Posts Tagged ‘DFB-Pokal’

Copa da Alemanha 2015/2016 – Segunda fase

150313 DFB Pokal 01

Na última sexta-feira foram sorteados, nos estúdios da TV ZDF (TV pública da Alemanha), os confrontos da segunda fase do DFB Pokal (Copa da Alemanha) que será realizada nos dias 27 e 28 de outubro. O sorteio colocará frente a frentes algumas equipes da primeira divisão, a Bundesliga, já na segunda fase de torneio, como por exemplo Schalke 04 x Borussia M’Gladbach e Wolfsburg x Bayern Munique.

A partida entre os “Lobos” e a equipe da Baviera reedita a  Supercopa da Alemanha, vencida no começo da atual temporada pelo Wolfsburg por 5 a 4, na cobrança de pênaltis.

Veja o calendário e os jogos desta 2ª fase!

Segunda Fase:  27 e 28 de Outubro de 2015

Oitavas de final:   15 e 16 de Dezembro de 2015

Quartas de final : 09 e 10 de Fevereiro de 2016

Semi-final:  19 e 20 de abril de 2016

Final: 21  de Maio de 2016 Como nao de traje de Estadio Olimpico Berlim.

Copa da Alemanha 2015/2016

Jogos da 2ª Fase

 

FC Schalke 04 x Borussia Mönchengladbach
SV Darmstadt 98 x Hannover 96
Werder Bremen x  1. FC Köln
VfL Wolfsburg x  Bayern de Munique
Borussia Dortmund x SC Paderborn
FSV Frankfurt x  Hertha BSC
FSV Mainz 05 x  TSV 1860 München
SC Freiburg x FC Augsburg
SV Sandhausen x  1. FC Heidenheim
1. FC Nürnberg x Fortuna Dusseldorf
 VfL Bochum x 1. FC Kaiserslautern
Erzgebirge Aue x Eintracht Frankfurt
Viktoria Köln x   Bayer Leverkusen
FC Carl Zeiss Jena x VfB Stuttgart
SpVgg Unterhaching x   RB Leipzig
SSV Reutlingen x Eintracht Braunschweig

Veja também: DFB Pokal– Entendendo a Copa da Alemanha  http://wp.me/pXxpG-8do 

São Paulo – Brasil – 01:46

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Por Josy Galvão

Alemanha – DFB define data e local do duelo entre Bayern e Wolfsburg pela DFL Supercup

A DFB definiu nesta semana a data e o local da DFL Super Cup, que reúne os campeões da Bundesliga e da DFB Pokal. A partida entre Bayern de Munique e Wolfsburg, será na Volkswagen Arena, casa dos Lobos, no dia 01/08.

Os bávaros, que foram campeões da Bundesliga pela 25ª vez com sobra e cheio de problemas na reta final da temporada, pretende montar uma equipe mais forte e continuar reinando na Alemanha. Mesmo com o seu nome cogitado para deixar o clube, o técnico Guardiola vai cumprir seu contrato, que termina na metade de 2016.

Já o time do Wolfsburg terminou em alta a temporada, sendo vice-campeão e conquistando de forma inédita a DFB Pokal, coroando o grande trabalho feito por Dieter Hecking. O grande destaque da equipe, foi o meia belga Kevin De Bruyne, eleito o melhor jogador da temporada e despertando o interesse de grandes clubes europeus, inclusive 0 próprio time de Munique. 

As duas equipes vão brigar forte pelo titulo da próxima temporada e prometem fazer muita coisa para reforçar seus elencos.

Nas três ultimas edições da DFL Super Cup, a equipe da Baviera venceu uma e perdeu duas para o Borussia Dortmund e busca sua sexta taça do torneio, enquanto os lobos que jogam pela segunda vez, buscam a taça de forma inédita.

São Paulo – Brasil – 22:43

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Por Josy Galvão

Hecking aprova atuação do Wolfsburg diante do Dortmund e crê em bom jogo na final da DFB Pokal

Hecking aprova atuação do Wolfsburg ante Dortmund e crê em bom jogo na final da DFB Pokal

O Wolfsburg venceu em casa o Borussia Dortmund por 2 a 1, pela 33° Rodada da Bundesliga 2014/15, e se manteve na segunda colocação na classificação com 68 pontos. Os gols dos Lobos foram marcados por Caligiuri e pelo brasileiro Naldo.

Para o comandante da equipe, Dieter Hecking, foi uma boa partida e ele vê a final da DFB Pokal como um jogo eletrizante: “Fizemos um bom jogo e o adversário deu trabalho para a nossa equipe, e no final conseguimos ser mais competentes e sair com os três pontos dentro de casa. Portanto é focar na ultima partida e depois pensar na final da DFB Pokal, e o Dortmund vai vir com tudo para a cima de nós. Tememos um jogo igual e não terá favorito nesse duelo”.

O treinador falou ainda sobre a boa temporada de Kevin De Bruyne, que vem sendo uma das peças mais importantes do time: “Ele é um grande jogador e tem um grande potencial para estar entre os melhores do planeta, mas isso só depende dele. Quando eu trouxe para jogar conosco, apostei muito nele, porque não vinha sendo aproveitado no Chelsea e o contratei para integrar a equipe. Vem mostrando personalidade nos jogos, e mostrou que além de passador também marca seus gols”, afirmou.

Os Lobos encerram sua participação na Bundesliga enfrentando fora de casa a equipe do Colônia na Rhein Neckar Arena, no próximo sábado (23). E na semana seguinte vai reencontrar os Aurinegros pela finalíssima da DFB-Pokal, jogo que será realizado no estádio Olímpico de Berlin, dia (30).

Fonte: http://www.vavel.com/

São Paulo – Brasil – 22:48

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

A última chance para o Borussia Dortmund

O Borussia Dortmund tem uma última chance de salvar a temporada 2014/2015: de acordo com Jürgen Klopp, técnico dos Aurinegros, é a Copa da Alemanha (DFB Pokal). Para ele “…a Copa é de importância fundamental e é por isso que considero o jogo contra o Hoffenheim amanhã (terça-feira) vital para nossas pretensões”, declarou o treinador durante coletiva de imprensa nesta segunda-feira.

A Copa da Alemanha para o Borussia Dortmund se constitui na maior chance de ainda participar de uma competição internacional na próxima temporada. O vencedor do DFB Pokal se classifica automaticamente para a Liga Europa. Ao mesmo tempo, porém, Klopp continua de olho na Bundesliga: “Nossa situação não é confortável. Não podemos relaxar.”

O técnico aproveitou a oportunidade para falar da deficiência ofensiva de sua equipe, já que nas últimas três partidas em casa, contra Colônia (0:0), Juventus (0:3) e Bayern Munique (0:1) não marcou nenhum gol: “Não me preocupo, mas penso numa forma de dar uma solução à esta questão. O jogo contra o Bayern, por exemplo, não foi uma catástrofe – só faltou um gol.”

Klopp ainda não sabe se na terça-feira contra o Hoffenheim pelas quartas de final da Copa da Alemanha, vai entrar em campo com o atacante Ciro Immobile: “Ainda não sei. Ele treinou bem. Vamos ver como ele estará amanhã, então vou tomar as decisões necessárias”, concluiu.

Fonte: http://www.bundesliga.com.br/

Por: Gerd Wenzel

São Paulo – Brasil –23:39

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Jürgen Klopp lamenta derrota e elogia Juventus

Jurgen Klopp lamenta derrota e elogia Juventus: "Perdemos para um grande adversário"

Nesta quarta-feira (18), o Borussia Dortmund foi eliminado em pleno Signal Iduna Park, pela Juventus, por 3 a 0, acabando com as chances de conseguir o bicampeonato da UEFA Champions League. Agora, as atenções do time aurinegro estarão voltadas para a disputa da Bundesliga e a DFB Pokal, a única possibilidade de título nesta temporada.

O técnico Jürgen Klopp lamentou a eliminação e elogiou a equipe italiana:“Não há motivos para sorrir. Hoje perdemos para um grande adversário e mais forte que nós. Tentamos voltar ao jogo, mas não conseguimos. Não fizemos o suficientemente para conseguir igualar a partida, a Juventus mostrou sua força e os parabenizo pela classificação”, afirmou, falando da falta de objetividade da equipe dentro de campo.

“Fomos incapazes de entrar na área do adversário, e não conseguimos sequer chutar a gol, durante toda a partida. A Juventus fez uma marcação impecável que deixou minha equipe sem saber o que fazer, e éramos frequentemente atacados com rapidez pelo adversário, foi uma partida para se esquecer”, completou.

Klopp ainda reiterou que agora o foco estará nas competições nacionais, prometendo que irá em busca da conquista da Copa, para garantir a vaga na próxima UEFA Europa League. O resultado negativo diante da Juve, para o treinador, faz parte do passado e servirá de motivação para os torneios restantes.

“Agora precisamos olhar para frente. A derrota sofrida hoje faz parte do passado e vamos nos reerguer. Temos a Bundesliga a disputar os jogos restantes, mas ainda temos uma chance de título na DFB Pokal, para pelo menos conseguir uma vaga na UEFA Europa League da próxima temporada”, finalizou.

Os alemães voltam a campo neste sábado (21), pelo nacional, e enfrentarão fora de casa o Hannover, na HDI-Arena. Atualmente, ocupam a 10ª colocação, com 30 pontos, a oito da zona de classificação à Europa League.

Fonte: http://www.vavel.com/

São Paulo – Brasil – 21:36

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Bayer Leverkusen vence o Kaiserslautern e avança na DFB Pokal

Leverkusen bate Kaiserslautern na prorrogação e avança na DFB Pokal

O Bayer Leverkusen e o Kaiserslautern se enfrentaram pela fase das oitavas de final da DFB Pokal, na BayArena, em Leverkusen. O jogo foi bastante movimentado e os donos da casa precisaram da prorrogação para vencer por 2 a 0. Os gols foram marcados por Çalhanoglu e Kiessling. Com o resultado positivo, o time aspirina avança às quartas de final do torneio e aguarda o sorteio para saber o seu próximo adversário.

A próxima partida do Bayer Leverkusen será fora de casa diante do Paderborn, na Benteler-Arena. Já o Kaiserslautern vai até a capital enfrentar o Union Berlin no An der Alten Försterei. Ambas as partidas serão pela Bundesliga 1 e 2 respectivamente e  acontecem no próximo domingo (8).

Fonte: http://www.vavel.com/br

São Paulo – Brasil – 22:52

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Copa da Alemanha 2014/2015 – Oitavas-de-final

2014 Getty Images

Terminada a segunda fase da Copa da Alemanha e com os classificados definidos, a DFB – Federação Alemã de Futebol, realizou o sorteio que definiu os encontros das oitavas-de-final. De acordo com as regras da DFB-Pokal,  os confrontos serão realizados em jogo único. Esta próxima rodada será realizada nos dias 3 e 4 de março de 2015.

Das oito partidas que serão disputadas, apenas um jogo envolve equipes da 1ª divisão da liga, Freiburg x Colônia.

Veja abaixo o calendário e os jogos das Oitavas-de-final!

Oitavas-de-final: 03 e 04 de março de 2015.

Quartas-de-final: 07 e 08 de abril de 2015.

Semi-final: 28 e 29 de abril de 2015.

Final: 30 de maio de 2015, como de costume no Estádio Olímpico de Berlim.

 

Copa da Alemanha 2014/2015

Jogos das Oitavas-de-final

 

 Bayer Leverkusen (1ª divisão) x Kaiserslautern (2ª divisão)
Kickers Offenbach (4ª divisão) x  Borussia M’gladbach (1ª divisão)
Bayern de Munique (1ª divisão) x Braunschweig (2ª divisão)
 Aalen (2ª divisão) x Hoffenheim (1ª divisão)
RB Leipzig (2ª divisão) x Wolfsburg (1ª divisão)
Arminia Bielefeld (3ª divisão) x Werder Bremen (1ª divisão)
 Freiburg (1ª divisão) x  Colônia (1ª divisão)
Dynamo Dresden (3ª divisão) x Borussia Dortmund (1ª divisão)

 

Veja também:  DFB-Pokal – Entendendo a Copa da Alemanha http://wp.me/pXxpG-8do 

 

São Paulo – Brasil –  00:23

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  ‏@Batom_efutebol

Por Josy Galvão

Copa da Alemanha 2014/2015 – Primeira fase

Drawn 32 pares de para a Primeira Rodada: 64 vezes querem OS DFB Cup © Bongarts / Getty Images

A Federação Alemã de Futebol – DFB, divulgou neste domingo após sorteio, os 32 jogos da 1ª fase da Copa da Alemanha – DFB Pokal. Um dos duelos só será definido no próximo dia 04 de junho, já que o Viktoria Berlin e o Tasmania Berlin ainda jogam a Copa Regional de Berlim. A equipe vencedora, enfrentará o Eintracht Frankfurt.

Após partida da Copa Regional de Berlim, em 4 de junho, a equipe que enfrentará o Eintracht Frankfurt é o Viktoria Berlin.

 

Ficheiro:Logo FC Bayern München.svg                     X                    

A partida de abertura será entre o atual campeão, Bayern de Munique e o  Preußen Münster,  clube regional da 3ª divisão. A equipe fica baseada em Münster, na Renânia do Norte-Vestfália.

Veja abaixo o calendário e os jogos desta 1ª fase!

Primeira Fase: 15 e 18 de agosto de 2014.

Segunda Fase: 28 e 29 de outubro de 2014.

Terceira Fase: 03 e 04 de março de 2015.

Quartas-de-final: 07 e 08 de abril de 2015.

Semi-final: 28 e 29 de abril de 2015.

Final: 30 de maio de 2015, como de costume no Estádio Olímpico de Berlim.

 

Copa da Alemanha 2014/2015

Jogos da 1ª Fase

 

 Bayern de Munique (1ª divisão) x Preußen Münster (3ª divisão)
Bochum (2ª divisão) x Stuttgart (1ª divisão)
RB Leipzig (2ª divisão) x Paderborn 07 (1ª divisão)
 Darmstadt (2ª divisão) x  Wolfsburg (1ª divisão)
 Heidenheim (2ª divisão) x Union Berlin (2ª divisão)
Chemnitzer FC (3ª divisão) x  Mainz (1ª divisão)
Dynamo Dresden (3ª divisão) x  Schalke (1ª divisão)
Stuttgarter Kickers (3ª divisão) x Borussia Dortmund (1ª divisão)
Energie Cottbus (3ª divisão) x  Hamburgo (1ª divisão)
 Holstein Kiel (3ª divisão) x  Munique 1860 (2ª divisão)
Duisburg (3ª divisão) x Nuremberg (2ª divisão)
Wehen Wiesbaden (3ª divisão) x Kaiserslautern (2ª divisão)
Arminia Bielefeld (3ª divisão) x  Sandhausen (2ª divisão)
 Homburg (4ª divisão) x Borussia Mönchengladbach (1ª divisão)
 Eintracht Trier (4ª divisão) x Freiburg (1ª divisão)
 Alemannia Waldalgesheim (5ª divisão) x Bayer Leverkusen (1ª divisão)
 Magdeburg (4ª divisão) x Augsburg (1ª divisão)
Viktoria Köln (4ª divisão) x  Hertha Berlim (1ª divisão)
 Illertissen (4ª divisão) x Werder Bremen (1ª divisão)
Viktoria Berlin (4ª divisão) x  Eintracht Frankfurt (1ª divisão)
Paloma Hamburg (6ª divisão) x Hoffenheim (1ª divisão)
Astoria Walldorf (5ª divisão) x Hannover (1ª divisão)
FT Braunschweig (5ª divisão) x Colônia (1ª divisão)
Optik Rathenow (4ª divisão) x St. Pauli (2ª divisão)
SW Rehden (4ª divisão) x Aalen (2ª divisão)
 Bremer SV (5ª divisão) x Eintracht Braunschweig (2ª divisão)
Sportfreunde Siegen (4ª divisão) x FSV Frankfurt (2ª divisão)
 Kickers Würzburg (4ª divisão) x Fortuna Düsseldorf (2ª divisão)
 Carl Zeiss Jena (4ª divisão) x Erzgebirge Aue (2ª divisão)
Neubrandenburg (5ª divisão) x Karlsruher (2ª divisão)
Kickers Offenbach (4ª divisão) x Ingolstadt (2ª divisão)
Waldkirch (6ª divisão) x Greuther Fürth (2ª divisão)

 

 

Veja também:  DFB-Pokal – Entendendo a Copa da Alemanha http://wp.me/pXxpG-8do 

 

São Paulo – Brasil –  18:50

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  ‏@Batom_efutebol

Por Josy Galvão

Bierhoffs WM-Blog: “Test gegen Polen ist richtig und wertvoll”

Meinungsstark: Teammanager Bierhoff  © DFB

Meinungsstark: Teammanager Bierhoff

Der Countdown läuft für die Weltmeisterschaft in Brasilien – und damit auch für die deutsche WM-Mission. Sportlich und organisatorisch. Genau an der Schnittstelle wirkt Oliver Bierhoff, der Manager der Nationalmannschaft. Jede Woche berichtet der 45-Jährige darüber, exklusiv für die User von DFB.de. Bierhoffs WM-Blog – heute über das Pokalfinale zwischen Bayern München und Borussia Dortmund und die Personalsituation beim Testspiel gegen Polen.

Liebe Fans der Nationalmannschaft,

tut mir leid Wolfsburg, sorry Kaiserslautern – ich hätte auch euch den Einzug ins Finale des DFB-Pokals gegönnt. Die Wölfe waren in Dortmund ebenbürtig, die Mannschaft von Dieter Hecking hat gezeigt, dass da ein Konkurrent heranwächst, der Ambitionen hat, eine Mannschaft, mit der künftig auch ganz vorne zu rechnen ist. Auch Lautern hat nicht enttäuscht. Sie haben umgesetzt, was Trainer Kosta Runjaic vorgegeben hat: Keine Angst vor den Bayern. Am Ende war das 5:1 deutlich, doch täuscht das Ergebnis darüber hinweg, dass der Zweitligist beim Triple-Gewinner mutig aufgetreten ist und die Bayern zumindest phasenweise vor Probleme gestellt hat.

Dennoch – durchgesetzt haben sich die großen Favoriten. Für unseren Wettbewerb DFB Pokal und die Mehrzahl der Fußballfans ist dieses Finale das Traumfinale. Die beiden besten deutschen Teams stehen sich gegenüber, das Endspiel wird zum Fest des Fußballs und zum Schaulaufen deutscher Nationalspieler. Schon jetzt gibt es einen Gewinner: den DFB-Pokal.

Der BVB hat mehrfach gezeigt, dass im direkten Duell gegen die Bayern alles möglich. Zuletzt beim 3:0-Sieg in München, wobei dieses Spiel ganz sicher kein Maßstab für das Finale in Berlin ist. Für das Team von Trainer Jürgen Klopp bietet der DFB-Pokal die Möglichkeit, eine gute Saison mit einem krönenden Abschluss zu veredeln. In den beiden Meisterjahren haben die Dortmunder in der Bundesliga überragend Fußball gespielt. Sie haben einen hohen Aufwand betrieben, sie haben viel investiert und mitunter fast über ihre Verhältnisse agiert. Für die vergangene Saison gilt dies in ähnlicher Weise für die Auftritte in der Champions League. Und auch in der laufenden Spielzeit haben sie nicht enttäuscht.

Die Rahmenbedingungen waren diesmal besonders ungünstig. Dortmund musste mit Mario Götze den Weggang eines Schlüsselspielers verkraften, und wenn ich an dieser Stelle alle Verletzten aufzählen würde, geriete dieser Blog zum Buch. Vor diesem Hintergrund sind die Leistungen des BVB einzuordnen. Sie sind Zweiter der Bundesliga, standen gegen Real Madrid in der Champions League kurz vor einer Sensation. Und sie stehen im Finale des DFB-Pokals. Auf diese Bilanz können sie wirklich stolz sein.

Auch für die Führung der Nationalmannschaft ist das Endspiel in Berlin ein besonderer Termin. Die Atmosphäre im Olympiastadion ist jedes Mal aufs Neue beeindruckend und begeisternd. Als Spieler war mir dieses Erlebnis nicht vergönnt, aber auch als Beobachter bin ich jedes Mal fasziniert von der Stimmung in Berlin. Zwei gleichgroße Fan-Lager – diese Konstellation ist einmalig im deutschen Fußball. Schon jetzt freue ich mich auf den Tag in der Hauptstadt und das große Spiel am Abend im Olympiastadion.

Bayern und der BVB stehen also im Finale am 17. Mai – natürlich sehen wir, dass dies Auswirkungen auf die Nationalmannschaft hat. Durch diese Konstellation werden uns die Spieler aus München und Dortmund im Länderspiel am 13. Mail in Hamburg gegen Polen nicht zur Verfügung stehen. Fehlen werden auch die Spieler des FC Arsenal, die am 17. Mai gegen Hull City den FA Cup gewinnen wollen. Verzichten müssen wir möglicherweise zudem auf die Lokalmatadoren – sollte der HSV in der Relegation um den Klassenverbleib kämpfen.

Man muss kein Prophet sein, um zu sehen, dass die personelle Situation Kritiker wecken wird. Diesen Reflex kennen wir von jedem Länderspiel, in dem uns einige wichtige Spieler nicht zur Verfügung stehen. Für mich ist dieser Test dennoch richtig und wertvoll. Wir haben einige Spieler, die aufgrund von Verletzungen Spielpraxis benötigen, und da zählt mit Blick auf das Turnier in Brasilien jeder Einsatz. Außerdem ist die Partie gegen Polen für mich ein Zukunfts-Spiel. Unser Fokus gilt aktuell der WM, es gehört aber zu unseren Aufgaben, den Kopf zu heben und über Brasilien hinauszublicken. Wir werden danach keinen großen Umbruch im Kader haben, aber doch eine erhöhte Fluktuation. Und für diesen Prozess können sich die Spieler, die in Hamburg dabei sein werden, empfehlen.

Ähnliche Diskussionen, wie ich sie jetzt erwarte, gab es auch im Vorfeld der USA-Reise im vergangenen Jahr. Auch damals standen uns die Dortmunder und die Bayern nicht zur Verfügung, der Sinn der Reise wurde in Zweifel gezogen. Und hinterher? Bestand Einigkeit darin, dass die Tage in Miami und Washington für die Nationalmannschaft und damit für den deutschen Fußball sehr wertvoll gewesen sind. Durch die USA-Reise haben wir mit Max Kruse und Sidney Sam zwei Optionen mehr, auch Marcell Jansen gehört seither wieder fest zum Kader. Im Spiel gegen Polen werden viele neue Spieler die Chance bekommen, sich dem Bundestrainer auf großer Bühne zu präsentieren. Wenn sie diese nutzen, können wir uns auf ein unterhaltsames und interessantes Länderspiel freuen.

Herzlichst
Oliver Bierhoff

Fonte: http://www.dfb.de/

São Paulo – Brasil – 22:14

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

DFB-Pokal – Entendendo a Copa da Alemanha

Tradição, entusiasmo, paixão, qualidade e suas próprias regras: assim, é a DFB-Pokal. Confira 32 fatos sobre a fascinação ao redor da DFB-Pokal.

1. História: O título da Copa foi concedido pela primeira vez em 1935. A partir de 1944, a competição descansou durante oito anos para ser reiniciada no início da temporada 1952/1953, agora sob a designação oficial DFB-Pokal.

2. Realização da Final: Desde 1985, o Estádio Olímpico de Berlim é um local completo para a final da DFB-Pokal, sendo considerado o “Wembley alemão”. Até então, grande parte das finais havia sido realizada em Hannover (8).

3. A Forma: Os vencedores da DFB-Pokal tem seis rodadas para sobreviverem. Cada jogo é um jogo de nocaute. Cada equipe tem 90 minutos para sair vencedora e, se necessário, a partida vai para a prorrogação e pênaltis. Só a vitória garante o direito de seguir na competição.

4. Datas: A primeira rodada da DFB-Pokal 2013/2014 será realizada entre os dias 2 a 5 de Agosto. Até o inverno teremos mais duas rodadas, em 24-25 de Setembro e 3-4 de Dezembro. No próximo ano, continua em 11-12 de Fevereiro, com as quartas-de-finais. As semifinais serão em 15-16 de Abril. A final será no sábado, 17 de maio. Com exceção da primeira rodada, todas as rodadas das finais serão realizadas durante a semana (terça e quarta).

5. Cobertura de TV: Nesta temporada, todos os 63 jogos da DFB-Pokal serão exibidos ao vivo pela Sky.

6. Participantes: Serão 64 equipes no primeiro turno. Entre elas estão as 18 da Bundesliga (1ª divisão) e 17 da segunda divisão. A 3ª Liga tem oito clubes na DFB-Pokal 2013/2014. As outras 21 equipes vem das categorias amadoras.

7. Amadores: Liderando as fileiras dos estreantes nesta temporada, 13 equipes da liga regional. Sete participantes da DFB-Pokal estão em suas classes mais altas no estado. O caçula dos amadores é o Neckarsulmer Sport-Union (5ª divisão), que subiu no verão, da Federação Liga Württemberg (6ª Divisão).

8. O estreante: As equipes da terceira divisão FV Illertissen, FSV Optik Rathenow e SV Lippstadt 08, estão pela primeira vez na DFB-Pokal. O mesmo se aplica ao SSV Schott Jena, Die Sportfreunde Baumberg, Die SG Aumund-Vegesack e Die Neckarsulmer Sport-Union.

9. Sorteio: Os pênaltis foram introduzidos na DFB-Pokal na temporada de 1970/1971. Até então, com um empate após o tempo extra, havia um jogo de volta e, caso o empate persistisse, o vencedor era definido através de sorteio. O último sorteio aconteceu na partida entre o Alemannia Aachen e o Werder Bremen, na segunda rodada da temporada 1969/1970.

10. Penalidades: o primeiro vencedor em uma disputa de pênaltis na Copa da Alemanha foi o FC Schalke 04. A equipe de Gelsenkirchen derrotou o VfL Wolfsburg por 3-1 na primeira rodada da temporada 1970/1971. Até a temporada de 91/92, ainda existia a regra de um jogo de volta em caso de empate, com a regra de troca de casa, e caso houvesse um novo empate, somente aí o uso dos pênaltis poderia acontecer. Desde 1991, o resultado é alcançado pela disputa de pênaltis em todos os jogos da copa que terminam empatados após o tempo extra. Esta regulamentação entrou em vigor pela primeira vez no Nordeste, durante o jogo de qualificação entre Motor Eberswalde e Aktivist Schwarze Pumpe (3-4, 1-1 n.V.) A primeira disputa de pênaltis em uma final da Copa da Alemanha foi em 1984, na partida  entre Bayern de Munique e Borussia Mönchengladbach (7-6, 1-1 n.V.)  – com a participação do lendário Lothar Matthäus, em seu último jogo com a camisa do Gladbach, antes de mudar mais tarde para o Bayern.

11. Defensor de títulos: O FC Bayern de Munique venceu na temporada passada todos os campeonatos que disputou, inclusive a DFB-Pokal, na final, em Munique, por 3-2 contra o VfB Stuttgart.

12. Registro de Campeão: E mais uma vez os bávaros. O Bayern de Munique venceu a Copa em 16 de suas 19 aparições. O número dois é – com uma distância respeitável – SV Werder Bremen. A Liga Hanseática conquistou o título seis vezes. O FC Schalke 04 segue com cinco vitórias na Copa.

13. Duplo: Cinco clubes foram campeões da Bundesliga e da DFB-Pokal no mesmo ano. O Bayern conseguiu isso na temporada passada, pela nona vez. Borussia Dortmund, Schalke 04, Werder Bremen e FC Köln foram vencedores de cada duplo uma vez.

14. Vencedor surpresa: O Hannover 96 é o único clube que venceu a DFB-Pokal estando na segunda divisão. O triunfo ocorreu em 1992 contra o Borussia Mönchengladbach por 4-3, nos pênaltis. O Kickers Offenbach veio em 1970 na segunda divisão para a final, mas após a pausa voltou à liga principal. O OFC foi, portanto, campeão já na 1ª liga, quando ganhou contra o FC Colônia por 2-1, sendo este o seu único título.

15. Finalistas surpresa: 1993 foi a primeira e única vez em que um time amador foi para a final da DFB-Pokal. Os amadores do Hertha BSC (então na Oberliga, 3ª divisão alemã) foram derrotados no Estádio Olímpico de Berlim pelo grande favorito, Bayer Leverkusen, por 1-0. A lenda dos garotos do Hertha pemaneceu, de qualquer forma. Pela divisão regional, o Union Berlin foi derrotado em 2001, (0-2 contra o Schalke 04) e o Energie Cottbus em 1997 (0-2 contra o VfB Stuttgart), na final.

16. Taça dos Campeões Europeus: Quatro vencedores da DFB-Pokal também venceram a Copa dos Campeões da Europa. Tudo começou com o Borussia Dortmund, em 1966. Com a vitória no Campeonato Alemão, os aurinegros venceram a Liga Europa com uma vitória por 2-1 na prorrogação, sobre o Liverpool, na final em Glasgow. O Bayern de Munique venceu um ano depois por 1-0 contra o Rangers, o Hamburgo SV em 1977 por 2-0 contra o RSC Anderlecht e o Werder Bremen em 1992 por 2-0 sobre o AS Mônaco, conquistando assim a Taça da Europa. Houve também um quinto vencedor alemão nesta competição, o 1.FC Magdeburg, que venceu em 1974, na final de Roterdã por 2-0 contra o AC Milan. Em 1999/2000, a Copa dos Campeões da Europa foi abolida após 50 anos. Os vencedores da Taça Nacional se qualificam para a UEFA Cup, desde então, ou agora para a Liga Europa.

17. Troféu:  A taça da DFB-Pokal tem exatamente 52 centímetros de altura, pesa aproximadamente 5,6 kg e é muito valiosa. Para os especialistas, o troféu tem um valor material em torno de € 100.000, mas o ideal é muito maior. A taça tem sido utilizada desde 1965 e foi projetada pelo ourives Wilhelm Nagel, da cidade de Colônia. No pedestal ainda há espaço para as gravações até 2020.

18. Dinheiro: Cada clube participante recebe na primeira rodada cerca de € 110.000 de receitas de marketing e televisão. O montante dos dividendos por clube pode aumentar no decorrer da competição. Portanto, há na segunda rodada cerca de € 250.000 para cada clube. Os oito finalistas recebem cerca de € 540.000, os que avançam para as quartas-de-finais são recompensados com quase 1,2 milhões de euros. Para as semifinais, há 1,75 milhão. Para o vencedor da DFB-Pokal, o prêmio é de mais de seis milhões de euros. Além disso, em cada rodada, as receitas de bilheteria são divididas: 50% para o clube da casa e 50% para o clube visitante.

19. Potes de sorteio: Desde a temporada 2000/2001, dois potes tem sido usados no sorteio para a primeira rodada. No primeiro pote estão as 18 equipes da 1ª Divisão e as 14 melhores da Bundesliga 2 da temporada anterior. As 32 equipes restantes – as quatro últimas da Bundesliga 2, as quatro primeiras da 3ª Liga e 24 representantes das associações nacionais – são colocados no chamado “pote-amador”.  Serão sorteados para a primeira rodada sempre uma equipe do “pote-amador” e uma equipe do “pote-profissional”.

20. Queda dos favoritos: Na primeira rodada da temporada 2012/13, seis equipes da Bundesliga foram eliminadas contra equipes inferiores. Quatro jogos foram decididos no tempo regular, dois na prorrogação. A eliminação de seis equipes da Bundesliga só havia acontecido antes na temporada 1987-1988. Naquela época, no entanto, ocorreram cinco conflitos diretos entre times da  Bundesliga na primeira rodada.

21, Trauma da final: MSV Duisburg é o mais infeliz dos finalistas da história da DFB-Pokal. Tendo alcançado quatro vezes a final da competição, nas quatro vezes foi derrotado.

22, Sensações: A primeira e única vez que a equipe SSV Ulm, da quinta divisão, passou para a segunda rodada: a ex-equipe da liga bateu em 26 de Agosto de 2001, o FC Nuremberg, da Bundesliga, por 2-1. Os gols do SSV Ulm foram marcados por Skowranek e Trkulja. Os amadores do VfB Stuttgart foram bem sucedidos na primeira rodada da temporada 2000/01. Foi a maior conquista de um time amador contra um clube da Bundesliga. Os suábios bateram o Eintracht Frankfurt por 6-1. Na segunda rodada, a segunda equipe foi batida pelo time profissional do próprio VfB por  0-3.

23, Exigência de participação:  Em 23 de Outubro 1999, o Conselho Consultivo da DFB determinou oficialmente que todos os clubes da Bundesliga são obrigados a participar da DFB Pokal.

24. Restrição de participação: Desde a temporada 2008/09, apenas a primeira equipe de um clube pode participar da DFB-Pokal. As segundas equipes de clubes profissionais, portanto, não estão representadas na Copa desde então.

25. Vitórias:  A maior vitória da história da DFB-Pokal foi do Stuttgarter Kickers, na temporada 1940/1941. Eles ganharam por 17-0 contra o VfB 05 Knielingen. A maior vitória fora de casa foi do Bayern de Munique, 16-1 contra o DJK Waldberg, em 1997. Os mais notáveis ​​sucessos em uma final da DFB-Pokal foram contabilizados para o FC Schalke 04. A equipe de Gelsenkirchen venceu em 1972 contra o FC Kaiserslautern e em 2011 contra o MSV Duisburg, por 5-0 em ambas as partidas.

26. Série de vitórias: A maior série de vitórias na DFB-Pokal não pertence ao FC Bayern de Munique. Esta marca pertence ao Fortuna Dusseldorf. De agosto de 1978 a fevereiro de 1981, a equipe venceu 18 jogos da DFB-Pokal em sequência. Nesse intervalo, o Fortuna foi campeão da DFB-Pokal duas vezes, até que O Hertha BSC colocou um fim a essa sequência, vencendo o Dusseldorf nas quartas-de-finais da temporada 1980/1981, por 2-1.

27. Recorde de participações:  O maior participante da DFB-Pokal foi Mirko Votava. Ele tem 79 participações pelo Borussia Dortmund e pelo Werder Bremen. É seguido pelo veterano do Eintracht Frankfurt, Karl-Heinz Körbel (70 jogos) e por Oliver Kahn (68).

28. Maiores goleadores: Só pode haver um. É claro que essa classificação é liderada por Gerd Muller. O “Bomber” marcou para o Bayern de Munique 78 gols em 62 jogos da DFB-Pokal. Dieter Müller segue de longe como o segundo (48 gols). A maior quantidade de gols marcados em um jogo pertence a Carsten Jancker. Na vitória por 15-0 do FC Kaiserslautern contra o FC Schönberg, na primeira rodada da temporada 2004, ele marcou seis vezes.

29. Maiores vencedores: Oliver Kahn e Bastian Schweinsteiger, cada um, trouxe seis vezes a DFB-Pokal para casa, junto ao Bayern de Munique. Ambos estiveram em campo em sete finais. Schweinsteiger ainda tem chances de ser o detentor de um recorde único. Outro jogador possui o recorde de ser o único a vencer a DFB-Pokal três vezes seguidas: Kurt Sommerlatt ganhou o título em 1955 e 1956 com o Karlsruher SC, e em 1957 com o FC Bayern.

30. Treinadores recordistas: Karl-Heinz Feldkamp, ​​Hennes Weisweiler, Ottmar Hitzfeld, Udo Lattek, Otto Rehhagel e Thomas Schaaf venceram a DFB-Pokal três vezes. Apenas Feldkamp comemorou seu sucesso com três clubes (Bayer Uerdingen, em 1985, Eintracht Frankfurt, em 1988 e 1 FC Kaiserslautern, em 1990). Louis Janda, Aki Schmidt, Thomas Schaaf e Jupp Heynckes combinam a proeza de ter ganho a DFB-Pokal como jogador e treinador.

31. Recorde de público: O jogo com maior público na história da DFB-Pokal foi a semi-final entre Borussia Dortmund e Carl Zeiss Jena, em 18 de Março de 2008. A vitória por 3-0 em Dortmund, no Signal Iduna Park, foi vista por 80 078 espectadores.

32. Árbitros: As 70 finais da DFB-Pokal foram conduzidas por 63 árbitros diferentes. Albert Shower (1954, 1957, 1960) e Gerhard Schulenburg (1959, 1966, 1970) apitaram três finais. O árbitro da final de 2013, entre Bayern de Munique e Stuttgart (3-2), foi Manuel Gräfe.

Fonte: http://www.dfb.de

São Paulo – Brasil –  23:16

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  ‏@Batom_efutebol

Tradução livre por Natascha Galvão