Posts Tagged ‘robben’

Robben se defende das críticas: “Os adversários não podem prever o que vou fazer”

Robben se defende das críticas:

O atacante do Bayern de Munique, Arjen Robben, apesar de ser considerado um dos melhores atacantes do mundo, é criticado pelo seu estilo de jogo. Muitos falam que o jogador é fácil de defender, pois a sua jogada de corte para dentro com o pé esquerdo já é bastante conhecida pelos seus adversários. No entanto, Robben se defendeu das críticas.

“Os zagueiros não podem prever o que vou fazer. Essa é a grande coisa do futebol. Cada situação é diferente. É muito importante ter um elemento surpresa nas suas ações. Você só facilita as coisas para o seu adversário, quando faz as mesmas coisas sempre”, disse em entrevista à revista Bundesliga. 

“Eu adicionei uma certa variação no meu jogo. Eu não vou cortar para dentro o tempo todo, mas eu não vou tentar passar meu oponente do lado de fora o tempo todo também. Sempre tento atacar o meu adversário direto e, em seguida, vejo como ele reage. A partir daí, eu faço tudo na intuição.”, completou.

O holandês também fez questão de elogiar Pep Guardiola, e destacou que o ex-treinador do Barcelona adicionou mais armas para o Bayern de Munique..

“Podemos variar o nosso jogo ainda mais. Isso significa que cada jogador tem de ser capaz de jogar em uma posição que não é a sua também. Isso só pode torná-lo mais flexível. Dá um novo desafio.

Robben também brevemente discutiu seus planos para o futuro e insistiu que ele não está pensando em se aposentar ainda.

“Vou continuar jogando enquanto estiver me sentindo fisicamente bem. Não me importo se serão mais dois, quatro anos ou até mesmo oito anos. Tenho 31 no momento, e estou confiante de que tenho mais alguns anos pela frente”, finalizou.

Fonte: http://www.goal.com/br

São Paulo – Brasil – 23:30

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Pep se defende sobre lesão de Robben: “Não colocaria sem discutir com o médico”

Robben e Guardiola Bayern de Munique x Borussia Dortmund (Foto: Reuters)Guardiola observa a saída de Robben, que sentiu problema na panturrilha e está fora da temporada (Foto: Reuters)

A nova lesão do atacante Arjen Robben causou polêmica na Alemanha. Criticado pela imprensa alemã, o técnico Pep Guardiola se defendeu ao falar da recuperação de seu principal jogador. O comandante do Bayern de Munique afirmou que colocou o holandês na última terça-feira, na semifinal da Copa Alemanha, contra o Borussia Dortmund, porque o atleta já estava apto a entrar em campo após um longo período inativo.

Robben estava fora da equipe há cinco semanas e acabou ficando apenas 16 minutos em campo. Com uma lesão na panturrilha, o atleta está fora do restante da temporada. 

– Nunca iria colocar qualquer jogador sem discutir com o fisioterapeuta e os médicos primeiro. Robben é um jogador muito importante para a equipe e estava apto – explicou. 

Guardiola também comentou a situação do atacante Roberto Lewandowski. O polonês sofreu uma fratura no nariz também diante do Borussia e virou dúvida para a partida da próxima quarta-feira, contra o Barcelona, pelas semifinais da Liga dos Campeões. 

– Nós teremos que esperar e ver como a situação se desenvolve. Ele tem um nariz quebrado. Isso é bastante complicado nos primeiros dias. O médico está sempre no comando. Se ele diz que é um risco, então Lewandowski não vai jogar – afirmou o treinador.

Fonte: http://globoesporte.globo.com/

São Paulo – Brasil – 22:31

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Com nova lesão, Robben está fora da temporada; Lewandowski tem fratura no rosto

Robben se lesionou novamente e não voltará mais ao Bayern de Munique na temporada

Os problemas com lesão seguem atormentando o Bayern de Munique. A uma semana da primeira semifinal da UEFA Champions League contra o Barcelona, o time tem mais dois problemas: Arjen Robben, com nova lesão, já está descartado, enquanto Robert Lewandowski tem uma fratura no rosto.

Os dois tiveram problemas na derrota do Bayern para o Borussia Dortmund nos pênaltis, na semifinal da Copa da Alemanha, na terça-feira. Robben voltava de uma lesão muscular após mais de um mês, mas voltou a sentir dores depois de 16 minutos em campo. Desta vez, o problema é no tornozelo.

O próprio Bayern confirmou que o holandês de 31 anos não terá condições de retornar nesta temporada. Ele inicia o tratamento na perna esquerda a partir desta quinta-feira, na clínica do ex-médico do clube Hans-Wilhelm Mueller-Wohlfahrt, que pediu demissão há duas semanas.

Já o caso de Lewandowski foi motivado por um choque com o goleiro Mitchell Langerak, do Dortmund, já na prorrogação da partida de terça-feira. O polonês recebeu atendimento no campo, mas precisou seguir na partida até o final, visto que o Bayern já havia gasto suas três substituições.

“Por sorte, ele não quebrou o queixo”, escreveu seu empresário, Maik Barthel, no Twitter. “O tempo que ele ficará fora só será determinado com exames mais detalhado”, disse o Bayern, em comunicado, em que diz que o jogador teve também fratura no nariz e uma concussão após o choque.

O prazo de retorno de Lewandowski é incerto, mas o jogador pode estar em campo contra o Barcelona, na próxima quarta-feira, usando uma máscara de proteção.

 

Fonte: http://espn.uol.com.br/

São Paulo – Brasil – 23:31

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Robben volta, mas dura apenas 16 minutos em campo

Fora dos gramados desde 22 de março, quando sofreu uma lesão nos músculos abdominais, o meia-atacante Robben voltou a jogar pelo Bayern de Munique nesta terça-feira. Seu retorno, porém, parece ter sido apressado, já que ele se lesinou após apenas 16 minutos em campo durante o confronto contra o Borussia Dortmund, pela semi da Copa da Alemanha – o time aurinegro venceu nos pênaltis após 1 a 1 no tempo normal.

O holandês entrou na partida aos 23 minutos da segunda etapa, no lugar de Thiago Alcântara. Pouco depois, porém, voltou a sentir dores e pediu substituição. Em seu lugar, entrou o também meia-atacante Mario Götze.

Com isso, Robben vira dúvida para a semifinal da UEFA Champions League, entre os bávaros e o Barcelona. O jogo de ida, no Camp Nou, está marcado para o próximo dia 6 de maio, enquanto a volta será no dia 12.

Vale lembrar que o Bayern vem sofrendo com lesões nesta temporada, e está jogando desfalcado do francês Ribéry, um de seus principais atletas. Recentemente, o médico do Bayern, Hans-Wilhelm Müller-Wohlfahrt, pediu demissão após 40 anos servindo o clube, depois de se desentender com o técnico Josep Guardiola.

Robben Gotze Substituição Bayern Borussia Dortmund Copa da Alemanha 28/04/2015

Fonte: http://espn.uol.com.br/

São Paulo – Brasil – 23:19

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Recuperado, Robben deve voltar a atuar contra o Borussia Dortmund, na Copa da Alemanha

Recuperado de lesão, Robben está próximo de voltar aos gramados.

O holandês Arjen Robben, que voltou a treinar com o Bayern de Munique no último domingo, depois de mais de um mês de ausência, foi relacionado para o clássico desta terça-feira com o Borussia Dortmund, pelas semifinais da Copa da Alemanha.

“Este retorno de Robben é bom para nossa equipe, porque é um jogador importante, com muita qualidade. Não é um mero coringa. Se estiver em forma, vai jogar” avisou o técnico Josep Guardiola em entrevista coletiva realizada nesta segunda-feira.

Sem adiantar se o holandês será titular ou não, Pep avisou que o meia “precisa de tempo para reencontrar seu ritmo” depois da lesão no abdômen que sofreu no dia 22 de março.

O Borussia Dortmund é uma das vítimas prediletas de Robben, que marcou sete gols em sete jogos disputados contra os comandados de Jürgen Klopp. O mais importante foi em 2013, quando deu a vitória aos bávaros na final da Liga dos Campeões.

O holandês, contudo, não poderá retomar a dupla ‘Rib-Robb’ com o francês Franck Ribéry, que “ainda não está pronto” para fazer sua reestreia, explicou o treinador.

O francês de 32 anos, que praticamente não jogou nesta temporada, sofreu uma lesão no tornozelo no dia 11 de março.

Guardiola, por outro lado, comemorou o retorno do compatriota Javi Martínez, que está recuperado de uma grave lesão no joelho foi relacionado para a partida de sábado contra o Hertha de Berlim (1-0), mas ficou no banco.

“Pode ser que Javi jogue alguns minutos (contra Dortmund). Sei que ele está ansioso, mas ele ficou fora dos gramados por oito meses”, lembrou o treinador, que também deve poder contar em breve com o zagueiro marroquino Benatia, que voltou a treinar no domingo.

O Bayern garantiu no último fim de semana o terceiro título seguido na Bundesliga, com quatro rodadas de antecedência, e sonha agora com a conquista da ‘tríplice coroa’, para repetir o feito de 2013, sob o comando de Jupp Heinckes, predecessor de Guardiola.

Para isso, precisa eliminar o Dortmund na terça-feira, e depois passar pelo Barcelona, ex-clube de Pep, que enfrentará nos dias 6 e 12 de maio, pelas semifinais da Liga dos Campeões.

“Contra o Barça, quanto mais jogadores tiver, melhor”, resumiu o treinador, que precisou lidar com um departamento médico lotado nas últimas semanas.

Fonte: http://esporteinterativo.com.br/

São Paulo – Brasil – 21:24

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

 

“Me senti como um deficiente físico”, revelou Robben

"Me senti como um deficiente físico", revelou Robben

Afastado dos gramados desde março, após sofrer uma lesão no músculo abdominal na vitória do Bayern de Munique sobre o Borussia M’gladbach por 2 a 0, o meia-atacante Arjen Robben desabafou sobre a sua frustração de não poder ajudar a equipe, mas acredita que está se aproximando do retorno.

“Você sempre quer entrar em campo para ajudar a sua equipe, mas você só pode acompanhar, quando está lesionado. Essa é a pior situação para um jogador de futebol. Eu tive uma série de lesões na minha carreira, mas isso foi novo. Esse tipo de lesão você fica como deficiente físico. Você não é capaz de se levantar, sentar ou ir ao banheiro Você está sempre com dor”, afirmou o jogador.

“Mas agora as dores estão diminuindo. Hoje eu posso rir de novo. O processo de recuperação está indo como planejado. Já posso andar de bicicleta, e espero que em poucos dias eu possa correr um pouco. Estou trabalhando duro, mas ninguém ainda pode dizer quando vou voltar. Espero voltar na semifinal contra o Borussia Dortmund, no dia 28 de abril”, completou.

Nesta quarta-feira, Robben assistirá os seus companheiros visitando o Porto, pelas quartas de final da Champions League.

Fonte: http://www.goal.com/

São Paulo – Brasil – 00:01

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Robben afirma que Mourinho foi vital para sua carreira: “Me ajudou muito”

Influências positivas

O atacante do Bayern de Munique, Arjen Robben, elogiou o técnico do Chelsea, José Mourinho, e a influência “importante” que o português teve na sua carreira.

O holandês trabalhou sob o comando de Mourinho durante seu tempo em Stamford Bridge, entre 2004 e 2007, mas acabou por ser autorizado a sair para o Real Madrid. Robben, desde então, se tonou um dos melhores atacantes do mundo, mas não guarda rancor do seu ex-comandante.

“Mourinho foi muito justo, muito bom”, disse Robben ao Daily Mail. “O único problema foram as lesões. Ele não podia contar comigo. Foi frustrante para nós dois e tornou-se difícil [de manter]. Mas, em um ponto de vista do futebol, ele foi muito importante. Ele me ajudou mentalmente”, acrescentou ele.

“Eu acho que eu tive um desenvolvimento positivo no Chelsea. Eu era muito jovem quando eu cheguei, apenas 20 anos. Na época, você ouve as pessoas dizerem que você é feito de vidro. Eu estava com raiva porque eu senti como se estivesse sempre tendo que me defender. Agora eu sei que algo estava errado com o meu corpo”, analisou o holandês.

“Eu sou um jogador muito explosivo. Comecei a trabalhar com um osteopata o ano passado, quando eu estava em Madrid. Eu tenho controle do meu corpo agora e sei até onde posso ir”, contou ele.

Robben também elogiou Louis van Gaal, com quem trabalhou no Bayern e na seleção da Holanda, além do atual treinador do Bayern de Munique, Pep Guardiola.

“Desde o primeiro dia Van Gaal me fez sentir importante. Ele me deu um papel importante e eu tive um grande primeiro ano. Eu sou muito grato a ele. Ele é um treinador que faz com que os jogadores melhorem individualmente. Isso é raro hoje em dia. Eu tenho muita confiança que ele vai ser um sucesso no United. Ele precisa de tempo para construir sua equipe. Quando ele se qualificar para a Champions League – E ele tem uma chance real de ganhar a Copa da Inglaterra – se isso acontecer, ele terá uma grande temporada”, comentou ele.

“Eu tive o privilégio de trabalhar com muitos grandes treinadores e Guardiola é certamente um deles. Eu tenho 31 anos, mas ao longo dos últimos 18 meses, eu sinto que eu dei passos a frente. Ele é simplesmente louco por futebol. Na minha primeira conversa com ele, ele me disse que era importante que eu comecçasse a desfrutar do futebol. Ele não queria queria que eu relaxasse, pediu para apreciar o que estava na minha frente. Ele disse: ‘ Desfrute do futebol , desfrute da sua vida’. Imediatamente ele me deu confiança”, concluiu Robben.

Fonte: http://www.goal.com/

São Paulo – Brasil –22:22

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Parabéns! Bayern completa 115 anos com goleada sobre Colônia: 4 a 1

Robben Bayern de Munique Colônia (Foto: AP)Robben, Ribéry e Lewandowski comemoram o gol do holandês na goleada do Bayern de Munique (Foto: AP)

Entre atuações magníficas (mais comuns), e não tão convincentes (raras, mas presentes), o Bayern constrói o caminho para comemorar o tetra do Campeonato Alemão. Nesta sexta-feira, dia do 115º aniversário do clube, um pouco das duas facetas apareceram em Munique, mas o resultado foi expressivo o suficiente para deixar o torcedor satisfeito: 4 a 1 sobre o Colônia, em jogo que abriu a 23ª rodada.

Aos 31 anos, o holandês Arjen Robben vive o melhor momento de sua carreira. Ele marcou o terceiro gol, de cabeça, e deu assistências para o primeiro, de Schweinsteiger, em cobrança de escanteio, e para o último, de Lewandowski – o polonês usou o peito e “roubou” o que seria o 18º gol de Robben. Ainda assim, com 17, ele segue como artilheiro da Bundesliga, à frente de Meier (14), do Eintracht Frankfurt, e Dost (11), do Wolfsburg. O brasileiro Rafinha foi titular durante os 90 minutos e teve boa atuação – Dante não saiu do banco.

O Bayern sobra ainda mais na tabela do Alemão. Chegou aos 58, abrindo 11 de diferença para o Wolfsburg, que visitará o Werder Bremen no clássico do Norte, no domingo. O Colônia, que obrigou Manuel Neuer a fazer pelo menos três grandes defesas no segundo tempo (todas com Ujah, o autor do gol), é o 13º, com 25, embora possa ser ultrapassado por Hamburgo, Paderborn e Freiburg ao término da rodada.

Robben e Rafinha Bayern de Munique Colônia (Foto: Reuters)Rafinha abraça Robben: holandês lidera artilharia da Bundesliga, com 17 gols (Foto: Reuters)

Fonte: http://globoesporte.globo.com/

São Paulo – Brasil – 22:36

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

‘Ele não consegue acertar nada com o pé direito’, brincou Schweinsteiger após gol de Robben

Foto: AFP

No jogo contra o Hamburgo, o Bayern balançou as redes oito vezes e não sofreu nenhum gol. Dos oito, dois foram de Robben. O primeiro, na sua característica principal, o holandês puxou da esquerda para o meio e colocou no ângulo do goleiro. O segundo sim foi diferente. Muitos falam que o atacante só usa o pé esquerdo mas ele fez seu segundo gol de direita, e ainda foi provocado por Schweinsteiger.

“Eu limpei a chuteira do Robben porque normalmente ele não consegue acertar nada com o pé direito, mas hoje (sábado) ele marcou. Normalmente brincamos sobre o pé direito de Robben – ou a falta dele. O fato de ter marcado foi uma grande surpresa para nós”, disse ao site oficial da Bundesliga.

Robben levou a brincadeira com muito bom humor e reconheceu que seu pé direito não é lá muito utilizado, ainda mais para fazer gol.

“Nós comemoramos daquela maneira porque muitas vezes os rapazes fazem piadas sobre meu pé direito, e corretamente, porque ele não é muito forte, apesar de conseguir fazer alguma coisa as vezes”.

Fonte: http://esporteinterativo.com.br/

São Paulo – Brasil – 22:31

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Bayern volta a tropeçar e empata com Schalke em casa

A pausa de inverno parece não ter feito bem ao Bayern de Munique. Após ter sido goleado por 4 a 1 pelo Wolfsburg no retorno do Campeonato Alemão, na sexta-feira, a equipe voltou a tropeçar nesta terça. Os bávaros receberam o Schalke 04 na Allianz Arena e ficaram no empate por 1 a 1, em confronto pela 19ª rodada.

O resultado, porém, pôde ser comemorado pelos comandados de Pep Guardiola, considerando que o time atuou com um jogador a menos desde os 17 minutos de bola rolando. Boateng recebeu o cartão vermelho direto ao fazer pênalti em Sam, quando o atacante estava em situação clara de gol. A situação só não foi pior, porque Neuer defendeu a cobrança de Choupo-Moting.

Na etapa final, viria uma polêmica e os gols. Afinal, Lewandowski chegou a marcar, mas o árbitro marcou saída de bola antes da conclusão do polonês e deu apenas escanteio no lance. E seria justamente naquela bola parada que Robben abriria o placar. Porém, também com escanteio, o time de Gelsenkirchen empatou com Howedes.

Apesar do placar, o Bayern segue com a mesma vantagem na ponta da tabela, já que o vice-líder Wolfsburg empatou com o Eintracht Frankfurt e ficou com 38 pontos, a oito dos bávaros. Já os Azuis Reais têm 41 e estão no quinto lugar.

O jogo

Tentando se recuperar da goleada sofrida na sexta, o Bayern tomou a iniciativa e controlou a passe de bola logo nos minutos iniciais. Porém, no primeiro lance de perigo do Schalke, os mandantes tiveram um prejuízo enorme.

Aos 17 minutos, Sam apareceu sozinho na área após chutão da zaga dos visitantes. Boateng chegou atrasado e acertou o adversário, que estava em situação clara de gol. O árbitro Bastian Dankert marcou o pênalti e expulsou o zagueiro. O estrago só não foi maior, porque Choupo-Moting cobrou fraco a penalidade, e Neuer defendeu, sem dar rebote.

De qualquer forma, o time comandado por Guardiola passou a ter maior trabalho com um jogador a menos e já não tinha o mesmo domínio territorial da partida. Além disso, ainda viu os Azuis Reais criarem chances. Após a expulsão, os mandantes só teriam uma boa oportunidade na etapa inicial. Robben fez jogada individual e concluiu à direita do alvo, perto da trave.

Na volta do intervalo, viriam os gols. Aos 21 minutos, Lewandowski foi acionado na linha de fundo, tocou para o meio, o goleiro Giefer foi mal e acabou desviando para dentro da própria meta. Porém, o árbitro que fica atrás do gol disse que a bola havia saído antes do passe do atacante polonês. Assim, foi marcado apenas escanteio, para a revolta dos jogadores do Bayern e de Guardiola, que foi até a bandeira de escanteio para reclamar.

A polêmica, porém, ficaria em segundo plano já na sequência. Afinal, na cobrança de escanteio, Xabi Alonso levantou na medida para Robben cabecear para o fundo da rede. Cinco minutos depois, o Schalke daria o troco na mesma moeda. Sam cobrou escanteio na área, e o capitão Howedes testou para a meta, sem chances para Neuer.

Fonte: http://espn.uol.com.br/

São Paulo – Brasil – 22:42

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão