Archive for junho \30\UTC 2016

Kroos não gosta de pergunta sobre a Itália e discute com jornalista em coletiva

Kroos Coletiva Alemanha Euro-2016 30/06/2016
Toni Kroos durante coletiva de imprensa da seleção alemã
O meia Toni Kroos, da seleção da Alemanha, não gostou de uma pergunta feita por um jornalista nesta quinta-feira, durante coletiva, e discutiu com o profissional.

O atleta do Real Madrid foi questionado sobre um suposto “trauma italiano” que a equipe alemã tem, já que nunca conseguiu vencer aAzzurra em um jogo de competição.

“Por que eu teria um ‘trauma italiano’? Você terá que explicar isso para mim primeiro”, disse, ironicamente.

Depois que o jornalista reformulou a questão, lembrando o péssimo retrospecto dos alemães contra os italianos em partidas de campeonato, Kroos falou forte novamente.

“Eu não joguei muitas vezes contra a Itália, e também não tenho nada a ver com as partidas do passado”, disparou, sem seguida sendo mais polido.

“Eles são muito difíceis de enfrentar, ficam atrás e sabem o que fazer com a bola, jogam juntos há anos. A Itália será o time mais difícil que enfrentamos até agora na Eurocopa, mas estou ansioso e muito otimista”, afirmou.

“A maneira como os italianos venceram a Espanha foi muito impressionante, ainda mais quando você pensa que a Espanha era uma das grandes favoritas do torneio. Será uma partida muito difícil para nós”, finalizou.

Também presente na coletiva, o zagueiro Jerome Boateng também não quis falar muito sobre o retrospecto ruim da atual campeã do mundo contra a Azzurra: “Creio que há coisas piores que enfrentar a Itália.

Já o diretor de seleções Oliver Bierhoff, ex-jogador da Alemanha, mostrou respeito: “Será um obstáculo muito complicado de superar. Não temos medo, mas sim muito respeito”, salientou.

O duelo será neste sábado, às 16h (horário de Brasília), em Bordeaux.

Fonte:   http://espn.uol.com.br/

São Paulo – Brasil – 23:40

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

Gerd Wenzel: Alemanha terá dois adversários num jogo só: uma renascida Itália e um velho fantasma

Gerd Wenzel: Alemanha terá dois adversários num jogo só: uma renascida Itália e um velho fantasma

Nem a torcida italiana e, muito menos, os principais comentaristas do país da bota colocaram fé na “squadra azurra” antes desta Euro 2016. Até hoje, quinta-feira, 48 horas antes do jogo pelas quartas da final, Pierfrancesco Archetti da Gazzetta dello Sport, ainda tem suas dúvidas sobre a capacidade dos comandados de Antonio Conte terem condições reais de superar a Alemanha.

Afinal, Andrea Pirlo não está no elenco, nem seu substituto Marco Verratti por conta de contusão. Claudio Marchisio também não faz parte da equipe. Não bastassem estas ausências, De Rossi está machucado e Thiago Motta não poderá atuar por conta de uma suspensão. 

Mesmo assim, o técnico italiano e sua esquipe estão tranquilos, principalmente porque não tem nada a perder. Conte vai dirigir o Chelsea na próxima temporada e o time é uma mistura de veteranos, basicamente da Juventus, com alguns novatos. Nada se esperou deste time e, mesmo agora, pouco se espera. Uma eventual derrota para a Alemanha será encarada com a maior naturalidade.

E é exatamente neste aspecto psicológico que está a força da “azurra”. Sem contar que o seu bloco defensivo é um time à parte com Buffon, Barzagli, Bonucci e Chiellini. Uma defesa que impõe muito respeito e que com a Juve foi pentacampeã italiana. É uma defesa composta por jogadores de mentalidade vencedora.   

A partir do meio campo, não há um único craque no time, nenhuma estrela. Ninguém tem privilégios e ninguém joga apenas pela sua própria glória. Balotelli, aquele que aniquilou a Alemanha em 2012, também não faz mais parte da seleção italiana.

Até há pouco tempo, jogadores como Giaccherini, Pellè ou Eder eram ilustres desconhecidos da grande mídia internacional. E de repente, esta colcha de retalhos formada por Conte se revela como sendo um conjunto perigosíssimo por conta de sua força defensiva e rápida transição ao ataque. Pelo menos foi assim que a Itália venceu com autoridade a Espanha.

Não bastasse isso, a Alemanha ainda precisa vencer um velho fantasma que nasceu em 1962, tendo portanto 54 anos: tudo começou na Copa do Mundo no Chile, ainda na fase de grupos, no primeiro jogo oficial entre as duas equipes que terminou empatado em 0 x 0. Desde então, foram mais três empates e quatro derrotas, sendo que as últimas duas consecutivas: uma na Copa de 2006 (0 a 2) em Dortmund e outra na semifinal da Euro em 2012 (1 a 2).

Alguém poderá se lembrar do recente amistoso que os alemães venceram por 4 a 1, mas amistoso não conta nesta estatística.

É um tabu e tanto. Mas, como diz o outro: tabus estão aí justamente para serem quebrados.

Pelo menos para o técnico Joachim Löw, este fantasma ou, como preferem alguns jornalistas alemães, esta maldição, na realidade não existe e será irrelevante no próximo sábado.

Nas palavras dele: é “kalter Kaffee”, traduzindo literalmente a expressão idiomática alemã: é “café frio”, ou café de ontem. Carece de importância. Para Löw é uma outra circunstância, um outro jogo e com outros protagonistas que não estão absolutamente preocupados com este pretenso “fantasma”.

Será mesmo?

Pequeno detalhe: do atual time titular da Alemanha, aquele que venceu a Eslováquia por 3 a 0, nove (!) jogaram contra a Itália há quatro anos naquela derrota por 2 a 1: Neuer, Boateng, Hummels, Khedira, Özil, Kroos, Müller e Gomez, além de Schweinsteiger que, por não estar em sua melhor forma, atualmente entra apenas na metade do 2º tempo.

(Fotos: Getty Images)

Por via das dúvidas, na entrevista coletiva desta quarta-feira, Hummels se lembrou da última aparição do fantasma naquele jogo, mesmo porque ele estava lá e declarou: “Aprendemos muito naquela partida. Não voltará a acontecer!”

Resumo: o meu palpite é que o tabu será quebrado e a Alemanha vencerá por 2 a 1. Até apostei uma feijoada completa com meu amigo e colega Gian Oddi por conta disso. E você, em quem vai apostar as suas fichas?       

Fonte:    http://www.goal.com/br

São Paulo – Brasil – 23:34

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

   

Ibrahimovic, enfim, revela: jogará pelo Manchester United

José Mourinho e Ibrahimovic se cumprimentam após jogo entre Chelsea e PSG

José Mourinho e Ibrahimovic se cumprimentam após jogo entre Chelsea e PSG(Alex Livesey/Getty Images)

 

Zlatan Ibrahimovic cansou de fazer mistério. O craque sueco confirmou nesta quinta-feira a informação que já se especulava há mais de um mês: ele defenderá o Manchester United na próxima temporada. “É hora de o mundo saber. Meu próximo destino é o Manchester United”, publicou o jogador de 34 anos em sua conta no Twitter. O clube inglês, por sua vez, ainda não oficializou o acerto nem publicou detalhes sobre a negociação.

Os rumores sobre a ida de Ibrahimovic ao maior campeão inglês ganharam força depois de confirmada a contratação do técnico José Mourinho. Os dois trabalharam juntos na Inter de Milão e sempre se declararam fãs um do outro.

 

No United, Mourinho e Ibrahimovic reencontrarão um antigo desafeto: o técnico Josep Guardiola, novo treinador do rival Manchester City, com quem o atacante teve problemas de relacionamento no Barcelona, na mesma época em que Mourinho era técnico do Real Madrid.

Ibrahimovic deixou o Paris Saint-Germain ao fim da última temporada, depois de quatro anos na capital francesa. “Cheguei como rei e saio como lenda”, afirmou o sueco em sua despedida do PSG. Na semana passada, ele também anunciou a aposentadoria da seleção sueca, após a eliminação na Eurocopa da França.

São Paulo – Brasil – 23:17

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/Batom

Josy Galvão

De Rossi e Candreva não treinam e devem mesmo desfalcar Itália contra Alemanha

De Rossi Autografo Treino Italia Euro-2016 29/06/2016
De Rossi Autografo Treino Italia Euro-2016 29/06/2016
O volante Daniele de Rossi e o meia Antonio Candreva ficaram fora nesta quinta-feira de mais um treino da seleção da Itália e dificilmente deverão enfrentar a Alemanha no sábado, pelas quartas de final da Eurocopa.

O atleta da Roma sofreu uma pancada no duelo com a Espanha, na última segunda, enquanto o meia da Lazio se recupera de lesão no músculo adutor da coxa direita. Eles não devem ter condições para serem escalados na equipe titular do técnico Antonio Conte.

O principal problema para o comandante da Azzurra é para substituir De Rossi, já que Thiago Motta, que seria a opção mais imediata, está suspenso e também não encarará os atuais campeões mundiais.

Com isso, Marco Parolo pode ser recuado para atuar a frente da zaga, o que resultaria na entrada de Stefano Sturaro.

Candreva, que já atuou como ala-direito e esquerdo, vem sendo substituído por Mattia De Sciglio, que seguirá entre os titulares.

O duelo será no sábado, às 16h (horário de Brasília), em Bordeaux.

Fonte:   http://espn.uol.com.br/

São Paulo – Brasil – 23:12

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Josy Galvão

Portugal é o primeiro semifinalista da Eurocopa

Após empate na prorrogação e no tempo normal, portugueses vencem poloneses nos pênaltis e vão em busca de título inédito. Apagado na partida, Cristiano Ronaldo segue em busca de se tornar maior artilheiro do torneio.

Portugueses comemoram a vitória após Quaresma converter a última cobrança de pênalti

Portugueses comemoram a vitória após Quaresma converter a última cobrança de pênalti

A seleção portuguesa se garantiu nesta quinta-feira (30/06) como primeira semifinalista da Eurocopa, ao passar nos pênaltis pela Polônia após um empate em 1 a 1 no tempo normal e na prorrogação.

Finalista em 2004, Portugal repete assim o que já havia conseguido outras quatro vezes – a última delas em 2012, quando acabou eliminada para Espanha nos pênaltis – e continua em busca do título europeu inédito.

Cristiano Ronaldo segue em busca de gol que pode torná-lo maior artilheiro da história da Eurocopa

Cristiano Ronaldo segue em busca de gol que pode torná-lo maior artilheiro da história da Eurocopa

E isso sem mesmo vencer uma partida no tempo normal de 90 minutos, empatando os três duelos pela fase de grupos (com Islândia, Áustria e Hungria), o de oitavas de final (venceu a Croácia na prorrogação) e o desta quinta.

Apagado na partida desta noite em Marselha, Cristiano Ronaldo também segue em busca de uma marca: a de maior artilheiro da história do torneio. Até aqui, ele tem oito, um a menos que o francês Michel Platini.

Os gols da partida foram marcados pelo atacante Robert Lewandowski, logo a um minuto de jogo, e pelo meia Renato Sanches, em chute de fora da área aos 33 da mesma etapa. Nos pênaltis, desperdiçou Blaszczykowski para os poloneses, e todos os portugueses converteram.

Portugal espera agora o vencedor do confronto entre Bélgica e País de Gales, que se enfrentam nesta sexta-feira em Lille.

Tempo normal

O gol de Lewandowski, o seu primeiro no torneio, logo a um minuto de jogo, poderia sugerir uma partida movimentada. Mas bastou o atacante do Bayern de Munique pôr a bola no fundo das redes, completando de primeira cruzamento rasteiro da esquerda, para a Polônia se fechar.

A situação parecia perfeita para a Polônia, uma seleção que até esta edição jamais tinha vencido uma partida de Euro, mas que na França vem se mostrando muito firme, principalmente no setor defensivo. Antes da partida, haviam sido apenas dois gols sofridos – segurando até um 0 a 0 com os alemães, atuais campeões mundiais.

A retranca foi furada apenas aos 33 minutos, quando o jovem Renato Sanches, de 18 anos, recém-promovido ao time titular, empatou o jogo. Em tabela com Nani, que lhe devolveu de calcanhar, o meia contratado por 35 milhões pelo Bayern chutou forte de esquerda, da entrada da área, para marcar.

No segundo tempo, quem continuou a buscar o gol foi Portugal, que, quando não esbarrou na sólida defesa polonesa, parou num até então pouco inspirado Cristiano Ronaldo.

O atacante do Real Madrid perdeu duas boas chances de gol, a mais clara delas já aos 40 minutos, quando recebeu lançamento de João Moutinho na área, mas furou cara a cara com o goleiro Fabianski.

Lewandowski comemora o seu primeiro gol na Eurocopa: não bastou para evitar a eliminação

Lewandowski comemora o seu primeiro gol na Eurocopa: não bastou para evitar a eliminação

Prorrogação e pênaltis

O primeiro tempo da prorrogação começou como terminou o segundo do tempo normal: com uma furada de Cristiano Ronaldo. Desta vez, após cruzamento de Sanches da esquerda, numa tentativa de arremate de canhota.

Com os times cansados, sobrou mais espaço, e as chances apareceram. Aos 6, Quaresma recebeu na área, faz o corte para o meio e tentou o chute, mas acabou bloqueado. Aos 9, a Polônia trabalhou bem a bola no ataque, e Milik chutou forte, rente à trave direita do goleiro português.

Na segunda etapa, o único momento que fez a torcida realmente levantar da cadeira foi a invasão de campo por dois torcedores. Nem Cristiano Ronaldo nem Lewandowski chegaram perto de evitar que a disputa fosse para os pênaltis.

Na disputa de pênaltis, foi mostrada a pontaria que falta ao longo de boa parte do jogo. Todos converteram, até que Blaszczykowski, na quarta cobrança, parou em Rui Patrício. Quaresma pôs no fundo das redes o último pênalti e colocou Portugal nas semifinais.

Renato Sanches chuta para marcar o gol de empate: jovem de 18 anos foi um dos destaques de Portugal

Renato Sanches chuta para marcar o gol de empate: jovem de 18 anos foi um dos destaques de Portugal

Ficha técnica

Polônia 1(3) x 1(5) Portugal

Local: Estádio Vélodrome, Marselha.

Arbitragem: Felix Brych (Alemanha), auxiliado por seus compatriotas Mark Borsch e Stefan Lupp.

Gols: Robert Lewandowski (1’/1T), Renato Sanches (33’/1T)

Pênaltis:

Polônia: Robert Lewandowski (√), Arkadiusz Milik (√), Kamil Glik (√), Jakub Blaszczykowski (x)

Portugal: Cristiano Ronaldo (√), Renato Sanches (√), João Moutinho (√), Nani (√), Quaresma (√)

Cartões amarelos: Artur Jedrzejczyk, Kamil Glik, Bartosz Kapustka; William Carvalho, Adrien Silva.

Polônia: Lukas Fabianski; Lukasz Piszczek, Kamil Glik, Michal Pazdan e Artur Jedrzejczyk; Krzysztof Maczynski (Tomasz Jodlowiec 8’/1P), Grzegorz Krychowiak, Jakub Blaszczykowski e Kamil Grosicki (Bartosz Kapustka, 36’/2T); Arkadiusz Milik e Robert Lewandowski. Técnico: Adam Nawalka.

Portugal: Rui Patrício; Cédric, Pepe, José Fonte e Eliseu; Adrien Silva (João Moutinho 28’/2T) e William Carvalho (Danilo 5’/1P), João Mário (Quaresma 35’/2T) e Renato Sanches; Nani e Cristiano Ronaldo. Técnico: Fernando Santos.

Fonte:    http://www.dw.com/pt

São Paulo – Brasil – 23:06

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/Batom

Josy Galvão

Torcedores do Hamburgo fazem petição para contratação de Will Grigg

WIll Grigg no banco de reservas em jogo da Irlanda do Norte (Foto: AP Photo/Petr David Josek)WIll Grigg esquentando o banco de reservas da Irlanda do Norte. Cena comum na Eurocopa deste ano, já que, apesar da fama adquirida, o atleta não atuou sequer por um minuto durante toda a competição (Foto: AP Photo/Petr David Josek)

Apesar de não ter jogado um minuto sequer na Eurocopa deste ano, Will Grigg foi um dos grandes nomes do torneio. O jogador ficou mundialmente conhecido após o hit “Will Grigg’s on Fire”, cantado incessantemente pelos torcedores da Irlanda do Norte pelas ruas e estádios da França nas últimas semanas. E, aparentemente, o sucesso acidental pode ter influência significativa na carreira do jogador de 24 anos.

Isso porque Grigg caiu na graça de outra torcida europeia: a do Hamburgo. Tanto que os torcedores fizeram uma petição online no site openpetition.de, que já contava com mais de sete mil assinaturas até 12h desta quinta-feira, para que o clube alemão contrate o jogador norte-irlandês.

– Após diversas proposições em redes sociais, nós começamos aqui uma petição para chamar atenção do Hamburgo a uma transferência do jogador da seleção da Irlanda do Norte Will Grigg – diz a petição.

Os torcedores colocam como motivo o valor em marketing do atleta, que tem valor de mercado estimado em 1,5 milhões de Euros, (R$ 5,4 mi), e que traria para o clube alemão.

Aos 24 anos, Will Grigg vem de boa temporada pelo Wigan Atlhetic, por onde atou na última temporada, na segunda divisão inglesa, e marcou 25 gols.

São Paulo – Brasil – 22:59

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/Batom

Josy Galvão

Futebol Alemão – Calendário 2016/2017

             

 

A Bundesliga terá inicio no próximo dia 26 de agosto e nesta quarta-feira, a liga divulgou o calendário completo para a temporada 2016/2017. Esta é a 54ª temporada na história da competição.

A partida de abertura será entre o atual campeão Bayern de Munique e o Werder Bremen, na Allianz Arena, em Munique.

O campeonato será interrompido no dia 21/12/2016 para a pausa de inverno e recomeçará em 21/01/2017. O encerramento do campeonato está programado para 20 de maio de 2017.

Confira os jogos da primeira rodada:

6ª.  26.08., 20:30 Bayern Munique -:- Werder Bremen
Sab. 27.08.2016 Borussia Dortmund -:- Mainz 05
Sab. 27.08.2016 Borussia Mönchengladbach -:- Bayer Leverkusen
Sab. 27.08.2016 Hertha Berlin -:- Freiburg
Sab. 27.08.2016  Colônia -:- Darmstadt 98
Sab. 27.08.2016 Hamburgo -:- Ingolstadt 04
Sab.  27.08.2016 Augsburg -:- Wolfsburg
Sab. 27.08.2016 1899 Hoffenheim -:- Leipzig
Sab. 27.08.2016  Eintracht Frankfurt -:- Schalke 04

Nota:  Apenas o dia e o horário do jogo de abertura foi definido (6ª feira, 20:30, horário local). Dia e horário dos outros oito encontros serão determinados posteriormente.

Para baixar o calendário completo da temporada clique no site Bundesliga: http://schedule.bundesliga.com/

 

São Paulo – Brasil – 00:00

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil:https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Follow Batom and Futebol on Facebook, the home of German Football in Brazil: https://www.facebook.com/BatomeFutebol

Por Josy Galvão