Archive for maio \31\UTC 2012

#Eurocopa2012 – TV oferece milhões para ter Guardiola e Mourinho como comentaristas

A rede de TV mexicana “Televisa” sonha em ter José Mourinho e Pep Guardiola como comentaristas durante a disputa da Eurocopa, que terá início no próximo dia 8. Para isso, a emissora ofereceu um generoso contrato de € 1,5 milhão (R$ 3,4 milhões) para cada um. O espanhol já rejeitou a proposta, enquanto o português garantiu que iria pensar na possibilidade.

Guardiola, que deixou o comando do Barcelona no fim da temporada, pretende se afastar dos meios de comunicação ao passar um ano longe dos gramados e dos holofotes. Segundo o jornal “El Confidencial”, Pep passará a maior parte do tempo em Nova York. Mourinho, no entanto, estaria disposto a comentar algumas partidas da Euro 2012 pela TV mexicana apesar de estar envolvido com o planejamento do Real Madrid para a temporada 2012/2013.

Aceitar cargos de comentarista esportivo é comum para treinadores. Harry Redknapp, que treina o Tottenham e estava cotado para assumir o comando seleção inglesa, será comentarista durante a Eurocopa. Arsene Wenger, do Arsenal, trabalhou para uma TV francesa durante a Copa do Mundo de 2010.

Fonte: http://globoesporte.globo.com

Siga o Batom e Futebol no Twitter: @Batom_efutebol

JGalvão

#CampeonatoInglês – Chelsea e Porto chegam a acordo de R$ 118,5 milhões por Hulk, diz jornal inglês

Hulk tem sido um dos destaques do Porto nos últimos anos

Hulk tem sido um dos destaques do Porto nos últimos anos
Crédito da imagem: EFE
O Chelsea chegou a um acordo com o Porto para ter o atacante brasileiro Hulk a partir da próxima temporada. Isso é que afirma o jornal inglês The Guardian nesta quinta-feira. A negociação custaria 38 milhões de libras (R$ 118,5 milhões).Ainda de acordo com a publicação, o mandatário do clube londrino, Roman Abramovich, estaria confiante de um desfecho positivo da transferência, isso porque não seria um grande empecilho acertar a parte com o jogador.

A ida do atleta para a Inglaterra não é um assunto novo. Afinal, ele já havia sido especulado do Newcastle anteriormente e tem sido colocado como alvo do Chelsea nos últimos dias.

Atualmente, disputando amistosos com a seleção brasileira, o jogador tem sido um dos principais destaques do Porto nos últimos anos, tendo ajudado a equipe a conquistar dois títulos do Campeonato Português (um invicto) e a Europa League 2011/2012. Nesta temporada, Hulk marcou 26 gols pela equipe portuguesa.

Para a próxima temporada, o Chelsea já acertou a contratação dos jovens meia-atacantes Eden Hazard, do Lille, e Marko Marin, do Werder Bremen. Em contrapartida, o atual campeão da Uefa Champions League não contará com Didier Drogba, que já anunciou oficialmente a sua saída da equipe.

Siga o Batom e Futebol no Twitter: @Batom_efutebol

JGalvão

#Eurocopa2012 – Associação ensina seguranças a combater racismo durante a Euro

Jacek Purski, diretor da "Nigdy Wiecej",  mostra cartaz contra racismo (Foto: Rafael Maranhão / Globoesporte.com)Jacek Purski, diretor da “Nigdy Wiecej”, mostra cartaz contra racismo (Rafael Maranhão / Globoesporte.com)

A equipe comandada pelo polonês Jacek Purski não vai entrar em campo, mas dela depende muito do sucesso da Eurocopa. Seis meses depois de Polônia e Ucrânia serem escolhidas as sedes da Euro 2012, Purski começou a trabalhar para combater a principal preocupação da organização do torneio: o racismo. À frente da associação “Nigdy Wiecej” (“Nunca Mais”, em polonês), ele dá palestras e treinamento a grupos que vão desde políticos a voluntários e seguranças que trabalharão na Eurocopa, para que possam identificar e conter grupos que queiram usar o evento para manifestar seu preconceito.

– Quando nos reunimos pela primeira vez, ouvi da Uefa que estádios, aeroportos e estradas eram muito importantes, mas eles sabiam que isso seria resolvido. O temor era justamente as manifestações racistas, atitudes infelizmente enraizadas no comportamento dos hooligans poloneses e de outras regiões do Leste Europeu – afirmou Jacek Purski, em entrevista ao  na capital polonesa Varsóvia.

Racismo não é exclusividade das arquibancadas polonesas e ucranianas. O crescimento dos movimentos de extrema direita, de discurso xenófobo, é um fenômeno que atinge quase todos os países da Europa, sobretudo em tempos de grave crise econômica, e que em muitos deles têm ligação direta com torcidas organizadas. Mas foi somente com a Euro 2012 que medidas mais concretas para combater o preconceito nos estádios de futebol passaram a ser tomadas nos países-sede.

– O futebol é a arena perfeita para espalhar suas ideias. Ali existe uma identidade em comum, um sentimento de “nós” contra “eles”. Na Polônia, durante o regime comunista, os estádios eram os únicos locais onde as pessoas podiam se manifestar. Talvez por isso, até cinco anos atrás as pessoas não enxergavam o problema. Nós avançamos muito, mas ainda há um longo trabalho a ser feito. Principalmente na Ucrânia, onde começamos essa iniciativa há somente três anos – disse Jacek.

Brasileiro sofreu com racismo

No passado, o problema atingiu até um jogador brasileiro, o meia Roger Guerreiro, que naturalizou-se polonês e defendeu a seleção local na Eurocopa de 2008.

– Roger era muitas vezes recebido com gritos e faixas com a mensagem “você nunca será um polonês”. Mas essa é uma minoria. A grande parte tem uma curiosidade em relação aos estrangeiros, que ainda são relativamente poucos em comparação a outros países. Roger é querido pelos poloneses. A situação foi mais complicada antes, para Emmanuel Olisadebe, nascido na Nigéria e primeiro estrangeiro a defender a seleção polonesa – lembrou Purski.

– Nossas campanhas e panfletos são nada perto do que representou quando Olisadebe fez dois gols em sua primeira partida oficial, em 2000, e a Polônia ganhou o jogo.

Jacek Purski não acredita que as manifestações nos estádios se repitam durante a Euro. As medidas de segurança, o cadastro dos torcedores, os postos de controle para que apenas pessoas com ingressos se aproximem das arenas e o preço das entradas devem afugentar os hooligans. Segundo Jacek Purski, os visitantes devem estar atentos a locais de grande aglomeração, como as “Fan Zones”, áreas gratuitas onde as partidas são exibidas em telões.

Roger Guerreiro na partida da Polônia (Foto: Getty Images)Brasileiro Roger Guerreiro já sofreu com o racismo
da torcida polonesa (Foto: Getty Images)

– Esses grupos gostam de aparecer. Acho muito difícil que percam a oportunidade de se manifestar com tantos torcedores e jornalistas estrangeiros presentes. Mas não durante as partidas, e sim nos arredores.

‘Zonas inclusivas’ para os visitantes

Em parceria com a Uefa e com a rede Fame (“Futebol contra o Racismo na Europa”, na sigla em inglês), a associação “Nigdy Wiecej” criou as chamadas “zonas inclusivas”. São locais nas cidades-sede marcados por pôsteres e adesivos que ajudarão o visitante a saber de que se trata de uma área onde todos são bem vindos independentemente de origem, religião ou orientação sexual.

Durante a Eurocopa, também serão organizados torneios de futebol inspirados numa iniciativa da associação polonesa, a Etno Liga. São jogos entre equipes formadas por pessoas de diferentes origens, para que se conheçam melhor e derrubem preconceitos em relação aos estrangeiros. Além disso, a “Nigdy Wiecej” dará continuidade ao trabalho de informação sobre símbolos associados a grupos neo-nazistas e de extrema direita, o mesmo que é feito com os seguranças e voluntários que trabalharão na Eurocopa.

– É preciso que eles saibam identificar que ali se trata de uma palavra ou uma imagem com conotação racista, para que possam se antecipar ao problema. Mas também é importante que eles entendam o porquê disso. A maioria nunca recebeu nenhuma explicação sobre o que os símbolos nazistas representam, por exemplo – afirmou.

Fã de futebol, Jacek Purski diz que a Eurocopa representa muito para o seu país mas não acredita no sucesso da seleção polonesa nos gramados. O que ele espera é que o país deixe uma boa imagem ao menos fora de campo.

– Eu brinco que nós não vamos nem passar de fase, não vamos conseguir terminar as obras a tempo, mas temos que ser os melhores anfitriões. Essa é uma chance única. Não vamos ter outra Eurocopa aqui durante nossas vidas. Após a queda do comunismo, o povo polonês teve dificuldade para se encontrar e se associar com a Europa. Essa é uma parte desse processo. Queremos que as pessoas percebam a importância desse momento – completou.

Fonte: http://globoesporte.globo.com

Siga o Batom e Futebol no Twitter: @Batom_efutebol

JGalvão

#CampeonatoAlemão – Diego pode retornar ao Wolfsburg

Apesar do bom desempenho com a camisa do Atlético de Madri, o meia brasileiro Diego afirmou nesta quinta-feira que deve retornar ao Wolfsburg, da Alemanha, clube detentor de seus direitos federativos, na próxima temporada. As declarações foram dadas ao jornal espanhol Marca.

“Acredito que na próxima temporada estarei novamente no Wolfsburg. Ainda tenho dois anos de contrato com eles”, afirmou o armador.

Diego foi emprestado ao Atlético no meio de 2011, após desentendimentos com o técnico da equipe alemã, Felix Magath. Nas últimas semanas, no entanto, o treinador elogiou o meia e disse que pretende contar com ele na próxima temporada.

O ex-jogador do Santos foi um dos destaques do Atlético na última temporada, quando a equipe de Madri conquistou a Liga Europa. Em 42 partidas com a camisa atleticana, Diego marcou seis gols.

Fonte: http://pt.fifa.com

Siga o Batom e Futebol no Twitter: @Batom_efutebol

JGalvão

#Eurocopa2012 – Seleção alemã vence Israel em último amistoso antes da Euro

Depois de perder para a Suíça por 5 a 3 na última sexta-feira, a Alemanha se recuperou nesta quinta ao vencer o amistoso contra Israel por 2 a 0, na Red Bull Arena, em Leipzig. O jogo foi o último dos tricampeões mundiais antes do início da Eurocopa, na Ucrânia e Polônia.

Diferentemente da partida anterior, a seleção alemã contou com a presença dos atleta do Bayern de Munique que, por terem disputado a final da Champions League, se apresentaram à seleção mais tarde em relação aos demais companheiros.

Já com todos atletas à disposição, o técnico Joachim Löw colocou diversos titulares para iniciarem a partida. No entanto, a escalação ainda não foi a que deverá fazer a estreia diante de Portugal na Eurocopa. A equipe começou com: Neuer; Boateng, Mertesacker, Badstuber e Lahm; Khedira e Kroos; Müller, Özil e Podolski; Gómez.

Dessa forma, dos sete jogadores do Bayern de Munique que disputaram a final da Champions e foram convocados pela seleção, apenas Schweinsteiger ficou no banco de reservas. Vale lembrar que Badstuber não jogou a decisão da principal competição de clubes do Velho Continente contra o Chelsea por estar suspenso.

Os mandantes abriram o placar aos 40 minutos do primeiro tempo com um gol do artilheiro Mario Gómez, do Bayern de Munique. Na etapa final, os alemães criaram algumas chances de ampliar e, aos 37, Andre Schürrle, do Bayer Leverkusen, marcou o segundo com um belo chute de fora da área.

Agora, os comandados de Joachim Löw, que encerraram uma sequência de duas derrotas seguidas (a equipe perdeu para a França além da Suíça) voltam suas atenções para a competição continental, pela qual farão a estreia no dia 9 de junho diante da seleção portuguesa.

Fonte: http://espn.estadao.com.br

Siga o Batom e Futebol no Twitter: @Batom_efutebol

JGalvão

#CampeonatoAlemão – Schalke prepara oferta para tirar Van der Vaart do Tottenham

O Schalke está pronto para oferecer uma proposta de 12 milhões de libras (R$ 37,3 milhões) pelo atacante Van der Vaart, do Tottenham. A informação é do diário inglês The Sun.

O holandês estaria insatisfeito no clube de Londres pelo fato de ser constantemente substituído pelo técnico Harry Redknapp. O Schalke pagaria um salário semanal de 100 mil libras (cerca de R$ 311 mil) ao atacante.

Outro motivo que facilitaria a saída de Van der Vaart é o desejo da mulher do jogador, Sylvie, em não querer viver mais na capital inglesa.

Fonte: http://esportes.terra.com.br

Siga o Batom e Futebol no Twitter: @Batom_efutebol

JGalvão

#Brasil2014 – Vivência de Klinsmann em 2006 serve de aprendizado para Mano em 2014

Jogar uma Copa do Mundo em casa não é fácil. Quem pensa que o apoio é irrestrito e sem cobranças está engando. E ninguém melhor para falar do assunto do que o alemão Jürgen Klinsmann, que comandou os germânicos no torneio em 2006. Agora, em 2014, um outro profissional vai viver tal situação. Trata-se de Mano Menezes com a seleção brasileira. E foi justamente do ex-atacante que o treinador canarinho ouviu alguns conselhos e incentivos para que tudo ocorra bem na comepetição que acontecerá no país.

– Deixa o homem trabalhar. Já ouvimos esse slogan antes (risos). Lógico que aproveitamos a oportunidade de conversar quando o Klinsmann esteve no Brasil. Ele vivenciou muito do que vamos vivenciar em 2014. Estar com uma pessoa com essa e não aproveitar a oportunidade seria uma falta de inteligência. Quando ele esteve no Brasil, ele disse que a Alemanha perdeu a Copa, mas ganhou o país. Eles ficaram em terceiro – comentou Mano.

Na opinião de Klinsmann, a renovação da seleção brasileira só vai emplacar se existir a união da torcida, da imprensa e do próprio grupo. O técnico dos Estados Unidos saiu em defesa do comandante canarinho na coletiva na véspera do duelo contra o Brasil.

– Vocês (brasileiros) escolheram um bom técnico, tem uma nova geração de jogadores e não devem duvidar do treinador cada vez que ele perde um jogo ou cometa um erro. Tudo precisa ir na mesma direção. Na Copa de 2006, tentamos colocar todo mundo atrás do time. É uma Copa do país, não da equipe, não dos jogadores.

Do lado brasileiro, Mano agradeceu as palavras de Klinsmann e brincou:

– Brinquei agora na entrevista com os jornalistas internacionais que eu queria que ele (Klinsmann) fosse mais ao Brasil porque ele elogiou o treinador da Seleção Brasileira.

Mano revelou ainda que existe a possibilidade de ser feita uma campanha para unir mais a seleção brasileira e o povo.

– Mas para frente nós temos que dirigir questões para a população, para o torcedor. Primeiro temos que sustentar a base para que a ideia seja aceita pelos brasileiros.

Fonte: http://globoesporte.globo.com

Siga o Batom e Futebol no Twitter: @Batom_efutebol

JGalvão