Archive for the ‘Futebol Italiano/Lega Calcio’ Category

Com a porta aberta para deixar o Bayern, Boateng é disputado por Inter de Milão e Juventus

Com a porta aberta para deixar o Bayern, Boateng é disputado por Inter de Milão e Juventus

Os dias do zagueiro alemão Jérome Boateng parecem estar contados no Bayern de Munique. Após o presidente do clube dizer que era melhor o defensor procurar um novo clube, agora foi a vez de o jogador perder a confiança do técnico Niko Kovac.

De acordo com o jornal alemão Bild, além do treinador da equipe, Boateng também não conta com a confiança do diretor esportivo Hasan Salihadmizic, que já deixou claro ao jogador que ele procure uma nova equipe. O defensor, inclusive, já tem um preço fixado para uma eventual transferência: 15 milhões de euros (R$ 65,25 milhões).

Ainda de acordo com o portal alemão, o defensor já possui clubes interessados. Classificados para a próxima edição da Champions League, a dupla italiana Juventus e Inter de Milão já demonstrou interesse em contar com Boateng para a próxima temporada.

O defensor de 30 anos chegou ao Bayern em 2011, vindo do Manchester City, e desde então conquistou inúmeros títulos com a equipe bávara. Dentre eles, a Liga dos Campeões 2012/2013 e os sete troféus consecutivos da Bundesliga. Ao todo, participou de 286 jogos e marcou oito gols.

 

Matéria originalmente publicada por:  https://www.foxsports.com.br

São Paulo – Brasil – 21:44

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

‘Futebol é o esporte mais belo do mundo’, diz Papa

Resultado de imagem para ‘Futebol é o esporte mais belo do mundo’, diz Papa

O papa Francisco, torcedor do San Lorenzo de Almagro, afirmou nesta sexta-feira (24) que o futebol é o “esporte mais belo do mundo”.   

A declaração foi dada no Vaticano, durante o evento “O futebol que amamos”, organizado pelo jornal La Gazzetta dello Sport, pela Federação Italiana de Futebol (Figc), pela Lega Serie A e pelo Ministério da Educação da Itália.   

“Muitos definem o futebol como esporte mais belo do mundo. Eu penso do mesmo jeito, mas é uma opinião pessoal”, disse o líder da Igreja Católica. Em seguida, no entanto, Jorge Bergoglio alertou que alguns fenômenos “mancham” a beleza e a natureza do futebol, como os interesses financeiros.   

“Por favor, protejam o amadorismo. Que a beleza do futebol não termine no ‘Dou para que dês’ dos negócios financeiros. Não se esqueçam de onde vocês começaram, aquele campo na periferia, aquele pequeno clube… Desejo que vocês sintam sempre gratidão pela sua história, feita de sacrifícios, vitórias e derrotas”, acrescentou.   

A audiência contou com a presença de cerca de 6 mil pessoas, entre técnicos, dirigentes, jovens e pais de aspirantes a jogadores, além de estrelas do mundo do futebol, como o atacante camaronês Samuel Eto’o, o técnico da Itália, Roberto Mancini, e o vice-presidente da Inter de Milão, Javier Zanetti.

 

 

Matéria originalmente publicada por:    https://istoe.com.br

São Paulo – Brasil – 16:08

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

Conte pode substituir Niko Kovac no Bayern, diz jornal italiano

Resultado de imagem para Conte pode substituir Niko Kovac no Bayern, diz jornal italiano

Segundo o jornal italiano Corriere Dello Sport, o trabalho de Niko Kovac não agrada aos dirigentes do Bayern de Munique. E o nome preferido dos responsáveis pelo clube alemão para substituí-lo é o de Antonio Conte.

De acordo com o periódico, o destino do atual treinador já está traçado e ele deve deixar a equipe bávara ao final da temporada atual, apesar de estar na liderança do Campeonato Alemão e na semifinais da Copa da Alemanha. O croata tem contrato até a temporada de 2020/21.

Desse modo, Conte se tornou o favorito a assumir o Bayern no meio do ano. O treinador italiano está sem clube desde que deixou o Chelsea, no último mês de julho.

Ainda segundo o veículo, Inter de Milão e Roma também demonstraram interesse em Antonio Conte, mas os salários do técnico – cerca de 10 milhões de euros (cerca de R$ 44 milhões) por temporada – tornaram-se um empecilho.

 

Matéria originalmente publicada por:  http://www.espn.com.br

São Paulo – Brasil – 00:16

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

Futebol alemão tem 14º ano seguido de aumento de receita

Resultado de imagem para Bundesliga

Na terça-feira (12), a DFL, entidade que organiza as duas principais divisões da Bundesliga, divulgou o “2019 DFL Economic Report”, relatório financeiro anual do futebol profissional da Alemanha. E os números mostram que o futebol do país segue com um sucesso impressionante fora de campo.

De acordo com o relatório, os 36 clubes das Bundesligas 1 e 2 faturaram, juntos, € 4,42 bilhões na temporada 2017/2018. Este é o 14º ano seguido de aumento da receita dos dois torneios somados. Para se ter uma ideia, nos últimos dez anos, o futebol profissional alemão registrou um crescimento anual médio de 8,6%.

Se for levada em consideração apenas a Bundesliga, houve um registro de receita total de € 3,81 bilhões na temporada passada. Isso representa um crescimento de cerca de 13% em comparação com a temporada 2016/2017 (€ 3,37 bilhões) e é quase o dobro do registrado há sete anos, em 2010/2011 (€ 1,94 bilhão). Entre os clubes, 17 dos 18 times da primeira divisão obtiveram receitas superiores a € 100 milhões, o que fez com que o patrimônio dos 18 juntos alcançasse o recorde de € 1,6 bilhão, o dobro do registrado na temporada 2013/2014 (€ 807,3 milhões).

“O futebol profissional alemão continua com um desenvolvimento positivo. Isso é impulsionado em particular pela receita dos atuais contratos nacionais de mídia, que foram refletidos nos balanços pela primeira vez. A digitalização e a globalização abrirão novas oportunidades para o futebol profissional alemão nos próximos anos. A fim de criar o ambiente ideal para os clubes e parceiros existentes e potenciais, a DFL está trabalhando consistentemente para melhorar as condições, o que inclui expandir sua liderança em inovação na área de novas tecnologias, bem como sua presença nos mercados internacionais”, revelou Christian Seifert, CEO da DFL.

Ainda segundo o relatório, a força econômica do futebol profissional alemão também está tendo um efeito fiscal e econômico significativo: com € 1,28 bilhão, os 36 clubes e as empresas limitadas da Bundesliga e 2.Bundesliga fizeram um pagamento recorde de impostos e taxas ao estado, assim como à seguridade social e contribuições para o seguro contra acidentes na temporada 2017/2018.

Por último, as duas principais divisões do futebol do país também estão impulsionando o emprego. Pela primeira vez, mais de 55 mil pessoas foram empregadas pelos clubes e suas subsidiárias, direta ou indiretamente.

Vale lembrar que, na semana passada, a própria DFL já havia divulgado que o futebol alemão bateu o recorde de ingressos vendidos até a metade da temporada em 2018/2019. Ou seja, tudo indica que, no relatório a ser anunciado no ano que vem, os números continuem comprovando que o futebol do país é um sucesso realmente considerável fora de campo.

Matéria originalmente publicada por:   https://maquinadoesporte.uol.com.br

São Paulo – Brasil – 07:00

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

Inter de Milão tenta contratação de Robben, diz imprensa italiana

Image result for arjen robben

Em reta final de contrato com o Bayern de Munique, Arjen Robben, de 34 anos, pode reforçar um gigante italiano: a Inter de Milão. Pelo menos é para isso que o clube nerazzurri se movimenta nos bastidores.

De acordo com a imprensa italiana, o holandês recebeu nas últimas horas uma proposta da Internazionale, equipe que atualmente ocupa a terceira posição no Campeonato Italiano. A informação é de que os italianos veem Robben como ótima oportunidade de mercado, já que chegaria a custo zero. 

Revelado pelo Groningen, o craque se destacou pelo PSV, mais tarde se transferindo para o Chelsea. Chegou ao Real Madrid em 2007, na época por 36 milhões de euros. Em agosto de 2009 reforçou o Bayern, onde marcou história e atua até hoje.

Com Robben e companhia, o time bávaro ocupa a vice-liderança da Bundesliga, o Campeonato Alemão. O time soma 36 pontos em 17 jogos, seis a menos que o rival e primeiro colocado, Borussia Dortmund.

 

Matéria originalmente publicada por: Fonte:   https://www.foxsports.com.br

São Paulo – Brasil – 07:55

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

Dembélé, Aubameyang, Pulisic… Borussia lucrou € 334 mi com vendas de oito atletas desde 2013

A venda de Christian Pulisic para o Chelsea por € 64 milhões (R$ 284 milhões na cotação atual) despertou uma curiosidade logo comprovada: o Borussia Dortmund tem sido um dos mestres do mercado de transferências ao negociar os seus destaques com enorme margem de lucro.

O caso do meia-atacante americano, que sequer era considerado titular e permanecerá emprestado até o fim da temporada, é apenas um dos oito exemplos de excelentes transações que aconteceram desde 2013/14, totalizando um lucro de incríveis € 334,5 milhões (R$ 1,4 bilhão atualmente, embora muitos negócios tenham acontecido com cotações diferentes) em relação ao que foi pago por estes atletas.

Christian Pulisic é a segunda maior venda da história do Borussia Dortmund — Foto: REUTERS/Leon Kuegeler

Christian Pulisic é a segunda maior venda da história do Borussia Dortmund — Foto: REUTERS/Leon Kuegeler

Conseguir vender tão bem (e saber repor) é chave para o clube permanecer competitivo. Os Aurinegros foram campeões de inverno (primeiro turno) do Campeonato Alemão com seis pontos de vantagem para o papa-títulos Bayern de Munique e ameaçam seriamente acabar com a hegemonia que já dura seis anos.

Entre os destaques estão nomes como o inglês Sancho, contratado por € 7,8 milhões diretamente da base do Manchester City na temporada passada, e o espanhol Paco Alcácer, que inicialmente veio por empréstimo do Barcelona, mas agradou tanto que já foi adquirido em definitivo por € 23 milhões – ele é um dos artilheiros da Bundesliga, com 12 gols.

Tratam-se de soluções consideradas baratas no cenário atual. Mas não duvidem se ambos, de tão valorizados, tomarem o mesmo caminho em poucas janelas.

Confira a lista das principais transações abaixo, em ordem cronológica. 

Kagawa

O meia japonês chegou ao Dortmund em julho de 2010 diretamente do Cerezo Osaka numa transação sem custos. Foi bicampeão alemão sendo um dos protagonistas e acabou negociado com o Manchester United em 2012. O curioso é que os alemães o recontrataram dois anos depois pela metade do preço, mas Kagawa já não goza do mesmo prestígio de outrora nas últimas temporadas.

  • Contratado a custo zero

  • Vendido por € 16 milhões

  • Recontratado por € 8 milhões

 — Foto: Getty Images

 Foto: Getty Images

 

Götze

Produto da base, o menino prodígio alemão saiu como traidor ao aceitar uma transação para o Bayern, que pagou o valor de sua cláusula em 2013. A exemplo de Kagawa, também voltou depois por um valor consideravelmente menor e também custa a repetir o nível de atuações.

  • Veio da base

  • Vendido por € 37 milhões

  • Recontratado por € 22 milhões

 — Foto: Reprodução/Twitter

Foto: Reprodução/Twitter

 

Hummels

O zagueiro revelado pelo Bayern assinou com o Dortmund em 2009, aos 20 anos. Evoluiu, conquistou títulos pelo clube, tornou-se titular da seleção alemã, foi campeão mundial e então voltou para a Baviera em 2016 por um valor oito vezes maior. Atualmente não vive a melhor fase da carreira.

  • Contratado por € 4,2 milhões

  • Vendido por € 35 milhões

 — Foto: AP

Foto: AP

 

Gündogan

Mais um belo exemplo da prospecção do Borussia. O meio-campista chegou ao clube aos 20 anos vindo do Nuremberg, também foi campeão – fez até gol na final de Champions perdida para o Bayern – e acabou negociado por cinco vezes mais do que quando foi comprado. Hoje é considerado um reserva participativo no Manchester City de Pep Guardiola.

