Posts Tagged ‘Holanda’

Canadá 2015 – Japão bate Holanda e vai às quartas de final

A seleção japonesa fez um golaço coletivo (Foto: Divulgação)

A seleção feminina  do Japão segue derrubando as rivais e se mantém firme na briga pelo bicampeonato. Na noite desta terça-feira em Vancouver, o time asiático derrotou a Holanda por 2 a 1 e se classificou para as quartas de final do Mundial, onde encontrará a Austrália, algoz do Brasil. Vencedoras em 2011 na Alemanha, as japonesas mantêm os 100 % de aproveitamento na competição que está sendo disputada no Canadá.

Depois de abrir 2 a 0, com gols de Saori Ariyoshi aos dez minutos do primeiro tempo e Mizuho Sakagushi aos 33 do segundo, o Japão deixou a classificação encaminhada. Um falha incrível da goleira Ayiumi Kaihori nos acréscimos, após despretensioso chute de Kirsten Van de Ven, porém, tornou os instantes derradeiros dramáticos. A Holanda ainda teve tempo para mais um ataque, entretanto o arremate de Vivianne Miedema, que poderia dar a igualdade no marcador, acabou abafado pela defesa nipônica.

Japão e Austrália se enfrentarão em Edmonton no próximo sábado, mesmo dia do embate entre Canadá e Inglaterra (Vancouver). As quartas de final serão abertas na sexta-feira, quando China e Estados Unidos se pegam em Ottawa, e Alemanha e França medirão forças em Montreal.

Primeira colocada no Grupo C, com vitórias sobre Suíça (1 a 0), Camarões (2 a 1) e Equador (1 a 0), a equipe japonesa segue imbatível na competição. Já a Austrália estreou caindo para os EUA (3 a 1), mas se recuperou superando a Nigéria (2 a 0) e selou a classificação ao empatar com a Suécia (1 a 1) e garantir o segundo posto no D.

Fonte:    http://globoesporte.globo.com/

São Paulo – Brasil – 22:55

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Atletas do Ajax entram em campo com suas mães

Tolle, Ajax Amsterdam, Heimspiel, Mütter, Dankbarkeit, Brunch, Anreise, Hause

Os atletas do Ajax Amsterdam, da Holanda, entraram em campo neste final de semana de uma forma diferente, no lugar das crianças que entram em campo de mãos dadas com os jogadores, foram as mães que brilharam nos gramados. Esta foi uma forma carinhosa que a equipe encontrou para homenagear não só as mães dos atletas, mas também todas a mães fanáticas pelo  bom futebol!

Confira no vídeo abaixo:

São Paulo – Brasil – 23:24

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Por Josy Galvão

Bas Dost, artilheiro do Wolfsburg, recebe convocação para a Holanda

Novidade no ataque

A forma sensacional de Bas Dost no Wolfsburg o fez receber a primeira convocação para a seleção da Holanda. A equipe foi convocada para as próximas partidas com Turquia e Espanha.

O atacante de 25 anos, já marcou 16 vezes em todas as competições nesta temporada pelo time alemão, 13 delas em 2015. Dost poderá fazer sua estréia internacional nas Eliminatórias da Eurocopa 2016, contra os turcos, ou no amistoso contra o time de Vicente del Bosque.

O atacante do Manchester United, Robin van Persie, permanece de fora, depois de uma lesão no tornozelo. Huntelaar, Robben, De Jong e Sneijder foram chamados.

Confira os convocados da Holanda:

Goleiros:: Jasper Cillessen (Ajax), Tim Krul (Newcastle United), Kenneth Vermeer (Feyenoord)

Defensores: Jeffrey Bruma (PSV), Stefan de Vrij (Lazio), Daryl Janmaat (Newcastle United), Bruno Martins Indi (Porto), Gregory van der Wiel (Paris Saint-Germain), Joel Veltman (Ajax), Jetro Willems (PSV )

Meio-campistas: Ibrahim Afellay (Olympiacos), Daley Blind (Manchester United), Jordy Clasie (Feyenoord), Jonathan de Guzman (Napoli), Davy Klaassen (Ajax), Luciano Narsingh (PSV), Wesley Sneijder (Galatasaray), Georginio Wijnaldum (PSV)

Atacantes: Memphis Depay (PSV), Bas Dost (Wolfsburg), Klaas-Jan Huntelaar (Schalke), Arjen Robben (Bayern de Munique), Luuk de Jong (PSV).

Fonte: http://www.goal.com/

São Paulo – Brasil – 22:24

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

“O Manchester United deveria ter contratado Hummels”, afirma Gullit

A ex-estrela da Holanda , Ruud Gullit , acredita que Louis van Gaal deveria ter contratado o zagueiro Mats Hummels , do Borussia Dortmund , para reforçar a inexperiente defesa do Manchester United no último verão europeu.

Nomes como Rio Ferdinand e Nemanja Vidic deixaram o Old Trafford após o término de seus contratos na temporada 2013-14, enquanto o argentino Marcos Rojo foi a única reposição para o setor até o momento. Gullit, que falou ao Goal no evento #ChampiontheMatch da Heineken na última terça-feira, admite ter ficado surpreso que nenhum defensor mais consolidado tenha sido contratado.

“A única coisa que foi uma surpresa para mim é que [Van Gaal] não contratou nenhum zagueiro de qualidade – esta deveria ter sido a prioridade”, disse.

“Ele era obcecado por Hummels, e queria trazê-lo. Então, eu teria contratado alguns bons defensores para o United, este era o setor mais fraco.”

“Seja como for, ele está conseguindo os resultados. Quanto mais bons resultados conseguir, mais confiante a equipe ficará, e melhor irá jogar.”

Com passagens significativas por PSV e Milan, o ex-atacante também falou sobre o atual estado das finanças no futebol, e comentou abertamente a atual política do Chelsea , outro clube que defendeu na carreira, com os jovens jogadores: o meia Kevin De Bruyne e o atacante Romelu Lukaku foram negociados em definitivo pelos Blues , mesmo tendo recebido poucas oportunidades em Stamford Bridge.

“É o jeito que eles encontraram de fazer render suas categorias de base, vendendo seus jogadores”, prosseguiu o holandês.

“Para mim, ainda mais como torcedor do Chelsea, vi alguns jogadores do Chelsea que nunca jogaram – apenas em algumas partidas menos importantes. Não quero isso para um jovem.”

“Vou querer que esse jogador jovem atue em uma liga onde possa jogar e ser visto – esse é o problema [dessa política]. Aos garotos da Holanda, eu sempre aconselho que fiquem por lá o quanto puderem.”

Fonte: http://www.goal.com/

São Paulo – Brasil –23:01

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

‘Desprezado’ na Alemanha, polonês de 20 anos é quase duas vezes mais letal que Lewandowski

Atacante polonês com 23 gols e dez assistências em 31 jogos na temporada. A breve descrição parece se encaixar perfeitamente a Robert Lewandowski, o grande nome do futebol de seu país e um dos principais centroavantes da atualidade. Porém, ela se refere a um conterrâneo seis anos mais novo e que tem sido mais eficiente na atual temporada.

Emprestado pelo Bayer Leverkusen ao Ajax, Arkadiusz Milik é um dos tantos jovens desconhecidos que passam a brilhar com a camisa do time holandês. Com 20 anos, o atleta de 1,86m (apenas um centímetro maior que Lewandowski, de 26 anos) se firmou logo como titular e tem vivido sua melhor temporada no futebol.

São oito bolas na rede pelo Campeonato Holandês e mais oito na Copa da Holanda, competição na qual chegou a ir às redes seis vezes na mesma partida. Além disso, ele marcou uma vez na UEFA Champions League e outra na Liga Europa, definindo, inclusive, a vitória sobre o Légia Varsóvia por 1 a 0, nesta quinta-feira, pela fase de 16 avos de final, em Amsterdã.

Além disso, o jovem atacante já soma quatro gols nas eliminatórias da Eurocopa e tem sido peça fundamental para que a Polônia lidere a chave que conta com a Alemanha. Aliás, no duelo entre as duas seleções, Milik deixou sua marca na vitória polonesa por 2 a 0. Lewandowski passou em branco e deu uma assistência.

Os 23 gols em 31 jogos deixam o centroavante com uma média de 0,74 bolas na rede por partida, que é bem superior que o 0,44 de Lewandowski (15 gols em 34 confrontos). Nas assistências, os dois atletas estão empatados com dez cada um.

O que é comum na carreira dos dois atletas, que são titulares da seleção polonesa, é a passagem pelo futebol alemão. Enquanto Lewandowski brilha em solo germânico e já ganhou uma Champions e três títulos da Bundesliga, Milik, até o momento, passou despercebido no país.

Contratado pelo Leverkusen junto ao Gornik Zabrze em 2013 por cerca de 2,6 milhões de euros, o jogador de 20 anos só atuou oito vezes pelo time principal e nunca balançou as redes. Emprestado ao Augsburg na última temporada, ele foi reserva, foi a campo em 20 partidas e fez apenas dois gols.

Agora, novamente emprestado por um ano, só que agora ao Ajax, Milik tem tudo para voltar à Alemanha e seguir os passos do seu conterrâneo mais famoso no futebol na atualidade.

Confira os números dos dois atacantes:

Robert Lewandowski – jogos (gols)
Alemão: 19 (8)
Champions League: 7 (2)
Copa da Alemanha: 2 (1)
Supercopa da Alemanha 1 (0)
Eliminatórias da Eurocopa 4 (4)
Amistosos pela Polônia 1 (0)

Arkadiusz Milik – jogos (gols)
Holandês: 16 (8)
Champions League: 5 (1)
Liga Europa: 1 (1)
Copa da Holanda: 3 (8)
Supercopa da Holanda 1 (0)
Eliminatórias da Eurocopa 4 (4)
Amistosos pela Polônia 1 (1)

Fonte: http://espn.uol.com.br/

São Paulo – Brasil – 23:00

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Alemanha ultrapassa EUA, França fica em terceiro

Simone Laudehr #6 of Germany celebrates with teammate Celia Sasic of Germany
© Getty Images

A mais nova edição do Ranking Mundial Feminino da FIFA/Coca-Cola teve mudanças na liderança. A Alemanha superou os EUA graças às vitórias fora de casa sobre Suécia e Inglaterra e retomou a ponta pela primeira vez em sete anos. Já as americanas pagaram caro por suas derrotas para a China (13ª, +1) e o Brasil (8º, -2).

Logo atrás vem a França (3ª, +1), que ultrapassou o atual campeão mundial, o Japão (4º, -1). Quem entrou para os dez primeiros foi a Coreia do Norte (7ª, +4), premiada pelas vitórias sobre as vizinhas japonesas, chinesas e sul-coreanas.

Já a Holanda (11ª, +4) surpreendeu ao derrotar a Noruega (12ª, +3), a Escócia (21ª, sem mudança) e a Itália (14ª, -1) e está de olho no seleto grupo das dez melhores seleções. Classificadas para a primeira Copa do Mundo Feminina da FIFA de sua história, as holandesas reaparecem em sua melhor classificação em muitos anos.

Cinco selecionados alcançaram suas melhores colocações nesta edição da lista: Costa Rica (37ª, +3), Equador (46º, +3) e Paraguai (50º, +4), além das já mencionadas França e Holanda.

Os resultados de 170 jogos foram levados em consideração para a elaboração da atual edição do Ranking Mundial Feminino da FIFA/Coca-Cola. Sete conjuntos voltaram a figurar na listagem: Papua Nova Guiné, Tonga, Ilhas Cook, Sri Lanka, Paquistão, Afeganistão e Butão. Como outras sete seleções deixaram de aparecer por passar um longo período de inatividade, o número de equipes listadas continua sendo de 132.

O próximo Ranking Mundial Feminino da FIFA/Coca-Cola será publicado em 27 de março de 2015.

Fonte: http://pt.fifa.com/

São Paulo – Brasil – 01:21

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Arjen Robben eleito o “Esportista do Ano” na Holanda

Arjen Robben foi eleito o esportista do ano na Holanda. Desde 1987 um jogador de futebol não era premiado com este título. Robben, de 30 anos, superou os medalhistas de ouro das Olimpíadas de Inverno Sven Kramer, Michel Mulder, Jorrit Bergsma e Stefan Groothius (corrida de patinação sobre o gelo), o cavaleiro de obstáculos Jeroen Dubbeldam e o ginasta olímpico Epke Zonderland.

“Estou muito orgulhoso, especialmente por ter derrotado tantos medalhistas dos Jogos Olímpicos de Inverno de Sotschi”, declarou Robben ao SPORT1. O último jogador de futebol a ganhar esta honraria foi Ruud Gullit em 1987. O time do ano eleito foi a seleção de futebol da Holanda e o técnico premiado foi Louis van Gaal.

Fonte: http://www.bundesliga.com.br/

São Paulo – Brasil – 23:34

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Futebol Feminino – Holanda na Copa Feminina pela primeira vez

Viviane Miedema of Netherlands is mobbed by team mates after scoring the opening goal during the FIFA Women's World Cup Qualifier match between Italy and Netherlands
© Getty Images

Dois gols da jovem Vivianne Miedema permitiram à Laranja vencer a Itália, por 2 a 1, e assim garantir a última vaga europeia para a Copa do Mundo Feminina da FIFA.

Depois do empate (1 a 1) no jogo de ida, em que Miedema também marcou o gol, a Holanda visitou Verona e só precisou de esperar nove minutos para celebrar o primeiro gol da atacante do Bayern de Munique, de apenas 18 anos. 

O cenário ficou ainda melhor em cima do intervalo, quando Miedema conseguiu o seu segundo gol na partida – e terceiro no play-off -, com a Itália a reduzir no segundo tempo, graças a um gol contra de Van der Grat. Nada que impedisse a Holanda de celebrar, pela primeira vez na história, a classificação para uma Copa do Mundo Feminina da FIFA.

Seleções europeias classificadas: Inglaterra, França, Alemanha, Holanda, Noruega, Espanha, Suécia e Suíça.  

Fonte: http://pt.fifa.com/

São Paulo – Brasil – 00:57

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Ninguém disse que seria fácil

Ninguém disse que seria fácil

© Getty Images

Alemanha e Espanha derrotadas, Holanda e Itália com vitórias sofridas, Turquia, Suíça e Portugal ainda em busca dos primeiros pontos: grandes forças do futebol europeu precisam dar a volta por cima na terceira rodada das eliminatórias para a UEFA Euro 2016. Ao mesmo tempo, países como República Tcheca, Áustria e Romênia voltam ao primeiro plano, enquanto Islândia, País de Gales e Eslováquia surgem como pretendentes, mas devem confirmar a boa fase nesta terceira partida.

O jogo
Islândia x Holanda, Grupo A, 13 de outubro, Reykjavik, Estádio Laugardalsvöllur, 20h45 (hora local)

Líder do Grupo A ao lado da República Tcheca, a Islândia está fazendo o começo de campanha mais impactante da sua história, com duas vitórias pelo placar de 3 a 0. A equipe comandada por Lars Lagerbäck vem demonstrando grande solidariedade e conta com os gols de Gylfi Sigurdsson, que balançou as redes em ambas as partidas. Diante desse grupo compacto, a Holanda certamente não poderá apostar apenas no talento individual de nomes como Arjen Robben e Klaas-Jan Huntelaar, que desequilibraram o jogo contra o Cazaquistão depois de estarem perdendo pela diferença mínima no intervalo. Os semifinalistas da última Copa do Mundo da FIFA ainda não voltaram ao ritmo habitual tanto no ataque quanto na defesa, setor que ficou marcado pelos dois gols sofridos em Praga no revés por 2 a 1 da primeira rodada.

E o que mais?
Com uma derrota em casa diante do Chipre (1×2) e um empate sem gols no País de Gales, a Bósnia e Herzegovina já necessita pontuar urgentemente. Os homens de Safet Susic passarão por um duro teste contra a Bélgica, que se encheu de confiança com a goleada de 6 a 0 sobre Andorra e comemorou a excelente atuação de Divock Origi.

A Alemanha venceu a Escócia com dificuldade (2×1) e perdeu em visita à Polônia (2×0) nas duas primeiras rodadas, amargando a sua primeira derrota em 33 jogos válidos por torneios classificatórios e estacionando na terceira posição do Grupo D. Os atuais campeões do mundo criam diversas oportunidades de gol, mas vêm falhando no momento da finalização e terão apenas três dias para fazer os ajustes necessários antes de enfrentar à Irlanda, que também briga pela classificação na chave.

Você sabia?
Um objetivo e uma missão

O galês Gareth Bale está decidido a consequir a façanha de levar o seu país à Euro, algo que ídolos do passado como Ian Rush, Mark Hugues e Ryan Giggs não puderam realizar. “Quero fazer história classificando a equipe para uma grande competição”, disse Bale. “Para mim, a classificação para a Euro 2016 seria tão emocionante quanto ganhar a Liga dos Campeões.”

Como um bom vinho
O irlandês Robbie Keane anotou três gols contra Gibraltar e se tornou o maior artilheiro de todos os tempos em eliminatórias para a Euro, com 21. Na mesma ocasião, o jogador de 34 anos também assinou o hat-trick mais rápido da competição (17 minutos), superando o recorde de Marco van Basten diante da seleção de Malta em 1990.

Viva o verde
As equipes da Irlanda e da Irlanda do Norte venceram as suas duas primeiras partidas e ocupam a liderança das respectivas chaves.

O número
14 — Os gols cedidos pela equipe de Gibraltar em duas partidas, um recorde para o último país afiliado à UEFA.

O que eles disseram
“Não creio que estejamos em uma dinâmica negativa.”
Vicente del Bosque, técnico da Espanha

Fonte: http://pt.fifa.com/

São Paulo – Brasil –20:29

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Alemanha e Argentina lideram, Colômbia está em terceiro lugar no ranking da FIFA

A Alemanha, atual campeã mundial, apesar da derrota no amistoso para a Argentina, aumentou um pouco a sua distância para a vice-campeã albiceleste, por conta da vitória sobre a Escócia por 2 a 1 nas eliminatórias da Eurocopa.

A “Nationalelf” soma agora 1765 pontos e a Argentina tem 1631. O mais direto perseguidor dos dois finalistas da Copa do Mundo de 2014 agora é a Colômbia com 1488 pontos.

A Holanda caiu para o quarto lugar em função de sua derrota para a República Tcheca por 2 a 1 pelas eliminatórias da Euro 2016.

Ranking FIFA

1. Alemanha (1765)

2. Argentina (1631)

3. Colômbia (1488)

4. Holanda (1456)

5. Bélgica (1444)

6. Brasil (1291)

7. Uruguai (1243)

8. Espanha (1228)

9. França (1202)

10. Suíça (1175)

Fonte: http://www.bundesliga.com.br/

São Paulo – Brasil – 00:30

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão