Archive for fevereiro \28\UTC 2017

A reviravolta na carreira do herói do título mundial alemão

Autor do gol do título na Copa, Mario Götze sofre de doença metabólica e é afastado do futebol por tempo indeterminado. Problema é novo ponto baixo na carreira do jogador, que já foi apontado como grande promessa.

Mario Götze no banco de reservas do Borussia Dortmund

Götze acompanha do banco jogo do Dortmund: curta carreira é marcada por altos e baixos

Um instante para a posteridade: isso Mario Götze inquestionavelmente conseguiu. Com o gol que selou a vitória da Alemanha sobre a Argentina na final da Copa do Mundo do Brasil, Götze escreveu história e virou herói. Lendárias são também as palavras que o técnico Joachim Löw disse ao jogador ao colocá-lo em campo, no fim do segundo tempo: “Mostre para todo o mundo que você é melhor que Messi e pode decidir este jogo!”

Hoje ninguém mais compararia Götze a Messi. E jogos ele também não pode mais decidir.

Segundo o Borussia Dortmund, o clube de Götze, o atleta de apenas 24 anos sofre de uma doença metabólica que é a responsável pelas suas frequentes lesões musculares. Dos 22 jogos disputados pela equipe renana na atual temporada da Bundesliga, Götze começou nove e entrou em outros dois.

“Este não é um caso [de recuperação] de curto prazo”, disse o diretor do Dortmund, Hans-Joachim Watzke.

Götze deixa o futebol, portanto, por tempo indeterminado. “Estou em tratamento e estou fazendo de tudo para retornar aos treinos o mais rapidamente possível e poder ajudar nossa equipe a conquistar nossos objetivos comuns”, declarou o atleta. O clube pediu aos torcedores e jornalistas que evitem especulações e respeitem a vida privada do jogador.

A curta carreira de Götze é cheia de altos e baixos. Ele foi logo apontado como uma das grandes promessas do futebol alemão e, com apenas 17 anos, estreou num jogo de Bundesliga com o Borussia Dortmund, em 2009. Um ano depois vestiu pela primeira vez a camisa da seleção alemã.

A sua habilidade logo lhe rendeu o apelido de Götzinho, por driblar como um brasileiro. Com a equipe treinada por Jürgen Klopp, Götze foi campeão alemão por dois anos consecutivos, em 2011 e 2012. Mas ele acompanhou a conquista do segundo título, em grande parte, de longe por causa de uma osteíte púbica.

Um ano depois, a ida dele para o Bayern de Munique gerou revolta entre os torcedores do Dortmund, e Götze passou de ídolo para traidor de uma hora para a outra. O fato de a transação ter sido divulgada um dia antes da semifinal da Liga dos Campeões em 2013, entre Dortmund e Real Madrid, enfureceu ainda mais os torcedores.

Götze permaneceu três anos em Munique, mas nunca conseguiu se integrar bem na equipe, em parte por causa das frequentes lesões. Quando estava em condições de jogar, ele era com frequência deixado no banco de reservas. “De grande talento do futebol alemão a um dos talentos mais desperdiçados”, escreveu o jornal Süddeutsche Zeitung, ao se referir à situação do jogador.

Nem mesmo o gol do quarto título mundial da Alemanha fez com que conquistasse seu lugar no Bayern. O herói do Maracanã nunca caiu nas graças do técnico Pep Guardiola. Por fim, também a diretoria do clube perdeu a confiança nele e o deixou partir. Em meados de 2016, ele optou pelo regresso ao Dortmund. Aos torcedores do clube, Götze disse estar ciente de que esse não seria um caminho fácil, numa alusão à sua polêmica saída, três anos antes.

Götze escreveu ainda que, por meio de seu desempenho em campo, gostaria de “convencer todas as pessoas”, também aquelas que não o receberiam “de braços abertos”. “É meu objetivo voltar a jogar o meu melhor futebol”, afirmou. Pouco mais de meio ano depois, ele luta sobretudo para poder voltar a jogar futebol.

Fonte: http://www.dw.com/pt-br

São Paulo – Brasil – 23:36

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil:  ‏@Batom_efutebol

Follow the Batom and Futebol on Twitter, home of German Football in Brazil:  ‏@Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

Árbitro que venceu a depressão é agora “mental coach” na Bundesliga

Árbitro que venceu a depressão é agora «mental coach» na Bundesliga

Babak Rafati estava destacado para arbitrar o Colónia-Mainz, da Bundesliga, a 19 de novembro de 2011, mas nunca chegou a comparecer no estádio RheinEnergie e o jogo teve de ser adiado por não ter sido encontrado substituto a tempo.

Na madrugada que antecedeu a partida, o árbitro alemão tentou se suicidar no quarto do Hotel Hyatt, onde estava hospedado. Pensou em saltar do quinto andar do edifício, pensou em se atirar para o Reno, em tomar comprimidos, mas decidiu cortar os pulsos: foi encontrado estendido na banheira, ensanguentado.

Recuperou os sentidos já no hospital, salvo pela intervenção médica, mas a sua situação consternou a Alemanha. Rafati sofria de depressão, agudizada pela ansiedade inerente a ter de lidar durante mais de uma década com as pressões da alta competição: com a exploração do erro público, com as repreensões de observadores, com os insultos racistas a ele, que é cidadão alemão mas descendente de pais iranianos.

Aviso no estádio do Colónia, no jogo que Babak Rafati acabou por não apitar

Naquele tempo, a situação tocou em particular Bastian Schweinsteiger, que lhe escreveu uma carta. “Na vida caímos muitas vezes, mas o mais importante é levantarmo-nos outras tantas», transmitiu-lhe o jogador alemão que então atuava no Bayern de Munique.

Apesar de não ter tido apoio por parte da Federação Alemã de Futebol, Babak Rafati caiu, demorou bastante tempo até recuperar do estado depressivo, com a ajuda de médicos e da família (em particular da mulher), mas tal como o aconselhou Scheweinsteiger, levantou-se.

Este banqueiro de Hannover de 46 anos, que abandonou a arbitragem na sequência daquele quase trágico episódio, dá palestras sobre gestão de stress e é agora mental coach de três futebolistas da Bundesliga – cuja identidade, naturalmente, não revela.

“A depressão ainda é um grande tabu no futebol e os jogadores não contam todos os seus problemas aos psicólogos que são contratados pelo clube”, declarou o ex-árbitro em entrevista ao jornal suíço Blick, publicada no fim de semana.

Nesse testemunho, Rafati lamentou publicamente a falta de apoio da Federação Alemã e recordou como o sensibilizou o gesto de Schweinsteiger: “Me emocionei , porque estava num momento muito frágil. Foi um gesto muito bonito e nada calculista, já que ele sabia que eu nunca mais voltaria a apitar depois do sucedido.”

Babak, apitou mais de 150 jogos nas duas principais ligas profissionais alemãs e atuou em jogos internacionais entre 2008 e 2011, é o autor de um livro em que aborda a relação entre a sua atividade no futebol e a depressão e onde conta como ultrapassou a situação clínica que quase lhe pôs fim à vida.

“Tento com o meu livro ajudar outros a conseguirem ultrapassar a mesma situação difícil que vivi”, recorda o homem que aos 16 anos optou pela arbitragem por ser “um péssimo futebolista”, atividade que exerceu durante 25 anos. Os pensamentos sobre suicídio, porém, ficaram para trás: “Agora percebo como fui estúpido. A vida é muito bela para ser destruída.”

São Paulo – Brasil – 23:22

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil:  ‏@Batom_efutebol

Follow the Batom and Futebol on Twitter, home of German Football in Brazil:  ‏@Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Por Josy Galvão

Problemas de Mario Götze tem origem em distúrbio metabólico

Problemas de Mario Götze têm origem num distúrbio metabólico

O alemão Mario Götze, jogador do Borussia Dortmund, vai continuar ausente da equipe devido a problemas musculares, que têm origem num distúrbio metabólico, informou nesta segunda-feira o clube germânico.

O meia campeão do mundo pela seleção germânica, de 24 anos, tem sofrido continuamente de problemas musculares e, após uma ampla investigação, o departamento médico do Dortmund atribui a causa a um distúrbio metabólico.

“Estou em tratamento e farei tudo o que estiver ao meu alcance para regressar o mais breve possível à competição e ajudar a equipe a alcançar os seus objetivos”, declarou Mario Götze no site do clube.

O diretor esprtivo dos Aurinegros, Michael Zorc, manifestou-se “satisfeito pela descoberta da origem dos problemas de Mario Götze” e acredita no rápido restabelecimento do jogador, “que trará qualidade adicional à equipe”.

São Paulo – Brasil – 23:50

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil:  ‏@Batom_efutebol

Follow the Batom and Futebol on Twitter, home of German Football in Brazil:  ‏@Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Por Josy Galvão

Schweinsteiger escreveu carta a árbitro que tentou o suicídio

Schweinsteiger escreveu carta a árbitro que tentou o suicídio

O antigo árbitro alemão Babak Rafati, que em 2011 tentou o suicídio antes de um jogo entre o Colónia e o Mainz 05, no hotel onde estava instalado, devido às críticas, cobrança e stress inerente ao cargo, revelou que recebeu uma carta de Bastian Schweinsteiger, jogador alemão, durante o seu processo de recuperação.

Em entrevista ao jornal suíço «Blick», Rafati declarou, “Schweinsteiger escreveu-me uma carta que me deixou bastante emocionado”.

Rafati conta que omeia alemão sabia que não voltaria a apitar depois do incidente, portanto não houve qualquer segunda intenção. E depois revelou parte do conteúdo.

“Senhor Rafati, na vida você já caiu muitas vezes. E teve de se levantar muitas vezes também. Desejo-lhe tudo de melhor”, contou o ex-árbitro.

São Paulo – Brasil – 23:42

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil:  ‏@Batom_efutebol

Follow the Batom and Futebol on Twitter, home of German Football in Brazil:  ‏@Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Por Josy Galvão

Andries Jonker é o novo treinador do Wolfsburg

Andries Jonker é o novo treinador do Wolfsburgo

O Wolfsburg anunciou esta segunda-feira a contratação do holandês Andries Jonker para treinar a equipe, e lutar pela permanência na primeira divisão da Bundesliga.

Jonker, antigo assistente do compatriota Louis van Gaal no Bayern Munique, substitui Valerien Ismael, demitido no domingo, um dia depois de nova derrota do clube, na recepção ao também ‘aflito’ Werder Bremen, por 2-1.

Com 22 rodadas já disputadas na Bundesliga, o Wolfsburg, do brasileiro Luiz Gustavo, ocupa a 14.ª posição, com 22 pontos, apenas dois acima da ‘zona da degola’.

Jonker, de 54 anos, era o responsável pela academia do Arsenal desde 2014 e é o terceiro treinador do Wolfsburg nesta temporada, depois de Ismael e Dieter Hecking, o técnico que começou a temporada.

São Paulo – Brasil – 22:44

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil:  ‏@Batom_efutebol

Follow the Batom and Futebol on Twitter, home of German Football in Brazil:  ‏@Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Por Josy Galvão

Futebol Alemão – Temporada 2016/2017 – Resultados da 22ª rodada da Bundesliga

Bundes1

 

Temporada 2016/ 2017

22ª Rodada

Res   Palp
24/02/2017 16:30 Wolfsburg –Werder Bremen 1 : 2 1 : 2
25/02/2017 11:30 Bayern de Munique –Hamburgo 8 : 0 2 : 0
Bayer Leverkusen –Mainz 05 0 : 2 2 : 1
Darmstadt 98 –Augsburg 1 : 2 2 : 1
  Freiburg –Borussia Dortmund 0 : 3 1 : 3
RB Leipzig –Colônia 3 : 1 2 : 2
25/02/2017 14:30 Hertha Berlin –Eintracht Frankfurt 2 : 0 1 : 1
26/02/2017 11:30 Ingolstadt 04 –Borussia Mönchengladbach 0 : 2 1 : 2
26/02/2017 13:30 Schalke 04 –1899 Hoffenheim 1 : 1 0 : 2

Classificação

Pos. Clube J V E D Gols Saldo Pontos Obs.
1 Bayern de Munique 22 16 5 1    54:13 41 53 CL*
2 RB Leipzig 22 15 3 4    41:22 19 48 CL*
3 Borussia Dortmund 22 11 7 4    46:23 23 40 CL*
4 1899 Hoffenheim 22 9 11 2    39:22 17 38 CL* Qual.
5 Hertha Berlin 22 11 4 7    30:24 6 37 EL* Qual.
6 Eintracht Frankfurt 22 10 5 7    25:22 3 35 EL* Qual.
7 Colônia 22 8 9 5    31:22 9 33
8 Bayer Leverkusen 22 9 3 10    34:32 2 30
9 SC Freiburg 22 9 3 10    28:39 -11 30
10 Borussia M’Gladbach 22 8 5 9    25:29 -4 29
11 Mainz 05 22 8 4 10   31:37 -6 28
12 Schalke 04 22 7 6 9   26:23 3 27
13 Augsburg 22 7 6 9    21:28 -7 27
14 Wolfsburg 22 6 4 12    20:33 -13 22
15 Werder Bremen 22 6 4 12    28:43 -15 22
16 Hamburgo 22 5 5 12    21:45 -24 20 ZR
17 Ingolstadt 04 22 5 3 14    19:34 -15 18 ZR*
18 Darmstadt 98 22 3 3 16    15:43 -28 12 ZR*
CL – Classificados diretamente para a Champions League 2014/2015
CL* Qual. – Classificado para torneio de qualificação da Champions League 2014/2015
EL* Qual. – Classificados para Liga Europa 2014/2015
ZR – Zona de repescagem – joga com 3º colocado da 2ª divisão
ZR* – Zona de rebaixamento para a 2ª divisão

Auf wiedersehen! 

 

#WeAreGermany

São Paulo – Brasil – 19:00

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil:  ‏@Batom_efutebol

Follow the Batom and Futebol on Twitter, home of German Football in Brazil:  ‏@Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Por Josy Galvão

Hoffenheim empata com o Schalke 04 e garante o quarto lugar

Hoffenheim empata com Schalke 04 e segura 4.º lugar

Encerrando a 22ª rodada do Campeonato Alemão, o Hoffenheim segurou neste domingo a quarta posição do campeonato alemão, que dá acesso ao ‘playoff’ de classificação para a Liga dos Campeões, ao empatar por 1 a 1 com o Schalke 04, que segue na 12ª posição.

Os Azuis Reais abriram o placar com Alessandro Schöpf, aos 5 minutos, o Hoffes que ficaram quase toda partida em desvantagem, igualaram o marcador, aos 79 minutos, por Sebastian Rudy. 

Antes, o Borussia Mönchengladbach venceu o Ingolstadt  por 2-0.

Após uma primeira parte sem gols, os visitantes conseguiram finalmente chegar com eficácia as redes do adversário, primeiro por Lars Stindl, aos 60 minutos e André Hahn que fechou o marcador aos 90+1.

O resultado complica um pouco mais as aspirações do Ingolstadt à permanência na 1ª divisão da liga (está em 17.°, com apenas 18 pontos), enquanto o Mönchengladbach sobe ao 10.° lugar da ‘Bundesliga’.

Na 23ª rodada, o Ingolstadt viaja até Sinsheim para enfrentar o Hoffenheim, o Schalke 04 por sua vez, visita o Borussia Mönchengladbach, no Borussia Park. 

São Paulo – Brasil – 17:57

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Por Josy Galvão