  • Contratado por € 5,5 milhões

  • Vendido por € 27 milhões

 — Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Mkhitaryan

O armênio foi a maior contratação do clube na época (nunca é fácil negociar com o Shakhtar), mas logo tornou-se peça importante nos times de Jürgen Klopp e Thomas Tuchel. Em três anos foi vendido ao Manchester United, mas não decolou e acabou envolvido na troca por Alexis Sánchez com o Arsenal.

  • Contratado por € 27,5 milhões

  • Vendido por € 42 milhões

 — Foto: Getty Images

 Foto: Getty Images

Aubameyang

O gabonês chegou na mesma janela de Mkhitaryan, em 2013/14, e foi o melhor jogador e artilheiro do Campeonato Alemão, além de ter vencido a Copa da Alemanha antes de se transferir para o Arsenal também por um valor cinco vezes maior. É atualmente o artilheiro da Premier League, com 14 gols em 21 rodadas.

  • Contratado por € 13 milhões

  • Vendido por € 63,7 milhões

 — Foto: Michael Dalder/Reuters

 Foto: Michael Dalder/Reuters

Dembélé

Aqui, o maior exemplo de valorização possível. O meia-atacante francês já era considerado uma grande promessa quando foi pescado ao Rennes, mas uma temporada de 10 gols e 21 assistências aos 19 anos chamou a atenção do Barcelona, que não se importou de desembolsar rios de dinheiro em agosto de 2017 – e ainda não chegou perto de ter o retorno esportivo.

  • Contratado por € 15 milhões

  • Vendido por € 115 milhões

 — Foto: AFP

 Foto: AFP

 

Pulisic

Apesar de americano, o meia-atacante chegou muito jovem à Alemanha e, ainda adolescente, foi conquistando espaço no elenco principal. O curioso é que sua transferência (a segunda maior da história do Borussia) aconteceu num período em que figurava pouco no time titular – o Chelsea, na verdade, aposta no futuro, pois se trata de um jogador de apenas 20 anos. Ele seguirá emprestado até o fim da temporada.

  • Veio da base

  • Vendido por € 64 milhões

 — Foto: AFP

Foto: AFP

 

 

Matéria originalmente publicada por: Fonte:  https://globoesporte.globo.com

São Paulo – Brasil – 07:00

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

Giroud ressalta homossexualidade como tabu a ser quebrado no futebol

Para Giroud, é quase impossível ser homossexual no mundo do futebol (Foto: FRANCK FIFE / AFP)

A homossexualidade é um assunto pouco comentado no mundo do futebol. São raros os jogadores que se posicionam a respeito ou que fazem campanha pela diversidade, o que fortalece ainda mais o tabu e impede que atletas do esporte assumam suas opções sexuais. Não é o caso de Olivier Giroud. Em entrevista ao jornal Le Figaro, o atacante do Chelsea, campeão mundial com a França na Copa da Rússia, falou sobre o tema, e reiterou que ainda há muito a ser feito para que o paradigma seja quebrado.

“Quando vi Thomas Hitzlsperger voltar a jogar em 2014, foi muito emocionante. Foi nessa época que pensei que era impossível ser homossexual no futebol. Em um vestiário, há muita testosterona, quartos, duchas coletivas… É complicado, mas é assim. Eu entendo a dor e a dificuldade dos caras que assumem, é um teste real depois de anos. Eu sou ultra-tolerante com. Ainda há muito trabalho no mundo do futebol a respeito deste assunto, para dizer o mínimo”, afirmou.

O episódio citado pelo francês é o do alemão Hitzlsperger, ex-jogador do Aston Villa, Stuttgart, Lazio, West Ham, Wolfsburg e Everton, além da seleção da Alemanha. Em 2014, o ex-meio-campista, que já havia anunciado aposentadoria alegando problemas físicos, assumiu sua homossexualidade em entrevista ao jornal Die Zeit. “Desejo que esta questão avance no mundo do esporte profissional”, declarou.

Hitzlsperger se tornou um dos raros jogadores de futebol a se assumirem homossexuais (Foto: AFP)

 

 

Matéria originalmente publicada por:    https://www.gazetaesportiva.com

São Paulo – Brasil –  00:04

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão