Archive for the ‘Futebol no Mundo’ Category

Mario Götze afasta Arsenal: “Sinto-me confortável na Bundesliga”

Mario Götze, meia do Borussia Dortmund, afastou um eventual cenário de saída do clube alemão. O jogador tinha sido associado ao Arsenal, mas agora, em declarações ao DAZN, disse estar confortável na Bundesliga.

“Ouço sempre esses rumores, existem todos os anos”, declarou o jogador.

Questionado sobre se pretende renovar com o Borussia Dortmund, a resposta foi mais… evasiva: “Tenho um ano de contrato e estou confortável na Bundesliga. Estou tranquilo, queria fazer uma boa temporada e ajudar com as minhas exibições”.

Götze, de 27, cumpriu a sua terceira temporada no Dortmund nesta que é a sua segunda passagem pelo clube, depois de ter representado o Bayern Munique.

 

#WeAreGermany

São Paulo – Brasil – 22:00

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil:  ‏@Batom_efutebol

Follow the Batom and Futebol on Twitter, home of German Football in Brazil:  ‏@Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Por Josy Galvão

Futebol Feminino – Santos firma parceria com FPF e Uber em prol do futebol feminino #BRA

Vila Belmiro recebeu a campanha em prol do futebol feminino na última quarta-feira (Reprodução)

Vila Belmiro recebeu a campanha em prol do futebol feminino na última quarta-feira (Reprodução) – Foto: Lance!

O Santos firmou uma parceria com a Federação Paulista de Futebol e a Uber em prol do futebol feminino. No intervalo da vitória sobre o Corinthians, por 1 a 0, na última quarta-feira, uma bandeira com os dizeres ‘Infelizmente, esta bandeira vai ser mais vista que o futebol feminino’ foi estendida na arquibancada da Vila Belmiro.

O manifesto teve como objetivo mostrar a falta de visibilidade e apoio que a modalidade feminina tem no Brasil. A marca, a entidade e o Peixe, parceiros da iniciativa, ressaltam a importância de levantar esta bandeira todos os dias do ano.

– O futebol feminino merece ser lembrado e exaltado não apenas em momentos de grandes competições internacionais, mas todos os dias de forma consistente e profissional. É isso que orgulhosamente fazemos no Santos. As Sereias da Vila fazem parte de nossa identidade, história e contribuem de forma constante para nossas glórias esportivas. É um exemplo e inspiração para outros clubes brasileiro abraçarem de fato a categoria e termos um futebol feminino cada vez mais forte em nosso país – afirmou o presidente do Santos, José Carlos Peres.

O #AcreditaNelas é um início de um movimento nas redes sociais. Vale lembrar que no futebol feminino há disputas no Campeonato Brasileiro e nos Estaduais do país, além da Copa do Mundo disputada na França.

Confira dois vídeos da campanha:

Matéria originalmente publicada por:  https://www.terra.com.br

São Paulo – Brasil – 21:54

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

 

Com a porta aberta para deixar o Bayern, Boateng é disputado por Inter de Milão e Juventus

Com a porta aberta para deixar o Bayern, Boateng é disputado por Inter de Milão e Juventus

Os dias do zagueiro alemão Jérome Boateng parecem estar contados no Bayern de Munique. Após o presidente do clube dizer que era melhor o defensor procurar um novo clube, agora foi a vez de o jogador perder a confiança do técnico Niko Kovac.

De acordo com o jornal alemão Bild, além do treinador da equipe, Boateng também não conta com a confiança do diretor esportivo Hasan Salihadmizic, que já deixou claro ao jogador que ele procure uma nova equipe. O defensor, inclusive, já tem um preço fixado para uma eventual transferência: 15 milhões de euros (R$ 65,25 milhões).

Ainda de acordo com o portal alemão, o defensor já possui clubes interessados. Classificados para a próxima edição da Champions League, a dupla italiana Juventus e Inter de Milão já demonstrou interesse em contar com Boateng para a próxima temporada.

O defensor de 30 anos chegou ao Bayern em 2011, vindo do Manchester City, e desde então conquistou inúmeros títulos com a equipe bávara. Dentre eles, a Liga dos Campeões 2012/2013 e os sete troféus consecutivos da Bundesliga. Ao todo, participou de 286 jogos e marcou oito gols.

 

Matéria originalmente publicada por:  https://www.foxsports.com.br

São Paulo – Brasil – 21:44

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

Futebol Feminino – No futebol europeu, mulheres são só 3% entre cartolas #FIFAWWC

Em termos de igualdade de gênero, a federação norueguesa, que já foi chefiada por uma mulher e tem uma ex-jogadora à frente de ambas as seleções, é exceção. Nos clubes e associações, imperam amplamente os homens.

Encontro da Uefa em 2007: apenas homens

Encontro da Uefa em 2007: apenas homens

 

Karen Espelund passou muitas noites sem dormir. Ela desenvolveu ideias, temas, novas abordagens, mas muitas vezes se deparou com resistências. Mais de 30 anos atrás, ela foi a primeira mulher a integrar a diretoria da Federação Norueguesa de Futebol.

“Eu não queria ser a mascote dos homens”, conta Espelund à DW. “Infelizmente as mulheres têm que provar constantemente sua competência nas diretorias. Você tem que trabalhar arduamente e ter a melhor preparação.”

Espelund se impôs e, assim, deu visibilidade às mulheres. Em 1999, ela se tornou secretária-geral da Federação Norueguesa de Futebol. Entre 2012 e 2016, fez parte do Comitê Executivo da UEFA.

A norueguesa, porém, ainda é uma das poucas exceções. Segundo um estudo da rede internacional Futebol contra o Racismo na Europa (Fare), apenas 3,7% das posições de liderança no futebol europeu são ocupadas por mulheres.

Nos clubes da Bundesliga, na Federação Alemã de Futebol (DFB) e na Liga Alemã de Futebol (DFL), por exemplo, quase 250 pessoas têm assento nos conselhos de supervisão, administração e presidências: mais de 95% são homens.

Benefício das cotas

No final dos anos 1980, Karen Espelund se beneficiou de uma cota para mulheres na federação norueguesa. Nessa época, a diretoria deveria contar com pelo menos duas mulheres. Hoje, são quatro homens e quatro mulheres.

“Seja no recrutamento de empregados, concursos ou períodos eleitorais, muitas vezes procuramos pessoas que nos assemelham”, diz Espelund. “Uma cota poderia romper com as estruturas tradicionais. A diversidade nos leva aos melhores resultados em qualquer organização.”

Graças também a Espelund, a federação norueguesa está mais avançada do que outras organizações em termos de igualdade de gênero. A ex-jogadora Lise Klaveness é responsável por ambas as seleções nacionais do país.

Desde 2017, as jogadoras da seleção norueguesa recebem os mesmos salários que seus colegas homens. No entanto, o debate continua intenso: a craque Ada Hegerberg, por exemplo, lamentou “anos de discriminação” contra as jogadoras e, por isso, resolveu boicotar a Copa do Mundo de futebol feminino deste ano, na França.

Na maioria dos outros países, esse debate nem sequer teve lugar. Demorou muito tempo até que outras federações seguissem o modelo norueguês. A FIFA até diz que gostaria de ver pelo menos seis mulheres em seu comitê executivo. No entanto, está relutante em fazer exigências e recomendações às suas mais de 200 associações afiliadas.

A federação alemã tem apenas uma mulher na sua diretoria: Hannelore Ratzeburg é responsável pelo futebol feminino juvenil e adulto.

Devido à cota legal, a proporção de mulheres em cargos de liderança em empresas aumentou na Alemanha: para 44% na parte leste e para 27% na oeste do país. E no futebol?

Karen Espelund foi a primeira mulher a integrar a diretoria da Federação Norueguesa de Futebol

Karen Espelund foi a primeira mulher a integrar a diretoria da Federação Norueguesa de Futebol

No início de 2018, a advogada Eva-Maria Federhenn se candidatou à presidência do conselho de administração do FSV Mainz 05, time da primeira divisão da Bundesliga. Muitos fãs colocaram em xeque sua competência pelo fato de ela ser mulher.

Katharina Dahme, presidente do conselho de administração do clube SV Babelsberg, da quarta divisão, diz que tais declarações não são incomuns. Ela afirma que foi examinada de forma crítica em uma sala VIP por um funcionário do clube adversário.

“Eu disse que era membro do conselho de administração”, afirma Dahme, sobre quando se encontrou com o funcionário. “A partir daí, ele ficou muito chocado e deixou claro que as mulheres não tinham nada a ver com futebol.”

Nas quatro primeiras divisões alemãs, Katharina Dahme e Sandra Schwedler, do FC St. Pauli, são as únicas mulheres num conselho deliberativo de seu clube. As medidas para uma maior diversidade são raras: em 2016, a DFB e a Federação Alemã de Esportes Olímpicos lançaram o chamado “programa de liderança”.

Nele, 24 mulheres foram familiarizadas com responsabilidades de cargos de liderança e, a partir daí, algumas das 21 federações nacionais de futebol desenvolveram seus próprios programas.

“Alguns clubes já se dão como satisfeitos por ter uma mulher na diretoria”, conta Dahme. “Mas devíamos procurar mais candidatas. Muitas vezes as mulheres são céticas e precisam ser incentivadas de uma forma diferente. Por outro lado, os homens estão muitas vezes convencidos de que podem fazer as coisas.”

Daphna Goldschmidt hesitou mais de três anos em se candidatar à diretoria do time Hapoel Katamon, de Jerusalém

Daphna Goldschmidt hesitou mais de três anos em se candidatar à diretoria do time Hapoel Katamon, de Jerusalém

Pioneira no futebol israelense

Desde setembro de 2018, a exposição itinerante “Fan.tastic femmes: football her story” chama a atenção para as mulheres que estão no mundo do futebol. As fotos e os curta-metragens retratam mais de 80 mulheres de 21 países, sejam elas torcedores, ativistas ou diretoras.

“O projeto leva a sério nossa paixão em todas as suas facetas”, diz a israelense Daphna Goldschmidt, uma das retratadas e que possui uma rara biografia no futebol.

Ela foi uma das fundadoras de seu clube, em 2007. Assistiu a todos os jogos do Hapoel Katamon, de Jerusalém. Cantou, aplaudiu, pulou nas arquibancadas e se tornou uma das sócias mais influentes do clube. Mas hesitou durante mais de três anos em se candidatar à diretoria.

“A única coisa que me impediu foi o medo de não ser eleita e não ter sucesso”, afirma Goldschmidt. Há um ano, ela foi eleita presidente do clube e se tornou a primeira mulher a dirigir um clube profissional em Israel. “Isso também pode abrir a porta para outras mulheres que não acreditam que tal caminho seja possível”, frisa.

Nos últimos anos, a equipe subiu da quinta para a segunda divisão masculina, mas Goldschmidt prefere descrever os projetos sociais do clube: cursos de línguas para imigrantes e torneios para jovens judeus e muçulmanos.

Goldschmidt diz que as coisas nem sempre são fáceis – por exemplo, em reuniões com funcionários de outros clubes. “Ainda é estranho ser a única mulher numa sala de conferência”, conta.

“Às vezes alguém me diz que só tomei esta ou aquela decisão porque sou mulher. Então eu respondo: você tem algum argumento que seja mais relevante?” A esse questionamento, ela não costuma receber resposta.

 

Matéria originalmente publicada por:  https://www.dw.com

Bundesliga será pioneira em plataforma de streaming da UEFA

Resultado de imagem para Bundesliga

Em setembro do ano passado, a UEFAanunciou que teria, em breve, uma plataforma de streaming própria. O tempo passou, e a Uefa.tv acaba de surgir oficialmente como uma plataforma de entretenimento que oferecerá programação original baseada em 60 anos de arquivo do futebol europeu, além de se tornar um veículo para transmissão de competições de base, de mulheres e de futsal da entidade, sempre deixando claro que não quer competir com os canais de televisão, mas sim ser um “complemento”.

Por último, a plataforma ainda servirá para promover todas as competições da UEFA, oferecendo conteúdo de bastidores, entrevistas e uma grande variedade de conteúdos adicionais. Todo o conteúdo de vídeo está por trás de uma inscrição gratuita, com os interessados tendo a oportunidade de ver os jogos das competições europeias ao vivo, mesmo quando não houver detentores de direitos no território em que vivem.

A novidade, agora, é que, já a partir da próxima temporada, a Bundesliga será a primeira liga nacional a ser representada no novo portal digital do órgão regulador europeu. O acordo entre a UEFA e a DFL, organização que gerencia as duas principais divisões do futebol alemão, prevê um canal separado na plataforma de streaming com vídeos da Bundesliga.

O serviço estará disponível a partir do lançamento e incluirá destaques pós-rodadas de final de semana e shows como o “Bundesliga Special”, em linha principalmente com os interesses dos fãs internacionais. Além disso, arquivos de jogos antigos da Bundesliga e partidas clássicas da Champions League envolvendo times alemães também estarão disponíveis.

Foto: Reprodução / Site (dfl.de)

 

“O cenário digital está evoluindo, e precisamos estar em uma posição em que possamos antecipar e responder a essas mudanças. A UEFA é uma organização inovadora e, ao introduzir esta plataforma, tornaremos o futebol e as nossas competições mais acessíveis aos adeptos em todo o mundo. A nossa parceria com a Bundesliga é mais um exemplo da unidade do futebol europeu e demonstra claramente o nosso desejo de abordar oportunidades futuras em conjunto para a promoção do nosso desporto”, revelou Aleksander Čeferin, presidente da UEFA.

“O uso da mídia está mudando constantemente. O novo serviço de transmissão da UEFA é um passo muito oportuno para alcançar os adeptos do futebol em todo o mundo, especialmente os grupos-alvo mais jovens. A DFL tem consistentemente apoiado e iniciado inovações tecnológicas e de mídia desde que foi fundada. Estamos, portanto, muito satisfeitos por sermos o primeiro parceiro em termos de campeonato nacional neste projeto, o que nos permitirá agregar ainda mais pessoas ao redor do mundo empolgadas com a Bundesliga no futuro”, afirmou Christian Seifert, CEO da DFL.

Vale ressaltar que, ao menos por enquanto, o conteúdo da Bundesliga na Uefa.tv estará presente apenas em alguns dos principais mercados europeus, como Reino Unido, Itália, Polônia, Rússia, Espanha e Turquia, bem como no Oriente Médio e na África. A plataforma de streaming da UEFA está disponível no endereço http://www.uefa.tv e em dispositivos móveis como iOS e Android.

Matéria originalmente publicada por:  https://maquinadoesporte.uol.com.br

 

 

 

Futebol Feminino – Artilheira das Copas: Marta iguala recorde de Klose como maior goleadora em Mundiais #BRA

Artilheira das Copas: Marta iguala recorde de Klose como maior goleadora em Mundiais

Foto: Reuters

 

Marta era dúvida até horas antes da partida. A decisão de colocar a melhor jogadora do mundo como titular contra a Austrália só foi tomada pelo técnico Vadão de manhã. Com vontade de entrar em campo, a capitã iniciou entre as titulares e, logo aos 27 minutos, deixou a marca que a faz a maior de todos os tempos. Abriu o placar, de pênalti, e se igualou ao alemão Klose: com 16 gols, divide com ele a artilharia da história das Copas do Mundo.

Marta mostra o símbolo da igualdade de gênero na chuteira durante a comemoração do gol do Brasil contra a Austrália na Copa do Mundo Feminina — Foto: REUTERS/Jean-Paul Pelissier

Marta mostra o símbolo da igualdade de gênero na chuteira durante a comemoração do gol do Brasil contra a Austrália na Copa do Mundo Feminina — Foto: REUTERS/Jean-Paul Pelissier

Na comemoração, Marta mostrou a chuteira, exibindo o símbolo da igualdade de gênero. Na comparação de outros quesitos, aliás, a camisa 10 também tem recordes.

Além dessa marca, a camisa 10 da seleção brasileira também se tornou a primeira a balançar a rede em cinco edições diferentes do torneio. Sua primeira Copa do Mundo foi em 2003, com 17 anos. Depois, disputou as edições de 2007, 2011 e 2015.

Bola para um lado, goleira para o outro: Marta faz gol pela seleção brasileira contra a Austrália e se torna a maior artilheira das Copas do Mundo — Foto: REUTERS/Eric Gaillard

Bola para um lado, goleira para o outro: Marta faz gol pela seleção brasileira contra a Austrália e se torna a maior artilheira das Copas do Mundo — Foto: REUTERS/Eric Gaillard

Marta é também a recordista em prêmios de melhor do mundo. Com o último conquistado, chegou a seis e superou em um o argentino Messi e o português Cristiano Ronaldo.

Marta é melhor do mundo seis vezes, mais do que Messi e Cristiano Ronaldo — Foto: GloboEsporte.com

Marta é melhor do mundo seis vezes, mais do que Messi e Cristiano Ronaldo — Foto: GloboEsporte.com

A presença de Marta na partida não era garantida por causa de uma lesão sofrida no início da preparação da Copa, em 24 de maio. O problema foi na coxa esquerda. Desde então, fez tratamento nas últimas três semanas e voltou a treinar com bola há dois dias. Não jogou a estreia, domingo, na vitória por 3 a 0 contra a Jamaica.

Gols de Marta em Copas do Mundo

2003
Brasil 1 x 2 Suécia (um)
Brasil 4 x 1 Noruega (um)
Brasil 3 x 0 Coreia do Sul (um)

2007
Brasil 4 x 0 EUA (dois)
Brasil 3 x 2 Austrália (um)
Brasil 4 x 0 China (2) (dois)
Brasil 5 x 0 Nova Zelândia (dois)

2011
Brasil 2 (3) x (5) 2 EUA (dois)
Brasil 3 x 0 Noruega (dois)

2015
Brasil 2 x 0 Coreia do Sul (um)

2019
Brasil x Austrália (um)

Gols de Klose em Copas do Mundo

2002
Alemanha 8 x 0 Arábia Saudita (três)
Alemanha 1 x 1 Irlanda (um)
Alemanha 2 x 0 Camarões (um)

2005
Alemanha 4 x 2 Costa Rica (dois)
Alemanha 3 x 0 Equador (dois)
Alemanha 1 (4) x (2) 1 Argentina (um)

2010
Alemanha 4 x 0 Austrália (um)
Alemanha 4 x 1 Inglaterra (um)
Alemanha 4 x 0 Argentina (dois)

2014
Alemanha 2 x 2 Gana (um)
Alemanha 7 x 1 Brasil (um)

Matéria originalmente publicada por:  https://globoesporte.globo.com

Borussia Dortmund quer contratar zagueiro do Arsenal, segundo jornal

Borussia Dortmund quer contratar zagueiro do Arsenal, segundo jornal

O Borussia Dortmund segue no mercado em busca de reforços para a próxima temporada. Segundo o jornal Bild, o clube Aurinegro pode aproveitar que o Arsenal quer se livrar de seus defensores mais velhos e ir atrás do zagueiro Lauren Koscielny. O francês de 33 anos tem contrato se encerrando em junho de 2020 e a diretoria do clube alemão acredita que isso pode facilitar a negociação.

Manuel Akanji, Abdou Diallo, Dan Axel Zagadou e Leonardo Balerdi são os quatro zagueiros que o Borussia Dortmund possui em seu elenco atualmente. Com a provável saída do turco Omer Toprak, a diretoria busca um nome com mais experiência para ajudar na evolução destes nomes e trazer mais segurança para o setor que custou alguns pontos para a equipe durante a temporada.

Koscielny está no Arsenal desde a temporada 2010/11. Pelos Gunners, o zagueiro conquistou três Copas da Inglaterra e três Supercopas. Nesta temporada, atuou em 31 partidas, tendo marcado três gols. Vale lembrar que, por conta de uma lesão, o francês perdeu os primeiros 21 jogos da campanha da equipe londrina e a Copa do Mundo pela seleção.

O Borussia já acertou três contratações para a temporada 2019/20 logo depois do término da campanha vice-campeã da Bundesliga. Na defesa, o lateral-esquerdo Nico Schulz chega do Hoffenheim. O meio-campo também recebe dois nomes de rivais da Alemanha. O primeiro é a jovem revelação do Bayer Leverkusen Julian Brandt. O outro é Thorgan Hazard, que estava no Borussia Mönchengladbach.

 

 

Matéria originalmente publicada por:  https://www.foxsports.com.br