Posts Tagged ‘joachim löw’

Eurocopa 2016 – Joachim Löw aprova atuação da Alemanha e enaltece Götze

Joachim Löw aprova atuação da Alemanha e enaltece Götze: "Fez grande partida"

Na última sexta-feira a Alemanha venceu a Polônia por 3 a 1 em partida válida pelas Eliminatórias da Euro 2016, com gols de Mario Götze duas vezes e Thomas Müller, ambos atletas do Bayern de Munique. Com o resultado, os atuais campeões mundiais assumiram a liderança do Grupo com 16 pontos, dois à frente dos poloneses.

Após a partida, o técnico da Seleção Alemã, Joachim Löw, falou sobre a boa atuação da equipe e aprovou a vitória contra o adversário direto.

Fizemos uma grande partida e o coletivo funcionou muito bem. Marcamos dois gols em menos de 20 minutos, por conta de boas jogadas que a equipe fez, e do talento de outros. No final da primeira etapa, a equipe se descuidou, sofrendo o gol em uma bola perdida no meio campo. Por pouco não sofremos o empate, mas o Neuer salvou com uma grande defesa”, exaltou.

“Perdemos grandes oportunidades na segunda etapa de marcar pelos menos dois ou três gols, faltou capricho na hora de arrematar para gol. Porém conseguimos marcar um gol nos instantes finais e conseguimos os três pontos contra um adversário difícil”, completou.

Depois, o comandante comentou sobre a atuação de Mario Götze: “Ele fez uma grande partida, foi muito participativo em boa parte das jogadas da equipe, criou oportunidades de gol e mandou uma na trave. Nos últimos tempos vinha sendo criticado por não estar jogando o que se espera dele. Ele é jovem e jogadores como o Götze, oscilam na carreira. Acredito que fará atuações desta maneira em outras partidas em seu clube e na seleção”.

Na próxima segunda-feira (7), os alemães irão até Glasgow enfrentar a Escócia, no Hampden Park. Os escoceses perderam na rodada para a Geórgia, por 1 a 0, em Tbilisi, e perdeu a terceira colocação para Irlanda. Portanto, se os alemães vencerem a Escócia, praticamente garantirão a vaga para a fase final, que será disputada na França. No duelo entre as duas seleções vitória da Alemanha por 2 a 1 em Dortmund.

Fonte:     http://www.vavel.com/br

São Paulo – Brasil – 23:33

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Seleção Alemã – Löw garante que a Alemanha está menos dependente de Schweinsteiger

Mudanças

O técnico da Alemanha, Joachim Löw sugeriu que utilizará o capitão Bastian Schweinsteiger com moderação ao longo dos próximos anos. Aos 31 anos, o meio-campista disputou 90 minutos pela primeira vez nesta temporada pelo Manchester United.

Porém, o comandante alemão continua convencido da importância de Schweinsteiger para a seleção e afirma que o escalará para jogar quando ele estiver 100 por cento e em situações específicas.

“Talvez eu não precise mais de Bastian em todo jogo agora”, disse Löw ao Süddeutsche Zeitung.

Getty Images

“Eu preciso dele quando é importante para nós. Então eu sei que ele assume a responsabilidade e sua vontade de vencer é como de nenhum outro”, afirmou o treinador.

A Alemanha enfrenta a Polônia na sexta-feira, pelas Eliminatórias da Eurocopa 2016, antes de enfrentar a Escócia, três dias depois. Löw já pensa à frente e fala em defender o título da Copa do Mundo em 2018.

“O Campeonato Europeu na França é para nós um grande objetivo, mas nossos pensamentos já está na frente. Nós temos a Copa do Mundo 2018 em mente – Missão: Defender o título”, garantiu ele.

A Polônia lidera o Grupo D da Euro com 14 pontos. A Alemanha tem 13 e está em segundo e a Escócia, com 11, é a terceira colocada.

Fonte:   http://www.goal.com/br

São Paulo – Brasil – 23:47

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Eurocopa 2016 – Löw divulga lista de convocados para os jogos contra Polônia e Escócia

O técnico da seleção alemã, Joachim Löw, divulgou a lista de convocados para os dois compromissos importantes da seleção campeã mundial contra a Polônia e a Escócia pelas eliminatórias da Euro 2016, respectivamente nos dias 4 e 7 de setembro.

A grande novidade é a convocação de Emre Can, além da volta do zagueiro Matthias Ginter (Borussia Dortmund) e a inclusão do goleiro Ter Stegen (Barcelona). Surpreendentemente, Lukas Podolski foi convocado mais uma vez – provavelmente será sua última chance na “Nationalelf”.

Por contusão, não foram chamados três campeões mundiais: Sami Khedira, Benedikt Höwedes e Erik Durm.

A seleção se reúne na próxima segunda-feira em Frankfurt, onde na sexta-feira (4 de setembro) a Alemanha enfrentará a Polônia que atualmente lidera o grupo com 14 pontos ganhos à frente da campeã mundial que tem 13.

No domingo, os alemães seguem para Glasgow onde enfrentarão a Escócia (em terceiro lugar no grupo com 11 pontos) na segunda-feira, 7 de setembro.

Os convocados são:

Gol: Manuel Neuer (Bayern Munique), Marc-Andre ter Stegen (FC Barcelona), Ron-Robert Zieler (Hannover 96)

Defesa: Jerome Boateng (Bayern Munique), Emre Can (FC Liverpool), Matthias Ginter (Borussia Dortmund), Jonas Hector (Colônia), Mats Hummels (Borussia Dortmund), Shkodran Mustafi (FC Valencia), Sebastian Rudy (1899 Hoffenheim)

Meio Campo / Ataque: Karim Bellarabi (Bayer Leverkusen), Mario Götze (Bayern Munique), Ilkay Gündogan (Borussia Dortmund), Christoph Kramer (Bayer Leverkusen), Toni Kroos (Real Madrid), Max Kruse (VfL Wolfsburg), Thomas Müller (Bayern München), Mesut Özil (FC Arsenal), Lukas Podolski (Galatasaray Istanbul), Marco Reus (Borussia Dortmund), Andre Schürrle (VfL Wolfsburg), Bastian Schweinsteiger (Manchester United), Kevin Volland (1899 Hoffenheim).

Dos 23 jogadores convocados, 14 participaram da campanha vitoriosa no Brasil em 2014 que levou a Alemanha ao seu quarto título mundial.

 

Por Gerd Wenzel

Fonte:    http://www.bundesliga.com.br/

São Paulo – Brasil – 02:15

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Khedira apresentado oficialmente pela “Vecchia Signora”

khedira na juve

(foto Sport1)

Sami Khedira  foi apresentado oficialmente nesta quarta-feira pela Juventus e aparentava estar muito feliz com este novo desafio em sua carreira profissional. Suas primeiras palavras foram pronunciadas no idioma italiano o que serviu ainda mais para descontrair o ambiente durante sua apresentação.

“Prometo que vou dar tudo que estiver ao meu alcance para escrever história com este clube” e encerrou seu breve discurso com as palavras: “Forza Juventus! Grazie.”

O técnico da seleção alemã, Joachim Löw, acredita que Khedira, agora com 28 anos, após cinco anos no Real Madrid, vai se adaptar rapidamente ao futebol italiano: “Sami é um jogador que se adapta com muita facilidade. A mudança fará bem para ele.”

Khedira assinou um contrato até 2019 e acrescentou ainda que “…espero ganhar muitos títulos e pretendo reforçar a equipe para que grandes objetivos possam ser alcançados.”

Por Gerd Wenzel

Fonte:    http://www.bundesliga.com.br/

São Paulo – Brasil – 23:21

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Brasil 2014 – Löw, um ano depois: “Futebol alemão é visto de outra maneira após a Copa”

Joachim Löw técnico Alemanha Copa do Mundo (Foto: Getty Images)Joachim Löw com o troféu da Copa do Mundo durante a festa do título em Berlim (Foto: Getty Images)

Do que seria a Alemanha, glorificada antes da hora pelo 7 a 1, em caso de derrota para a Argentina na final da Copa do Mundo? Ninguém sabe. Joachim Löw, por outro lado, tem a certeza de que o título no Maracanã coroou um trabalho de longo prazo e que agora traz consequências mais que positivas a seu país. Ele, claro, é um dos responsáveis diretos por isso.

O gol de Mario Götze aos oito minutos do segundo tempo da prorrogação completou um ano nesta segunda-feira, 13 de julho. Löw concedeu longa entrevista ao jornal “Bild am Sonntag”. Bem-humorado, disse que não assiste aos vídeos do Mundial, elogiou o tratamento recebido pelos próprios brasileiros depois da marcante goleada e também pela opinião pública mundial.

– Eu não acho que vencer a Copa do Mundo me fez diferente. Mas agora somos vistos de outra maneira por pessoas fora da Alemanha. O futebol alemão aumentou drasticamente em popularidade depois da nossa vitória no Brasil. Deixa-me orgulhoso o fato de nós termos jogado como time e as pessoas terem reconhecido isso – disse.

Löw já pensa adiante. A Alemanha está em segundo lugar no Grupo D das eliminatórias para a Eurocopa de 2016 (os dois melhores de cada chave se classificam) com uma equipe um pouco modificada. Philipp Lahm, Miroslav Klose e Per Mertesacker, por exemplo, se aposentaram, mas outros nomes podem deixar o time – caso do atacante Lukas Podolski, reforço do Galatasaray, que recebeu um “ultimato” do treinador.

– O mais importante para Podolski agora é ganhar consistência em termos de jogo. O próximo ano será decisivo para ele.

Confira outros trechos da entrevista abaixo:

Memórias da Copa
Eu não vejo muitos replays daquele gol (do Götze). Quando voltei para casa em Freiburg depois da Copa do Mundo, revi o primeiro tempo do jogo contra o Brasil e a prorrogação contra a Argentina.

Os momentos memoráveis obviamente foram o gol contra a Argentina e o apito final. Foi quando toda a pressão sobre nós simplesmente evaporou. Mas o que mais me impressionou foi a resposta das pessoas no Brasil depois que ganhamos da seleção deles por 7 a 1. Elas nos escoltaram de volta ao aeroporto e em todo o caminho até o nosso QG (em Santa Cruz Cabrália, no sul da Bahia). Esse tratamento que nós recebemos foi a maior honra que você pode ter de um rival. Eu nunca me esquecerei disso. Assim como nosso retorno a Berlim, que foi extremamente emocionante. Foi uma grande sensação descer do avião e ver tantos rostos felizes.

Schweinsteiger sangrando final Alemanha x Argentina (Foto: Reuters)“Schweinsteiger simbolizou nossa campanha”, diz Löw (Foto: Reuters)

Schweinsteiger
Para mim ele é sólido como uma pedra. Sua atuação na final simbolizou o nosso espírito. Ele se sacrificou em prol do time. Um guerreiro Schweinsteiger, que sempre se levanta quando é atingido. Ele simbolizou a nossa campanha inteira na Copa do Mundo.

Götze
Mario é extremamente profissional dentro e fora do campo. Tenho certeza de que ele vai fazer isso e eu disse o mesmo a ele. A situação que ele está passando no Bayern no momento é apenas parte de ser um jogador. Você precisa lutar pelo seu caminho e Mario quer fazer isso e ganhar mais troféus.

Eliminatórias da Euro-2016
Os primeiros meses foram definitivamente difíceis para os jogadores e também para nós treinadores. A Copa foi extremamente desgastante física e mentalmente. Muitos tiveram dificuldade em encontrar o ritmo novamente. Precisamos ter o nosso tempo e encontrar nova motivação. Isso nos custou muitos pontos, mas começamos a melhorar depois do Ano Novo.

Caras novas no time
Não temos que fazer muitas mudanças porque nossos jogadores ainda são jovens e famintos. Mas obviamente há diversos nomes, que também estiveram na Euro Sub-21, que estão começando a ter regularidade em seus times. Emre Can é um interessante e extremamente versátil jogador. Kevin Volland e os goleiros Bernd Leno e Marc-André ter Stegen também são candidatos. Obviamente eu sinto que tenho uma ligação forte com os jogadores que venceram a Copa do Mundo, mas no fim do dia tudo é sobre momento.

Mario Gotze Ter Stegen Bayern de Munique Barcelona (Foto: Getty Images)Mario Götze e Ter Stegen conversam no duelo entre Bayern e Barcelona pela semifinal da Champions (Foto: Getty Images)

Fonte:    http://globoesporte.globo.com/

São Paulo – Brasil – 00:43

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Podolski vai tentar a sorte no Galatasaray

 Foto: Reprodução Twitter

Inglaterra, Itália, Turquia – após a Copa do Mundo, Podolski continua viajando pela Europa e agora vai se transferir para o campeão turco Galatasaray Istambul. O agente do jogador, Nassim Touihri, confirmou ao jornal Bild que Podolski está de malas prontas: “Tivemos uma boa conversa com Arsene Wenger porque ele pretendia ficar com Lukas, mas sem lhe garantir uma vaga no time titular. Por este motivo, optamos por uma mudança.”

O clube turco vai pagar 4 milhões de Euros (aproximadamente R$ 13 milhões) para ter o campeão mundial em suas fileiras até 2018. Podolski saiu do Colônia em 2012 para atuar no Arsenal. Ultimamente, porém, já não estava mais nos planos de Wenger e foi emprestado para a Inter de Milão no começo do ano onde “Poldi” não conseguiu se firmar.

Com sua saída do clube de Londres, Podolski atendeu uma exigência do técnico da seleção alemã, Joachim Löw que ainda espera contar com o jogador na Eurocopa 2016: “Eu disse ao Lukas que ele precisa de mais prática de jogo  – pelo menos 30 a 40 partidas completas por temporada. Ele precisa jogar porque ficar dois anos sem esta prática de jogo não seriam uma boa base para ele estar conosco na Euro 2016″, explicou Löw.

Agora é bem provável que ele terá a chance de se firmar como titular no clube turco e com isto até melhorar a sua situação na “Mannschaft” onde ultimamente tem apenas esquentado o banco ou então, como aconteceu durante a Copa do Mundo, foi destaque nas mídias sociais e eleito pelos fãs o “Rei do Selfie da Copa 2014″.

Por Gerd Wenzel

Fonte:    http://www.bundesliga.com.br/

São Paulo – Brasil – 23:36

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Alemanha – Joachim Löw lamenta derrota da Alemanha para os EUA em amistoso: “Resultado chato”

Joachim Löw lamenta derrota da Alemanha para os EUA em amistoso:

Nesta quarta-feira (10), a Alemanha foi derrotada pelos EUA em partida amistosa disputada no RheinEnergieStadion, na cidade de Colônia. Os donos da casa saíram na frente no primeiro tempo, com Mario Götze, autor do gol que deu à Nationalelf o título da Copa do Mundo de 2014, mas cederam a virada na etapa complementar. Os meias Mikkel Diskerud e Bobby Wood foram os responsáveis pela histórica vitória norte-americana em solo alemão.

Evidentemente, a reação do técnico Joachim Löw com o revés não foi das melhores. “O resultado é chato”, descreveu na conferência de imprensa. Apesar da derrota, o comandante acredita que seus comandados tirarão proveito dos erros para evoluir nas próximas partidas. “Considerando todos os aspectos, podemos conviver com essa derrota. Nossos jogadores estavam fora de ritmo, seja de treinamento ou de jogo, durante as últimas semanas”, completou, lembrando que a temporada dos campeonatos europeus se encerrou recentemente.

Löw levou a campo um time alternativo, sem estrelas como o goleiro Manuel Neuer, o volante Toni Kroos e o atacante Thomas Müller, poupados, além do zagueiro Mats Hummels, cortado devido a uma lesão no quadril.

O treinador enfatizou as atuações distintas da seleção em cada etapa do jogo. “Fiquei extremamente satisfeito com o desempenho no primeiro tempo. Tivemos mais ritmo do que o adversário e criamos muitas chances. Poderíamos ter feito 2 a 0 ou 3 a 0. Se tivéssemos ficado à frente por dois ou três gols, eu acho que os EUA não teriam vencido”, comentou. “Em um dado momento do jogo (na segunda etapa), perdemos o controle e já não podíamos reagir (o gol da vitória dos norte-americanos foi marcado aos 42 minutos da etapa final). Os EUA foram mais ágeis do que nós e mereceram vencer”, completou.

A próxima partida da Alemanha está agendada para sábado (13), contra Gibraltar, pelas Eliminatórias da Eurocopa de 2016. O palco será o Estádio Algarve, em Portugal, às 15h45 de Brasília. Joachim Löw espera melhor resultado para os alemães. “Estaremos felizes no sábado, uma vez que os jogadores terão merecidas férias após o jogo”, recordou.

Fonte:  http://www.vavel.com/

São Paulo – Brasil – 00:15

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Alemanha – Löw afirma que o Wolfsburg é agora o maior rival do Bayern de Munique

O treinador da Alemanha, Joachim Löw, afirmou que Wolfsburg está pronto para tomar o lugar do Borussia Dortmund como principal rival do Bayern de Munique no país.

O time do técnico Dieter Hecking terminou em segundo na Bundesliga esta temporada e também conquistou a Copa da Alemanha, após vitória por 3 a 1 sobre o BVB.

E depois de anos de domínio de Bayern e Dortmund, Löw acredita que o Wolfsburg está pronto para se tornar a segunda equipe da Alemanha.

“Wolfsburg tem o potencial para se tornar a segunda força atrás do Bayern”, disse Löw ao Bild.

O diretor esportivo do Wolfsburg, Klaus Allofs, acrescentou que a meta do clube para a próxima temporada é dificultar ainda mais as coisas para a equipe de Pep Guardiola.

“Queremos avançar e dificultar as coisas para os bávaros, que é um grande desafio. Adicionar este título foi algo grande, somos vice-campeões [da Bundesliga] e vencedores da Copa”, analisou o dirigente.

O Wolfsburg terminou a temporada 10 pontos atrás do Bayern e venceu o Bayern por 4 a 1, em janeiro, na derrota mais pesada dos atuais campeões na liga em seis anos.

Fonte: http://www.goal.com/br

São Paulo – Brasil – 23:23

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Técnico da Alemanha ironiza críticas ao herói da Copa: ‘Agora virou jogador ruim’

Joachim Low foi eleito o melhor técnico de 2014

Em menos de um ano, Mario Götze foi do céu ao inferno. Em julho de 2014, o jovem meia-atacante anotou o gol do título mundial da Alemanha no Maracanã, diante da Argentina. No ano que se seguiu, entretanto, as atuações têm deixado a desejar, e o atleta tem sido alvo de críticas da torcida do próprio Bayern de Munique. Mesmo assim, o técnico da seleção alemã, Joachim Löw, classificou o tratamento dado ao jogador como “injusto”.

“Eu não entendo essa discussão e esse criticismo, não vejo objetividade neles, mas acho que é assim que as coisas funcionam. Não faz muito tempo, o Mario era o melhor jogador de todos os tempos, nosso herói da Copa do Mundo. Agora, virou um jogador ruim. É muito fácil criticar assim”, ironizou o treinador, que prosseguiu.

“Não é justo comparar qualquer atuação do Götze com o gol que ele marcou na final da Copa do Mundo, ninguém pode corresponder a esse nível de expectativa. Uma coisa é clara para mim: o Mario é um jogador excepcionalmente talentoso, que pode fazer a diferença sempre”, exaltou Joachim Löw.

Com contrato com o Bayern até 2017, Götze admitiu que tinha a expectativa de ficar mais tempo em campo contra o Barcelona, nesta terça-feira, no duelo que culminou na eliminação dos bávaros na Liga dos Campeões. Também criticada por parte da torcida, a declaração foi minimizada pelo técnico alemão.

“Ele pode e vai crescer como profissional e como personalidade. Ele também pode cometer erros, como qualquer pessoa. O Mario tem um grande futuro pela frente, tanto no Bayern quanto na seleção alemã. Ele é, sem dúvida, um dos melhores atletas do mundo”, concluiu.

Fonte: http://espn.uol.com.br/

São Paulo – Brasil – 23:27

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

“O que importa é a vitória e não o placar”, avisa Löw

"O que importa é a vitória e não o placar", avisa Low

Após empatar com a Austrália em 2 a 2 nesta sexta-feira, o técnico da Alemanha, Joachim Löw, afirmou que não se preocupa com o placar no jogo de domingo, contra a Geórgia, mas que não abre mão dos três pontos.

“O placar não importa, mas queremos os três pontos. É um jogo importante, porque estamos atrás no grupo.  Entao, primeiro temos que lutar muito em campo, pois não vai ser fácil.”

“Para a Geórgia é o jogo do ano, talvez da década, contra os atuais campeões do mundo. Os torcedores vão apoiar a equipe. Espero um calderão e vamos precisar suportar a pressão”, completou.

Alemanha volta a campo neste domingo, quando enfrenta a Geórgia, pelas Eliminatórias para a Eurocopa 2016. Os alemães ocupam o segundo lugar do Grupo D, com sete pontos. A Polônia é líder com 10.

Fonte: http://www.goal.com/

São Paulo – Brasil – 00:25

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão