fato de a “comissão técnica ter sido despedida da forma que foi” e por Vadão ter sido recontratado.

“Tudo que passei na (seleção) permanente, todo esforço que dei… e chegando na hora H não foi o suficiente. Eles acabaram levando meninas lesionadas para o Mundial, meninas que estavam sem treinar, meninas levadas só por amizade porque não chegaram nem a utilizar. Isso para mim foi demais”, disparou a jogadora.

A lateral Rosana, que tem 18 anos de seleção, também decidiu deixar a equipe. “Sinto que as atletas não têm voz e querer expor um ponto de vista mexe com a vaidade e ego de muitos”, declarou.

Apontado como responsável pela saída da técnica, o coordenador da seleção feminina, Marco Aurélio Cunha, explicou que a queda passou por desempenho e conduta. “A troca sempre é dura, triste e incomoda muita gente, mas essa foi uma decisão da CBF em função dos últimos resultados. Ela tem toda capacidade e mérito, talvez só falte um pouco de maturidade”, disse o dirigente ao canal FOX Sports. Pouco depois, completou: “Não há ninguém que possa dizer que eu desrespeitei qualquer atleta”.

IMPACIÊNCIA – A demissão de Emily Lima foi a sétima de um treinador desde que Marco Polo Del Nero assumiu a CBF, em abril de 2015. Alexandre Gallo caiu da sub-20, Caio Zanardi deixou a sub-17 e Cláudio Caçapa perdeu a sub-15. Dunga foi demitido no ano passado após o vexame da seleção principal na Copa América Centenário; Vadão, após não levar a seleção feminina à medalha na Olimpíada do Rio-2016. No início deste ano, Rogério Micale caiu com o fracasso a seleção sub-20 no Sul-Americano.

 

Matéria originalmente publicada por:     http://istoe.com.br

São Paulo – Brasil – 22:40

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

 

The Best – Neymar concorre com Cristiano Ronaldo e Messi a melhor do mundo

The Best: Neymar concorre com Cristiano Ronaldo e Messi a melhor do mundo

Neymar mais uma vez vai concorrer com Cristiano Ronaldo e Messi ao prêmio de melhor jogador do mundo. Assim como aconteceu há dois anos, em 2015, o craque brasileiro é o intruso da vez entre os dois grandes astros desta geração na disputa pela principal premiação do futebol. O anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira pela FIFA no anúncio dos três finalistas do “The Best”, e o vencedor será conhecido dia 23 de outubro, em cerimônia de gala, em Londres.

Assim, Neymar volta a ter a oportunidade de interromper a incrível sequência imposta por Messi e Cristiano Ronaldo, que se alternam entre os vencedores do prêmio da FIFA desde 2008. O último a ser eleito melhor do mundo antes da dupla foi Kaká, após levar o Milan ao título da Liga dos Campeões em 2007, e o atual dono do posto é o português do Real Madrid.
O camisa 10 do PSG concorre pelo que fez em campo pelo Barcelona e seleção brasileira. Diferentemente do que era feito até 2016, o prêmio será entregue em outubro, não em janeiro do ano posterior, e a disputa leva em conta apenas o que foi feito na temporada 2016/17, com período de avaliação entre 20 de novembro do ano passado até 2 de julho do atual.
 
– Neymar começou o ano ajudando a Seleção a se tornar a primeira equipe a se classificar para a Copa do Mundo da Rússia. Ele foi também decisivo para o Barcelona na última temporada, muito embora sua marca de 20 gols tenha sido inferior aos 31 da temporada anterior e aos 39 da outra. Em contrapartida, anotou um recorde de assistências: 21. O brasileiro foi também um dos heróis da famosa “remontada” contra o PSG nas quartas de final da Liga dos Campeões, contribuindo com dois gols e uma assistência num jogo de volta inesquecível – disse a FIFA, ao apresentar sua escolha pelo brasileiro.
Neymar disputou com Cristiano Ronaldo e Messi pelo prêmio de 2015, ocasião em que o argentino levou a melhor (Foto: Reprodução)
Neymar disputou com Cristiano Ronaldo e Messi pelo prêmio de 2015, ocasião em que o argentino levou a melhor (Foto: Reprodução)

Apesar do sonho do brasileiro, Cristiano Ronaldo é o favorito para levar o FIFA The Best após vencer a Liga dos Campeões, o Campeonato Espanhol e o Mundial de Clubes com o Real Madrid entre novembro e julho. Além disso, o português foi o artilheiro da Champions com 12 gols, superando Messi com 11. Neymar fez quatro apenas, mas foi o maior garçom da competição continental, com oito assistências – brasileiro e argentino, porém, foram até as quartas e jogaram menos que o português (compare abaixo os números do trio ao longo da temporada).

 

Os penetras na briga de Messi e CR7

De 2007 a 2017, o argentino esteve sempre entre os três finalistas. Cristiano Ronaldo ficou fora apenas em 2010. Desde então, o astro do Barcelona venceu cinco vezes, e o craque do Real Madrid levou outras quatro. Tirando Kaká, que faturou o primeiro troféu, outros seis jogadores além de Neymar tentaram quebrar a soberania da dupla na premiação da Fifa, sem sucesso: Fernando Torres (2008), Xavi (2009, 2010 e 2011), Iniesta (2010 e 2012), Ribéry (2013), Neuer (2014) e Griezmann.

Os três melhores do mundo na Era Messi/CR7

Ano Primeiro Segundo Terceiro
2007 Kaká Messi Cristiano Ronaldo
2008 Cristiano Ronaldo Messi Fernando Torres
2009 Messi Cristiano Ronaldo Xavi
2010* Messi Iniesta Xavi
2011* Messi Cristiano Ronaldo Xavi
2012* Messi Cristiano Ronaldo Iniesta
2013* Cristiano Ronaldo Messi Ribéry
2014* Cristiano Ronaldo Messi Neuer
2015* Messi Cristiano Ronaldo Neymar
2016 Cristiano Ronaldo Messi Griezmann
 * nesses anos, o prêmio foi dado em conjunto com a Bola de Ouro da France Football

Melhor goleiro e melhor técnico

A primeira lista divulgada nesta sexta-feira foi de goleiros, com o italiano Buffon, da Juventus, o costarriquenho Navas, do Real Madrid, e o alemão Neuer, do Bayern de Munique, na disputa pelo troféu que será destinado ao vencedor dia 23 de outubro, em Londres. Entre os treinadores, os concorrentes são Allegri, Conte e Zidane pelo que fizeram com Juventus, Chelsea e Real, respectivamente, ao longo da temporada 2016/17.

Definido com base em votos de técnicos e capitães de seleções, jornalistas e torcedores, o prêmio “The Best” foi criado no ano passado, depois de seis anos em que a FIFA e a revista France Football entregaram a Bola de Ouro conjuntamente. A publicação francesa continua entregando o prêmio, mas a maior entidade do futebol criou novo troféu para o melhor jogador do mundo.

 

Os finalistas

Melhor jogador

  • Cristiano Ronaldo (Portugal/ Real Madrid)
  • Lionel Messi (Argentina – Barcelona)
  • Neymar (Brasil – Barcelona/Paris Saint-Germain)

Melhor jogadora

  • Deyna Castellanos (Venezuela – Santa Clarita Blue Heat/Florida State Seminoles)
  • Carli Lloyd (EUA – Houston Dash/Manchester City)
  • Lieke Martens (Holanda – Barcelona)

Melhor técnico

  • Massimiliano Allegri (ITA – Juventus)
  • Antonio Conte (ITA – Chelsea)
  • Zinedine Zidane (FRA – Real Madrid)

Melhor técnico de equipe feminina

  • Nils Nielsen (Dinamarca – Seleção dinamarquesa)
  • Gerard Precheur (França – Lyon)
  • Sarina Wiegman (Holanda – Seleção holandesa)

Goleiro

  • Gianluigi Buffon (Itália – Juventus)
  • Keylor Navas (Costa Rica – Real Madrid)
  • Manuel Neuer (Alemanha – Bayern de Munique)
 

Prêmio Puskás

  • Kevin-Prince Boateng (Las Palmas)
  • Alejandro Camargo (Universidad de Concepcion)
  • Deyna Castellanos (Venezuela Sub-17)
  • Moussa Dembele (Celtic)
  • Olivier Giroud (Arsenal)
  • Aviles Hurtado (Tijuana Xolos)
  • Mario Mandzukic (Juventus)
  • Oscarine Masuluke (Baroka FC)
  • Nemanja Matic (Chelsea)
  • Jordi Mboula (Barcelona Sub-19)

Melhor torcida

  • Borussia Dortmund
  • Celtic
  • Copenhague

Materia originalmente publicada por: globoesporte.globo.com

São Paulo – Brasil – 00:14

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil:  ‏@Batom_efutebol

Follow the Batom and Futebol on Twitter, home of German Football in Brazil:  ‏@Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

Emily convoca seleção para amistosos com a Austrália

Resultado de imagem para Emily convoca seleção para amistosos com a Austrália’

A técnica Emily Lima anunciou nesta segunda-feira a lista de 20 atletas convocadas para representar a seleção brasileira feminina de futebol em dois amistosos contra a Austrália, em setembro. Os destaques da lista ficaram por conta das atacantes Marta e Cristiane, esperança de gols para os confrontos.

Cristiane volta à seleção depois de ser desfalque no Torneio das Nações, quadrangular disputado há um mês com Estados Unidos, Austrália e Japão, no qual o Brasil terminou em último. Marta participou da competição, mas foi poupada da última partida a goleada sofrida por 6 a 1 justamente diante das australianas.

Por isso, a ordem para os próximos dois amistosos é apagar a má impressão deixada há um mês. Emily também já prepara a seleção brasileira para a disputa da Copa América do ano que vem.

A seleção brasileira feminina de futebol vai encarar a Austrália na casa do adversário, nos dias 16 e 19 de setembro. O primeiro amistoso acontecerá no Pepper Stadium, em New South Wales, enquanto o segundo será realizado no McDonald Jones Stadium, em Newcastle.

Confira a lista de convocadas da seleção feminina:

Goleiras: Letícia Izidoro (Corinthians/Audax), Dani Neuhaus (Santos).

Zagueiras: Rafaelle (Changchun Volkswagen-CHN), Bruna Benites (Houston Dash-EUA), Mônica (Orlandro Pride-EUA).

Laterais: Jucinara (Corinthians/Audax), Letícia Santos (Sportclub Sand-ALE), Maurine (Santos).

Meio-campistas: Fran (Avaldsnes Idrettslag-NOR), Andressinha (Houston Dash-EUA), Djenifer (Iranduba), Fabiana (Barcelona), Gabi Zanotti (Jiangsu Suning-CHN),Andressa Alves (Barcelona), Camila (Orlando Pride-EUA), Debinha (North Carolina Courage-EUA).

Atacantes: Bia Zaneratto (Incheon Hyundai Steel Red Angels-COR), Ludmila (Atlético de Madrid), Cristiane (Changchun Volkswagen-CHN), Marta (Orlando Pride-EUA).

 

 

Matéria originalmente publicada por:   http://istoe.com.br

São Paulo – Brasil – 22:06

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

#Futebolfeminino – Mais da metade das jogadoras de futebol não recebe salário de seus clubes

Decepcionante e vergonhoso: segundo pesquisa realizada pela Fifpro, mais da metade das jogadoras de futebol não recebe salário de seus clubes.

Resultado de imagem para futebol feminino

Em estudo realizado pela Fifpro – Federação Internacional dos Jogadores Profissionais de Futebol, com cerca de 3.300 jogadoras de futebol feminino, foi constatado um dado vergonhoso e assustador para o futebol mundial. A pesquisa mostra que mais da metade das jogadoras não recebe nenhum salário de seus clubes.

Os dados apresentados retratam um quadro assustador do futebol feminino no mundo. As jogadoras que atuam na modalidade esportiva não tem e estão muito longe de conquistarem os mesmos direitos que os jogadores das equipes masculinas. A triste realidade deixa claro que o futebol feminino não tem o devido respeito profissional que merece, revelando inclusive que boa parte das jogadoras que representam as suas seleções nacionais também não recebe nenhum salário.

Se nem as melhores jogadoras do mundo, que representam seus países, tem a garantia financeira para desenvolver e trabalhar suas carreiras, o que podemos esperar dos clubes que não levam a sério a modalidade esportiva? 

Esperamos que os dados vergonhosos deste estudo sirvam para chamar a atenção da FIFA, UEFA e Federações Internacionais de Futebol, para que fiquem alertas e cobrem a quem de direito,  o respeito e as responsabilidades devidas com o desenvolvimento da modalidade. Visto que, mesmo com diferentes órgãos criados pela principal entidade gestora do futebol mundial e regras que deveriam ser respeitadas, o futebol feminino continua sendo negligenciado e tratado como uma profissão menor.

A Alemanha viveu algo parecido com a base do futebol masculino, até a Federação Alemã de Futebol – DFB impor regras claras e exigir dos clubes que trabalhassem e investissem nas categorias de base. O programa de desenvolvimento dos jovens jogadores alemães foi transformado e relançado em 2013 com a visão estratégica de aumentar os padrões profissionais e trazer uniformidade a todas as federações regionais da Alemanha.

As academias de futebol devem seguir padrões rigorosos estabelecidos pela DFB e consultores externos. Na temporada 2015-16, os clubes alemães investiram mais de 150 milhões de euros em seus departamentos para o desenvolvimento de jovens atletas. Hoje o resultado que vemos é de um futebol campeão, a Alemanha não produz jogadores “B”, mas sim, vencedores.

O país encara com a mesma seriedade e profissionalismo o futebol feminino, com uma seleção e uma liga fortes na modalidade e que traz retorno para quem investe.

Geralmente ouvimos aqui no Brasil, que futebol feminino não traz retorno financeiro para os clubes e que não lota estádios, o que é uma inverdade. Uma prova disto é o Iranduba, que levou muita gente a Arena Amazônia no Brasileirão, superando inclusive clássicos como Santos e São Paulo (Brasileirão masculino), que levou 10.000 pessoas à Vila Belmiro. Confira abaixo.

29/05/2017 – Iranduba x Santos (semifinais do Brasileiro feminino) – 25.371 pessoas
24/06/2016- Iranduba x Adeco-SP (Liga feminina Sub-20) – 17.322 pessoas
29/05/2017 – Iranduba x Flamengo (semifinais do Brasileiro feminino) – 15.107 pessoas
23/03/2016- Iranduba x Corinthians (1ª fase do Brasileiro feminino) – 8.147 pessoas
21/04/2016 – Iranduba x Flamengo (quartas do Brasileiro feminino) – 7.135 pessoas
12/04/2017 – Iranduba x Corinthians (1ª fase do Brasileiro feminino) – 3.357 pessoas

Esperamos ainda, que o estudo da Fifpro também sirva para lembrar que a falta de respeito e responsabilidade com o futebol feminino pode destruir sonhos e carreiras promissoras de jogadoras que poderiam contribuir com o futebol mundial. Lembrando mais uma vez, o futebol feminino também é uma profissão e merece a mesma visibilidade e apoio que tem a modalidade masculina.

 

 

São Paulo – Brasil – 21:15

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Por Josy Galvão

#FutebolFeminino – Holanda vence Dinamarca na final e conquista Euro Feminina pela primeira vez

Holandesas levantam a taça de campeãs da Eurocopa (Foto: Yves Herman/Reuters)Holandesas levantam a taça de campeãs da Eurocopa (Foto: Yves Herman/Reuters)

 

A Holanda coroou sua ótima campanha e foi campeã da Eurocopa Feminina de 2017. As holandesas, anfitriãs do torneio, levantaram a taça ao vencer a Dinamarca na decisão, por 4 a 2, em Enschede, no início da tarde deste domingo. A equipe terminou a competição com seis vitórias em seis jogos. É a primeira vez que a Holanda conquista o torneio.

A jovem atacante Vivianne Miedema, do Bayern de Munique, foi destaque da final com dois gols e terminou o torneio com quatro, na vice-artilharia, atrás da inglesa Jodie Taylor. A capitã Spitse e a meia Lieke Martens, que atua pelo Barcelona, marcaram os outros dois gols da Holanda. A Dinamarca fez seus gols com Nadim e Harder.

Parte da torcida holandesa levou uma faixa para exaltar Lieke Martens, uma das principais jogadoras da equipe anfitriã, e provocar Neymar. A faixa tinha a mensagem: “Quem precisa de Neymar? Nós temos Lieke” (veja abaixo). Martens foi eleita a melhor jogadora da Euro.

As duas seleções nunca haviam disputado uma final da Euro. Atual campeã olímpica, a Alemanha é a maior vencedora do torneio, com oito conquistas, incluindo a última edição, de 2013. A Noruega foi campeã duas vezes, e a Suécia, medalha de prata no Rio de Janeiro, venceu uma.

As alemãs foram eliminadas da Euro pela Dinamarca, nas quartas de final. As suecas caíram para as holandesas, também nas quartas. A Holanda encerrou a competição com 100% de aproveitamento, 13 gols marcados e apenas três sofridos.

Lieke Martens (dir), melhor jogadora do torneio, e Vivianne Miedema (esq), celebram gol da Holanda (Foto: Yves Herman/Reuters)

Lieke Martens (dir), melhor jogadora do torneio, e Vivianne Miedema (esq), celebram gol da Holanda (Foto: Yves Herman/Reuters)

Holandesas comemoram o título inédito (Foto: Yves Herman/Reuters)

Holandesas comemoram o título inédito (Foto: Yves Herman/Reuters)

Matéria originalmente publicada por:   http://globoesporte.globo.com

São Paulo – Brasil – 21:11

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão