Nuremberg deverá demitir o técnico Verbeek nesta quarta-feira

De acordo com informações do jornal “Bild”, o técnico holandês Gertjan Verbeek, contratado em outubro do ano passado para reerguer o time, deverá ser demitido nesta quarta-feira. Há fortes indícios de que o treinador perdeu a confiança dos seus jogadores e que boa parte do grupo já teria rompido com ele. Após um início promissor do returno, o Nuremberg perdeu oito dos últimos nove jogos disputadas e está em 17º lugar na zona de rebaixamento. Sempre conforme o “Bild”, haverá uma solução interina: o “salvador da pátria” para evitar a volta à segunda divisão deverá ser Roger Prinzen (técnico da sub-23) assistido pelo auxiliar técnico Marek Mintal.

Fonte: http://www.bundesliga.com.br/

São Paulo – Brasil –  00:23

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  ‏@Batom_efutebol

Josy Galvão

Cacau vai deixar o Stuttgart

O atacante brasileiro, naturalizado alemão, Cacau, confirmou nesta terça-feira que deverá deixar o Stuttgart ao final da atual temporada. O diretor de esportes Fredi Bobic não vê nenhuma possibilidade de uma renovação do contrato com o jogador por mais um ano. De outro lado, existe a possibilidade de Cacau assumir algum cargo no clube, provavelmente trabalhando com os times de base.

Ao jornal “Bild” Cacau declarou que “…o clube me disse claramente que no futuro próximo não conta mais comigo. Só que eu gostaria de continuar exercendo minha profissão de jogador. A pergunta agora é só saber onde terei essa oportunidade.” Cacau está no Stuttgart desde 2003 e foi campeão alemão pelo clube em 2007.  Atuou em 304 jogos da Bundesliga, tendo marcado 88 gols. Pela seleção alemã jogou em 22 oportunidades e marcou 6 gols.

Fonte: http://www.bundesliga.com.br/

São Paulo – Brasil –  00:13

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  ‏@Batom_efutebol

Josy Galvão

Atlético de Madri e Chelsea empatam em 0 a 0

Atlético de Madri e Chelsea repetem o habitual: não levam gols

© AFP

Para quem conhece a maneira como Atlético de Madri e Chelsea, não dá para dizer que tenha sido exatamente uma surpresa que a partida de ida das semifinais da UEFA Champions League tenha sido marcada pela luta, pela marcação e pelas poucas chances de gol. Duas das equipes mais disciplinadas taticamente e com melhor defesa na competição, elas saíram dos primeiros 90 minutos de decisão como entraram – e como estão acostumadas a ficar em muitas ocasiões: sem levar gols.

O empate em 0 a 0 desta quarta-feira no estádio Vicente Calderón é especialmente reconfortante para os Blues. Jogando fora de casa, diante de uma torcida barulhenta por natureza e que anda particularmente emocionada com sua primeira semifinal europeia em 40 anos, o time de José Mourinho entrou com proposta clara: fechar-se bem e impedir que os colchoneros tomassem conta do jogo e pressionassem. E deu certo.

Com David Luiz como volante ao lado de John Obi Mikel e Frank Lampard, enquanto Ramires e Willian serviam como elos de ligação com o único atacante, Fernando Torres, o Chelsea tinha gente para bloquear quase todas as armas do Atlético – cuja característica também não é bem a de tomar conta das ações. Resultado: as chances que vieram para os espanhóis foram, em sua maioria, resultado de jogadas de bola parada e de chutes de longe. 

O primeiro desses bons momentos, aliás, coincidiu com outro fato que pode ser decisivo para o confronto: o goleiro Petr Cech espalmou uma cobrança fechadíssima de escanteio e, ao cair, desequilibrado, estatelou o cotovelo no chão. Com 15 minutos, o checo deu lugar ao veterano australiano Mark Schwarzer – que, com 41 anos e 198 dias, se tornou o jogador mais velho a jogar uma partida de mata-matas da Champions.

De digno de nota, a primeira etapa teve esse escanteio e mais um chute de longe de Mario Suárez que passou pertinho da trave esquerda. Mais nada. E o belga Thibaut Courtois, que pertence ao Chelsea e está emprestado, praticamente assistiu à partida – algo que se repetiria na segunda etapa, aliás.

Porque o Atlético ainda voltou ligeiramente mais atrevido – e mais incensado pela torcida – nos 45 minutos finais. Teve o turco Arda Turan, retornando de lesão, substituindo o brasileiro Diego no meio-campo. O resultado foi mais presença ofensiva, sim, mas não exatamente pressão. Houve um bocado de cruzamentos à área e situações potencialmente perigosas, mas chances claras mesmo foram poucas. Schwarzer só trabalhou para valer numa falta cobrada por Gabi aos 30 do segundo tempo. O resto foi um abafa mais psicológico do que qualquer coisa.

Chelsea, experiente, se segurou bem. Em Stamford Bridge, poderá ter a ocasião de usar talento de meio-campo que deixou no banco, como André Schürrle e Oscar. E o Atlético de Diego Simeone, por sua vez, volta à condição de franco-atirador, e não de quem toma iniciativa. Como esperado, a semifinal entre duas das melhores defesas do torneio é uma história de paciência e estratégia. Que, por enquanto, segue tal como começou.

Fonte: http://pt.fifa.com/

São Paulo – Brasil – 00:07

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Borussia Dortmund mais perto de Immobile e Shinji Kagawa pode voltar #Bundesliga

De acordo com a revista Kicker, aumentam os indícios de que o Borussia Dortmund está firmemente interessado em contratar Ciro Immobile, o atual artilheiro da Serie A do Campeonato Italiano. O plano “borussiano” é que o atacante italiano compense juntamente com o colombiano Adrian Ramos a saída de Robert Lewandowski. Immobile lidera a tabela dos artilheiros do “Calcio” com 20 gols em 30 jogos. Além do Borussia Dortmund, o semifinalista da Champions League, Atlético Madrid, também estaria interessado em adquirir o jogador.

O diretor executivo do Borussia Hans-Joachim Watzke afirmou em diversas ocasiões que o clube vai investir maciçamente para a próxima temporada: “Não vai ser fácil substituir Robert Lewandowski, mas não vamos cair num buraco por causa de sua saída. Vamos investir pesado”, declarou o dirigente ao jornal “Bild” ontem, terça-feira.

Na lista de compras estaria também o meio campista Shinji Kagawa que poderia voltar ao Borussia Dortmund, mesmo porque o jogador japonês não conseguiu se impor no Manchester United. Além disso, o próprio jogador entende que no clube inglês a sua capacidade e o seu talento não são suficientemente reconhecidos. Kagawa se transferiu para o Manchester há dois anos e pelo que o time apresentou na atual temporada, é bem provável que o clube pela primeira vez em muitos anos, não dispute nenhuma competição europeia na próxima temporada.

Fonte: http://www.bundesliga.com.br/

São Paulo – Brasil –  00:01

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  ‏@Batom_efutebol

Josy Galvão

Guardiola teme CR7, Benzema, Di María e Bale juntos

guardiola bayern munique (Foto: Reuters)Guardiola jamais perdeu no Santiago Bernabéu (Foto: Reuters)

Pep Guardiola nunca perdeu no Santiago Bernabéu para o Real Madrid quando era treinador do Barcelona. O desejo do técnico é sair mais uma vez ileso do estádio, desta vez no comando do Bayern de Munique, que disputa nesta quarta-feira o primeiro jogo da semifinal contra os merengues, às 15h45 (de Brasília). E o treinador deu show na entrevista coletiva desta terça-feira, véspera da semifinal.

Além de falar aos jornalistas em quatro línguas com perfeição – alemão, inglês, espanhol e catalão – mostrou bom humor e humildade. Com quase um ano de Bayern, Pep acredita que ainda tem muito com o que se adaptar à cultura e à língua alemã e, com isso, aumentar o nível de atuação de sua equipe.

Apesar da marca impressionante de sete jogos – cinco vitórias e dois empates – sem ter sido derrotado pelo Real Madrid em seu estádio, Guardiola lembra que nunca foi fácil e faz questão de enaltecer a força dos merengues. Para o treinador do Bayern, não importa ano ou época: o Real sempre tem “algo de especial”. Atualmente, ele considera a velocidade de seu quarteto de ataque como a maior força dos madrilenhos.

- Não sei como fazem, mas eles sempre tem gente que corre muito. Agora é Benzema, Di María, Cristiano e Bale. Não é fácil se defender contra eles.

Será um duelo de grandes treinadores. Do outro lado, Ancelotti nunca perdeu para o Bayern de Munique quando treinava o Milan, em seis partidas. Guardiola está preparado para um duelo tático e diz que vem estudando o Real Madrid e suas possibilidades há um tempo. O catalão credita ao trabalho do italiano a grande fase vivida pelos merengues

- O Real evoluiu porque todo treinador precisa de tempo, e o Ancelotti está o tendo para fazer as mudanças. Serão um rival muito forte. Se não têm Ronaldo, têm o Isco, mudam as posições, mas a equipe continua tendo muita capacidade.

Bom retrospecto fica no passado

O treinador do clube bávaro também preferiu deixar para trás a invencibilidade no Santiago Bernabéu que construiu nos tempos de Barcelona, mantendo uma postura cautelosa para o jogo desta quarta-feira

- A estatística era com outro clube, em outro tempo e outra situação. Não tem nada a ver. Teremos que fazer um jogo muito bom para ganhar. Isso é necessário sempre diante do Real Madrid e ainda mais e uma semifinal – afirmou.

Fonte: http://globoesporte.globo.com/

São Paulo – Brasil – 23:50

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Jürgen Klopp: “Não tenho interesse em treinar o Manchester United”

Parece que o treinador do Borussia Dortmund precisará negar mais vezes sua saída do clube alemão, afinal, Jürgen Klopp tem sido especulado em alguns dos maiores clubes do mundo. Depois de negar sua transferência para o Barcelona, Klopp viu seu nome surgir como provável substituto de David Moyes, que foi demitido do Manchester United nesta manhã.

“O Manchester United é um grande clube e me sinto muito familiar aos seus magníficos torcedores. Mas meu compromisso é com o Borussia Dortmund, e o pessoal de lá é irredutível. Não tenho interesse em treinar o clube agora.”, comentou o treinador ao jornal inglês The Guardian.

Klopp era o favorito para ocupar o posto deixado pelo escocês David Moyes. Mas como o alemão tem contrato com o Borussia até 2018, o time de Old Trafford precisará buscar outra opção.

Como ‘plano B’  já são especulados nomes como o do holandês Louis Van Gaal, de Diego Simeone, e até de Carlo Ancelotti. Por enquanto o mais provável é que o meia Ryan Giggs assuma interinamente o time nessas últimas rodadas da Premier League.

Fonte: http://www.goal.com

São Paulo – Brasil – 23:39

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

O esperado aconteceu – David Moyes é demitido pelo United

David Moyes é demitido pelo United

© Getty Images

Em comunicado oficial, o United confirmou na manhã desta terça-feira o que boa parte de seus torcedores esperava há muito tempo: a demissão do técnico David Moyes. Após quebrar vários recordes negativos sob comando do treinador, o time de Manchester amarga incertezas nesta temporada e vive momento conturbado. Agora, a missão de apagar o incêndio e recolocar o elenco nos trilhos é do ídolo Ryan Giggs, que terá sua primeira experiência no cargo.

Contratado com a incumbência de substituir o lendário Sir Alex Ferguson, no início da temporada, Moyes chegou do Everton criando grandes expectativas em Old Trafford. Como assumiu o elenco campeão nacional na última temporada, esperava-se que o treinador ao menos mantivesse o nível de competição e liderasse a equipe na briga por um novo título. A realidade, porém, foi bastante dura com os planos dos Red Devils, que após sequência de maus resultados ocupam a modesta sétima posição do Campeonato Inglês.

As 16 derrotas na temporada fizeram com que a queda de Moyes fosse esperada pela imprensa europeia, que já especula a chegada de Jürgen Klopp, atual técnico do Borussia Dortmund. O nome de Louis van Gaal também surge como possibilidade, já que ele se desligará da seleção holandesa após a Copa do Mundo.

Fonte: http://pt.fifa.com/

São Paulo – Brasil – 23:33

Siga o Batom e Futebol no Twitter, a casa do Futebol Alemão no Brasil: @Batom_efutebol

Follow Batom and Futebol on Twitter, the home of German Football in Brazil:  @Batom_efutebol

Josy Galvão

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.315 outros seguidores