Posts Tagged ‘lionel messi’

Messi supera Cristiano e Suárez e é o melhor da Europa

Lionel Messi durante o sorteio da fase de grupos da UEFA Champions League, nesta quinta-feira (27)Messi recebe o prêmio de melhor da Europa das mãos de Platini, com Cristiano Ronaldo ao fundo(Eric Gaillard/Reuters)

Lionel Messi e o Barcelona foram os grandes vitoriosos da cerimônia realizada pela UEFA, em Mônaco, nesta quinta-feira, que também definiu o sorteio dos grupos da próxima Liga dos Campeões. O craque argentino recebeu pela segunda vez o prêmio de melhor jogador da Europa depois de uma temporada fantástica com o clube espanhol. Messi teve 49 votos, o uruguaio Luis Suárez, seu companheiro de clube, três, e o português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, apenas dois.

Único dono de quatro Bolas de Ouro de melhor do mundo, o argentino também se tornou o único atleta a conquistar duas vezes o prêmio oferecido pela UEFA. Messi venceu a primeira edição, em 2011, e nas seguintes venceram Andrés Iniesta, Frank Ribéry e Cristiano Ronaldo. 

Messi recebeu o troféu de melhor da Europa das mãos de Michel Platini, presidente da UEFA e candidato a presidência da FIFA, sob o olhar distraído de Cristiano Ronaldo – Messi também levou o prêmio de gol mais bonito da temporada, marcado no Bayern de Munique, no jogo de ida na semifinal.

O goleiro alemão Ter Stegen, do Barcelona, ganhou o prêmio de melhor defesa por sua intervenção contra o mesmo Bayern de Munique. A equipe catalã ainda foi homenageada por sua quinta conquista da Liga: subiram ao palco os espanhóis Andrés Iniesta (representante do título de 2015), Andoni Zubizarreta (1992) e Carles Puyol (2009), o francês Éric Abidal (2011) e o brasileiro Juliano Belletti (2006).

Fonte:     http://veja.abril.com.br/

São Paulo – Brasil – 23:02

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Mãe de Cristiano Ronaldo reconhece que seu filho não é o número 1 do momento

Cristiano Ronaldo e sua mãe Dolores Alveiro durante a premiação do melhor jogador do mundo de 2014. Foto: Reprodução – Internet.

Cristiano Ronaldo está fora do páreo para vencer a Bola de Ouro. Diante do ano extraordinário de Lionel Messi, os companheiros de ataque Neymar e Suárez e o futebol dos jogadores da Juventus, nem mesmo a mãe do português acredita que o astro do Real Madrid poderá novamente ser o melhor do mundo.

“Este ano não. O Ronaldo tem consciência que será difícil ganhar a Bola de Ouro. No entanto, a Chuteira de Ouro está garantida”, comenta dona Dolores Aveiro, que está confiante, pelo menos, que seu filho será o artilheiro do ano de 2015.

A entrevista com a mãe do jogador foi realizado na sede do Clube Futebol Andorinha, onde Cristiano Ronaldo deu seus primeiros passos para se tornar o craque que é hoje. Dolores também tratou de explicar que seu filho esta motivado com a próxima temporada e desmentiu existir qualquer tipo de desentendimento com a diretoria merengue por conta das movimentações na janela de transferências.

Fonte:  http://esporteinterativo.com.br/

São Paulo – Brasil – 00:28

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Barcelona e Juventus jogam para coroar temporada perfeita

Times são atuais campeões de todos os torneios domésticos e podem conquistar tríplice coroa com título da Liga dos Campeões. Decisão marca reencontro de Luis Suárez e Giorgio Chiellini, após mordida na Copa.

A 60ª final do principal torneio europeu de clubes, que será disputada pela primeira vez na capital da Alemanha, vai celebrar a temporada perfeita, seja de Barcelona ou Juventus. Ambos os clubes conquistaram as respectivas ligas e copas nacionais – com relativa supremacia – e buscam no Estádio Olímpico de Berlim, neste sábado (06/06), a desejada tríplice coroa.

Conquistar as três principais competições da temporada será algo inédito para a “Velha Senhora”, que já venceu a Liga dos Campeões em duas ocasiões: em 1996, derrotando o Ajax, da Holanda, por 4 a 2 nas penalidades; e em 1985, quando superou o Liverpool por 1 a 0, na fatídica final no Estádio de Heysel, em Bruxelas, onde 39 torcedores morreram após confusão generalizada iniciada por hooligansingleses.

Já o Barcelona pode repetir o feito da temporada 2008/2009, quando levantou as taças da Copa do Rei, do Campeonato Espanhol e da Liga dos Campeões. O brasileiro Daniel Alves, os espanhóis Xavi Hernández, Sergio Busquets, Gerard Piqué, Pedro Rodríguez e Andrés Iniesta, além do craque argentino Lionel Messi são remanescente daquela conquista. O defensor uruguaio Martín Cáceres, atualmente na Juventus, fazia parte deste elenco catalão.

Solidez defensiva x máquina de gols

Esta é a oitava final de Liga dos Campeões para ambas as equipes – a Juventus ganhou duas e o Barcelona saiu vencedor em quatro decisões. E como não poderia ser diferente quando equipes italianas e espanholas se enfrentam, será um confronto entre a solidez defensiva e o poderio ofensivo.

Em toda a campanha, a Juventus marcou 16 gols – o Barcelona anotou 15 somente na fase de grupos (28 no total). O trio de ataque do Barcelona, apelidado de MSN – iniciais de Messi, Suárez e Neymar – já balançou as redes 120 vezes na temporada, estabelecendo um novo recorde na Espanha. Para efeito de comparação: a Juventus anotou 103 gols.

Para completar, Lionel Messi pode se tornar o único jogador a ser cinco vezes artilheiro da Liga dos Campeões. Basta ele anotar um gol e deixar justamente Cristiano Ronaldo para trás – ambos somam dez tentos nesta edição.

O trio MSN – Messi, Suárez e Neymar – marcou 120 gols na temporada e estabeleceu novo recorde na Espanha

A missão, no entanto, não deverá ser fácil. Após o golaço de Messi contra o Athletic Bilbao, na final da Copa do Rei, o zagueiro italiano Giorgio Chiellini provocou o craque argentino. “Messi não conseguiria fazer gols como esse na Itália. Na Espanha, o futebol é muito mais ofensivo, enquanto na Itália defendemos muito melhor”, analisou, deixando claro que a marcação será dura e no melhor estilo italiano.

Em todo o mata-mata, a Juventus sofreu apenas três gols, mesmo número de vezes que a rede do Barcelona balançou somente no jogo de volta contra o Bayern de Munique, pelas semifinais.

A final em Berlim também será especial para o capitão da Juventus, Gianluigi Buffon. Além de a Liga dos Campeões ser o único título que falta em sua carreira, o goleiro italiano retorna ao gramado onde fora campeão mundial, após disputa por pênaltis contra a França, em 2006. Outro remanescente daquele título mundial é Andrea Pirlo. E a decisão deste sábado pode marcar a sua despedida – segundo a imprensa italiana, ele jogará na MLS, a liga americana de futebol, na próxima temporada.

Despedida de Xavi do Barcelona

Seguindo no tema despedida, é fato que a decisão em Berlim é o último jogo de Xavi Hernández com a camisa do Barcelona. O meia espanhol, que atuou mais de 20 anos pelos catalães e conquistou a Liga dos Campeões por três vezes, é o jogador com o maior número de partidas disputadas na história do torneio: 150, ao lado do goleiro titular do Real Madrid, Iker Casillas.

Em homenagem do Barcelona, realizada num auditório do clube, Xavi se emocionou, sorriu e recebeu toda a honraria de um grande ídolo. No discurso de agradecimento, o camisa 6 tentou agradecer a todas as pessoas importantes em sua carreira: roupeiros, companheiros e os tantos treinadores, entre eles Tito Vilanova, que morreu em 2014 devido a um câncer, a quem chamou de “pai”.

“Gostaria de agradecer um a um a todos os sócios e torcedores do Barcelona, todos que me deram o seu afeto. Obrigado a todo o Barça”, disse Xavi, que pode conquistar em Berlim a sua 25ª taça pelo clube catalão.

Suárez reencontra Chiellini

A disputa entre Juventus e Barcelona marca também o reencontro dos jogadores que provocaram a provavelmente principal polêmica durante a Copa do Mundo de 2014, no Brasil. O atacante Luis Suárez voltará a estar de frente com o zagueiro Giorgio Chiellini, assim como estiveram na Arena São Paulo, em 24 de junho, quando o uruguaio deu uma mordida no ombro do italiano.

Na época, o Uruguai eliminou a Itália do Mundial, mas Suárez foi banido do torneio e suspenso por quatro meses. “Não terei problema nenhum em dar a mão a Luis Suárez e cumprimentá-lo antes do jogo. Quem me conhece sabe que não guardo rancor”, disse Chiellini, tratando de abafar uma suposta polêmica.

Tanto Barcelona como Juventus contam com força máxima. Não há jogadores suspensos – apenas um contundido e duas dúvidas. O defensor Cáceres está fora, com uma contusão no tornozelo, enquanto Andrea Barzagli, da Juventus, e Andrés Iniesta, do Barcelona sentem lesões na coxa e na panturrilha, respectivamente.

Reencontro de Suárez e Chiellini: mordida do uruguaio foi provavelmente a cena mais polêmica do Mundial de 2014

Prováveis escalações:

Juventus:Gianluigi Buffon; Patrice Evra, Giorgio Chiellini, Leonarod Bonucci e Stephan Lichtsteiner; Claudio Marchisio, Arturo Vidal, Paul Pogba e Andrea Pirlo; Carlos Tévez e Álvaro Morata. Treinador: Massimiliano Allegri.

Barcelona:Marc-Andre ter Stegen; Daniel Alves, Gerard Piqué, Javier Mascherano e Jordi Alba; Sergio Busquets, Ivan Rakitic e Andrés Iniesta (Xavi Hernández); Neymar, Luis Suárez e Lionel Messi. Treinador: Luis Enrique.

Arbitragem:Cüneyt Çakir, da Turquia, auxiliado pelos compatriotas Bahattin Duran e Tarik Ongun.

Local:Estádio Olímpico de Berlim.

Fonte: http://www.dw.de/

São Paulo – Brasil – 02:29

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Cristiano Ronaldo bate próprio recorde e termina Espanhol como artilheiro

Foto: AFP

O Real Madrid está vivendo uma pequena crise com a falta de títulos na temporada. Muito se fala que o técnico Carlo Ancelotti não vai continuar no comando dos brancos e a permanência do goleiro Iker Casillas também não é certa. Apesar de todos essas nuances, quem não pode ficar totalmente triste é Cristiano Ronaldo.

O português marcou novamente um hat-trick contra o Getafe na goleada por 7 a 3 e fechou assim sua participação no Campeonato Espanhol com 48 gols, cinco a mais que seu “rival” Lionel Messi, que marcou 43.

Além ganhar a Chuteira de Ouro, CR7 também bateu outra marca. Na temporada 2011/12, o português fez 60 gols, marcando assim um recorde. Na atual temporada, 2014/15, Ronaldo marcou 48 no Espanhol, 10 na Liga dos Campeões, um na Copa do Rei e dois na Supercopa da Europa, somando 61, quebrando sua própria marca.

Apesar da artilharia e quebra de recorde, Cristiano Ronaldo deixou o campo para a estreia de Martin Odegaard, deixando assim de ter a possibilidade de igualar ou passar Messi como maior artilheiro de uma mesma edição de Campeonato Espanhol. O argentino, na temporada 2011/12, anotou 50 gols, dois a mais que o português na atual.

Fonte: http://esporteinterativo.com.br/

São Paulo – Brasil – 21:01

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

“Como parar Messi? Batendo nele!”, afirma Gennaro Gattuso

Gennaro Gattuso revelou a "única forma" de parar Lionel Messi

Gennaro Gattuso revelou a “única forma” de parar Lionel Messi

Mesmo depois de aposentado, o ex-volante italiano Gennaro Ivan Gattuso não perdeu a essência que levava para dentro das quatro linhas. O agora treinador, em entrevista ao Omnisport, comentou sobre a recente forma do argentino Lionel Messi, do Barcelona. Apesar de elogiá-lo bastante, Gattuso deu uma dica a todos os marcadores de como parar o craque argentino, ao melhor estilo Gattuso de ser: batendo nele!

“Messi é um jogador fantástico e vem passando por uma fase extraordinária. Como pará-lo? Como técnico, não sei se saberia ensinar aos meus jogadores como fazê-lo. Talvez com marcação individual ou, até mesmo, uns chutes em sua canela”, brincou o italiano.

O ‘Ringhio’, como era conhecido, teve passagens por Perugia, Glasgow Rangers e Salernitana, antes de se tornar um dos ícones da última década no Milan. Agora treinador, aos 37 anos de idade, está desempregado depois de passagens não muito boas pelo Sion, onde jogou e treinou ao mesmo tempo, pelo Palermo e, mais recentemente, pelo OFI Creta, da Grécia.

Fonte: http://esporteinterativo.com.br/

São Paulo – Brasil – 01:41

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Boateng reage aos insultos após o baile que levou do Messi

getty images

Após a dura derrota do Bayern Munique frente ao Barcelona, o zagueiro Jerome Boateng se pronunciou sobre as críticas insultuosas que vem sofrendo nas redes sociais por causa do tombo que levou após drible espetacular de Messi.

o poderoso chefãoBoateng “postou” uma cena do filme “O Poderoso Chefão” e escreveu: “Haters will broadcast your failure, but whisper your sucess.” Tradução livre: “Os que te odeiam proclamam teu fracasso aos quatro ventos, mas apenas cochicham o teu sucesso.” Na partida de quarta-feira passada, Boateng foi humilhado por Lionel Messi, caindo espalhafatosamente no gramado, antes do segundo gol do craque argentino.

Muitos usuários das redes sociais aproveitaram a oportunidade para zombar do zagueiro do Bayern, chegando ao ponto de insultá-lo com fotomontagens desrespeitosas.

Fonte: http://www.bundesliga.com.br/

Por: Gerd Wenzel

São Paulo – Brasil – 22:36

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

“Não foi tão fácil como o placar pode sugerir”, diz Ter Stegen sobre vitória do Barça

Os catalães venceram os bávaros por 3 a 0 no Camp Nou

O goleiro do Barcelona, Marc-André Ter Stegen, comemorou a vitória por 3 a 0 sobre o Bayern de Munique, mas afirma que o jogo não foi tão fácil quanto o resultado final sugere.

Dois gols de Lionel Messi e um de Neymar nos 15 minutos finais da partida, deram a vitória ao time de Luis Enrique no Camp Nou, na primeira partida das semifinais da Champions League. No entanto, Ter Stegen admitiu não foi um resultado de certa forma “injusto”.

“Não foi tão fácil como o placar pode sugerir”, disse ao site oficial do Bayern.

“Seguimos atacando depois do 2 a 0, mas o terceiro foi quase uma injustiça, foi difícil para o Bayern, mas fantástico para nós”, afirmou ele.

“A vantagem de 3 a 0 soa confortável, mas você sempre tem uma luta em suas mãos em Munique. Eu acho que a partida de volta vai ser muito difícil”, continuou o alemão.

Ter Stegen elogiou a exibição de Messi, eleito melhor em campo nesta quarta-feira, e afirmou que o argentino é o melhor jogador do mundo.

“Nós consideramos Messi o melhor do mundo. É ótimo tê-lo na equipe”, apontou ele.

Fonte: http://www.goal.com/

São Paulo – Brasil – 22:44

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Barcelona detona o Bayern

Sempre ele! Messi marca dois gols no segundo tempo e comanda a vitória do Barcelona em casa Foto: Emilio Morenatti / AP

Em seu retorno ao Camp Nou, o técnico Josep Guardiola ganhou dois “presentes” do amigo Lionel Messi que dificilmente irá esquecer até o final de sua carreira.

O argentino marcou duas vezes, uma delas de maneira antológica, e comandou a vitória por 3 a 0 do Barcleona sobre o Bayern de Munique, nesta quarta-feira, pelo jogo de ida da semifinal da UEFA Champions League.

Com o resultado, o time catalão pode até perder por dois gols de diferença na próxima terça-feira, na Allianz Arena, que ainda assim vai à final do torneio. Aos bávaros, restará buscar um triunfo por quatro tentos de diferença para seguir na competição.

O primeiro tempo teve grande atuação do goleiro Neuer, que fez duas defesas espetaculares com os pés, uma em cima de Luis Suárez e outra sobre Daniel Alves, e garantiu o 0 a 0 em uma etapa bastante movimentada.

Na volta dos vestiários, porém, o alemão nada pôde fazer contra a genialidade de Messi.

Primeiro, ele disparou um forte chute no canto e marcou o primeiro. Três minutos depois, fez os mais de 90 mil torcedores presentes no Camp Nou se levantarem com um lance histórico, no qual deixou Boateng, zagueiro tetracampeão do mundo com a seleção germânica, caído no chão como um amador, para em seguida tocar por cobertura sobre Neuer.

Nos acréscimos, Neymar recebeu ótimo passe Messi, saiu na cara de Neuer e “se vingou” do goleiro pelo 7 a 1 na Copa do Mundo com um belo toque rasteiro para matar o jogo e deixar Pep Guardiola com cara de poucos amigos.

O jogo

O primeiro tempo não teve rede balançando, mas cheirou a chuva de gols.

A chance mais clara foi logo aos 12 minutos, quando Luis Suárez arrancou completamente livre pela direita, invadiu a área e tocou cruzado. Neuer, porém, esticou o pé esquerdo e fez um verdadeiro milagre, salvando os bávaros.

Josep Guardiola voltou ao Camp Nou e terá pesadelos com o ex-pupilo Lionel Messi
Guardiola foi arrasado pelo Barça

Três minutos depois, outro lance inacreditável: nova jogada de Suárez pela direita, cruzamento rasteiro e Neymar chega de carrinho para concluir. A bola morreria dentro do gol, mas o joelho do lateral Rafinha a mandou pela linha de fundo, para incredulidade do ex-santista.

Assustado com o domínio do adversário, o técnico Josep Guardila arrumou a cozinha de seu time e equilbrou as ações na sequência. Aos 18, Thomas Müller mandou para a área e Lewandowski chegou um segundo atrasado, na melhor chance alemã na etapa inicial.

Se não fosse Neuer, porém, o Bayern teria saído com prejuízo antes do intervalo. Aos 38, Daniel Alves recebeu grande lançamento de Iniesta e, mesmo caindo, conseguiu tocar cruzado. Novamente com os pés, o arqueiro da seleção alemã fez mais uma grande defesa.

Na volta do intervalo, os visitantes voltaram mais ligados e, logo no primeiro lance, viram Lewandowski arrancar e ser derrubado por Dani Alves na entrada da área. Chance muito boa, mas Xabi Alonso cobrou em cima da barreira.

A resposta catalã veio aos 13, quando Neymar e Messi tabelaram na entrada da área e o argentino disparou um forte chute. No meio do gol, contudo, Neuer agarrou firme. Pouco depois, Neymar recebeu pela esquerda e procurou o ângulo oposto do alemão, mas mandou muito alta, sem perigo para a equipe visitante.

Depois disso, porém, o jogo entrou em uma fase mais morna, sem tantas chances, mas com domínio catalão e a segurança no gol bávaro nas mãos de Neuer.

Quando o duelo começava a cheirar a 0 a 0, porém, apareceu o gênio Lionel Messi.

Primeiro, aos 32 minutos, ele aproveitou roubada de bola de Daniel Alves, recebeu do brasileiro na entrada da área e fuzilou no canto esquerdo do arqueiro rival, que, dessa vez, nada pôde fazer.

Três minutos depois, a jogada da partida: Messi recebeu na direita e deu um corte espetacular em Boateng, que caiu como uma estátua no chão. Na cara de Neuer, La Pulga deu um toque por cobertura de perna direita e fez um gol histórico, para delírio da torcida.

Nos acréscimos, Neymar recebeu ótimo passe Messi, saiu na cara de Neuer e “se vingou” do goleiro pelo 7 a 1 com um belo toque rasteiro para matar o jogo.

FICHA TÉCNICA:
BARCELONA-ESP 3 x 0 BAYERN DE MUNIQUE-ALE
Uefa Champions League – Semifinal – Ida

Local: Camp Nou, em Barcelona (ESP)
Data: 6 de maio de 2015, quarta-feira
Horário: 15h45 (horário de Brasília)
Público: 95.639 torcedores
Árbitro: Nicola Rizzoli (ITA)
Assistentes: Elenito Di Liberatore e Mauro Tonolini (ambos ITA)
Cartões amarelos: Daniel Alves, Neymar e Piqué (BAR); Benatia e Xabi Alonso (BAY)

GOLS
BARCELONA: Messi, aos 32 e aos 35 minutos do segundo tempo; Neymar, aos 47 do segundo tempo

BARCELONA: Ter Steger; Daniel Alves, Piqué, Mascherano (Bartra) e Jordi Alba; Busquets, Rakitic (Xavi) e Iniesta (Rafinha); Neymar, Messi e Luis Suárez Técnico: Luis Enrique

BAYERN: Neuer; Rafinha, Benatia, Boateng e Bernat; Xabi Alonso, Schweinsteiger, Lahm e Thiago Alcântara; Thomas Muller (Gotze) e Lewandowski Técnico: Josep Guardiola

Fonte: http://espn.uol.com.br/

São Paulo – Brasil – 22:12

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

“Quando eu estava em Madrid, Cristiano Ronaldo era melhor que Messi”, diz Xabi Alonso

Barcelona e Bayern se enfrentam nesta quarta-feira, às 15h45, no Camp Nou

O meio-campista do Bayern de Munique, Xabi Alonso, comparou o ex-companheiro de Real, Cristiano Ronaldo, com Lionel Messi. Ele afirmou que o português era melhor que o argentino quando ele jogou em Madrid. Os bávaros enfrentam o Barcelona nesta quarta-feira, às 15h45, pela semifinal da Champions League. O espanhol jogou pelo clube merengue de 2009 e 2014. Apesar de elogiar ambos jogadores e falar sobre como tentar anular Messi, revelou preferência pelo camisa 7 dos Los Blancos, quando perguntado sobre quem é o melhor do mundo. “Ambos são jogadores incríveis. Você só precisa olhar para as gols que eles marcam. Enquanto eu estava em Madrid, para mim, Cristiano foi o melhor”, afirmou Xabi Alonso à repórteres. “Messi é um grande jogador e que não é fácil detê-lo, mas vamos tentar”, acrescentou o ex-jogador do Liverpool. “Já joguei muitas vezes contra o Barça ao longo dos anos, mas desta vez vai ser muito diferente. Estamos todos olhando para a frente e esperando fazer um bom jogo lá”, concluiu o espanhol.

Fonte: http://www.goal.com/ São Paulo – Brasil – 23:09

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol Josy Galvão

Guardiola diz que não tem como parar Messi e ‘dispensa’ homenagem do Barcelona

Pep Guardiola, em entrevista coletiva antes de Barcelona x Bayern de Munique na Champions
Pep Guardiola, em entrevista coletiva antes de Barcelona x Bayern na Champions
Especialista quando o assunto é Barcelona, Pep Guardiola não tem fórmula, nem estratégia para anular Lionel Messi. Nesta terça-feira, véspera do duelo de ida pelas semifinais da Uefa Champions League, o treinador do Bayern de Munique reconheceu que, na forma atual, o argentino é “imparável”.

“Não dá para parar Messi. Não há técnico ou sistema defensivo que o pare. Como ele está jogando neste momento, é impossível, mesmo que se defenda com nove em sua área ou coloque 11 para pressioná-lo”, afirmou Guardiola, que reencontrará o Barcelona como rival pela primeira vez.

“Você não pode estar sempre no auge físico durante sua carreira, existem altos e baixos, mas, do jeito que ele tem jogado nos últimos quatro ou cinco meses, não há como pará-lo. Ele é muito bom. Claro que você se aproxima e tenta fazer com que ele receba a bola o menos possível, mas ninguém anula talento dessa magnitude”, seguiu.

Juntos durante os quatro anos do treinador em Barcelona, Messi e Guardiola conquistaram 14 troféus entre 2008 e 2012. A época dourada, inclusive, deve motivar uma homenagem ao técnico nesta quarta-feira no Camp Nou. Mas ele dispensa.

“Não estou aqui para receber homenagem. Venho para fazer meu trabalho: levar o Bayern a final da Champions”, garantiu. “É inevitável, e há que se entender, não é uma partida normal para mim. Mas isso não me tira, nem por um minuto, do que tenho que fazer”, encerrou.

 

Fonte: http://espn.uol.com.br/

São Paulo – Brasil – 22:34

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão