Archive for the ‘Saúde e Qualidade de Vida’ Category

Jogador se aposenta para doar fígado e salvar vida

Alejandro Benítez teve que abrir mão da carreira para conseguir ajudar o sobrinho, que estava entre a vida e a morte.

ctv-k0a-alejandro-benitez-argentina-rep-faceAlejandro Benítez mostrou todo o seu carinho com seus parentes próximos Foto: Reprodução/Facebook

 

Em dias em que todos no mundo parecem tão egoístas e sem pensar no próximo, veio da Argentina um exemplo a ser seguido. Alejandro Benítez, que atuava pelo Central Larroque, decidiu encerrar a sua carreira para poder doar parte de seu fígado para seu sobrinho, de apenas nove meses, que corria risco de morte.

“Em primeiro lugar para mim era a saúde do meu sobrinho e nada me importava mais do que isso”, disse, em entrevista à CNN. “Somos uma família muito unida, com três irmãos. Quando me disseram, eu não tive dúvidas. Eu teria que abandonar o futebol, mas não me importei. Eu jamais vou me arrepender de algo que fiz. Você não faz ideia da alegria que minha irmã ficou ao saber que havia uma chance de vida para Milo”, acrescentou.

ctv-sfz-alejandro-benitez-argentina-rep-face-2
Ex-jogador considera encontro com o sobrinho após a operação como o momento mais emocionante de sua vida Foto: Reprodução/Facebook

A criança foi diagnosticada com uma obstrução nos vasos que transportam bílis do fígado para a vesícula logo que nasceu e necessitava de um transplante de qualquer jeito. O processo, porém, não foi nada simples e as cirurgias demoraram 7 horas no caso de Alejandro e 12 para Milo. Tudo isso, porém, valeu a pena quando o ex-atleta se encontrou com o sobrinho pela primeira vez após a cirurgia: “Foi a coisa mais emocionante que aconteceu na minha vida”.

Segundo Benítez, de 30 anos, sua idade avançada e uma lesão, que o tiraria de combate por um longo período, o fizeram ter ainda mais certeza da decisão. Ele, porém, pretende voltar ao futebol, mas não profissionalmente, apenas para se divertir.

 

Matéria originalmente publicada por:    http://esportefera.com.br

São Paulo – Brasil – 23:12

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

Anúncios

Seu cabelo merece estes cuidados durante o inverno

Difícil não usar o jato quente no inverno, né? Tudo bem, mas então passe um protetor térmico nos fios antes (Getty Images/Getty Images)

Nesta época do ano, a propensão ao ressecamento e à caspa aumentam de forma sensível. Então vale a pena ficar de olho em procedimentos que auxiliam os cabelos a permanecerem sedosos e fortes. Aqui vai um jogo rápido para cuidar bem de seus cabelos no inverno:

Dica ampla, mas fundamental para quase todos os procedimentos específicos que você possa escolher: lave os cabelos como de costume, removendo todas as impurezas que se agarram a ele durante o dia. Essa prática serve para todos os tipos de cabelo, que merecem individualmente uma atençãozinha especial. A Plusbelle, por exemplo, colocou nas prateleiras sete linhas distintas para limpeza e condicionamento dos fios, que vão de cacheados aos quimicamente tratados.

+ Vá de água morna: pois a água quente é uma grande vilã dos cabelos no inverno. Ela desidrata os fios, aumenta a queda e provoca uma descamação no couro cabeludo.

+ Cuidado com o secador: aplique um protetor térmico ou reparador de pontas para proteger os fios antes de usar o secador.

+ Trate a oleosidade: opte por condicionadores e cremes mais leves e, para desembaraçar os fios, use produtos sem enxágue.

+ Massageie o couro cabeludo: a massagem da região durante o banho estimula a circulação e oxigenação, implicando um aceleramento no crescimento dos fios.

+ Hidrate: em épocas mais quentes do ano, cabelos especialmente cacheados costumam ser um tanto ressecados. No frio, a dica é fazer uma hidratação semanal. Vale investir em produtos com ativos bem hidratantes, como manteiga de karité e queratina. O nosso Plus para cabelos cacheados ou ondulados é a linha Hidratação e Maciez com Água Termal e Aloe Vera. Esses produtos têm propriedades que umidificam e nutrem o cabelo, deixando-o mais forte e macio.

 

 

Matéria originalmente publicada por:    http://mdemulher.abril.com.br

São Paulo – Brasil – 22:15

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

Ex-jogador do Parma mata mãe e irmã de 11 anos na Itália

Crédito: Reprodução/Youtube

O ex-jogador do Parma Solomon Nyantakyi, 21 anos, confessou ter assassinado a mãe, Nfum Patiente, 43 anos, e a irmã mais nova, Magdalene, 11, nesta quarta-feira (12), informou a polícia.   

Os corpos das vítimas foram encontrados pelo irmão mais velho do atleta, Raymond, 25, que chamou a polícia de Parma imediatamente. De acordo com as primeiras análises, Nyantakyi matou a mãe e a irmã com várias facadas – ou com algum outro objeto perfurante parecido – e fugiu para Milão.   

A família vivia junta em um apartamento duplex no bairro de San Leonardo e vizinhos relataram que chegaram a ouvir gritos da pequena Magdalene por sua mãe, mas acharam que era uma situação normal na casa. O crime só foi descoberto com a chegada de Raymond.   

Assim que as autoridades foram notificadas, a Polícia de Parma, por ordens da procuradora Paola Del Monte, tentou localizar Nyantakyi, mas o celular dava fora da área de serviço. Mas, a fuga durou apenas algumas horas, já que o jogador foi localizado assim que desembarcou na estação central de Milão. Ao ser levado para depor, ele confessou o crime.   

Agora, as autoridades tentam entender o que levou o jovem a cometer o duplo homicídio. De acordo com informações dadas por Raymond, a casa deles estava com sangue espalhado por todos os cômodos, revelando a brutalidade do assassinato. Já o pai deles está em viagem de negócios no Reino Unido e não estava no local no momento da ação.   

– Carreira: “Estou sem palavras. Solomon era um rapaz pacífico e tranquilo, não faria mal a uma mosca. Mas, sofria de depressão”, disse o ex-jogador Cristiano Lucarelli à ANSA. O ex-atacante do Livorno foi o treinador do time juvenil do Parma e relatou como era a vida com Nyantakyi.   

“Em um ano, eu o ouvi falar duas vezes sobre isso [depressão].   

Sabia de seus problemas, mas há um ano eu o chamei para treinar na Lega Pro no Cuiopelli. Mas, depois de 15 dias de treinos, ele quis ir embora porque sentia falta da família”, relata ainda Lucarelli.   

O jovem de 21 anos é ganês, mas toda a sua família já vive há muitos anos na Itália. Por isso, ele viveu nas categorias de base do Parma e jogava pelo time juvenil do time. Na temporada 2014/2015, foi convocado por cinco vezes pelo então técnico Roberto Donadoni para estar com o elenco principal. No entanto, aquela foi a temporada em que o clube declarou falência e foi fechado.   

Pouco antes do fim da temporada, o Milan havia demonstrado interesse em Nyantakyi, mas o responsável pela equipe de base à época, Francesco Palmieri, pediu que ele permanecesse por mais um tempo na equipe em que cresceu.   

Após o fechamento do Parma, a jovem promessa não conseguiu mais destaque e atuou em duas equipes da terceira e quarta divisão do futebol italiano.   

“Não é fácil falar do caráter de um jovem jogador em um time da série A, mas lembro que ele era um rapaz tranquilo, até calado.   

E se foi realmente ele, é difícil entender o que passou pela cabeça dele”, diz Donadoni à ANSA. “Ele estava no juvenil, era um meio-campista, mas depois que o clube faliu, não sei que percursos ele fez”, acrescentou. 

 

 

Matéria originalmente publicada por:   http://istoe.com.br

São Paulo – Brasil – 22:55

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

7 receitas de macarrão (levinhas!) para comer sem culpa

Espaguete de grão-de-bico com funghi secchi

Espaguete de grão-de-bico com funghi secchi (divulgação/BOA FORMA)

 

Apesar de saborosa e amada por muitos, a massa ainda é conhecida como vilã das dietas. Por ser fonte de carboidrato, quase sempre é excluída das refeições de quem deseja emagrecer. “A ciência da nutrição vem provando que excluir a massa da dieta é um grande equívoco. Uma massa de qualidade, quando acompanhada de vegetais e gorduras saudáveis, como azeite, oleaginosas ou abacate, formam um prato equilibrado, saudável, cheio de densidade e nutritivo”, diz a nutricionista Alessandra Luglio, de São Paulo. Na hora do preparo, opte pelas massas secas do tipo “grano duro”, versão tradicional ou integral, que são as mais ricas em proteína e fibras. Além disso, também dá para criar pratos criativos que usam legumes como base.

Agora que você já sabe que pode incluir o seu prato preferido no cardápio, conheça versões deliciosas de preparo:

 Espaguete de abobrinha 

Espaguete de abobrinha da Tainá Müller

(A_Lein/Thinkstock/Getty Images)

 

Ingredientes

  • 2 abobrinhas cortadas em tirinhas
  • 2 col. (sopa) de azeite extravirgem
  • 1 dente de alho picado
  • Sal a gosto
  • 1/4 de cebola picada
  • 2 tomates em cubinhos
  • 1/2 xíc. (chá) de molho de tomate

Modo de fazer

Em uma frigideira antiaderente, doure o alho com metade do azeite. Desligue o fogo e adicione a abobrinha e o sal. Em outra panela, doure a cebola com o restante do azeite, refogue o molho e, por último, junte o tomate. Sirva sobre a abobrinha.

Rende: 2 porções.
Calorias por porção: 95.

Espaguete de grão-de-bico com funghi secchi

Macarrão de grão-de-bico e funghi seco

(Divulgação/Divulgação)

 

Ingredientes

. 300 g pacote de macarrão de grão-de-bico (à venda em lojas de produtos naturais)
. 100 g de funghi secchi hidratado com o dobro de água
. Fios de cenoura cozida (cortada no espirilizador)
. 50 ml de vinho carbenet sauvignon
. 5 dentes de alho roxo amassados
. Ervas de Provence a gosto
. Azeite trufado a gosto
. Sal rosa do Himalaia
. Pimenta moída na hora
 

Modo de preparo 

Refogue o alho no azeite trufado sem deixar queimar. Acrescente as ervas e acerte o sal. Cozinhe o macarrão em outra panela, conforme a orientação do fabricante.
 
Ao mesmo tempo, cozinhe o funghi, depois pique-o em pedaços pequenos, e junte ao refogado. Acrescente o vinho tinto, e deixe reduzir. Inclua as cenouras para finalizar, acerte o sal e a pimenta.
 
Dica: se quiser, por cima, quebre com a mão com 1 fatia fina de queijo de ovelha.
 
  • Categoria: Massa
  • Dificuldade: Fácil
  • Tempo de Preparo: Rápido (até 30 minutos)
  • Tipo: Prato principal

Espaguete low carb de legumes ao pesto de manjericão

Prato com cenoura ralada e pesto de manjericão

(Alexandra Vaz/BOA FORMA)

 

Ingredientes

  • 4 cenoura média
  • 2 manjericão fresco
  • 1/2 castanha de caju torrada
  • 1/2 queijo meia-cura ralado
  • 2 alho
  • 1 azeite de oliva extra-virgem
  • 1/2 limão (suco)
  • • sal a gosto
  • • pimenta-do-reino a gosto
 

Modo de preparo

Corte a cenoura em fatias finas com um descascador. Aqueça a frigideira com um fio de azeite e doure os dentes de alho levemente. Refogue a cenoura fatiada até ficar al dente. Tempere com uma pitada de sal e de pimenta-do-reino. Bata no liquidificador o azeite, as castanhas, o alho, o queijo meia-cura e o suco de limão. Ao final, coloque o manjericão com uma pedra de gelo (para não escurecer) e bata mais um pouco. Então, é só montar o prato (use um aro para modelar) e finalizar com castanha-de-caju em pedaços.

Espaguete integral

(Alex Silva)

 

Ingredientes

  • 300 g macarrão espaguete integral cozido al dente
  • 3 colheres (sopa) de azeite de oliva extravirgem
  • 4 dentes de alho picados
  • 1 1/2 xícara (chá) de cogumelo shiitake fatiado
  • 1 1/2 xícara (chá) de cogumelo-de-paris
  • 20 tomate cereja cortados no meio
  • • sal pimenta-do-reino e tirinhas de pimenta dedo-de-moça a gosto
  • • salsa (ou salsinha) picada a gosto
 

Modo de preparo

Em uma frigideira, coloque 1 colher do azeite e doure o alho. Reserve. Na mesma frigideira, acrescente o restante do azeite e doure os cogumelos e, em seguida, junte os tomates. Refogue rapidamente. Tempere com o sal e a pimenta. Misture o alho reservado, a salsa e, por último, a massa. Sirva em seguida.

Macarrão de grão-de-bico sem glúten com espinafre

macarrão de grão-de-bico com espinafre

(Divulgação/Comer Bem que Mal Tem?)

 

Ingredientes

  • 1 manteiga
  • 1 azeite de oliva
  • 1 alho picado
  • 1 caldo de legumes caseiro
  • 2 Biomassa de banana verde
  • 1/2 limão-siciliano (suco)
  • 200 macarrão de grão-de-bico
  • 1 espinafre (use só as folhas)
  • • limão (raspas da casca)
  • • sal a gosto
  • • pimenta-dedo-de-moça fatiada (para decorar)
 

Modo de preparo

Prepare o  molho primeiro: em uma panela, junte a manteiga com o azeite e doure o alho. Acrescente o caldo de legumes, a biomassa de banana verde, raspas e o suco de limão. Tempere com o sal e reserve. Em uma panela com água fervente e temperada com 1 fio de azeite e um pouco de sal, adicione o macarrão e o espinafre. Cozinhe por 3 minutos (ou só até a massa ficar al dente). Escorra e passe o macarrão com o espinafre para um prato. Regue com o molho e decore com a pimenta.

Penne de arroz sem glúten com bacalhau ao pesto funcional de brócolis

Penne funcional

(Divulgação/BOA FORMA)

 

Ingredientes 

. 500 g de macarrão de arroz tipo penne
. 1 litro de água filtrada
. 200 g de bacalhau dessalgado desfiado
. 1 pitada de sal marinho 
. 2 xícaras de brócolis cozidos
. ½ xícara de manjericão fresco
. 1 dente de alho
. ½ xícara de azeite de oliva extra virgem 
. 1 colher de chá de sal marinho  
. ¼ xícara de nozes trituradas
. 2 colheres de chá de semente de chia 

Modo de preparo

Desfie o bacalhau e deixe de molho em 1 xícara de água. Aqueça 1 litro de água em uma panela com uma pitada de sal. Quando a água estiver fervendo coloque o macarrão e deixe até seu cozimento.  

Enquanto isso no liquidificador processe os brócolis, o manjericão, o azeite e o sal marinho. Se necessário acrescente 2 colheres de chá de água filtrada para que vire uma pasta grossa.

Retire do liquidificador, coloque em um bowl e adicione as nozes e as sementes de chia. Reserve.

Escorra o bacalhau e coloque em uma frigideira em fogo alto (200 ºC a 220 ºC) apenas o bacalhau (sem azeite, pois, o peixe já tem sua gordura) e refogue por 5 minutos.

Acrescente o pesto ao bacalhau e deixe no fogo por no máximo 3 minutos evitando assim que o azeite de oliva oxide.

Quando o macarrão estiver cozido, escorra a água e acrescente o pesto. Decore com folhas de manjericão e sirva em seguida.  

  • Categoria: Massa
  • Dificuldade: Fácil
  • Rendimento: 3 porções
  • Tempo de Preparo: Médio (de 30 a 45 minutos)
  • Tipo: Prato principal

Fettuccine ao molho de ervas

Fettuccine ao molho de ervas

(Sheila Oliveira/BOA FORMA)

 

Ingredientes

. 1/3 do pacote de fettuccine integral cru (170 g)
. 2 colheres (sopa) de azeite de oliva
. 1 colher (sopa) de manjericão fresco
. 1 colher (sopa) de tomilho fresco (ou seco)
. 1 colher (sopa) de alecrim fresco (ou seco)
. 2 colheres (chá) de salsinha picada
. 1 colher (chá) de sal
. 2 fatias grossas (300 g) de peito de peru cortado em cubos

Modo de preparo

1. Cozinhe o fettuccine al dente, escorra e reserve.

2. Em uma panela, coloque metade do azeite e aqueça junto com as ervas e o sal por alguns segundos.

3. Junte o peito de peru e deixe aquecer. Misture o fettuccine delicadamente, regue com o restante do azeite e sirva em seguida.

  • Calorias: 307 por porção
  • Categoria: Massa
  • Dificuldade: Fácil
  • Rendimento: 4 porções
  • Tempo de Preparo: Rápido (até 30 minutos)
  • Tipo: Prato principal

 

Matéria originalmente publicada por:   http://boaforma.abril.com.br

São Paulo – Brasil – 22:08

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

Câncer de partes moles ganha primeiro remédio em 40 anos

Novo medicamento é aprovado em tempo recorde e traz esperança para um tipo de tumor que não tinha tratamentos disponíveis até então.

A droga é administrada por meio de uma infusão intravenosa (Foto: GettyImages)

 

Metade do peso de seu corpo está distribuída em músculos, gordura, tendões, nervos periféricos… E, assim como acontece no resto do organismo, as células que compõem essas estruturas podem ficar doentes e originar um câncer. Trata-se do sarcoma de partes moles, um tumor relativamente raro, mas que provoca cerca de 5 mil mortes só nos Estados Unidos por ano — infelizmente, faltam dados sobre a incidência dele aqui no Brasil.

“Até agora, não existia uma droga específica para combatê-lo”, conta o oncologista Rodrigo Munhoz, do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Mas a espera está prestes a acabar: a droga olaratumabe, da farmacêutica Eli Lilly, foi recentemente liberada pelas agências regulatórias dos Estados Unidos e da Europa.

Seus resultados preliminares foram tão positivos que o remédio ganhou o selo de terapia inovadora e teve o processo de aprovação acelerado, uma vez que ele pode beneficiar um grande número de pacientes. A experiência, que foi relatada num artigo científico publicado no prestigiado periódico The Lancet, envolveu 133 voluntários, que foram divididos em dois grupos.

O primeiro ganhou doses do olaratumabe e de doxorrubicina, um quimioterápico convencional. A segunda turma recebeu apenas a tal doxorrubicina. Os indivíduos que se valeram do tratamento duplo tiveram uma sobrevida média sem progressão da doença de 11,8 meses, o que não foi obtido apenas com a químio.

O olaratumabe integra a classe das terapias-alvo, drogas que agem como um míssil teleguiado e atacam com precisão uma parte específica do câncer. “Ele interfere numa proteína chamada PDGFR-alfa, que está envolvida no desenvolvimento do tumor. Assim, impede que as células cresçam e causem mais incômodos”, explica Munhoz, que também é médico do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo.

O novo medicamento já passa a ser a primeira opção de tratamento junto com a químio no sarcoma de partes moles com metástase. A expectativa é que ele chegue ao Brasil apenas em 2018 ou 2019.

 

Matéria originalmente publicada por:   http://saude.abril.com.br

São Paulo – Brasil – 23:45

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

Homens e mulheres metabolizam remédios de maneira diferente

Pesquisa mostra que diferenças de metabolismo exigem adequação do medicamento às especificidades da natureza do corpo. Na Alemanha, agências reguladoras já exigem testes em ambos os sexos.

Doping am Arbeitsplatz (picture-alliance/U. Baumgarten)

A travessia entre o diagnóstico e a cura de uma doença submete homens e mulheres a tratamentos com remédios que não necessariamente são adequados às particularidades de cada organismo, concluiu um estudo realizado no Instituto Max-Planck em Dresden, na Alemanha. Para os cientistas envolvidos na pesquisa, a produção de medicamentos pela indústria farmacêutica desconsidera o fato de que a diferença entre os sexos vai além do aparelho reprodutor.

Um exemplo é o metabolismo hepático. A equipe de Dresden descobriu que a gordura no sangue do homem e da mulher é diferente. Isso indica que o fígado de um e de outro funciona de maneira distinta. Por esse fator, um quinto dos homens analisados pelos pesquisadores apresentou risco maior de desenvolver ao longo da vida diabetes tipo 2, pressão alta e obesidade. Essas informações deveriam ser levadas em conta na hora de definir a composição de um remédio para eles. Mas na maioria dos casos, não são.

Nas mulheres, as chances de uma síndrome metabólica são menores. Só que outro problema foi detectado – aliás, um problema para as mulheres que tomam pílula. O consumo de anticoncepcionais, segundo o estudo, produz uma mudança drástica na gordura sanguínea. A consequência é que as células do fígado acabam danificadas.

Os cientistas alemães chegaram ainda à conclusão de que a pílula faz diminuir a formação do colesterol bom, o HDL, e eleva o perigo de infecções, pressão alta e arteriosclerose. Foram identificados também distúrbios de ritmo do coração e da circulação do sangue. Tudo isso poderia potencializar os efeitos colaterais de um medicamento, ou mesmo fazer o organismo da mulher reagir de uma forma inesperada.

A medicina de gêneros

Vera Regitz-Zagrosek, do Instituto de Pesquisa de Gêneros do hospital Charité, em Berlim, alerta para uma negligência que pode transformar qualquer remédio em uma possível ameaça. “Por motivos econômicos, a maioria dos testes para desenvolvimento de medicamentos usa animais machos”, afirma.

O caminho para minimizar os riscos pode estar na medicina de gêneros. De acordo com Regitz-Zagrosek, o que essa área da saúde pretende é repensar a fabricação e a indicação de fármacos. Para ela, os especialistas precisam se perguntar: “Posso dar isso a um homem? A uma mulher? Na mesma dosagem? Faz diferença se a mulher está no período menstrual?”.

As mulheres metabolizam remédios mais lentamente, aponta a pesquisa de Dresden. Por isso, estão sujeitas a uma superdosagem, o que não ocorre com os homens.

Outro desafio é tirar o rótulo de que certas doenças só atingem um lado. A osteoporose, por exemplo, é considerada por muitas indústrias farmacêuticas uma doença de mulher, e os medicamentos geralmente são fabricados para elas. Mas a diminuição da densidade dos ossos afeta homens, que no fim são tratados com os mesmos princípios ativos indicados para o sexo oposto.

Na visão de Jürgen Gräßler, pesquisador do Hospital Universitário de Dresden, as conclusões do estudo “podem significar que, no futuro, teremos que fazer um controle mais eficaz e começar cedo ações de prevenção, como dieta e atividades físicas”.

Na Alemanha, as primeiras mudanças já começaram a surgir. Agências reguladoras exigem que testes para medicamentos sejam feitos em ambos os sexos porque a natureza de cada corpo não é igual.

 

Matéria originalmente publicada por:  http://www.dw.com

São Paulo – Brasil – 20:40

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

5 receitas de sopas funcionais para se aquecer e manter a forma no inverno

Em vez de optar por temperos industrializados, aposte nos caldo de legumes natural que além de ser saudável, não vai engordá-la. Veja as receitas indicadas por Alessandra Almeida, nutricionista funcional da Clínica Andrea Santa Rosa.

SOPA DE COUVE-FLOR COM CEBOLINHA (Foto: Divulgação)

SOPA DE COUVE-FLOR COM CEBOLINHA (Foto: Divulgação)

 

Uma sopa quentinha é uma ótima pedida para o inverno. Mas, na hora de fazer um prato que parece simples é possível errar. “As sopas sempre devem ser elaboradas com caldo de legumes natural. Os temperos industrializados são ricos em substâncias químicas que aumentam o grau de inflamação das células, provocam a retenção de líquido e são pré-fatores de câncer”, explica Alessandra Almeida, nutricionista funcional da Clínica Andrea Santa Rosa, no Rio. Ela também diz que é preciso ter cuidado com a quantidade de sódio presente nos rótulos desses produtos industrializados.”Evite sopas prontas vendidas no mercado.”

Aqui, ela ensina 5 receitas de sopas saudáveis – e pouco calóricas – para você fazer neste inverno.

SOPA DE COUVE-FLOR COM CEBOLINHA
Ingredientes: ½ unidade de couve-flor + 300 ml de água + ½ maço de cebolinha picada + 1 cebola + 2 dentes de alho + 2 colheres de sopa de azeite + sal a gosto.
Preparo: Em uma panela, refogue a cebola e o alho no azeite. Acrescente a couve-flor, mexa por uns instantes e adicione a água. Bata no liquidificador. Adicione o sal neste momento. Retorne tudo a panela com o cheiro verde, mexa por uns instantes e desligue o fogo.

SOPA DE LENTILHA COM MANJERICÃO
Ingredientes: ½ xícara de chá de lentilha + 2 xícaras de couve-flor + 2 cebolas pequenas + 2 dentes de alho + 1 colher de sopa de azeite + 8 a 10 folhas de manjericão fresco.
Preparo: Cozinhe a lentilha e a couve-flor com água. Em uma frigideira, refogue a cebola no azeite e bata no liquidificador com a água de cozimento, um fio de azeite e o manjericão fresco. Acrescente uma concha do que foi batido no liquidificador no refogado e mexa por uns instantes. Adicione o restante da sopa. Ajuste o sal e ervas a gosto.

SOPA DE BETERRABA
Ingredientes: 2 xícaras de couve-flor + ½ beterraba + 1 cebola roxa + 2 dentes de alho + 2 colheres de sopa de cheiro verde + 1 colher de sopa de alecrim.
Prepro: Cozinhe a couve-flor e a beterraba em água e reserve. Em uma frigideira, refogue a cebola e o alho no azeite até ficarem dourados. Bata no liquidificador a couve-flor, a beterraba e o alecrim com o refogado e 1 colher de sopa de azeite. Salpique cheiro verde e sirva em seguida.

SOPA DE BETERRABA (Foto: Divulgação)SOPA DE BETERRABA (Foto: Divulgação)

SOPA DE PALMITO COM ALHO PORÓ
Ingredientes: 1 palmito pupunha fresco + ½ xícara de chá de alho poró + 1 cebola branca + 2 dentes de alho + sal a gosto + 2 colheres de sopa de azeite.
Preparo: Em uma panela, refogue a cebola branca com o alho no azeite, acrescente o palmito e o sal. Mexa um pouco e acrescente a água. Deixe cozinhar até o palmito amolecer bem, no ponto de bater no liquidificador. Bata no liquidificador, acrescentando água aos poucos até ficar na consistência desejada. Faça um refogado de azeite com alho poró e transfira a sopa para esse refogado. Mexa por uns instantes e desligue o fogo. Enfeite a sopa com cebolinha picada.

SOPA DE ABOBRINHA PICANTE
Ingredientes: 1 abobrinha + 1 cebola + 2 dentes de alho + 1 colher de chá de curry + 1 colher de sopa de azeite.
Preparo: Cozinhe a abobrinha em água e reserve. Em uma frigideira, refogue a cebola e o alho no azeite até ficarem dourados. Bata no liquidificador a abobrinha com o refogado e 1 colher de sopa de azeite. Ajuste o sal e sirva.

 

Matéria originalmente publicada por:    http://revistamarieclaire.globo.com

São Paulo – Brasil – 22:18

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Facebook, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão