Archive for the ‘MMA’ Category

Os carros milionários dos esportistas

Atleta mais bem pago dentre todos os esportistas, o boxeador possui o carro sueco Koenigsegg CCXR, considerado o mais caro do mundo (R$ 17,34 milhões)

Floyd Mayweather

Atleta mais bem pago dentre todos os esportistas, o boxeador possui o carro sueco Koenigsegg CCXR, considerado o mais caro do mundo (R$ 17,34 milhões).

O craque português do Real Madrid possui uma Lamborghini Aventador, de R$ 1,5 milhão

Cristiano Ronaldo

O craque português do Real Madrid possui uma Lamborghini Aventador, de R$ 1,5 milhão.

 

O carro de Neymar foi um presente da Audi, patrocinadora da equipe. O modelo do atleta, Q7, custa cerca de R$ 400 mil no Brasil

Neymar

O carro de Neymar foi um presente da Audi, patrocinadora da equipe. O modelo do atleta, Q7, custa cerca de R$ 400 mil no Brasil.

 

Astro do basquete americano possui uma Ferrari F430 Spider

LeBron James

Astro do basquete americano possui uma Ferrari F430 Spider.

 

Um dos carros mais chamativos é o Bentley do polêmico atacante italiano. O carro de R$ 860 mil foi todo camuflado enquanto o atleta jogava pelo Manchester City

Mario Balotelli

Um dos carros mais chamativos é o Bentley do polêmico atacante italiano. O carro de R$ 860 mil foi todo camuflado enquanto o atleta jogava pelo Manchester City.

Fonte:  http://fotos.estadao.com.br/

São Paulo – Brasil – 22:59

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

 

 

 

 

UFC 162: Anderson faturou R$ 1,3 mi. Weidman, R$ 108 mil

Anderson Silva é nocauteado por Chris Weidman no UFC 162, em Las Vegas

Anderson Silva é nocauteado por Chris Weidman no UFC 162, em Las Vegas – Josh Hedges/Zuffa LLC/Getty Images

Anderson Silva provocou, brincou e foi nocauteado por Chris Weidman, no sábado, em Las Vegas, e cedeu o cinturão dos médios ao americano. Por exatos 6 minutos e 18 segundos em cima do octógono, Anderson levou para casa um cheque de 600.000 dólares (cerca de 1,3 milhão de reais) enquanto o novo campeão embolsou apenas 48.000 dólares (cerca de 108.600 reais) – metade como bolsa e metade pela vitória. Weidman ganhou menos até mesmo que o brasileiro estreante Roger Gracie, que faturou 50.000 dólares (pouco mais de 112.000 reais). Esses valores são apenas da bolsa pela luta, divulgados pela Comissão Atlética de Nevada. Estão fora da conta patrocínios pessoais e participações em pay-per-view.

Mesmo com a derrota, Anderson faturou 600.000 dólares (cerca de 1,3 milhão de reais). Se vencesse, receberia bônus de 200.000 dólares (cerca de 451.500 reais)

Fonte: http://veja.abril.com.br

São Paulo – Brasil –18:28

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

JGalvão

Anderson Silva e Steven Seagal gravam comercial para a Budweiser

Steven Seagal costuma participar dos treinos do campeão Anderson Silva

  Steven Seagal costuma participar dos treinos do campeão Anderson Silva (Reprodução)

O brasileiro Anderson Silva, campeão peso-médio do UFC, e o ator Steven Seagal são os protagonistas da nova campanha publicitária da cerveja Budweiser, uma das principais patrocinadoras do torneio. Gravado na Argentina, o filme de pouco mais de um minuto mostra o lutador e o artista disputando a última cerveja de um bar, em um cenário de velho oeste. A campanha tem a participação do narrador Bruce Buffer e o árbitro Dan Miragliotta, dois nomes conhecidos no MMA.

A amizade entre Anderson Silva e Steven Seagal é conhecida pelos fãs do UFC. O brasileiro trata o ator como mestre, e já declarou que ele aperfeiçoou o chute frontal aplicado na vitória sobre Vitor Belfort, no UFC 126, em 2011Figurinha repetida em diversos comerciais, Anderson Silva foi obrigado a recusar a participação em um filme com  Steven Seagal para acelerar a preparação para seu combate contra Chael Sonnen, em 7 de julho, em Las Vegas. 

Veja o comercial abaixo!

Fonte: http://veja.abril.com.br

Siga o Batom e Futebol no Twitter: @Batom_efutebol

JGalvão

Anderson Silva quer lutar no Brasil, não em Las Vegas

Brasileiro campeão dos médios ficou chateado com a notícia de que sua luta não será no Rio de Janeiro; confirmação só deve acontecer na terça-feira

Anderson Silva treinando em academia da Barra da Tijuca, Rio de Janeiro - 22/12/2010

Anderson Silva treinando em academia da Barra da Tijuca, Rio de Janeiro – 22/12/2010 – Selmy Yassuda

Quarta-feira: treino pela manhã em São Paulo e encontro com  patrocinadores à tarde. Um dia normal de Anderson Silva, a pouco mais de sessenta dias de sua próxima luta, contra o americano fanfarrão Chael Sonnen. Ao fim do encontro, o dia normal se transformou numa grande chateação: Anderson entrou no carro e leu a notícia de que sua luta seria transferida para Las Vegas (EUA) – estava tudo certo para ser dia 23 de junho, no estádio do Engenhão, no Rio. O sorriso saiu do rosto, Anderson não quis comentar o assunto  – cansou de dizer que só enfrentaria Sonnen no Brasil.

A informação da perda da luta para Las Vegas não foi confirmada pelos organizadores, e a equipe de Anderson garante que ainda não foi avisada da mudança. Tudo deve ficar claro na terça-feira, quando o presidente do UFC, Dana White, Chael Sonnen e Anderson Silva dão entrevista no Rio de Janeiro.

Recorde – Quando anunciou que Anderson lutaria no Brasil, Dana White imaginava um mega-show em um estádio em São Paulo, para bater o recorde de público do torneio – 55.000 no UFC 129, em Toronto (Canadá). O local preferido era o Morumbi, mas o negócio não evoluiu e logo o Pacaembu começou a ser cotado, mas uma lei  municipal do silêncio  – a noite de lutas seria de madrugada em horário que proibe ruidos em excesso  – levou o evento para o Engenhão. 

Parecia tudo resolvido, mas os representantes do UFC tiveram mais um problema: na mesma época, entre os dias 20 e 22 de junho, vai acontecer o Rio +20, organizado pela ONU, e a expectativa é lotação total dos hotéis da cidade. Dana White em vez de bater-boca deve promover o confronto em Las Vegas. Nos Estados Unidos não haverá problema em escolher local, os cassinos têm toda a infra-estrutura necessária para a luta e estão sedentos com a renda – que promete ser recorde.

Siga o Batom e Futebol no Twitter: @Batom_efutebol

JGalvão