Posts Tagged ‘Casillas’

Casillas estreia com vitória e sem ser vazado em amistoso do Porto

Casillas Porto x Duisburg  (Foto: AP)Casillas estreia sem ter sido vazado em vitória do Porto sobre o Duisburg (Foto: AP)

Iker Casillas estreou no Porto sem sofrer gols, e a equipe portuguesa venceu o Duisburg, que subiu na última temporada para a segunda divisão alemã, por 2 a 0, em amistoso neste sábado. Yacine Brahimi e Hernani marcaram os gols do duelo na Alemanha, que contou ainda com a estreia de Maxi Pereira.

Casillas, que trocou o Real Madrid pelo Porto no início da semana e depois seguiu para a Holanda se juntar aos novos companheiros, participou do primeiro tempo e foi substituído no intervalo pelo brasileiro Hélton. Foi a primeira vez que ele vestiu a camisa de uma equipe que não fosse o Real Madrid ou a seleção espanhola.

Apesar da estreia no amistoso, ele ainda será apresentado à torcida do Porto no dia 8 de agosto, em um evento com todo o elenco no Estádio do Dragão. Depois da despedida do Real Madrid no sábado passado, o goleiro assinou com o clube português por dois anos e a possibilidade de prorrogação por mais um.

Casillas e o Porto voltam a campo na próxima sexta-feira para enfrentar o Borussia Mönchengladbach, em novo amistoso. A pré-temporada dos Dragões segue com duelos contra Schalke, Valencia, Stoke City e Udinese, antes da estreia no Campeonato Português, contra o Vitória de Guimarães, dia 16 de agosto.

Brahimi Porto x Duisburg (Foto: AP)Brahimi faz um dos gols da vitória do Porto sobre o Duisburg (Foto: AP)

Fonte:    http://globoesporte.globo.com/

São Paulo – Brasil – 00:55

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Em despedida do Real, Casillas se emociona e faz pedido a torcedores

Iker Casillas se emociona na despedida do Real MadridApós o anúncio da saída de Iker Casillas do Real Madrid, no sábado (11), o goleiro deu uma coletiva de imprensa, neste domingo, para se despedir do clube pelo qual atuou durante 25 anos.

A emoção tomou conta do atleta, que chorou muito no pronunciamento e fez um pedido aos torcedores do clube madrilenho.

“Acima de lembrarem de mim como um grande goleiro ou um mau goleiro, eu só espero que eles [torcedores] se lembrem de mim como uma boa pessoa”, disse.

O jogador de 34 anos irá defender o Porto na próxima temporada. Sua saída do time foi conturbada após desavenças com o atual presidente Florentino Perez.

Segundo a mãe do atleta, Mari Carmen, Casillas está saindo do time espanhol por culpa do mandatário.

“Florentino Pérez portou-se muito mal e o meu filho foi muito forte. É Florentino que o obriga a sair porque o meu filho queria terminar a carreira no Real Madrid”, afirmou ao jornal El Mundo, da Espanha.

Carmen ainda criticou a escolha do filho, que segundo ela optou por um time de segundo escalão no futebol mundial.

“O Porto é uma equipe de segunda categoria para uma pessoa do nível de Iker. Um campeão do mundo não pode acabar no Porto. Podia ter terminado a carreira onde quisesse e não importava que tivesse sido no Barcelona”, completou.

Casillas conquistou três Ligas dos Campeões, um Mundial de Clubes, dois Intercontinentais, duas Supercopas da Europa, cinco Campeonatos Espanhol, duas Copas do Rei e quatro Supercopas da Espanha com o Real Madrid.

Fonte:     http://www1.folha.uol.com.br/

São Paulo – Brasil – 00:30

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Brasil 2014 – Holanda humilha a Espanha e se vinga pela final de 2010

Robben abre os braços para comemorar o segundo gol da Holanda

Robben fez dois belos gols e comandou a humilhação holandesa sobre a atual campeã do mundo – REUTERS

Diz o ditado: a vingança é um prato que se come frio. Neste caso, gelado. Impressionou a frieza de Robben para driblar Piqué, Sergio Ramos, Casillas e quem mais estivesse na frente para marcar dois lindos gol na humilhante goleada por 5 a 1 da Holanda sobre a Espanha, nesta sexta-feira, pela 1ª rodada do grupo B da Copa do Mundo.

Na reedição da última final mundial, o meia-atacante “pagou” com sobras a dívida que deixou há quatro anos, quando perdeu uma chance clara na frente de Casillas no momento em que o placar ainda mostrava 0 a 0, e comandou a histórica e antológica virada da “Laranja Mecânica” na Arena Fonte Nova, em Salvador.

Foi uma vingança com sobras pela dolorida derrota da África do Sul. Muitas sobras.

Com direito a lances humilhantes, como o do quinto gol, quando o carequinha fez Casillas cair cruelmente duas vezes no chão antes de mandar para as redes.

A forra veio nas arquibancadas, com a torcida da holandesa gritando “olé” a cada toque de bola de sua equipe, deixando os espanhóis completamente calados na capital baiana.

Antes disso, a Oranje teve que mostrar muita garra para virar após os ibéricos saírem na frente: aos 26 do primeiro tempo, Diego Costa, muito vaiado pela torcida brasileira, cavou um pênalti mandrake, que Xabi Alonso bateu para inaugurar o marcador.

Os espanhóis seguraram o placar até os 44 minutos, quando Blind cruzou bem para van Persie dar um lindo peixinho e empatar, encobrindo um surpreso Casillas.


Robben ainda 'fechou o caixão' e driblou Casillas para fazer o quinto dos holandeses
Robben foi imparável na goleada sobre a Espanha

Na segunda etapa, porém, brilhou a estrela do endiabrado Robben. Com rápidas arrancadas, ele infernizou a vida da zaga adversária e comandou a virada. Primeiro, recebeu lindo passe de Blind, limpou Piqué com a maior facilidade do mundo e bateu para marcar.

Depois, os comandados de Louis van Gaal ainda marcaram com o zagueiro de Vrij, completando falta cruzada na área por Sneijder, e com van Persie, aproveitando uma presepada inacreditável do goleiro Casillas, que entregou a bola em seus pés. O atleta do Manchester United acabou eleito o melhor jogador em campo pela Fifa.

Nos lances finais, a “Fúria” ainda se salvou de uma humilhação ainda mais histórica, com o arqueiro defendendo de maneira milagrosa dois chutes à queima-roupa. 

Com o triunfo, os holandeses somam seus primeiros três pontos no Mundial e assumem a liderança da chave, com saldo +2. A “Fúria”, por sua vez, é lanterna, sem nenhum ponto e saldo -2. Mais tarde, às 19h (horário de Brasília), Chile e Austrália fecham a rodada do grupo B em Cuiabá.

Na próxima rodada, a Espanha tenta se recuperar da derrota contra o Chile, na quarta-feira (dia 18), às 16h, no Maracanã, no Rio de Janeiro. No mesmo dia, mas às 13h, a Holanda tenta seu segundo triunfo contra a Austrália, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

FICHA TÉCNICA
ESPANHA 1 x 5 HOLANDA

Copa do Mundo 2014 – Grupo B – 1º rodada

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador-BA
Data: 13 de junho de 2014, sexta-feira
Horário: 16h (horário de Brasília)
Público: 48.173 torcedores
Árbitro: Nicola Rizzoli (ITA)
Assistentes: Renato Faverani e Andrea Stefani (ambos ITA)
Cartões amarelos: van Persie, de Guzman e de Vrij (HOL)

GOLS
ESPANHA: Xabi Alonso (pênalti), aos 27 minutos do primeiro tempo
HOLANDA: van Persie, aos 44 minutos do primeiro tempo, Robben, aos 8 e aos 35, de Vrij, aos 19, e van Persie, aos 27 minutos do segundo tempo

ESPANHA: Casillas; Azpilicueta, Sergio Ramos, Piqué e Jordi Alba; Busquets, Xabi Alonso (Pedro), Xavi, Iniesta e David Silva (Fábregas); Diego Costa (Fernando Torres) Técnico: Vicente Del Bosque

HOLANDA: Cillesen; Janmaat, Vlaar, de Vrij (Veltman), Martins Indi e Blind; de Jong, de Guzman (Wijnaudum) e Sneijder; Robben e van Persie (Lens) Técnico: Louis van Gaal

Fonte: http://espn.uol.com.br/

São Paulo – Brasil – 18:29

Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Real Madrid derrota o Barcelona e fatura a Copa do Rei

Casillas, que vem sendo reserva nesta temporada, teve a honra de levantar a taça da Copa do Rei.Sergio Perez/Reuters
Real Madrid faturou nesta quarta-feira sua 19.ª Copa do Rei na história e, de quebra, afundou o Barcelona em uma crise inimaginável há meses atrás. No Estádio Mestalla, em Valência, os madrilenhos foram superiores durante os 90 minutos, levaram um susto no segundo tempo, mas garantiram o título com a vitória por 2 a 1. A equipe ainda manteve vivo o sonho da “tríplice coroa”, já que está nas semifinais da Liga dos Campeões e é vice-líder do Campeonato Espanhol.
Mesmo sem o lesionado Cristiano Ronaldo, os comandados de Carlo Ancelotti aproveitaram-se do nervosismo do Barcelona e comandaram a partida. Abriram o placar cedo, com Di María, seguiram melhores, mas levaram o empate no segundo tempo, em lance de bola parada com Bartrá. Foi então que Bale, destaque do jogo, apareceu e mostrou porque custou 91 milhões de euros aos cofres do Real ao marcar um lindo gol, que definiu o título.
Torcedores do Real comemoram na Praça de Cibeles.Alberto Martín/EFE

Pelo lado do Barcelona, resta juntar os cacos de uma temporada para ser esquecida. Eliminado na Liga dos Campeões e com poucas chances de conquistar o Espanhol, o time catalão tinha na Copa do Rei a chance de minimizar o ano decepcionante. Neymar ainda teve a oportunidade de salvar a equipe da derrota, mas jogou na trave aos 44 do segundo tempo.

O JOGO
O começo de jogo foi todo do Real pressionando. Foram duas boas jogadas com Bale, que errou o alvo por pouco em ambas, até o primeiro gol. Aos 10 minutos, o galês tocou para Benzema, que, de primeira, achou Di María no limite da linha de impedimento da defesa do Barcelona. O argentino ameaçou tocar no meio, mas decidiu bater para o gol. Pinto não foi bem para ela e acabou deixando a bola entrar.

O gol logo no início tranquilizou o time madrilenho, enquanto o Barcelona tentou ir com tudo para cima, mas estava desorganizado. A equipe ficava com a bola, mas não encontrava formas de chegar à meta adversária. O melhor momento aconteceu já aos 41 minutos, quando Iniesta fez boa jogada pela esquerda, Messi aproveitou e tentou da entrada da área, mas jogou para fora.

O time catalão precisava reagir no segundo tempo, mas foi o Real quem tomou conta do jogo. Pressionando a saída do Barça, os madrilenhos sufocavam e aproveitavam os seguintes erros de passe do adversário, principalmente com Busquets para chegar. Aos três minutos, novamente Bale levou perigo em chute cruzado. Aos nove, o galês jogou por cima.

O jogo era todo do Real, que perdeu nova chance aos 21. Di María deu ótimo passe para Benzema, que bateu forte. Pinto mandou para escanteio. Na sequência, a bola foi cruzada na área, Bale subiu com o goleiro e marcou, mas o juiz já marcava falta.

O castigo para tantas chances perdidas veio na sequência. Em uma das poucas idas ao ataque no segundo tempo, o Barcelona empatou. Após escanteio da esquerda, Pepe bobeou e o zagueiro Bartrá subiu sozinho para cabecear no canto de Casillas e marcar, aos 23.

Foi apenas um susto para o Real, que seguiu melhor. Até que, depois de tanto insistir, Bale definiu a partida. Aos 39 minutos, ele recebeu um pouco atrás do meio de campo, pelo lado esquerdo. Com um toque colocou na frente de Bartrá, que ainda tentou tirá-lo da jogada no jogo de corpo. O galês até saiu de campo, mas não desistiu e chegou à bola muito antes do zagueiro adversário. Então, teve tranquilidade para entrar na área e tocar entre as pernas do goleiro.

Na base do desespero, o Barcelona foi para cima e Neymar teve a bola do jogo em seus pés. Aos 44 minutos, o brasileiro recebeu sozinho dentro da área, dominou e tirou de Casillas. Mas a bola caprichosamente tocou na trave e voltou nas mãos do goleiro, provando que o dia era mesmo do Real.

Fonte: http://www.estadao.com.br/

São Paulo – Brasil – 23:22

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

‘Troca-troca’: Boatos apontam Neuer no Real Madrid e Valdés no Bayern de Munique

Guardiola gostaria de voltar a trabalhar com Valdés

Guardiola gostaria de voltar a trabalhar com Valdés – Getty Images

Casillas, Valdés e Neuer devem movimentar o mercado de transferências. Segundo a imprensa espanhola e alemã, os goleiros devem fazer um ‘troca-troca’ de clubes em breve.

Começando com Casillas: o espanhol estaria insatisfeito em ser reserva de Diego López no Real Madrid, e por isso, estaria procurando outro clube para manter sua titularidade intacta.

Sem Casillas, o técnico Carlo Ancelotti, também insatisfeito com a disputa dos goleiros, estaria disposto a desembolsar 30 milhões de euros (aproximadamente R$ 105 milhões) por Neuer.

E sem Neuer, Pep Guardiola aproveitaria Valdés, que já anunciou que deixará o Barcelona no final da temporada e está livre para assinar um pré-contrato com qualquer clube desde já.

Guardiola já teria demonstrado seu desejo de voltar a trabalhar com Valdés, mesmo que o goleiro tenha tido o nome ligado a clubes como Arsenal, Manchester City, e principalmente, o Monaco.

Fonte: http://www.espn.com.br

São Paulo – Brasil – 01:18

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Casillas no banco outra vez

Casillas ficará no banco novamente contra o Valencia

Casillas ficará no banco novamente contra o Bilbao – Getty

Reserva com José Mourinho, a situação de Casillas não mudou com a vinda do técnico Carlo Ancelotti. Depois de ficar no banco contra Granada e Betis, o camisa 1 ficará novamente na reserva neste domingo, contra o Athletic Bilbao.

 

“Diego está jogando bem, está com boa condição e está tranquilo. Casillas também trabalhando bem, é muito profissional. Ele merece de minha parte o respeito que um capitão merece. Falei com ele antes da primeira partida e quero falar com ele para explicar a situação”, afirmou o treinador.

Questionado se Casillas poderia sair do clube por ser reserva, Ancelotti disse que não acredita nessa possibilidade.

“Vou dar oportunidades para Casillas jogar. Ele não comentou nada sobre ir embora. Não acho que ele vá sair. Necessitamos de dois goleiros muitos bons. Estou seguro que ele jogará, terá seus minutos durante a temporada”, explicou.

Ancelotti também comentou na coletiva a boa pré-temporada de Casemiro. “Temos boas opções onde ele joga. Casemiro está seguro, jogando bem, marca gols. É jovem e com os jovens temos que ter cuidado para dar as oportunidades justas e não dar muita responsabilidade. Ele joga em uma posição com muita responsabilidade e está indo bem.”

Bale
Antes da coletiva, Ancelotti pediu para não falar do mercado de transferências. “Queria dizer que não quero falar de mercado. Não quero falar de jogadores que não estão aqui. Será melhor falar sobre a partida e dos jogadores que estão no elenco. Obrigado”, disse ele, sem citar o nome de Gareth Bale.

Veja a lista de relacionados para a partida contra o Athletic Bilbao:
Goleiros: Casillas, Diego López e Tomás Mejías.
Defensores: Arbeloa, Carvajal, Pepe, Ramos, Nacho e Marcelo.
Meio-campo: Di María, Khedira, Modric, Casemiro, Illarra, Isco e Özil.
Atacantes: Cristiano Ronaldo, Benzema, Morata e Jesé.

Fonte: http://www.espn.com.br

São Paulo – Brasil – 20:59

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

JGalvão

Eleito melhor goleiro, Júlio César homenageia Casillas

Júlio César homenageou o espanhol Casillas ao receber o prêmio de melhor goleiro do torneio

Júlio César homenageou o espanhol Casillas ao receber o prêmio de melhor goleiro do torneio – Getty

A falha de Júlio César contra a Holanda na eliminação nas quartas de final da Copa do Mundo de 2010 ficou marcada, ele perdeu o lugar na seleção brasileira e depois ainda virou reserva e deixou a Inter de Milão. O desempenho de Júlio César da Copa das Confederações de 2013 rendeu a ele o prêmio de melhor goleiro da competição e a novamente condição de titular inscontestável do Brasil. Em três anos, o camisa 12 conseguiu a superação, que foi coroada com o título neste domingo, após a vitória na final sobre a Espanha, por 3 a 0, no Maracanã.

“Minha família e meus amigos sabem o quanto eu sofri e o quanto ainda venho sofrendo com a eliminação do Mundial de 2010, mas acho que isso já faz parte do passado, estou podendo superar tudo isso. O que vem acontecendo comigo e com a seleção brasileira é maravailhoso, espero dar continuidade”, disse Júlio César, que completou.

“Depois de tudo aquilo que aconteceu após a Copa, foi um momento difícil na minha carreira. A vida de vez em quando te golpeia, te deixa de joelhos, mas só fica de joelhos quem quer. Graças a Deus eu busquei forças para dar essa volta por cima e voltar a sorrir. Fico feliz com esse reconhecimento, é mais um troféu que vai para a miha estante”.

Júlio César destacou a hierarquia do futebol após Brasil vencer a Espanha
Júlio César comemora vitória sobre a  Espanha na final – Getty

Muita coisa mudou na carreira de Júlio César desde aquela falha no gol do holandês Sneijder, no Mundial da África do Sul em 2010, até a defesa do pênalti do uruguaio Forlán, na semifinal, e das importantes espalmadas em chutes de Iniesta e Pedro Rodríguez, na decisão da Copa das Confederações de 2013. De titular absoluto em uma fase vitoriosa da Inter de Milão, na Itália, o goleiro brasileiro passou a atuar pelo modesto Queens Park Rangers, que foi rebaixado para a segunda divisão na Inglaterra.

Mas a experiência e a qualidade de Júlio César voltaram à tona depois que o técnico Luiz Felipe Scolari assumiu o comando da seleção brasileira e convocou novamente o atleta de 33 anos, no início desta temporada. Hoje, o camisa 12 é o dono da posição no Brasil, deixando os também excelentes Diego Cavalieri e Jefferson no banco.

Ao receber o troféu de melhor goleiro da Copa das Confederações, neste domingo no Maracanã, Júlio César decidiu homenagear um outro grande jogador da posição do futebol mundial. O brasileiro subiu no palco da premiação vestindo a camisa do espanhol Iker Casillas, contra que levou a melhor na decisão do título no Rio de Janeiro.

“É um goleiro que respeito muito, ele atravessou agora um momento difícil na carreira, a partir do momento que ele foi para o banco (do Real Madrid). Me vi em um momento parecido com o dele quando deixei a Inter de Milão. Somos dois goleiros de nível internacional, adquirimos um rspeito enorme, e fico feliz de ter jogado contra ele esta final. É um grande goleiro. Foi um momenro de reconhecer tudo aquilo que ele fez pela Espanha e pelo futebol, é um cara que eu admiro”, explicou o brasileiro.

Com contrato com o Queens Park Rangers até 2016, Júlio César ainda tem futuro incerto para a próxima temporada europeia. O desejo do goleiro é retornar para algum clube que dispute a elite dos principais campeonatos da Europa, a Roma, da Itália, aparece como forte candidata a contratá-lo.

Fonte: http://globoesporte.globo.com

São Paulo – Brasil – 23:40

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  ‏@Batom_efutebol

JGalvão

Casillas salva Iniesta de autografar camisa do Real Madrid

Andrés Iniesta é sempre o mais requisitado da seleção da Espanha para autógrafos quando entra ou sai do ônibus que o leva aos treinamentos diários no Rio de Janeiro. Apesar das solicitações, o jogador geralmente passa direto sem atender aos fãs. Nesta terça-feira, no entanto, a rotina foi diferente. Ao avistar atrás das grades de proteção um torcedor com a camisa do Barcelona, o atleta logo deixou o caminho que levava ao veículo para autografar o uniforme do time culé.

Iniesta autógrafos Espanha hotel (Foto: Cintia Barlem)Iniesta autografa camisa do Barça (Foto: Cintia Barlem)

Um pedido inusitado chegou logo depois. Um menino que aguardava também os astros da seleção espanhola estava apenas com a camisa do Real Madrid nas mãos. O fã não teve dúvida: pediu a assinatura ali mesmo na camisa merengue. O meia apenas sorriu e entrou no ônibus. Mas o torcedor não ficou sem uma lembrança. Casillas tratou de assinar a peça.

Casillas autógrafos Espanha hotel (Foto: Cintia Barlem)Casillas autografa camisa do Real (Foto: Cintia Barlem)

O técnico Vicente del Bosque escalará os reservas contra o Taiti, na próxima quinta-feira, às 16h, no Maracanã. A equipe deverá começar com a seguinte escalação: Casillas, Azpilicueta, Albiol, Ramos e Monreal; Javi Martínez, Cazorla, Mata e David Silva; Villa e Torres.

Fonte: http://globoesporte.globo.com

São Paulo – Brasil – 22:41

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

JGalvão